Simpósio debate a “Inteligência Artificial” sob uma abordagem marítima e naval

O Centro de Estudos Político-Estratégicos da Marinha (CEPE-MB), em parceria com a Escola de Guerra Naval (EGN) e o Centro Tecnológico da Marinha no Rio de Janeiro (CTMRJ), realizou no dia 9 de abril, o Simpósio virtual “Inteligência Artificial”, que teve como objetivo fomentar reflexões de forma interdisciplinar sobre a questão da “Inteligência Artificial” e seu emprego no Poder Marítimo. E, particularmente, no Poder Naval. O evento destinou-se a alunos de pós-graduação, à comunidade acadêmica e a militares interessados no tema.

Ao realizar a abertura, o Alte Esq (Ref-FN) Alvaro Augusto Monteiro Dias, Presidente do CEPE-MB, destacou a relevância da Inteligência Artificial (IA) para a Marinha hoje e no futuro. Na sequência, a Profa. Dra. Marley Vellasco, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), apresentou um panorama sobre o assunto, ressaltando que a Inteligência Computacional é o coração da IA. As aplicações da Inteligência Artificial em Defesa e as iniciativas da Marinha sobre o tema foram abordadas pelo CAlte Marcelo Gurgel de Souza, Diretor do Centro Tecnológico da Marinha no Rio de Janeiro (CTMRJ). E a CF (T) Kelli de Faria Cordeiro, do Núcleo de Gestão de Demandas do CASNAV, discorreu sobre a gestão de dados como soluções para a IA.

No período da tarde, foram realizados debates sobre “Inteligência Artificial”, no formato “Grupo de Discussão”, que teve a participação dos Oficiais-alunos do Curso de Política e Estratégia Marítimas (C-PEM) da EGN. Os debates foram muito produtivos por trazer distintas percepções de emprego da IA na MB aos futuros líderes da Instituição.