PROANTAR inaugura moderna Base de telecomunicações na EACF

PROANTAR

Uma avançada infraestrutura de telecomunicações foi inaugurada, no dia 11 de março, na Estação Antártica Comandante Ferraz – EACF, iniciando uma nova fase na pesquisa antártica brasileira.

Uma avançada infraestrutura de telecomunicações foi inaugurada, no dia 11 de março, na Estação Antártica Comandante Ferraz – EACF, iniciando uma nova fase na pesquisa antártica brasileira.

Por meio de um acordo de cooperação entre a Marinha do Brasil, a empresa Oi, com participação da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), cientistas e militares brasileiros que atuam no continente passam, agora, a ter internet fixa de alta velocidade; rede móvel com conexão 4G; acesso wi-fi distribuído por todas as instalações da estação; e sistema de recepção de sinal de TV.

Com essa nova tecnologia - que permite transmitir dados, fazer vídeos e ligações - os residentes da EACF poderão ampliar a comunicação com outras bases; cientistas terão agilidade no desenvolvimento de suas pesquisas - podendo compartilhar os resultados, em tempo real, com as universidades; além de encurtar a distância, amenizando a saudade dos familiares que permanecem no Brasil.

VIDEOCONFERÊNCIA

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, participou, de Brasília, de uma videoconferência com o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC, Marcos Pontes, que estava nos Estados Unidos, e com os Ministros Onyx Lorenzoni, da Casa Civil, Wagner Rosário, da Controladoria -Geral da União, Ricardo Sales, do Meio Ambiente e uma Comitiva de parlamentare que estava em visita oficial ao PROANTAR, para marcar o início do funcionamento da atual base de telecomunicações da EACF.

O Presidente parabenizou os homens e mulheres do Brasil que estão na Antártica, civis e militares, pelo patriotismo, perseverança e garra. “Se não fosse a determinação de vocês, pesquisadores, com todo apoio de nossa Marinha e da Força Aérea Brasileira, o Brasil não teria alcançado esse grau de conhecimento”, disse.

De Brasília, o Comandante da Marinha e Coordenador da CIRM, Almirante Ilques, também participou da conversa, dizendo que esse é um momento histórico. “Estamos vivendo a oportunidade de termos três Ministros de Estado tratando das comunicações que vão suportar e frutificar ainda mais as pesquisas científicas”, afirmou. Agradeceu ao Presidente Bolsonaro e a todos os envolvidos pela importância do alcance do evento. “Uma demonstração inequívoca do prestígio da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações em nosso País”, concluiu o Comandante.

O Ministro Marcos Pontes, que estava em Houston, agradeceu à Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL e a Oi, por possibilitar esse link. “Sinto-me honrado em participar de todo esse esforço na Base Comandante Ferraz. Do ponto de vista de quem já esteve isolado no espaço, poder se comunicar não só com unidades de pesquisa mas, especialmente, com seus familiares, é muito importante”, afirmou o ministro.

Comitiva do 6º Voo em apoio à OPERANTAR XXXVII

Da Antártica, o Ministro Onyx Lorenzoni agradeceu o Presidente pelo privilégio de conhecer o extraordinário trabalho realizado pela MB, FAB, cientistas, e em especial ao esforço do Ministro Marcos Pontes, por esse importante e avançado sistema de telecomunicações na Base Comandante Ferraz. “O trabalho que está sendo feito aqui é espetacular. Essa base, que Vossa Excelência vai inaugurar, no próximo verão, vem recebendo equipamentos de última geração, que permitirá ao Brasil marcar presença, cada vez mais, nessa região mais ao sul do mundo. O Governo ao deslocar para cá alguns de seus Ministros, reforça o apoio necessário à Marinha, à Força Aérea e aos cientistas brasileiros, proporcionando uma maior interação com a ciência internacional”, falou o ministro.

Participaram, também, da transmissão o Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, o Ministro-Chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, o Presidente da Anatel, Leonardo de Morais, e o Presidente da Oi, Eurico Teles.

EQUIPAMENTOS

Após seis meses de estudos e dois meses para implantação dos equipamentos, a equipe da Oi concluiu a operação de instalação da nova base de telecomunicações.

Essa infraestrutura, que foi especialmente adaptada para as condições climáticas extremas do local, possui antenas importadas dos Estados Unidos, com sistema anticongelante, próprias para suportar tempestades frequentes de neve e temperaturas que ultrapassam menos 20°C.

A nova tecnologia disponibilizou um aumento de velocidade (soma dos serviços de telefonia móvel e internet) no sentido Brasil → Antártica de 3 para 40 megabytes e no sentido Antártica → Brasil passou de 3 para 10 Mbps, possibilitando ainda, em face de seu alcance, que os navios que se encontram fundeados na região da EACF usufruam do sistema.

Para o Secretário da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar e Gerente do Programa Antártico Brasileiro, Contra-Almirante Sérgio Gago Guida, “Com esse sistema o Brasil dá um passo à frente, alcançando países como a Espanha, cuja base, há alguns meses, já contava com acesso ao WhatsApp, tendo em vista que grande parte das bases antárticas ainda possuem sistema de telecomunicações rudimentar”.

O acordo de cooperação, firmado em 2006 e agora renovado por cinco anos, prevê, ainda, o treinamento e qualificação das equipes militares para a operacionalização do sistema e a manutenção dos equipamentos de telecomunicações, além da revisão e manutenção preventiva.

Módulo de Telecomunicações