Marinha participa das comemorações do Círio de Nazaré, em Belém (PA)

12/10/2017
 
Fuzileiros Navais realizam a proteção da Berlinda durante o Círio Terrestre
 
A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 4º Distrito Naval, participou de diversos eventos comemorativos ao Círio de Nazaré 2017, em Belém (PA). Pela 18ª vez, teve a tarefa de conduzir, de Icoaraci à Belém, a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré – Padroeira dos paraenses, a bordo do Navio Hidroceanográfico (NHo) “Garnier Sampaio”, por ocasião da romaria fluvial realizada no dia 7 de outubro.
 
A bordo do navio, estiveram presentes o Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Sergio Roberto Fernandes dos Santos, o Presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Ministro Yves Gandra da Silva Martins Filho, o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira e os Comandantes Militares da Área, dentre outras autoridades militares e civis, além de membros da Arquidiocese de Belém (PA). Na ocasião, a imagem da Santa foi recebida a bordo pelo Comandante de Operações Navais e colocada em um local de destaque para que todos que participavam da romaria fluvial tivessem a oportunidade de visualizá-la de suas embarcações ou de terra.
 
Romaria Fluvial
 
 
Segundo a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR), cerca de 400 embarcações participaram da romaria fluvial, sendo a Marinha a principal responsável pela coordenação e Segurança do Tráfego Aquaviário, com mais de 15 embarcações empregadas.
 
Antes, porém, a Marinha já havia realizado a Operação Pré-Círio, ocorrida no período de 29 de setembro a cinco de outubro, com o propósito de garantir a segurança da navegação durante o período que antecedeu as festividades do Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Esta operação foi em consequência do aumento significativo do tráfego de embarcações nesse período, e do consequente aumento do movimento de pessoas e cargas.
 
Por meio de inscrição realizada na Capitania dos Portos, as embarcações que iriam transportar passageiros foram rigorosamente vistoriadas por equipes de Inspeção Naval. Os donos das embarcações assinaram um Termo de Compromisso sobre as regras de segurança da navegação estabelecidas por Portaria do Com4ºDN.
 
Por fim, no dia oito, o 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas deu sua tradicional contribuição, com um contingente de 500 Fuzileiros Navais, realizando a segurança da Berlinda de Nossa Senhora de Nazaré, durante os 4,5 Km da procissão terrestre, pela 20ª vez.