Navio Polar Almirante Maximiano inicia quarentena no Rio de Janeiro

PROANTAR

Em continuidade a Operação Antártica XL (OPERANTAR XL), pesquisadores e militares designados embarcaram no Navio Polar Almirante Maximiano (H-41), no dia 4 de novembro, para o início do período de quarentena. O navio encontra-se atracado no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, em cumprimento aos protocolos estabelecidos em razão da pandemia do COVID-19, antes de sua desatracação rumo ao continente antártico.

Como parte do protocolo de segurança, todos, já imunizados contra o COVID-19 com duas doses de vacinação, foram submetidos à testagem pelo método RT-PCR, com apoio da Estação de Apoio Antártico no Rio de Janeiro e da Fundação Oswaldo Cruz.

Testagem realizada na Enfermaria do Navio em 9 de novembro

 

Além disso, durante o período de quarentena outros testes estão sendo realizados empregando o método antígeno e, as vésperas da partida do navio, prevista para ocorrer no dia 14 de novembro, será efetuada uma última testagem pelo método RT-PCR, garantindo a segurança de todos para o início da missão.

A OPERANTAR XL terá a duração de cerca de seis meses, com o retorno dos navios antárticos ao Brasil prevista para abril de 2022. Durante a Operação o navio será empregado no apoio das atividades científicas dos projetos em campo, bem como no levantamento hidrográfico da área marítima próxima a Ilha Rei George, onde está situada a nossa Estação Antártica Comandante Ferraz.