Escola de Aprendizes-Marinheiros: como ingressar

As Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM) são a porta de entrada para o candidato que tem o ensino médio, que pretende ser Praça da Marinha do Brasil (MB) e que terá formação técnica dentro da Força. Enquanto estiver no Curso de Formação, o aluno é considerado Grumete, recebendo ajuda de custo de cerca de R$900 mensais. Após a formatura, torna-se Marinheiro, com rendimentos em torno de R$1.800,00.

Ao total, existem quatro Escolas de Aprendizes no país, que o candidato pode escolher na hora de realizar sua inscrição para o concurso: a Escola de Aprendizes-Marinheiros de Santa Catarina (EAMSC), em Florianópolis; a Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará (EAMCE) em Fortaleza; a Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco (EAMPE), em Recife e a Escola de Aprendizes-Marinheiros do Espírito Santo (EAMES), em Vitória.

Sobre os requisitos

Os homens que desejam ingressar em algumas das EAM devem ter mais de 18 e menos de 22 anos no dia 1° de janeiro do ano do Curso de Formação, ter concluído o ensino médio e estar em dia com as obrigações civis e militares.

Mais informações do concurso

No ato da inscrição, o interessado deverá escolher a EAM de seu interesse e também indicar a ordem de preferência de área profissional: Eletroeletrônica, Apoio e Mecânica.

Os candidatos fazem prova escrita objetiva (Exame Intelectual) contendo 50 questões de Matemática, Português, Ciências (Física e Química) e Inglês, com duração de quatro horas.

Após o Exame Intelectual, os aprovados realizam os Eventos Complementares, que são: Inspeção de Saúde (IS), Teste de Aptidão Física (TAF), composto por corrida e natação e Verificação de Dados Biográficos (VDB).

No TAF, os candidatos irão realizar os testes em dois dias não consecutivos, sendo que eles deverão nadar a distância de 50 metros em um minuto e 30 segundos e correr um percurso de 2.400 metros, no tempo de 14 minutos e 30 segundos.

O Curso de Formação de Marinheiros

Os aprovados no concurso são conduzidos para o Curso de Formação na EAM a qual manifestaram suas preferências, por ocasião da inscrição, porém é possível que o candidato seja designado para qualquer EAM, mesmo ela não sendo aquela escolhida. Com duração de 48 semanas e em regime de semi-internato, os alunos estudam disciplinas do Ensino Básico e do Ensino Militar-Naval, na primeira fase. Já na segunda fase, eles realizam a Especialização Técnica Inicial e Continuada, em uma das três áreas escolhidas no ato da inscrição.

Durante o curso, são proporcionados alimentação, uniforme, assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa.