Histórico

Abas primárias

O Centro de Instrução e Adestramento de Brasília (CIAB), com sede na cidade de Brasília-DF, no Km 4,5 da Rodovia Belo Horizonte-Brasília (040), criado pela Portaria Ministerial nº 208, de 14 de julho de 1997, ativado em 14 de novembro de  1997, teve sua origem no antigo Centro de Adestramento do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília (CAdest-GptFNB), inaugurado em 11 de março de 1974, cujas instalações, já existentes, passou a utilizar. Suas atividades e organização foram estruturadas pelo Regulamento, aprovado pela Portaria nº15, de 27 de fevereiro de 2002, do Comandante de Operações Navais que foi revogada e aprovada pela Portaria nº 30, de 9 de abril de 2002, do Comandante de Operações Navais.  Revogada esta, passa a ter suas atividades e organização estruturadas pelo presente Regulamento, aprovado pela Portaria nº116, de 11 de maio de 2012, do Comando do 7º Distrito Naval (Com7ºDN).

O Almirante de Esquadra Fuzileiro Naval Domingos de Mattos Cortez foi Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais no período de 17 de dezembro de 1977 a 20 de dezembro de 1984. No ano de 1980, por meio de decreto presidencial, tornou-se o primeiro oficial fuzileiro naval a galgar o posto de almirante de esquadra. Ao longo de sua insigne carreira, o Almirante Cortez, fruto de seus atributos morais, além de seus robustos conhecimentos profissionais, recebeu diversas citações meritórias, tanto de autoridades civis, como de autoridades militares. uma, em especial, cabe ser ressaltada: o seu permanente esforço em elevar o nome do corpo de fuzileiros navais e da marinha do brasil.

Destarte, o Almirante Cortez foi assim definido pelo vice-almirante Fuzileiro Naval Yves Murillo Cajaty Gonçalves, seu antecessor no cargo de comandante-geral do corpo de fuzileiros navais no período de 29 de novembro de 1974 a 17 de dezembro de 1977: “no exercício de suas relevantes funções de comandante de apoio do corpo de fuzileiros navais, sempre deu provas cabais de sua alta capacidade intelectual e profissional. mais uma vez demonstrou destacada ação de liderança quando imprimiu às atividades de seu comando, um ritmo de trabalho que permitiu a implementação das diretrizes do comando-geral no que concerne principalmente à instrução e adestramento de oficiais e praças, contribuindo, sobremodo, para uma maior profissionalização dos fuzileiros navais, além de promover medidas de profundas repercussões no âmbito da formação, qualificação e aperfeiçoamento dos fuzileiros navais”. Diante de tal declaração, nota-se a imensa preocupação do Almirante Cortez acerca da capacitação do Fuzileiro Naval, investindo na instrução e no adestramento de qualidade como os pilares para a formação do combatente anfíbio. Como Capitão de Mar e Gerra, o Almirante Cortez assumiu o cargo de comandante do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília, o qual, em 10 de agosto de 1970, teve inauguradas suas atuais instalações à beira do lago paranoá, onde teve sua primeira bandeira hasteada pelo então presidente da república Emílio Garrastazu Médici.

O centro de instrução e adestramento de brasília teve sua origem justamente no antigo campo de adestramento do grupamento de fuzileiros navais de brasília (cadest-gptfnb), inaugurado em 11 de março de 1974, cujas instalações, já existentes, passou a utilizar.

Pode-se afirmar que o Almirante Cortez possui íntima relação com o atual ciab, tendo em vista que foi durante o seu comando e sob sua supervisão direta que as obras do egrégio grupamento de fuzileiros navais de brasília foram concluídas e, por conseguinte, as futuras instalações do campo de adestramento do grupamento de fuzileiros navais de brasília.

Ademais, como comandante de apoio do Corpo de Fuzileiros Navais, assinou o termo aditivo ao convênio celebrado entre o comando do apoio do corpo de fuzileiros navais e o estado do rj, para fins de funcionamento e manutenção do grupo escolar situado no centro de adestramento da ilha da marambaia (cadim). Por oportuno, destaca-se que, como comandante-geral do Corpo de Fuzileiros Navais, o Almirante Cortez iniciou e finalizou as obras de construção do novo aquartelamento do centro de recrutas do corpo de fuzileiros navais, atual Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves, localizado no complexo naval do guandu do sapê, no rio de janeiro.