Navio-Balizador “Comandante Manhães” resgata boia meteoceanográfica à deriva

Mergulhador e militar do navio realizando retirada do equipamento

 

O Navio-Balizador (NB) “Comandante Manhães”, subordinado ao Serviço de Sinalização Náutica do Nordeste (SSN-3), realizou, nos dias 7 e 8 de abril, busca, localização e resgate da boia meteoceanográfica Recife.

 

A boia, com peso aproximado de 1,5 toneladas, 3,4 metros de diâmetro, e 200 metros de aparelho de fundeio, faz parte do Programa Nacional de Boias (PNBOIA) - um conjunto de boias fixas e de deriva, rastreadas por satélite, que fornecem dados meteorológicos e oceanográficos, em tempo real, para a comunidade científica e para o Serviço Meteorológico Marinho (SSM).

Militar do Navio no momento da localização da boia

 

Tão logo o sistema de monitoramento do Centro de Hidrografia da Marinha reportou o deslocamento da boia, que se encontrava à deriva nas proximidades da costa do estado de Pernambuco, o navio “Comandante Manhães” foi acionado, e, prontamente, iniciou a realização das buscas.

 

A boia, encontrada a aproximadamente 13 milhas náuticas da costa do estado da Paraíba, nas proximidades do canal de acesso ao Porto de Cabedelo, configurava-se como perigo ao navegante, foi resgatada e transportada até a Base Naval de Natal.