Área de Concentração e Linhas de Pesquisa

 

DEFESA, GOVERNANÇA E SEGURANÇA MARÍTIMAS

Os Estudos Marítimos são um campo acadêmico interdisciplinar de conhecimento que inclui, direta ou indiretamente, disciplinas que se conectam e se relacionam com os mares e águas interiores do mundo, tendo como finalidade o estudo das relações políticas e sociais do homem com os mares. A área de concentração se articula com os Estudos Marítimos em três linhas: o viés Segurança, que se vincula à proteção de nossa costa contra o contrabando, o descaminho e proteção da vida humana no mar, além de exploração com segurança do conceito “Amazônia Azul”; o viés Defesa, que se insere dentro da política governamental de defesa armada como um componente essencial da soberania brasileira nos mares, incluindo a organização de operações de paz, defesa costeira e projeção de poder; e o viés Governança, apontando para os caminhos necessários para se atingir os propósitos estabelecidos pelo nível político nacional.

LP I -  POLÍTICA E ESTRATÉGIA MARÍTIMAS

Pesquisa a conexão entre os Estudos Marítimos e a área de concentração, com ênfase nos estudos sistemáticos de ciência política, no que couber ao processo de tomada de decisão política no campo marítimo, na formulação de políticas e estratégias marítimas nacionais ou estrangeiras, na investigação histórica sobre as políticas e estratégias navais governamentais no passado e no tempo presente, na análise geopolítica estatal e regional em prol do desenvolvimento marítimo e da pesquisa voltada para a relação do homem, a sociedade e seu meio ambiente, o mar. Essa linha também contempla estudos de teoria política, geografia física e política, estudos estratégicos, antropologia e suas interconexões com os mares.

LP II - REGULAÇÃO DO USO DO MAR, PROCESSO DECISÓRIO E MÉTODOS PROSPECTIVOS

Pesquisa a complexa e dinâmica relação interestatal e seus possíveis desdobramentos até longo prazo, com ênfase nos reflexos advindos do direito internacional, do direito do mar e marítimo sob o prisma de segurança, ambiental, do tráfego marítimo e exploratório dos recursos vivos e não-vivos (petróleo, gás e recursos minerais). Tal relação, sob a ótica da cooperação internacional, requer abordagem multidisciplinar, contextualizada com a tessitura institucional e abrangência geopolítica. Daí decorre o interesse em ferramentas de simulação para segurança, defesa, integração latino-americana, resolução de conflitos e aprimoramento do processo decisório. Congrega estudos e métodos prospectivos para pesquisar futuros alternativos, identificar e acompanhar sinais e causas, visando antecipar e decidir rapidamente. Busca-se, também, a redução de riscos em conjunturas particulares, de interesse público privado e coerente com os objetivos estratégicos nacionais voltados ao mar.

LP III - POLÍTICA E GESTÃO EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO NO AMBIENTE MARÍTIMO

Pesquisa o estudo da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) no ambiente marítimo, sua evolução ao longo da história e sua importância estratégica na configuração do cenário do poder nacional e internacional e, em especial, no que concerne ao poder marítimo. Estuda-se e pesquisa-se a dinâmica da evolução científica e tecnológica, a experiência brasileira em pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico, o sistema nacional de CT&I, impactos sociais políticos oriundos de tecnologias inovadoras, perspectivas tecnológicas futuras, processos de transferência de tecnologia e estudos de gestão e logística. Aborda-se, ainda, as inter-relações entre a estratégia, tecnologia e planejamento de forças, e, no âmbito das políticas públicas entre Políticas e Estratégias Nacionais de CT&I e de Defesa, face ao cenário regional e mundial com foco no poder marítimo.