Perguntas Frequentes

Não é permitido  acumular cargo, emprego ou função pública, na Administração Pública Federal, Estadual ou Municipal, ainda que da Administração Indireta, exceto para os profissionais de Saúde, com profissões regulamentadas.

Sim, as oportunidades estão distribuídas pelos nove Distritos Navais, porém, você irá servir na área abrangida pelo Distrito Naval escolhido no ato da inscrição.

São 50 questões objetivas, sendo 25 de Português e 25 de Formação Militar-Naval, exceto médicos que farão 25 questões de Língua Portuguesa e 25 de Conhecimentos Específicos.

Normalmente, o prazo entre o resultado final e a incorporação é de cerca de um mês, mas isso varia. Fique atento ao cronograma.

Sim, é remunerado como os militares de carreira.

Sim, porque um dos requisitos é ter o curso superior completo (bacharelado/licenciatura) relativo à profissão a que concorre.

Acesse a aba Serviço Militar Voluntário, escolha o Distrito Naval de seu interesse e faça sua inscrição

 

1ª Etapa: Prova Objetiva (PO) – eliminatória e classificatória;
2ª Etapa: Verificação de Dados Biográficos (VDB) e Verificação Documental (VD) –
eliminatória;
3ª Etapa: Inspeção de Saúde (IS) – eliminatória;
4ª Etapa: Teste de Aptidão Física de Ingresso(TAF-i)– eliminatória;
5ª Etapa: Prova de Títulos (PT) - classificatória;
6ª Etapa: Designação à incorporação; e
7ª Etapa: Incorporação.

Não, é preciso ter o curso superior completo (bacharelado/licenciatura) relativo à profissão a que concorre, com validade nacional, ou declaração de conclusão do curso de graduação contendo a data de colação de grau, acompanhada de histórico escolar e estar registrado no órgão fiscalizador da profissão a que concorre, quando existir.