Engenho Novo e Cachambi recebem militares da DEnsM, CIAW e SSPM para combater Aedes aegypti

Desde 29 de janeiro cerca de 1.200 Organizações Militares espalhadas por todo o Brasil iniciaram o trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti. Após serem cumpridas as etapas de conscientização da população, através da entrega de folderes, os efetivos retornaram às ruas para iniciar a terceira etapa da campanha, que ocorrerá até 18 de fevereiro.

 

Nesta fase, os militares estão diretamente envolvidos no combate ao mosquito, em uma ação conjunta com as Secretarias Municipais de Saúde, visitando os domicílios acompanhados de agentes de saúde, para inspecionar possíveis focos de proliferação, orientando os moradores e, se for o caso, fazendo a aplicação de larvicida.

Moradora do Cachambi recebe visita de Agente de Vigilância em Saúde

e de grupo de militares sob coordenação do CIAW

O Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), conjuntamente com a Diretoria de Ensino (DEnsM) e o Serviço de Seleção do Pessoal da Marinha (SSPM) participaram com seu efetivo de mais uma etapa. As ruas dos bairros do Engenho Novo e Cachambi  foram mapeadas e os militares divididos em grupos para realizar o trabalho de busca aos focos do mosquito. Nas visitas foram encontrados diversos pontos com água parada, necessitando de orientação ao morador e aplicação de larvicida.

Larvas de mosquito encontradas em vaso de plantas foram colhidas e levadas

para análise a fim de saber se eram do Aedes aegypti