Centro de Hidrografia da Marinha lança boias ondógrafos de deriva na Região Antártica

24/11/2021
 
Lançamento de boia Spotter na região do Drake
 
O Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), em parceria com a empresa norte-americana SOFAR e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, iniciou, no final de outubro, o lançamento de 40 boias ondógrafos de deriva tipo Spotter, na Passagem de Drake (parte do oceano situada entre a extremidade sul da América do Sul e a Antártica).
 
A atividade, com previsão de conclusão para janeiro de 2022, está sendo desempenhada pelo Navio Polar “Almirante Maximiano” e pelo Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel”, como parte da “40ª OPERANTAR”, em uma região conhecida por apresentar condições meteorológicas extremas.
 
Fabricadas pela SOFAR, as boias utilizadas coletam informações como temperatura da água, velocidade e direção do vento, além de altura e direção das ondas, o que tem se mostrado um avanço em termos de estudos oceanográficos, pois representa o primeiro sistema de coleta de dados no mar de forma econômica, confiável e global.
 
Os dados adquiridos integram um dos primeiros monitoramentos de ondas realizados no Drake, o que permitirá a ampliação do conhecimento sobre a dinâmica da região. Por fornecer informações valiosas para a calibração de modelos de previsão meteorológica e oceanográfica do Serviço Meteorológico Marinho, permitem aperfeiçoar sensivelmente seus resultados, além de fomentar a pesquisa no Brasil.
 
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha