Você pode realizar seus sonhos sendo militar temporário da Marinha

Se o seu sonho é ainda ser da Marinha do Brasil (MB) não desista, você que tem o nível médio técnico pode agarrar essa oportunidade, pois há o Processo Seletivo para o Serviço Militar Voluntário de Praças (SMV-PR) que aceita homens e mulheres com mais de 18 e menos de 45 anos de idade, até o dia 1° de janeiro do ano do curso de formação.
O SMV é um vínculo entre a Marinha e o militar temporário, no qual ele é renovado de ano em ano podendo chegar a oito anos, que é o período máximo de serviço. Os militares são da Reserva da Marinha de 2ª classe, mais conhecidos como RM2.
A técnica em Enfermagem, Vanessa Jesus, entrou para a Marinha em 2010 como militar temporária, permaneceu até o final de junho de 2018 e conta como conheceu o processo seletivo para o SMV de Praças temporárias.

“Eu fiquei sabendo do RM2 quando eu comecei a atuar na clínica São Vicente, através de uma colega de trabalho. Ela me inscreveu no processo seletivo, que na época ainda era realizado somente por prova de títulos e entrevista. Naquele período, eu tinha dois empregos e quando soube que passei para a Marinha pedi demissão deles”, relembra ela.
As conquistas sendo militar RM2
Hoje, Vanessa Jesus sabe o que é sucesso e saboreia o gosto da vitória, pois sendo militar temporária, ela soube aproveitar os oito anos dentro da Marinha para construir os seus sonhos.

“Meu sonho sempre foi fazer a faculdade e a pós-graduação. Como eu trabalhava 24 x 24 nas clínicas, não tinha tempo para estudar. Quando entrei na Marinha, essa foi a minha realização, pois consegui fazer a minha faculdade de Enfermagem e a especialização em Enfermagem Oncológica, que terminei em setembro de 2017”, diz orgulhosa.
Além dos seus estudos, ela conquistou a estabilidade na vida pessoal. “Eu sempre falei: vou ser militar, vou ter minha casa, vou morar em um condomínio, vou ter meu carro. Tudo que eu falei que iria conquistar eu conquistei. Hoje, moro em um condomínio, minha casa é toda planejada e tenho um carro zero. Quem me deu tudo isso foi a Marinha junto ao meu esforço”, conta ela e destaca que deu valor a cada momento que passou dentro da Instituição.
Os momentos únicos e experiências dentro da Marinha
A Formatura, na graduação de Cabo, no Centro de Instrução Almirante Alexandrino (CIAA), na cidade do Rio de Janeiro, pode ser um momento inesquecível e emocionante, como relembra a enfermeira.
“Eu fui para o CIAA, no Período de Adaptação, e não sabia o que ia acontecer, ainda não imaginava que eu já estava dentro da Marinha. Quando foi o dia da minha formatura, eu nem sabia que iríamos colocar a farda branca e quando coloquei, nossa... foi muito bom, foi excelente!”.
As oportunidades na Marinha do Brasil são únicas na vida de um profissional, ainda mais ele sendo um militar temporário, pois ele leva essas experiências para o mercado de trabalho. Vanessa conta exatamente isso.
Vanessa fez parte da Equipe de Pronto Emprego para realizar a Operação Dragão no Navio Bahia, que é um exercício em que os Fuzileiros Navais e as Forças Navais colocam em prática seus conhecimentos profissionais nas Operações Anfíbias, no qual os militares simulam a tomada de uma parte do território inimigo.

“Fiz parte da Equipe de Pronto Emprego, como voluntária, para realizar a missão em 2014. Então realizei um grande sonho: embarcar em um navio. Fomos para o Espírito Santo e a equipe ficou embarcada durante 15 dias. Que emoção! Foi uma experiência incrível e única!”.
Ela também desfilou no dia 7 de setembro nos anos de 2011, como Cabo, e 2017, sendo Terceiro-Sargento.
Durante esses oito anos, Vanessa sempre incentivava outros militares RM2 a buscarem conquistar o que desejavam. “Na minha Organização Militar, eu falava para os RM2: sigam o meu exemplo, eu quero que vocês conquistem mais do que eu conquistei aqui dentro”.
A enfermeira ainda comenta e incentiva quem deseja entrar para a Marinha, “Venha para a Marinha do Brasil, as minhas maiores conquistas realizei dentro da Força como militar temporária”.
Saiba mais:
Serviço Militar Voluntário para Praças temporárias