NApOc Ary Rongel apoia a pesquisa na ilha Deception

PROANTAR

Dentro do cronograma de apoio às pesquisas da Operação Antártica XL, no dia 31 de outubro, o “Gigante Vermelho” esteve na ilha vulcânica Deception, que pertence ao arquipélago das ilhas Shetland do Sul, na Antártica. Por suas características únicas, a ilha abriga a maior concentração de espécies vegetais raras e endêmicas. Os dados coletados serão fundamentais para melhor aplicação das políticas de conservação do meio ambiente da ilha e da Antártica, conforme estabelecido pelo Protocolo de Madrid bem como para o plano de manejo da ilha. A expedição contemplou 3 dos 14 projetos científicos que estão a campo nesta OPERANTAR.

Foto: Edson Vandera

 

Durante a visita à ilha Deception, o projeto Bryoantar coletou material vegetal que será identificado, e as amostras de DNA ambiental serão sequenciadas e analisadas. Dessa forma, pretende-se entender melhor os processos de colonização da ilha, bem como a dinâmica das comunidades vegetais que lá habitam desde a última erupção da ilha, na década de 1970.

Foto: Edson Vandera

 

Com o objetivo de avançar nos estudos em saúde na Antártica, pesquisador do projeto FioAntar coletou amostras de solo, água, fezes de animais e líquens. As coletas fazem parte do monitoramento de possíveis agentes patogênicos presentes no continente Antártico e da busca por biomoléculas que possam ser utilizadas para o desenvolvimento de insumos para a saúde dos brasileiros.

Foto: Marcelo Campos

 

Para o projeto Terrantar-UFV, a visita teve como finalidade o acompanhamento térmico hídrico do solo e do ar, tanto da camada ativa do solo (que descongela no verão), quanto do permafrost (que não descongela), bem como a modernização dos locais de monitoramento, com instalação de placa solar. Tais mudanças estão diretamente associadas a distribuição de temperatura no globo e nutrientes para a vida marinha. A análise do que acontece no continente antártico gera informações importantes para a elaboração de possíveis cenários futuros de mudanças climáticas no Brasil.