Qual a diferença entre o concurso do CAP e do QTPA?

Ambos os concursos do Corpo Auxiliar de Praças (CAP) e do Quadro Técnico de Praças da Armada (QTPA) são compostos no grau hierárquico de Praças e são voltados para candidatos que tenham o ensino médio técnico completo. Porém, há algumas diferenças entre os dois, como por exemplo, os requisitos e a situação do candidato aprovado após o Curso de Formação; no CAP, os candidatos graduam-se Cabos enquanto no QTPA tornam-se Terceiro-Sargento.

Veja a diferença entre o CAP e o QTPA referente à atividade dentro da Marinha

Os militares do Corpo Auxiliar de Praças executam, no nível técnico, as tarefas Administrativa, Operativa e de Saúde da Marinha. Eles exercem as atividades nas organizações militares (OM) em terra, ou ainda, embarcando em navios.

Já as Praças do Quadro Técnico de Praças da Armada têm como atribuição principal o guarnecimento dos navios, submarinos e aeronaves da Marinha para a execução de tarefas relativas à operação e manutenção de equipamentos e sistemas.

Saiba mais sobre o Corpo Auxiliar de Praças (CAP)

O CAP é voltado para homens e mulheres brasileiros natos ou naturalizados com 18 anos e menos de 25, no dia 1° de janeiro de 2020, e que tenham o nível médio técnico completo, além de estarem em dia com as obrigações civis e militares.

O candidato realiza prova de conhecimentos profissionais, elaborada com 50 questões. Os aprovados realizam os Eventos Complementares que são: Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física (corrida e natação), Verificação de Documentos, Avaliação Psicológica e Verificação de Dados Biográficos.

Aquele selecionado no concurso realiza, então, o Curso de Formação no Centro de Instrução Almirante Alexandrino (CIAA), na cidade do Rio de Janeiro. O curso tem duração de 17 semanas em regime de semi-internato. Ao final, são promovidos a Cabo com rendimento inicial de cerca de R$3.388,83. Eles recebem, também, diversos benefícios, como ajuda para aquisição de uniformes, assistência médico-hospitalar para si e seus dependentes, instalações sociorrecreativas, entre outros.

Conheça mais sobre o Quadro Técnico de Praças da Armada (QTPA)

O Quadro Técnico de Praças da Armada é destinado a homens brasileiros natos ou naturalizados com 18 anos e menos de 25, no dia 1° de janeiro de 2020, e que tenham o nível médio técnico completo, além de estarem em dia com as obrigações civis e militares.

Primeiramente, o candidato realiza uma prova objetiva com 50 questões da área técnica escolhida, além da Redação. Os aprovados, então, fazem parte dos Eventos Complementares, constituído por Verificação de Dados Biográficos, Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física (corrida e natação), Avaliação Psicológica e Verificação de Documentos, que constituem os Eventos Complementares.

Realizadas todas estas etapas e o candidato aprovado, ele será matriculado no Curso de Formação de Sargentos, na cidade do Rio de Janeiro, com duração de 30 semanas e ao final será promovido a graduação de Terceiro-Sargento, recebendo rendimentos de cerca de R$3.825,00.

Após, estes Sargentos farão o Curso de Subespecialização de Submarinos para Praças, com duração de 24 semanas, localizado também na cidade do Rio de Janeiro. Ao final, eles se tornarão submarinistas da Força e atuarão em missões no Brasil com possibilidade também de viagens ao exterior, recebendo rendimentos em torno de R$4.445.

Confira as áreas profissionais pedidas pelo CAP e QTPA

Corpo Auxiliar de Praças

Administração; Administração Hospitalar; Contabilidade; Desenho de Arquitetura; Desenho Mecânico; Edificações; Eletrônica; Eletrotécnica; Enfermagem; Estatística; Estruturas Navais; Geodésia e Cartografia; Gráfica; Higiene Dental; Marcenaria; Mecânica; Metalurgia; Meteorologia; Motores; Nutrição e Dietética; Patologia Clínica; Processamento de Dados; Prótese Dentária; Química; Radiologia Médica; Secretariado; e Telecomunicações.

Quadro Técnico de Praças da Armada

Área TécnicaEletroeletrônica: Automação Industrial; Eletroeletrônica; Eletromecânica; Eletrônica; Eletrotécnica; Eletrotécnica Naval; e Mecatrônica.

Área TécnicaMecânica: Manutenção Automotiva; Mecânica; Mecânica Naval; Mecatrônica; Refrigeração e Climatização; Manutenção de Máquinas Pesadas; e Mecânica da Precisão.

Por: Camila Spínola (Estagiária de Jornalismo)
Supervisão: 1T Rafaela Tayão (RM2-T)