Escola de Guerra Naval completa 109 anos de história

Enviado em:28/02/2023


Primeira fileira da esquerda para a direita: Almirantes Edgar, Vinicius, Cunha, Max e Pimentel; na segunda fileira, Almirantes Rodrigo, Pinto, Lampert e Ruy


No dia 27 de fevereiro, foi realizada celebração alusiva aos 109 anos da Escola de Guerra Naval (EGN), completados em 25 de fevereiro. O evento contou com presença do Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante de Esquadra José Augusto Vieira da Cunha de Menezes, ex-Diretores (Almirantes de Esquadra Marcus Vinicius Oliveira dos Santos e Gilberto Max Roffé Hirschfeld; Vice-Almirantes Edgar Luiz Siqueira Barbosa, José Eduardo Pimentel de Oliveira e Rodrigo Otavio Fernandes de Hônkis; Contra-Almirantes Luiz Fernando Coelho Pinto de Almeida e Antonio Ruy de Almeida Silva) e de outras autoridades da Marinha. Na ocasião, o Diretor da EGN, Contra-Almirante João Alberto de Araujo Lampert, destacou a contribuição de cada um dos Diretores na consolidação da Escola como uma instituição de referência no ensino e na pesquisa nos campos da Defesa e Poder Marítimo.

Além de ser um centro de Altos Estudos Militares destinado aos oficiais para aperfeiçoar a arte do Comando e contribuir na formulação de políticas, estratégias e doutrinas de alto nível da Marinha, o Almirante Lampert observou que a EGN tem ampliado a interação e o intercâmbio com a sociedade. Desde 2014, conta com o Programa de Pós-Graduação em Estudos Marítimos (PPGEM), que oferece cursos de mestrado e doutorado profissional para civis e militares, e tem realizado parcerias com diversas instituições acadêmicas, nacionais e internacionais, visando proporcionar “um ensino de excelência e incrementar a difusão da mentalidade marítima”, completou.