Como ingressar no Corpo de Engenheiros da Marinha?

O concurso para o Corpo de Engenheiros da Marinha (CEM) está chegando. Este certame é voltado para homens e mulheres brasileiros com menos de 36 anos e que tenham a graduação completa. Se você ainda não sabe como ingressar por esta porta de entrada e como é o concurso, a hora é agora.

Veja as especialidades de 2019

Ainda sem o número de vagas confirmadas na totalidade, as profissões que terão oportunidades serão as seguintes: Arquitetura e Urbanismo, Engenharia de Materiais, Mecatrônica, Engenharia de Produção, Engenharia de Sistemas de Computação, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia Mecânica, Engenharia Naval, Engenharia Química e Engenharia Civil.

Quanto ganha um engenheiro na Marinha?

O engenheiro ingressa como Primeiro-Tenente recebendo rendimentos de cerca de R$ 11 mil, já contando com os adicionais. Esta remuneração aumenta conforme os Postos ocupados.

A carreira de engenheiros compreende os seguintes postos: Primeiro-Tenente, Capitão-Tenente, Capitão de Corveta, Capitão de Fragata, Capitão de Mar e Guerra, Contra-Almirante e Vice-Almirante.

Como é realizado o concurso?

O concurso é formado, basicamente, por três etapas: a Prova Escrita, os Eventos Complementares e o Curso de Formação.

A prova é elaborada por conhecimentos profissionais. São 20 questões objetivas na primeira parte e mais 10 discursivas na segunda etapa, além da redação e da tradução de texto em Inglês. Só realizará a segunda etapa quem for aprovado na primeira.

Após, há os Eventos Complementares que são constituídos por: Verificação de Dados Biográficos (VDB), Inspeção de Saúde (IS), Teste de Aptidão Física (TAF), Prova de Títulos (PT), Avaliação Psicológica (AP) e Verificação de Documentos (VD).

O Curso de Formação (CFO) tem duração de 25 semanas, sendo três semanas constituídas pelo Período de Adaptação. O CFO é realizado no Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), localizado no Rio de Janeiro.

Qual foi a relação candidatos/vagas no concurso anterior?

Em 2018, foram abertas 64 vagas.

Profissão

Vagas oferecidas

Candidatos/vagas

Arquitetura e Urbanismo

2

392,00

Engenharia Cartográfica

3

32,66

Engenharia Civil

4

398,75

Engenharia de Materiais

2

78,50

Engenharia de Produção

4

175,25

Engenharia de Sistemas de Computação

5

27,00

Engenharia de Telecomunicações

3

33,66

Engenharia Elétrica

10

97,20

Engenharia Eletrônica

7

40,71

Engenharia Mecânica

9

169,22

Engenharia Mecatrônica

3

83,00

Engenharia Naval

5

31,80

Engenharia Nuclear

4

2,75

Engenharia Química

3

175,33

 

Onde posso encontrar o material dos anos anteriores para estudar?

Os editais, provas e gabaritos anteriores podem ser encontrados no site do Ingresso na Marinha, clicando em “Provas e Gabaritos” no item de “Downloads”.

Em quanto tempo o candidato é chamado para o Curso de Formação?

Em 2018, o período de inscrição do CEM foi no início do ano. A lista de convocados foi divulgada no dia 12 de fevereiro de 2019, para a apresentação no Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW) no dia 18 do mesmo mês. Ou seja, a incorporação, de fato, é cerca de um ano depois da realização da inscrição.

Não tenho títulos, tenho chance de passar no concurso?

Mesmo o candidato não possuindo títulos (certificados de pós-graduação lato sensu, MBA, mestrado, doutorado, proficiência em língua estrangeira, entre outros), há chances de passar no concurso, pois esta etapa é apenas classificatória. Porém, depende do número de vagas, da concorrência, da nota obtida na prova objetiva, entre outros fatores.

Como é feita a inscrição?

A inscrição ainda está para ser aberta este ano. Quando abrir, o candidato deverá se inscrever no site do Ingresso na Marinha ou em uma das Organizações Responsáveis pela Execução Local (OREL) pessoalmente.

Quando será realizada a prova?

De acordo com a previsão já divulgada dos concursos de 2019, a primeira fase da prova do CEM acontecerá na 2ª quinzena de maio. A segunda etapa ocorrerá na 2° quinzena de julho.

Por: Camila Spínola (Estagiária de Jornalismo)
Supervisão: 1T Rafaela Tayão (RM2-T)