O CENTRO DE SIMULAÇÃO DO CORPO DE FUZILEIROS NAVAIS

O CSimCFN

        O Centro de Simulação do Corpo de Fuzileiros Navais teve sua origem com a criação do Centro de Jogos Didáticos (CJD) em 1990. Na busca por uma ferramenta que permitisse avaliar os planejamentos dos alunos do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais Fuzileiros Navais foi considerada a utilização do Sistema de Avaliação de Exercícios da Força de Fuzileiros da Esquadra (SAE-FFE) em conjunto com um sistema desenvolvido por instrutores do CAOCFN, o Sistema de Cinemática e Detecção (CINDET).
        No entanto, a utilização conjugada destas duas ferramentas não era algo tão simples e seu aproveitamento dependia mais do esforço dos oficiais que compunham os grupos de controle (GRUCON) dos exercícios do que das funcionalidades dos sistemas.
        Em 1998, após uma reavaliação do emprego destas ferramentas que se deu a partir de testes iniciados em 1996, foi celebrado um contrato de consultoria externa com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, que conta em sua organização com o grupo de Tecnologia em Computação Gráfica (TecGraf). Desta parceria, surgiu o Sistema de Jogos Didáticos (SJD).
        O emprego do SJD começou a crescer de importância no CFN até que em 2004 foi empregado em uma grande operação combinada, patrocinada pelo Ministério da Defesa e realizada no Centro de Jogos de Guerra da Escola de Guerra Naval. Desta forma, era possível realizar operações simuladas com projeção de poder do componente terrestre.
        Até 2012 a pareceria com o TecGraf se manteve e o modelo de parceria permitiu, além do desenvolvimento do SJD, a transferência de conhecimento sobre tudo relativo ao sistema. O fato de oficiais terem realizado o mestrado em informática, na linha de pesquisa em computação gráfica na PUC-Rio imersos no código do sistema permitiu que, com o fim do contrato, o CFN pudesse ainda nos dias atuais ter o SJD em pleno funcionamento.
        De 2012 até os dias atuais, o SJD não só se manteve, como também teve pequenas melhorias implementadas pelos próprios militares do CIASC. As cartas utilizadas no sistema que antes eram produzidas por empresas contratadas, passaram a ser confeccionadas no CJD, o processo de montagem do servidor que só era realizado pela PUC, em 2017 já pode ser feito nas dependências do CIASC, bem como desenvolvimento de pequenos módulos úteis para o sistema, correções de bugs, alterações no banco de dados e até mesmo no game engine.
        Em 2018, na busca para acompanhar a evolução dos simuladores relacionados às atividades de ensino e treinamento militar, o CJD passou a ser o Centro de Simulação do Corpo de Fuzileiros Navais. Além da manutenção do emprego da simulação construtiva ( realizada por meio do SJD), o CSimCFN passou a contar com um departamento de Pesquisa e Desenvolvimento de Simuladores e iniciou a retomada da parceria com o TecGraf para um desenvolvimento conjunto de um protótipo de simulador virtual para blindados.
        A nova estrutura do CSimCFN permitirá ao CFN fomentar pesquisa, desenvolver e manter de forma sustentável os simuladores construtivos, vivos e virtuais do CFN, além de sistematizar o emprego da simulação em prol das atividades de ensino e treinamento dos nossos militares.