Apoio do PROANTAR ao Programa Nacional Antártico do Peru

PROANTAR

Durante a 39ª Operação Antártica, o Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR) executou a manutenção de estações atmosféricas automáticas e equipamentos para coleta remota de dados instalados nas proximidades da Estação Científica Antártica Machu Picchu (ECAMP).

Atendendo à solicitação do Ministério de Relações Exteriores daquele país, e fortalecendo a cooperação prevista e incentivada no âmbito do Tratado da Antártica, foi realizada a revisão dos equipamentos de acordo com as informações técnicas fornecidas pelas autoridades peruanas. Inicialmente programado para fevereiro de 2021, o apoio foi concretizado apenas no início de março, quando as condições climáticas permitiram as atividades de campo na Baía do Almirantado, conduzidas pela Coordenação Embarcada no Navio de Apoio Oceanográfico Ary Rongel.

A ECAMP, situada a cerca de 5 km da Estação Antártica Comandante Ferraz desde 1989, é aberta apenas durante o período do verão austral. No entanto, nesta temporada 2020/2021 o Programa Nacional Antártico do Peru não realizou a sua campanha antártica anual, em função dos protocolos sanitários impostos pela pandemia de Sars-CoV-2.