Escola de Guerra Naval tem novo Diretor

Enviado em: 23/11/2021


image

No dia 22 de novembro, o Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante de Esquadra Marcos Silva Rodrigues, presidiu a cerimônia de transmissão do cargo de Diretor da Escola de Guerra Naval (EGN). O Contra-Almirante Sílvio Luís dos Santos passou a Direção para o Contra-Almirante João Alberto de Araujo Lampert. A cerimônia, realizada no Salão Nobre, contou com a presença do Vice-Chefe do Estado-Maior da Armada, Vice-Almirante Carlos Eduardo Horta Arentz, e do Comandante da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), General de Brigada Combatente Marcio de Souza Nunes Ribeiro.

Em seu discurso de despedida, o Contra-Almirante Sílvio Luís mencionou os desafios decorrentes das variadas atividades envolvidas para atender “a nobre tarefa de capacitar nossos oficiais”. Ressaltou o assessoramento dos Oficiais, Praças e Servidores Civis, expressando o sentimento de extrema gratidão a todos os que o auxiliaram no cumprimento das tarefas à frente da EGN.

O Chefe do Estado-Maior da Armada, na leitura da sua Ordem de Serviço, relembrou as principais realizações durante a direção do Almirante Sílvio Luís. Dentre os diversos aspectos mencionados, agradeceu pela dedicação, comprometimento e pelos resultados alcançados. Em seguida, deu boas-vindas ao Almirante Lampert.

Ao Assumir a Direção, o Contra-Almirante Lampert destacou que a Escola de Guerra Naval, ao longo dos seus mais de 100 anos de existência, se aperfeiçoa e se reinventa, acompanhando as constantes e imbricadas mudanças no concerto mundial e nacional, com irretocáveis serviços à Marinha e ao País. “O compromisso e a responsabilidade de conduzir o timão dessa Instituição, honrar meus antecessores, e entregar à Marinha o indispensável capital de conhecimento, em diversos níveis, ensinando e fomentando pensamento e pesquisas, apontam o rumo a ser seguido, com máquinas adiante padrão”, pontuou o novo Diretor da EGN.