AMRJ realiza Seminário no Dia Mundial do Meio Ambiente

 

O Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ) comemorou o Dia Mundial do Meio Ambiente com a realização do IX Seminário de Meio Ambiente, no dia 05 de junho. O evento contou com palestras e a distribuição de duzentas mudas de Ipê e pitangueiras.

O primeiro palestrante, Ricardo Marcelo da Silva, assessor da Gerência de Operações em Emergências Ambientais do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), apresentou o Plano de Área da Baía de Guanabara – Proposta de Regulamentação Operacional, cujo foco consistiu nas atividades atreladas ao órgão, os tipos de ocorrências registradas, o fluxograma de uma emergência com vazamento de óleo e participação das empresas no Plano de Apoio Emergencial da Baía. Foi exibido ainda um vídeo de um acidente ambiental causado pelo vazamento de óleo e todos os esforços gerados para mitigá-lo.

Já a segunda palestra reforçou todas as ações que a Petrobras tem praticado quanto à utilização dos recursos hídricos e seu apoio a diversos projetos ambientais. O gerente de Meio Ambiente, Carlos Gonzáles, e a gerente de Programas Ambientais, Kátia Christina Ferreira, apresentaram o balanço hídrico da empresa em 2018, com suas divisões de captação, refino, reúso e demanda total. Também apresentaram o mapeamento de risco hídrico, com um índice de crise referente à disponibilidade (relação entre a água necessária e a disponível), à vulnerabilidade (exposição do sistema e suscetibilidade a danos) e à resiliência (capacidade de resistência, reação e recuperação do sistema).

No seminário, destacaram-se também o Plano de Ação da Petrobras com ações internas e externas para mitigação de riscos relacionados à água e o apoio ao Projeto Uçá, que tem promovido a biodiversidade e a sustentabilidade como contribuições para a melhoria da qualidade ambiental na região leste da Baía de Guanabara e seu entorno.