Navio Polar Almirante Maximiano realiza levantamento hidrográfico na Antártica

PROANTAR

Durante a OPERANTAR XXXVII, entre os dias 24 de fevereiro e 02 de março, o Navio Polar Almirante Maximiano realizou levantamento hidrográfico na Baía Rei George para atualizar a Carta Náutica local.

Durante a OPERANTAR XXXVII, entre os dias 24 de fevereiro e 02 de março, o Navio Polar Almirante Maximiano realizou levantamento hidrográfico na Baía Rei George para atualizar a Carta Náutica local. Parte das informações de profundidade da Carta Náutica era de 1956, sendo a atualização de grande importância para a segurança de navegação.

A Baía Rei George se situa na ilha de igual nome, a mesma que abriga a Estação Antártica Comandante Ferraz. Além de contribuir para uma navegação mais segura e precisa, o “Tio Max” atendeu a compromissos com a Organização Hidrográfica Internacional (OHI), visto que o Brasil é membro da Comissão Hidrográfica na Antártica (Hydrographic Comission on Antartica – HCA), onde se compromete em produzir cartas náuticas da região e colaborar com outros serviços hidrográficos que tem interesse em operar na mesma área.

Para tal, foi utilizado o ecobatímetro monofeixe, sensor capaz de obter vasta gama de dados batimétricos pontuais de alta confiabilidade. A área de sondagem foi de aproximadamente 79,4 km2, demandando um trabalho contínuo de 120 horas, onde foi percorrida uma distância linear de 380 milhas náuticas. Como resultado, foi verificada substancial mudança da geomorfologia nas regiões com profundidade entre 100 e 300 metros.

Dessa forma, o levantamento hidrográfico realizado pelo Navio em águas austrais pode contribuir para os compromissos institucionais, nacionais e internacionais, assumidos pela Marinha da Brasil e pelo nosso País.

NPo Alte Maximiano