CIAW conclui C-Ap-Sup 2015 e C-Esp-QC-CA 2016

O Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW) realizou, no dia 8 de junho de 2016, a Cerimônia de Encerramento do Curso de Aperfeiçoamento de Superfície para Oficiais (C-Ap-Sup), iniciado em junho de 2015, e do Curso de Especialização para Oficiais do Quadro Complementar do Corpo da Armada (C-Esp-QC-CA), que teve início em janeiro de 2016.

 

Presidido pelo Diretor de Ensino da Marinha, o evento marcou a formatura de 153 oficiais-alunos concludentes. Pelo C-Ap-Sup, foram aperfeiçoados 104 Primeiros-Tenentes: 45 em Máquinas , sendo um deles proveniente da Marinha de Senegal, o Primeiro-Tenente Kalidou Diallo; 13 em Comunicações; 20 em Sistemas de Armas e 26 em Eletrônica. No que concerne ao C-Esp-QC-CA, o CIAW especializou 49 Segundos-Tenentes, sendo 23 em Máquinas; 20 em Eletrônica e, pela primeira vez, 6 em Sistemas de Armas.

Autoridades à mesa da Cerimônia de Encerramento do C-Ap-Sup e do C-Esp-QC-CA

Estiveram presentes à cerimônia Almirantes, além de Comandantes e Diretores Titulares das OM dos Setores do Pessoal e Operativo. Cabe conferir especial destaque à presença do Comandante da Força de Superfície, cujo componente humano será revigorado e renovado mediante o embarque de expressiva parcela desses Oficiais combatentes. E do Comandante do Centro de Adestramento Almirante Marques de Leão, cujo Centro de Excelência contribui com o habitual zelo profissional na formação operativa dos jovens Oficiais concludentes do C-Ap-Sup.

Formandos 2016

Formandos 2016

Esta importante solenidade marcou a conclusão de mais uma etapa da carreira dos 153 Oficiais da Marinha do Brasil, agora Aperfeiçoados e Especializados complementando os conhecimentos técnicos e operativos de suas funções. O Comandante do CIAW enalteceu em seu discurso o aprimoramento de nossa Marinha, onde "não basta à tecnologia embarcada, mas a imensurável qualidade de seu capital humano". E discursou com emoção: "Para bem desempenhar a sua missão, o Poder Naval brasileiro necessita de meios modernos, equilibrados, balanceados e aprestados, que inspirem credibilidade quanto ao seu emprego, capazes de operar em áreas distantes do território nacional, concretizando a sua presença onde e quando se fizer necessário. Neste sentido, aos Oficiais-Alunos dos Cursos de Aperfeiçoamento de Superfície Turma 2015 e do Curso de Especialização Turma 2016, exorto-os a se manterem técnica e profissionalmente atualizados e, sobretudo, a empreenderem esforços individuais no sentido de exceder os limites das competências adquiridas, elevando sempre o patamar dos irrefutáveis conhecimentos aqui recebidos".