Nutricionistas podem também fazer parte da Marinha do Brasil

Dia 31 de agosto é comemorado o dia do Nutricionista, uma data para prestigiar o trabalho desses profissionais. Se você é formado em nutrição, saiba que você pode ingressar na Marinha do Brasil (MB) por meio de duas formas: o Concurso Público para o Corpo de Saúde - Quadro de Apoio à Saúde (CSM-S) e pelo Processo Seletivo para o Serviço Militar Voluntário de Oficiais (SMV-OF).

O Concurso para CSM-S e o Processo para o SMV são destinados aos candidatos que tenham o nível superior, porém com algumas diferenças entre eles. A principal é que o Corpo de Saúde é o Concurso de carreira e o Processo Seletivo é um vínculo entre a Marinha e o militar com duração de, no máximo, de até oito anos. Os militares são da Reserva da Marinha de 2ª classe, mais conhecidos como RM2.

Dedicação e persistência para passar na Marinha

A Primeiro-Tenente Raquel Cremonez é profissional da área, com especialização em Nutrição Clínica e Saúde Coletiva. Ela ingressou na MB em 2016 pelo SMV e teve que ser persistente, pois tentou o concurso do Corpo de Saúde e o Processo Seletivo para o Serviço Militar Voluntário diversas vezes.

“Minha rotina de estudos era puxada porque eu estudava para os dois concursos. Eu trabalhava até as 16h e ia direto para o curso preparatório, que só terminava as 21h, quando chegava em casa. Nos finais de semana estudava também. Fiz três vezes o concurso para o CSM-S e mais três para o SMV”, conta.

Quando Raquel foi selecionada pelo Processo Seletivo se sentiu realizada, pois na época só havia uma vaga para o Rio de Janeiro e ela a conquistou. “Na minha terceira tentativa eu passei. Foi uma conquista”.

Atualmente, a Nutricionista serve no Hospital Central da Marinha (HCM), localizado no centro do Rio de Janeiro. Ela realiza atendimento ambulatorial aos militares da ativa e ainda gerencia toda atividade de alimentação do hospital.

O sonho ainda não terminou

Mas o objetivo da Tenente Raquel ainda está só começando, pois ela tem o desejo de ser Nutricionista de carreira, por isso realizou a prova do Corpo de Saúde diversas vezes, sendo que a última vez que participou foi neste ano.

“O meu sonho é ser nutricionista do Corpo de Saúde e me estabilizar na MB. Por isso, durante todo o meu período como militar voluntária, irei fazer o concurso a cada ano que abrir”, diz. A militar comenta ainda que a Marinha “é muito mais do que um sonho ou um salário. As pessoas e o trabalho em equipe são valorizados”.

“Eu acho que o melhor da instituição são as amizades, o espírito de Corpo e os aprendizados. Isso é muito bacana de se ver em um local de trabalho, pois é difícil de encontrar em outro lugar esse companheirismo e essa compreensão que temos aqui dentro. Aqui fazemos amigos para a vida toda e realmente trabalhamos em equipe. A Marinha é além do salário”, a militar fala empolgada.

Veja as duas formas de entrada na Marinha para os nutricionistas

Corpo de Saúde - Quadro de Apoio à Saúde

É o Concurso Público para homens e mulheres com menos de 36 anos no dia 1° de janeiro do ano do curso de formação e que tenham a graduação completa. O candidato entrará para a Marinha no posto de 1° Tenente, recebendo remuneração de cerca de R$ 11 mil. Como ele será de carreira, ao longo dos anos será promovido e poderá chegar até o posto de Capitão de Mar e Guerra.

No concurso, os candidatos fazem prova com 50 questões de conhecimentos profissionais e redação e, caso sejam aprovados dentro do número de vagas, também realizam os Eventos Complementares, que são: Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física (corrida e natação), Verificação de Dados Biográficos e Prova de Títulos.

Processo Seletivo para o Serviço Militar Voluntário de Oficiais (SMV-OF)

Já o SMV é um vínculo entre o militar e a Marinha, que pode ser renovado anualmente, podendo chegar a oito anos, período máximo de serviço.

Quem desejar fazer o SMV-OF deverá ter menos de 45 anos no dia 31 de dezembro do ano do curso de formação e ser graduado no curso de Nutrição. O Processo Seletivo aceita tanto homens quanto mulheres.

O militar do SMV é nomeado ao posto de Guarda-Marinha recebendo remuneração bruta de cerca de R$9.400. O processo seletivo é realizado por prova de 50 questões de Português (25) e Formação Militar Naval (25), além dos Eventos Complementares que englobam Verificação de Dados Biográficos, Inspeção de Saúde, Prova de Títulos e Verificação Documental.