Marinha do Brasil participará da “Operação Multinacional Panamax 2018”

03/05/2018
 
Parcela do Estado-Maior multinacional por ocasião da Main Planning Conference,  realizada em março, na cidade de Miami-EUA
 
A Marinha do Brasil participará do planejamento e execução da “Operação Multinacional Panamax 2018”, que será conduzida no período de 30 de julho a 10 de agosto, em cidades dos Estados Unidos e do Panamá.
 
A “Operação Panamax” é um exercício multinacional instituído em 2003 pelos Estados Unidos, Panamá e Chile. Um cenário fictício de crise é gerado nas proximidades do Canal do Panamá, pela ameaça de ataques oriundos de uma organização extremista violenta, afetando a livre navegação e comércio. No contexto, o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas promulga uma resolução estabelecendo uma Força Multinacional para restabelecer a segurança da navegação na área marítima adjacente ao Canal.
 
A operação contará, este ano, com a participação de representantes de 23 países, entre eles o Brasil. O Comandante da 2ª Divisão da Esquadra, Contra-Almirante Fernando Ranauro Cozzolino, foi designado Comandante da Força Marítima Componente Combinada, cujo Estado-Maior multinacional será composto por cerca de 300 militares, na cidade de Mayport-EUA. A delegação da Marinha do Brasil será composta por 20 militares de diversas organizações militares.
 
Para a preparação do Estado-Maior brasileiro, a Escola de Guerra Naval está prestando assessoria no que tange à qualificação no processo de planejamento de operações multinacionais, utilizando a metodologia estadunidense (NPP – Navy Planning Process). Adicionalmente, o plano de estudos em construção servirá como repertório de conhecimento para futuros planejamentos multinacionais.