Nomar Online

Jovens do Profesp da Base de Fuzileiros Navais da Ilha das Flores participam de Programação Cultural

29/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Instruções iniciais para acesso ao Museu Naval
 
Oitenta integrantes do Programa Forças no Esporte (Profesp) da Base de Fuzileiros Navais da Ilha das Flores cumpriram, nos dias 24 e 28 de setembro, a programação cultural em complemento às atividades diárias. Foram realizadas visitas ao Museu Naval e ao Espaço Cultural da Marinha, ambos no Centro do Rio de Janeiro (RJ). As visitas foram apoiadas pela Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de São Gonçalo que providenciou o transporte dos jovens.
 
Alunos no pátio do Espaço Cultural da Marinha
 
Atividades complementares como essas propiciam aos integrantes do Programa e seus monitores o enriquecimento cultural e educacional, tendo em vista o acesso a recursos muitas vezes escassos em suas rotinas e na proximidade de suas moradias.
 

Comando da Força Aeronaval apoia vacinação do município de São Pedro da Aldeia

29/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
CR “Gaivota” recebe integrantes da Prefeitura de São Pedro da Aldeia
 
O Comando da Força Aeronaval apoiou a campanha de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde de São Pedro da Aldeia no combate à Covid-19, seguindo as diretrizes do Plano Nacional de Imunização do Governo Federal, no período de 13 a 24 de setembro.
 
Foram vacinadas cerca de 4 mil pessoas nas dependências do ARES Centro Recreativo (CR) “Gaivota”, em uma parceria que se mostrou benéfica à população local.

A alta procura pela vacinação no ARES “Gaivota” ocorreu devido à localização central em relação aos outros bairros da cidade e até mesmo à proximidade com a Vila Naval. Como outros polos de aplicação da cidade foram destinados a faixas etárias específicas e pessoas com comorbidade, a procura pelo ARES “Gaivota” surpreendeu até mesmo o pessoal da Secretaria de Saúde.
 
População aldeense aguardando a vacinação
 
A ação atesta a sinergia entre a Aviação Naval e os órgãos municipais de São Pedro da Aldeia (RJ), mostrando que a Marinha estará sempre pronta para ajudar a comunidade.
 

Marinha apreende embarcação ilegal

28/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Embarcação de carga navegava com documentação
falsa no litoral do Amapá
 
O Navio-Patrulha (NPa) “Guanabara”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, apreendeu, no dia 21 de setembro, a embarcação de carga “Maya II”, de bandeira brasileira. A ação ocorreu durante patrulha naval no litoral do Estado do Amapá, em coordenação com o Comando do 4º Distrito Naval, em Belém (PA), e o Centro Integrado de Segurança Marítima, no Rio de Janeiro (RJ).
 
A embarcação estava sem carga e sendo conduzida por cinco tripulantes, todos sem Caderneta de Inscrição e Registro (CIR). Foi apresentada, pelo Comandante do navio, uma cópia de Título de Inscrição de Embarcação (TIE), no qual constava número de inscrição não localizado nos registros oficiais da Marinha. O barco foi escoltado até o município de Santana (AP) e apresentado à Capitania dos Portos do Amapá e demais órgãos competentes, sendo realizada inspeção com cães farejadores do Batalhão de Operações Policiais Especiais da Polícia Militar do Amapá a fim de detectar qualquer evidência de ilícitos, verificação legal dos tripulantes junto à Polícia Federal e medidas administrativas quanto à apreensão da embarcação e notificação do comandante pela Capitania.
 

Parlamentares visitam instalações do Programa de Submarinos

28/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Comitiva de parlamentares assiste à apresentação sobre o
PROSUB proferida pelo Almirante de Esquadra Olsen
 
A Senadora da República Soraya Thronicke, o Deputado Federal Luiz Philippe Bragança e comitiva de parlamentares visitaram, ontem (27), as instalações do Programa de Submarinos (PROSUB), no Complexo Naval de Itaguaí, localizado na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.
 
O objetivo da visita foi apresentar aos Congressistas a situação orçamentária do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB) e a infraestrutura do Complexo Naval de Itaguaí, onde as obras do PROSUB prosseguem em conformidade com o ritmo planejado, inclusas as construções civis e os submarinos com propulsão diesel-elétrica.
 
Senadora Soraya Thronicke no Submarino “Riachuelo”
 
Durante a visita, os parlamentares embarcaram no Submarino “Riachuelo”, o primeiro de sua classe. Na atualidade, o “Riachuelo” está em fase preparatória para os últimos testes de aceitação no mar, finalizando assim o seu processo de prontificação para a realização da Mostra de Armamento, programada para dezembro de 2021, quando será entregue ao Setor Operativo.
 
Os avanços das obras do setor de infraestrutura no Complexo da Ilha da Madeira, entre as quais se destacam as instalações da Base de Submarinos, abrigo do maior Ativo da Defesa Nacional, do Estaleiro de Manutenção, e do Centro de Manutenção de Sistemas de Submarinos, materializam parcela significativa dos marcos estratégicos do PROSUB, contribuindo para a consolidação da Base Industrial de Defesa (BID) e de outros setores da economia.
 

Comitiva do Sistema de Proteção Nuclear Brasileiro visita CTMSP e Centro Experimental Aramar

28/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Comitiva do SIPRON durante visita ao CTMSP
 
A comitiva do Sistema de Proteção ao Programa Nuclear Brasileiro (SIPRON), nucleado no Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, visitou, entre os dias 21 e 23 de setembro, o Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP), localizado na capital paulista, e o Centro Experimental Aramar (CEA), em Iperó (SP). A comitiva foi composta por militares e civis de diversos órgãos e instituições, como Ministério da Defesa, Ministério da Saúde, Polícia Federal e Defesa Civil de Angra dos Reis.
 
A visita percorreu a maquete em tamanho real do reator nuclear; a planta piloto para produção de fibra de carbono, pioneira na produção desse material no Brasil; e o Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica, protótipo em terra da Planta Nuclear Embarcada (PNE), a ser instalada no futuro submarino convencional com propulsão nuclear (SCPN).
 
O evento também contou com a participação do Batalhão de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica de ARAMAR (BtlDefNBQR-ARAMAR), que realizou um exercício de emergência nuclear. Durante a atividade, foi feita a simulação de um acidente nuclear, envolvendo vítimas, na Usina de Hexafluoreto de Urânio, unidade piloto onde o minério de urânio (yellow cake) é convertido em hexafluoreto de urânio gasoso, matéria-prima utilizada para a produção de combustível nuclear.
 
Exercício de emergência NBQR no CEA
 
O Programa Nuclear da Marinha é de substancial relevância para o Poder Naval, uma vez que dois de seus principais projetos – referente ao ciclo do combustível nuclear e à PNE – são imperativos para a construção e operação do SCPN, que conferirá uma nova dimensão à capacidade de Defesa Nacional.
 
 
 

Capitania dos Portos de Santa Catarina inaugura Patromoria em Chapecó

28/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Patromoria da Capitania dos Portos
 
A Capitania dos Portos de Santa Catarina (CPSC) inaugurou, em 24 de setembro, a Patromoria, em Chapecó (SC), potencializando a atuação da Marinha do Brasil (MB) na região oeste catarinense. Com as crescentes demandas da sociedade local, devido ao aumento da utilização de balsas e ao potencial turístico no Rio Uruguai e seus afluentes, a Marinha identificou a necessidade de estar presente no oeste do Estado, prestando serviços com mais qualidade à região, principalmente relacionados à segurança do tráfego aquaviário.
 
Presidida pelo Comandante do 5º Distrito Naval, Vice-Almirante Henrique Renato Baptista de Souza, a cerimônia contou com as presenças do Prefeito do Município de Chapecó, João Rodrigues, autoridades civis e militares locais, representantes do Grupo de Escoteiro “Xapecó” e do presidente da Sociedade Amigos da Marinha de Florianópolis, Ernesto São Thiago.
 
Cerimônia de inauguração
 
Na ocasião, houve a assinatura do protocolo de intenção de doação do imóvel da Prefeitura de Chapecó à MB e o descerramento da placa de inauguração do prédio.
 

Base de Fuzileiros Navais do Rio Meriti promove palestra de higiene bucal em escola da Baixada Fluminense

28/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Dentista explica como se forma a placa bacteriana
 
O setor de Odontologia do Departamento de Saúde da Base de Fuzileiros Navais do Rio Meriti (BFNRM) realizou, em 24 de setembro, uma palestra de cuidados bucais para uma de suas instituições de ensino apadrinhadas, a Escola Municipal Almirante Tamandaré.
 
Durante a palestra, as Cirurgiãs-Dentistas Primeiro-Tenente Juliana Llopis Alves e Segundo-Tenente Fernanda da Rosa Boscarino destacaram a importância da escovação dentária e o uso do fio dental. Elas também aplicaram flúor e, em seguida, doaram escovas dentais aos alunos.
 
Localizada em Duque de Caxias, município da Baixada Fluminense, a Escola Municipal Almirante Tamandaré recebe alunos das comunidades próximas para cursarem o Ensino Fundamental I.
 

Militar do Batalhão “Tonelero” é destaque no C-DoMPSA do Exército

28/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Primeiro-Tenente (FN) Ricardo recebe brevê
 
No dia 17 de setembro, no Centro de Instrução Paraquedista General Penha Brasil, foi realizada a cerimônia de brevetação do 21/1 – Curso de Dobragem, Manutenção de Paraquedas e Suprimentos pelo Ar (DoMPSA) do Exército. O Primeiro-Tenente (FN) Luiz Ricardo Sanchez da Silva destacou-se como primeiro colocado, entre 17 alunos.
 
O curso de dobragem, manutenção de paraquedas e suprimento pelo ar tem a finalidade de formar os especialistas DoMPSA da Marinha, Exército e Força Aérea. Com a duração de 24 semanas, o curso é dividido em quatro fases: curso de mestre de salto, lançamento aéreo de suprimento, dobragem de paraquedas e gerenciamento e manutenção de material aeroterrestre.
 
Militar recebe a Lucerna, Símbolo da inteligência e
perspicácia do Especialista DoMPSA
 
A fase prática é composta por 24 provas e 172 saltos e lançamentos a bordo de aeronaves militares ao longo desse período. O detentor da “ZL amarela”, é mestre de lançamento e chefe da equipe de terra nos lançamentos aéreos de suprimento; fiscal de preparação de cargas; fiscal de dobragem de paraquedas e perito em investigações dos incidentes e acidentes em atividades aeroterrestres.
 

Com5ºDN realiza evacuação aeromédica de tripulante de navio mercante

27/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Aeronave de Serviço Distrital resgata tripulante de navio mercante
 
O Comando do 5° Distrito Naval (Com5ºDN), por meio do Serviço de Busca e Salvamento Marítimo do Sul (Salvamar Sul), realizou, em 24 de setembro, a Evacuação Aeromédica (EVAM) de um tripulante filipino do Navio Mercante “Bora Bora”, em crise de hipertensão arterial. A embarcação, de bandeira de Malta, encontrava-se a 30 milhas náuticas a leste do Farol do Albardão.
 
A Aeronave de Serviço Distrital, um helicóptero Esquilo UH-12, foi acionada e decolou do 1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Sul (EsqdHU-51). Após o resgate, a aeronave dirigiu-se para o Aeroporto de Rio Grande, de onde o paciente, que se encontrava com quadro estável, foi transportado por ambulância para o Hospital Santa Casa do Rio Grande.
 

Comando do 5º Distrito Naval apoia vacinação na cidade do Rio Grande (RS)

27/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Militar da PNRG em aplicação de vacina contra a Covid-19
 
O Comando do 5º Distrito Naval (Com5ºDN) apoiou, nos dias 18 e 25 de setembro, a Secretaria de Município da Saúde (SMS), da Prefeitura do Rio Grande, na campanha de vacinação contra a Covid-19. No primeiro dia, foram vacinadas pessoas que haviam recebido a primeira dose até 3 de julho. Já no segundo, foram imunizados adolescentes de 16 e 17 anos. As atividades foram realizadas em dois shoppings do município.
 
Durante os dois dias, foram empregados 40 militares, entre enfermeiros da Policlínica Naval do Rio Grande (PNRG) para aplicação das vacinas e militares do Grupamento de Fuzileiros Navais do Rio Grande para apoio logístico.
 
O apoio prestado pela Marinha nessa campanha de vacinação faz parte do Plano Nacional de Vacinação do Governo Federal.
 
Militares da PNRG em apoio à vacinação
 

Aviso de Pesquisa Hidroceanográfico “Aspirante Moura” conclui Levantamento Hidrográfico em Valença (BA)

27/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Navio fundeado em Valença (BA)
 
O Aviso de Pesquisa Hidroceanográfico (AvPqHo) “Aspirante Moura” concluiu a sondagem de uma área aproximada de 74 quilômetros quadrados, após mais de três meses de comissão, na região litorânea compreendida entre Morro de São Paulo e Ilha de Itaparica, na Bahia. O intuito foi verificar a exequibilidade de um novo local apropriado para o treinamento de uma operação anfíbia. Os dados coletados também contribuirão para o Plano de Desenvolvimento do Programa Oceano e para o enriquecimento da base de dados do Banco Nacional de Dados Oceanográficos.
 
O AvPqHo “Aspirante Moura” desatracou, em 14 de junho, do Complexo Naval da Ponta da Armação, para o início da Comissão “LH Valença”, com término previsto para 1º de outubro, após atracação do navio.
 
 
Área do Levantamento Hidrográfico (LH) concluído pelo
Aviso de Pesquisa Hidroceanográfico “Aspirante Moura”
 

Marinha fiscaliza embarcações durante Festival “Sairé”, em Alter do Chão (PA)

27/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Meio da Capitania Fluvial em atividade de inspeção naval
em Alter do Chão
 
A Capitania Fluvial de Santarém (CFS) participou, de 18 a 24 de setembro, do “Festival Sairé 2021”, atuando no ordenamento do tráfego aquaviário na praia de Alter do Chão, em Santarém (PA). A equipe de inspeção naval fiscalizou e orientou os proprietários de embarcações quanto aos cuidados durante a realização do evento, ocasião em que ocorre o aumento do número de banhistas e de embarcações de esporte e recreio na região.
 
O Sairé é a mais antiga manifestação da cultura popular da Amazônia, tendo mais de 300 anos. A tradicional festividade é marcada pelas ações de escolha de dois mastros e seu transporte fluvial por embarcações regionais, denominadas catraias, acompanhadas de várias outras embarcações regionais.
 
A CFS atuou no ordenamento do tráfego aquaviário durante a festividade
 

Operação “Ágata Arco Sul Sudeste”, coordenada pelo Com8ºDN, chega ao término de suas ações

25/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Patrulhamento durante a Operação “Ágata Arco Sul Sudeste”
 
O Comando do 8° Distrito Naval (Com8ºDN) encerrou, em 22 de setembro, a Operação “Ágata Arco Sul Sudeste”. Realizada simultaneamente na região de fronteira marítima, fluvial e terrestre nos estados de São Paulo e Paraná, a operação teve o objetivo de aumentar a segurança por meio da efetiva presença dos órgãos de Estado na região.
 
A Operação Interagências incrementou a interoperabilidade e contou com a participação e apoio da Força Aérea Brasileira, Polícia Federal (PF), Secretaria da Receita Federal do Brasil (SRFB), Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF), Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI-PR), Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Polícia Militar do Estado do Paraná, Secretaria de Segurança Pública do Paraná, Secretaria de Operações Integradas (SEOPI) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).
 
Posto de controle de trânsito nas rodovias próximas à fronteira
 
Os resultados obtidos contra as atividades ilícitas foram alcançados pela diversidade das ações desenvolvidas. Em coordenação com Órgãos de Segurança Pública e Agências de atuação Federal e Estadual, foram executados patrulhamento naval na calha dos rios; bloqueio e controle de estradas; ações cívico-sociais; reconhecimento na fronteira; patrulha naval e patrulhamento aéreo na área marítima, incluindo o perímetro das plataformas de petróleo. Foram navegadas cerca de 7.380 milhas náuticas, percorridos 70.616 quilômetros, realizadas mais de 21 horas de voo, além de 3.129 revistas e inspeções a veículos, pessoas e embarcações.
 
O sucesso da Operação “Ágata Arco Sul Sudeste” foi possível pela presença maciça do Estado Brasileiro que proporcionou, nas regiões contempladas pela missão, um aumento na percepção de segurança pela população que ali vive e trabalha.
 
Patrulhamento aéreo da área marítima
 
 

Escola de Guerra Naval participa do 24° Simpósio Internacional do Poder Marítimo

24/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
O Comandante da Marinha proferiu palestra no painel “Climate Change”

O Comandante da Marinha (CM), Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, e o Diretor da Escola de Guerra Naval, Contra-Almirante Sílvio Luís, participaram, de 14 a 17 de setembro, do 24º International Seapower Symposium, realizado no Naval War College, na cidade de Newport, nos Estados Unidos da América.
 
O simpósio ocorre bienalmente e trata de assuntos relacionados ao emprego das forças navais de todo o mundo na busca do entendimento e cooperação entre as Marinhas e a solução de desafios atuais. Esta edição, que teve como tema principal “Strength in Unit” (força na unidade), contou com a participação presencial de mais de 80 Comandantes de Marinhas, Guardas-Costeiras, ou seus equivalentes.
 
Atendendo a convite, o CM proferiu palestra com o tema “Implicações das Mudanças Climáticas para a Segurança Internacional”, na qual destacou as atuais leis brasileiras de proteção ambiental, incluídas entre as mais avançadas do mundo; a dimensão das áreas marítimas e terrestres do nosso País protegidas por lei, superior à extensão territorial de muitas nações; e a necessidade de aperfeiçoamento dos instrumentos legais internacionais voltados à proteção do ambiente marinho.
 
Durante sua apresentação, o CM também ressaltou a importância das parcerias e da cooperação entre as Marinhas e Guardas-Costeiras para a preservação da segurança dos mares, tendo como exemplo positivo a implementação da Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul (ZOPACAS), criada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em 1986, após uma iniciativa do Brasil, com o propósito de promover a cooperação regional e a manutenção da paz e segurança na região.
 
Agradeço ao Secretário da Marinha (SECNAV) e ao Comandante de Operações Navais (CNO) da Marinha dos Estados Unidos pela oportunidade de apresentar a visão brasileira sobre importantes questões ambientais, nesse fórum do mais alto nível, no qual líderes navais de quase uma centena de países puderam conversar, de maneira franca, sobre os desafios marítimos comuns”, declarou o Almirante Garnier, após sua apresentação.
 

 

1º Batalhão de Operações Ribeirinhas recebe visita de fuzileiros navais americanos

24/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Militares das Marinhas do Brasil e americana durante exercício
 
O 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas coordenou, no período de 11 a 18 de setembro, a visita de fuzileiros navais americanos nas dependências de organizações militares que fazem parte da área de jurisdição do Comando do 9º Distrito Naval, em Manaus (AM).
 
Na ocasião, o Tenente-Coronel Michael John Aubry do U.S. Marine Corps Forces South (MARFORSOUTH), de Miami; o Capitão Jesse Peale Walker, do Consulado do Rio de Janeiro; e o Capitão Karl James Watje, Imediato e instrutor do curso de "Guerra na Selva" no United States Marines Corps (USMC) de Okinawa, no Japão, participaram de exercícios como Treinamento Físico Militar, Helocasting e Técnicas de Sobrevivência na Selva.
 
Os militares visitaram, também, o Centro de Instrução de Guerra na Selva, a Base de Instrução Nº 4 do Exército Brasileiro e o Centro de Integração e Aperfeiçoamento em Polícia Ambiental, no Rio Cueiras (AM), além dos Navios-Patrulha Fluvial "Pedro Teixeira" e "Rondônia" e do Navio de Assistência Hospitalar "Doutor Montenegro", subordinados ao Comando da Flotilha do Amazonas.

 

CEFAN realiza cerimônia alusiva ao Dia Nacional do Atleta Paralímpico

24/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Cerimônia alusiva ao Dia Nacional do Atleta Paralímpico
 
O Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN) realizou, em 22 de setembro, cerimônia em homenagem ao “Dia Nacional do Atleta Paralímpico”.
 
Com apoio do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), o dia foi comemorado com o primeiro Festival Paralímpico, visando à integração entre os participantes do Programa Forças no Esporte (Profesp) e do Projeto Paralímpico da Marinha. As atividades contemplaram disputas de atletismo, natação, halterofilismo e tiro esportivo, sem caráter competitivo, nas quais todos foram os verdadeiros campeões.
 
Na ocasião, foi realizada uma homenagem à atleta paralímpica Tayana Medeiros em reconhecimento à participação, dedicação e resultado obtido nos Jogos Paralímpicos Tóquio 2020.
 
Dia Nacional do Atleta Paralímpico homenageia atletas de diferentes modalidades
 
O CEFAN, desenvolve o Projeto Paralímpico da Marinha (PARAPROLIM), como “Centro de Referência Paralímpico do Brasil no Rio de Janeiro”, com o suporte do CPB e a parceria entre Marinha do Brasil e Caixa Econômica Federal. É qualificado como Centro de Treinamento, local de realização de competições e capacitação técnica, proporcionando a revelação de novos talentos desportivos.
 
Comemorado em 22 de setembro e oficialmente instituído por meio da Lei nº 12.622, de 8 de maio de 2012, o “Dia Nacional do Atleta Paralímpico” visa homenagear, apoiar e divulgar o trabalho dos atletas paralímpicos e evidenciar todas as necessidades enfrentadas pelos esportistas brasileiros com deficiência.

 

CIAA realiza cerimônia de formatura da 2ª Turma do Serviço Militar Inicial

24/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Novos Marinheiros-Recrutas desfilam em continência
 
Em cerimônia presidida pelo Comandante do 1º Distrito Naval, Vice-Almirante Eduardo Machado Vazquez, o Centro de Instrução Almirante Alexandrino (CIAA) encerrou a formação da 2ª Turma do Estágio de Instrução e Adaptação e do Serviço Militar Inicial de 2021, constituída de 292 Marinheiros-Recrutas (MN-RC). Estiveram presentes ao evento o Diretor de Ensino da Marinha, Vice-Almirante Renato Garcia Arruda, e o Comandante do CIAA, Contra-Almirante Alexander Reis Leite.
 
Comandante do 1º Distrito Naval entrega
prêmio ao primeiro colocado
 
Durante três meses, os novos MN-RC foram submetidos à formação militar, com o objetivo de estabelecer o contato dos alunos com a prática de valores inerentes à atividade militar e prepará-los para o desempenho de tarefas operacionais inerentes à graduação. Compõem o Estágio as disciplinas de Instrução Militar-Naval, Higiene e Primeiros Socorros, Noções de Armamento, Ordem Unida, Organização Básica da Marinha, Noções de Combate a Incêndio, Fatos e Tradições da Marinha do Brasil.

 

Fiocruz doa testes rápidos de Covid-19 à Marinha para emprego na Operação “Antártica XL”

23/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Fiocruz doou à Marinha 3 mil testes rápidos de detecção
de antígenos de Sars-Cov-2 (foto: Peter Ilicciev)
 
A Marinha do Brasil (MB) recebeu, em 21 de setembro, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) a doação de 3.000 testes rápidos para detecção de antígenos de Sars-Cov-2. Os kits, produzidos pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), serão aplicados em todos os militares e civis que participarão da Operação “Antártica XL”, embarcados nos navios da MB, aeronaves da Força Aérea Brasileira e da Estação Antártica Comandante Ferraz.
 
A entrega simbólica dos testes foi feita ao Secretário da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (SECIRM), Contra-Almirante Antonio Cesar da Rocha Martins, que foi recebido pelo Vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, Marco Krieger, e pelo Diretor do Bio-Manguinhos, Maurício Zuma.
 
Na oportunidade, o Almirante ressaltou que o Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR) é um programa de Estado, por meio do qual se procura ampliar o conhecimento sobre a região antártica e garantir a permanência do País como Membro Consultivo do Tratado da Antártica, com direito a voto e voz nas decisões sobre o continente. Ele destacou, ainda, que a parceria com a Fiocruz reforça essa condição, e sugeriu o estabelecimento de novas cooperações, voltadas às pesquisas na Amazônia Azul, haja vista sua rica biodiversidade.
 

Marinha participa do exercício Robotic Experimentation and Prototyping augmented by Maritime Unmanned Systems

23/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Militares participam dos diversos exercícios operativos de Sistemas Não Tripulados
 
O Diretor do Centro de Guerra Acústica e Eletrônica da Marinha (CGAEM), Capitão de Mar e Guerra Marcelo Chagas de Lima, e o Encarregado do Grupo de Sistemas Digitais, Capitão de Fragata (EN) Ali Kamel Issmael Junior, participam, no período de 8 a 24 de setembro, na Península de Troia, em Portugal, como observadores do exercício Robotic Experimentation and Prototyping augmented by Maritime Unmanned Systems - REP (MUS) 2021. O evento conta com mais de 40 entidades, entre as quais 17 Marinhas (incluindo a dos EUA e a do Reino Unido), 15 Entidades de Investigação & Desenvolvimento, 1 Universidade e 8 organismos da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).
 
O REP (MUS) é um exercício de experimentação para Sistemas Marítimos Não Tripulados. Ele foi iniciado em 2010, com um protocolo entre a Marinha Portuguesa e a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), que ao longo dos anos tem crescido e suscitado interesse nacional e internacional de outras entidades. A edição de 2021 é coorganizada pela Marinha Portuguesa, Faculdade de Engenharia da FEUP, Centro da Organização de Ciência e Tecnologia da NATO para a Investigação e Experimentação Marítima (NATO STO CMRE) e a NATO Maritime Unmanned Systems Initiative (NATO MUSI).
 
Logo do Exercício Robotic Experimentation and Prototyping augmented by Maritime Unmanned Systems - REP (MUS) 2021, OTAN – Troia, Portugal
 
 
A presença da Marinha do Brasil como observadora no REP (MUS) abre caminhos para a participação da Força, com veículos autônomos, bem como do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira, de Empresas e Universidades, em próximas edições do exercício, além de prospectar o Estado da Arte na área de Veículos Autônomos nos possíveis Teatros de Operações Marítimos em ambientes de superfície, submarino, aéreo e terrestre.
 

Guardas-Marinha realizam atividades com militares portugueses, em Lisboa

23/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Guardas-Marinha da turma “Capitão-Mor Jerônimo de Albuquerque” em
visita à Escola de Fuzileiros da Marinha Portuguesa
 
A fim de cumprir o programa de atividades extracurriculares, por ocasião da XXXV Viagem de Instrução de Guardas-Marinha, os Guardas-Marinha (GM) da turma “Capitão-Mor Jerônimo de Albuquerque” participaram de uma série de atividades com militares da Marinha Portuguesa, durante o mês de setembro, em Lisboa.
 
Nos dias 15 e 16, o Navio-Escola “Brasil” recebeu a visita de 16 Cadetes do terceiro ano da Escola Naval da Marinha Portuguesa. Além de conhecer as instalações do navio, o grupo teve a oportunidade de participar de instruções no Simulador de Navegação, no Sistema de Simulação Tática e Treinamento e no Passadiço.
 
Entre os dias 18 e 19, parte da turma “Capitão-Mor Jerônimo de Albuquerque” realizou um exercício de liderança nas instalações da Escola de Fuzileiros da Marinha Portuguesa. A atividade teve como objetivo estimular, por meio de oficinas, o trabalho em equipe. No dia seguinte, os Guardas-Marinha do Corpo de Fuzileiros Navais visitaram a Escola de Fuzileiros da Marinha Portuguesa. Na ocasião, tiveram noções sobre a formação dos Oficiais e Praças do Corpo de Fuzileiros Navais de Portugal que completa, em 2021, 400 anos de existência.
 
Parte da turma em ação nas oficinas coletivas
 

Navio de Apoio Oceânico “Iguatemi” realiza instalação de Ecobatímetro Monofeixe

23/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
NApOc “Iguatemi” fundeado durante realização do TAM
do Ecobatímetro Monofeixe Kongsberg EA440
 
O Navio de Apoio Oceânico (NApOc) “Iguatemi”, meio subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, conduziu, nos dias 19 e 20 de setembro, o Teste de Aceitação no Porto (TAP) e o Teste de Aceitação no Mar (TAM) do Ecobatímetro Monofeixe Kongsberg EA440, etapas finais do processo de instalação do sistema a bordo. Os testes contaram com o apoio de militares do Centro de Hidrografia e Navegação do Norte (CHN-4), em Belém (PA).
 
A instalação do equipamento foi decorrente do Termo de Execução Descentralizada (TED) n° 331/2018, celebrado entre a Marinha e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). O acordo visa ao emprego do NApOc “Iguatemi” em Levantamentos Hidrográficos (LH) na área marítima da foz do Rio Amazonas.
 
Militar opera Ecobatímentro Monofeixe
 
A disponibilidade do Ecobatímetro Monofeixe em mais um meio subordinado ao Comando do 4° Distrito Naval pode contribuir com a atualização da cartografia náutica na região Norte do País, permitindo uma maior segurança à navegação e ao tráfego de navios mercantes de maior calado na Barra Norte do Rio Amazonas, fator preponderante para o incremento do potencial de escoamento da produção econômica.
 

Aprendizes-Fuzileiros Navais do CIAB realizam primeiro Exercício de Campo em Curso de Formação

23/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Aprendizes do Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais em exercício
 
O Centro de Instrução e Adestramento de Brasília Almirante Domingos de Mattos Cortez (CIAB) promoveu, nos dias 8 e 9 de setembro, o Exercício de Campo II/2021 para os Aprendizes-Fuzileiros Navais (Aprendizes-FN) do Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais, na Área Alfa em Santa Maria (DF).
 
O exercício visa avaliar o desempenho dos alunos no terreno, por meio de exercícios práticos, com ênfase no emprego das técnicas individuais básicas do combatente anfíbio, em situações diversas no combate terrestre, além de ações de pequenas frações em Operações Anfíbias. Os Aprendizes-FN tiveram de superar diferentes pistas de treinamento, oportunidade em que colocaram em prática conhecimentos adquiridos em sala de aula.
 
Aprendizes-Fuzileiros Navais em simulação no terreno
 

Estação Rádio da Marinha em Brasília promove atividades com crianças do Profesp

23/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
 
Crianças participantes do programa em atividades promovidas pela ERMB
 
A Estação Rádio da Marinha em Brasília (ERMB) convidou, nos dias 31 de agosto e 2 de setembro, crianças atendidas pelo Programa Forças no Esporte (Profesp) para a promoção de atividades físicas e recreativas. Os estudantes da Escola Classe 28, no Gama, e do Centro de Ensino Fundamental Sargento Lima, em Santa Maria, ambas no Distrito Federal, praticaram esportes e participaram de atividades como canto e cerimonial à Bandeira.
 
Em virtude da paralisação temporária do programa, as atividades desenvolvidas durante esses dois dias ocorreram em caráter excepcional, respeitando as medidas e protocolos de prevenção à Covid-19, em consonância com o propósito do Profesp de proporcionar qualidade de vida e promover cidadania.
 
Lançado em 2003, o Profesp é desenvolvido pelo Ministério da Defesa, em parceria com o Ministério da Cidadania, Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e Ministério da Educação, que proveem os recursos para custeio da alimentação, professores, material esportivo e uniformes. A meta é contribuir para a formação e melhoria da qualidade de vida do cidadão, principalmente em áreas de vulnerabilidade social.
 
Na ERMB, o Programa foi instituído em 2009 e atende a 200 crianças, de 6 a 11 anos, oriundas das duas escolas mencionadas.
 
 

Operação “Guinex-I”: Fragata “Independência” realiza exercícios com as Marinhas de Senegal e da Itália

22/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Deslocamento tático de militares senegaleses na
Fragata “Independência”, durante exercício
 
A Fragata “Independência” segue promovendo operações combinadas com Marinhas de outros países durante a realização da Operação “Guinex-I”. Os últimos exercícios foram feitos com as Marinhas senegalesa, em sua Zona Econômica Exclusiva (ZEE), e italiana.
 
Com a Marinha de Senegal, foi simulada uma abordagem não cooperativa na Fragata “Independência”, conduzida por duas embarcações de ação rápida com militares de Operações Especiais do Senegal.
 
Com a Marinha Militar Italiana, foram realizados exercícios de trânsito com oposição a ameaças assimétricas de superfície e aéreas, abordagens, ataques simulados aos navios com embarcação de ação rápida da Fragata italiana “Antonio Marceglia”, manobras táticas e simulação de ameaça aérea representada pela Aeronave italiana NH-90, com a participação de militares de Operações Especiais de ambas as Marinhas.
 
Fragata brasileira e meios da Marinha italiana
operam no Golfo da Guiné
 
Essas operações reforçam a interoperabilidade entre as Forças Navais, bem como incrementam a capacitação dos meios envolvidos em respostas rápidas contra ameaças assimétricas e em ações de combate a ilícitos no mar, reforçando o compromisso mútuo das nações com a segurança marítima internacional.

AgCamocim incrementa a mentalidade de segurança da navegação em Jericoacoara (CE)

22/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Militares durante inspeção naval em jangada de passeio
turístico no Parque Nacional de Jericoacoara
 
A Agência da Capitania dos Portos em Camocim (AgCamocim) realizou, no período de 8 a 15 de setembro, ações de fiscalização do tráfego aquaviário na área marítima do Parque Nacional de Jericoacoara, em Jijoca de Jericoacoara (CE).
 
A atividade, promovida em parceria com a Prefeitura Municipal e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), teve o propósito de incrementar a mentalidade de segurança da navegação dos tripulantes das embarcações de transporte de passageiros que atuam na área.
 
Agentes e militares durante conscientização sobre mentalidade
de segurança junto à comunidade marítima
 
Durante o período, militares da AgCamocim, com o apoio dos agentes municipais e federais dos órgãos envolvidos, realizaram 40 abordagens a embarcações. Também foram proferidas palestras e distribuídos panfletos informativos aos tripulantes sobre as regras ambientais do parque e as Normas e Procedimentos da Capitania dos Portos do Ceará.

Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste participa de encontro com escoteiros do mar

22/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Cerimonial à Bandeira deu início ao encontro do 64º GEMAN
 
O Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste (ComGptPatNavNE) participou, no dia 11 de setembro, de encontro realizado pelo 64º Grupo de Escoteiro do Mar “Artífices Náuticos” (64º GEMAN), em Natal (RN).
 
Na ocasião, foi realizado um cerimonial à Bandeira e ministrada aula de marinharia aos escoteiros, que aprenderam os tipos de nós e procedimentos que são utilizados na atividade marinheira e a bordo dos navios da Marinha.
 
Integrantes do 64º GEMAR assistem à aula de marinharia
 
A participação do ComGptPatNavNE ocorre no âmbito do Acordo de Cooperação celebrado entre o Comando de Operações Navais, a União dos Escoteiros do Brasil e o Centro Cultural do Movimento Escoteiro, cujas atividades serão desempenhadas pelos Escoteiros do 64º GEMAN.
 
Por meio das ações desenvolvidas com os escoteiros, o ComGptPatNavNE e seus meios subordinados buscam contribuir com o fortalecimento da mentalidade marítima junto à sociedade brasileira.

Capitania dos Portos do Maranhão realiza campanha de doação de sangue

22/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha


Militar durante doação de sangue no Hemomar
 
A Capitania dos Portos do Maranhão (CPMA) promoveu, entre 13 e 17 de setembro, campanha de doação de sangue em parceria com a Sociedade Amigos da Marinha do Estado do Maranhão (Soamar-MA) e com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar). As doações foram realizadas por 15 voluntários, entre militares da CPMA e civis alunos do curso de moço de convés realizado na Capitania.
 
A ação teve como objetivo contribuir para os bancos de sangue e plaquetas dos hemocentros, que diminuíram em função da pandemia da Covid-19.

Marinha coordena Adestramento Conjunto de Combate em Ambientes Confinados

21/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Comandos Anfíbios realizam entrada em compartimento

Sob coordenação do Comando Naval de Operações Especiais (CoNavOpEsp), desde 13 de setembro está ocorrendo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, o Adestramento Conjunto Específico de Combate em Ambientes Confinados para tropas de Operações Especiais, envolvendo Destacamentos de Operações Especiais da Marinha (Batalhão “Tonelero” e GRUMEC), do Exército (1º Batalhão de Ações de Comandos - BAC) e da Força Aérea (Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento - EAS/PARA-SAR).
 
Durante as duas semanas, mesclando conteúdo teórico e prático, estão sendo realizados intercâmbios de conhecimento nas áreas de Entradas Táticas, Explosivos, Programas de Tiro de Combate e Atendimento Pré-Hospitalar em Combate, entre outros, incluindo a apresentação das peculiaridades dessa atividade no ambiente marítimo.
 
Mergulhador de Combate durante adestramento de tiro
Promovida e supervisionada pelo Ministério da Defesa, a atividade, que segue até o dia 24 de setembro, faz parte de uma série de adestramentos voltados para o nivelamento e a padronização de procedimentos, assim como divulgação e assimilação de boas práticas e lições aprendidas entre as Forças Armadas, viabilizando e aprimorando o emprego conjunto e a interoperabilidade.

Centro de Operações de Paz de Caráter Naval tem seu segundo Curso Internacional certificado pela ONU

21/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Certificação do Curso Internacional de Operações de Paz Ribeirinhas
 
O Centro de Operações de Paz de Caráter Naval (COpPazNav), estabelecido no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC), recebeu da Organização das Nações Unidas (ONU) a certificação do Curso Internacional de Operações de Paz Ribeirinhas (United Nations Military Riverine Unit Course), no dia 17 de setembro, assinada pelo Subsecretário-Geral das Nações Unidas para Operações de Paz, Jean Pierre Lacroix.

O certificado de treinamento junta-se ao anterior (United Nations Maritime Task Force Course) e consolida a vocação do COpPazNav como centro de referência no treinamento para as missões de paz das Nações Unidas, especialmente em ambiente marítimo e ribeirinho, sendo único Centro no mundo a obter a certificação nas duas áreas propostas.
 
Militares durante exercício final do curso
 
O Curso Internacional de Operações de Paz Ribeirinhas possui o objetivo de disseminar conhecimentos acerca dos conceitos e das tarefas que são desenvolvidas por um Oficial de Estado-Maior em uma Unidade Ribeirinha no transcorrer de uma missão de paz.

CISMAR recebe Gerente de Operações do Porto de Açu

21/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Comandante do CISMAR apresentou os sistemas de monitoramento
para o Gerente de Operações do Porto de Açu
 
O Centro Integrado de Segurança Marítima (CISMAR) recebeu, no dia 14 de setembro, a visita do Gerente de Navegação do Porto de Açu, Capitão de Longo Curso Mário Rodrigues, que participou de uma apresentação sobre os diversos sistemas de informações utilizados pelo Centro.
 
Durante o encontro, o Comandante do CISMAR, Capitão de Mar e Guerra João Batista Barbosa, apresentou as atividades desenvolvidas pelo Centro, o histórico evolutivo de desenvolvimento dos diversos bancos e fontes de dados e, as soluções sistêmicas de monitoramento nacionais da Marinha, principalmente, do Sistema de Informações Sobre o Tráfego Marítimo (SISTRAM) e o Console de Imagens Táticas de Realidade Aumentada (CITRA).
 
A visita teve como objetivo incrementar o compartilhamento de informações, demonstrando as ferramentas tecnológicas de domínio nacional que podem contribuir com a Autoridade Portuária no incremento da segurança da navegação, promovendo ao mesmo tempo, a atividade marítima e permitindo novas perspectivas de investimento e otimização de recursos.
 
Para o Gerente de Navegação, a visita revelou a possibilidade de empregar um sistema nacional, customizável e que pode integrar sensores já existentes no Porto, como por exemplo, o Vessel Traffic System (VTS), em operação no Porto de Açu.
 
 

Diretoria de Hidrografia e Navegação realiza Regata em Niterói (RJ)

21/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Largada da 1ª Regata DHN-Amazônia Azul
 
A Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN), em parceria com o Clube Naval Charitas, realizou, no dia 19 de setembro, na Enseada de São Francisco, em Niterói (RJ), a 1ª Regata DHN-Amazônia Azul, como parte das comemorações alusivas ao Dia do Hidrógrafo, celebrado em 28 de setembro.
 
A regata da classe “Optimist” contou com a participação de 67 jovens velejadores (crianças e adolescentes entre 7 e 15 anos) e integrou o calendário da Federação de Vela do Estado do Rio de Janeiro.
 
Na ocasião, a DHN divulgou as atividades ligadas à Hidrografia, Cartografia Náutica e Auxílios à Navegação, com uma exposição nas dependências do Clube.
 
Regata DHN-Amazônia Azul contou com a
presença de 67 crianças e adolescentes

CIAA entrega certificados do Projeto “Soldado Cidadão” em parceria com Senai

21/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Comandante do CIAA com representantes do Senai durante a cerimônia
 
O Centro de Instrução Almirante Alexandrino (CIAA) realizou, em 16 de setembro, cerimônia de entrega de certificados do Projeto “Soldado Cidadão”, do Ministério da Defesa, realizado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Por meio do projeto, 292 Marinheiros-Recrutas do Serviço Militar Inicial realizam Cursos de Qualificação Profissional Básica nas áreas de Ciclo Otto, Refrigeração, Eletricista de Auto, Revestimento Cerâmico e Alvenaria.
 
O Projeto “Soldado Cidadão” tem o objetivo de qualificar, profissionalmente, os recrutas que prestam o Serviço Militar Obrigatório, complementando sua formação cívica-cidadã, facilitando o seu ingresso no mercado de trabalho, após o período obrigatório junto às Forças Armadas.
 

Ministro do Meio Ambiente recebe Diretor de Hidrografia e Navegação

20/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Diante da relevância dos temas apresentados, a Marinha foi convidada a integrar a delegação brasileira na próxima COP 26, na Escócia
 
O Ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, recebeu em audiência, no dia 14 de setembro, o Diretor de Hidrografia e Navegação, Vice-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa, acompanhado pelo Secretário da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (CIRM), Contra-Almirante Antonio Cesar da Rocha Martins.
 
Na ocasião, a comitiva da Marinha ressaltou a importância dos oceanos para o meio ambiente, na regulação do clima, na produção de oxigênio no mundo, além de enaltecer a Amazônia Azul e o papel da Força no monitoramento do meio ambiente, nos programas setoriais da CIRM e nas ações de resposta a crimes ambientais, pesca ilegal e acidentes no mar.
 
Diante da relevância dos temas apresentados, a Marinha recebeu o convite para integrar a delegação brasileira que participará da próxima Conferência das Partes (COP 26), que ocorrerá em Glasgow, na Escócia, entre 31 de outubro e 12 de novembro, e contará com a presença de 197 países que debaterão sobre Mudanças Climáticas.

CISMAR promove adestramento do Sistema de Informações Sobre o Tráfego Marítimo para Marinhas da AMAS

20/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Operadores do CISMAR durante adestramentodo SISTRAM para
as Marinhas da Argentina, do Paraguai e do Uruguai
 
O Centro Integrado de Segurança Marítima (CISMAR) realizou, de 14 a 16 de setembro, o adestramento do Sistema de Informações Sobre o Tráfego Marítimo (SISTRAM) para as Marinhas da Argentina, do Paraguai e do Uruguai. Denominado ADE-SISTRAM-AMAS, a capacitação do SISTRAM, que é o Sistema Nacional para Compilação do Panorama de Superfície de Interesse, ocorre semestralmente, sendo este o segundo conduzido em 2021, exclusivamente para as Marinhas da Área Marítima do Atlântico Sul (AMAS).
O adestramento tem o objetivo de fomentar o compartilhamento das melhores práticas no monitoramento dos Contatos de Interesse entre Marinhas da AMAS, além de ser uma forma de reforçar os laços de fraternidade e cooperação já existentes nesse ambiente.
O SISTRAM está na versão IV e o Centro de Análise de Sistemas Navais da Marinha do Brasil está desenvolvendo uma nova versão, a qual possibilitará novas funcionalidades, dentre elas, a visualização de derrota das embarcações, classificação de embarcações por tipo, criação de alarmes por áreas ou por embarcações, conversação em tempo real pelos operadores via chat, entre outras.

GptOpFuzNav-DefNBQR descontamina creche e escola pública

20/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Creche Municipal Benedita Siqueira Lopes
 
O Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais com capacidade de Defesa NBQR (GptOpFuzNav-DefNBQR), nucleado no Batalhão de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (BtlDefNBQR), realizou, em 15 de setembro, ações de desinfecção na Creche Municipal Benedita Siqueira Lopes e na Escola Municipal Maria Clara Machado, ambas localizadas no Itanhangá (RJ), beneficiando 1.088 alunos e 54 funcionários.
 
Durante o procedimento, foram empregados álcool líquido na concentração de 70% e a solução de quaternário de amônio, que não prejudicam a saúde humana e preservam as superfícies nas quais são aplicados. Foram priorizadas as salas de aula, salas de leitura, quadra de esportes, refeitório e secretarias.
 
 
Escola Municipal Maria Clara Machado
 

Operação “Ágata Arco Sul Sudeste”, conduzida pelo Com8°DN, apreende cerca de 800 caixas de cigarro

17/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
O valor das apreensões foi avaliado pela Receita Federal em mais de dois milhões de reais
 
Militares da Marinha e agentes da Polícia Federal apreenderam, na madrugada do dia 15 de setembro, cerca de 800 caixas de cigarros contrabandeados, na Cidade do Leste, nas proximidades da fronteira com o Paraguai, durante a Operação “Ágata Arco Sul Sudeste”. O material apreendido encontrava-se escondido no interior de um ônibus e de um caminhão, avaliado pela Receita Federal em mais de dois milhões de reais.
A operação, conduzida pelo Comando do 8° Distrito Naval (Com8°DN), amplia a integração entre ministérios, órgãos federais, estaduais e agências governamentais a fim de contribuir para o fortalecimento da prevenção, controle, fiscalização e repressão dos delitos transfronteiriços e dos crimes ambientais.
Um outro ponto importante de controle e fiscalização foi montado na Ponte Internacional da Amizade, uma das principais vias utilizadas no fluxo entre os países. Militares da Marinha, agentes da Polícia Federal e Receita Federal realizam revista de veículos advindos do Paraguai.

Barreira de fiscalização na Ponte Internacional da Amizade

Capitania dos Portos do Maranhão intensifica fiscalização e realiza mais de 300 abordagens

15/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Militares da CPMA instruem tripulação e passageiros de embarcações
 
A Capitania dos Portos do Maranhão (CPMA) intensificou, entre 2 e 13 de setembro, as ações de fiscalização do tráfego aquaviário no estado. Foram realizadas 303 abordagens, sendo lavradas 14 notificações e 2 embarcações foram retidas por descumprimento às normas da Autoridade Marítima. As ações ocorreram na orla e na Região Metropolitana de São Luís, e na região dos Lençóis Maranhenses, nos municípios de Barreirinhas e Atins.
 
No município de Atins, foi realizada a Operação “Atins Seguro”, em conjunto com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Maranhão, a Prefeitura Municipal de Barreirinhas e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O objetivo foi promover o ordenamento da praia e aumentar a conscientização da comunidade náutica, em decorrência do feriado de 7 de setembro, quando o fluxo de viagens e passeios náuticos aumenta.
 
Abordagem de embarcação de transporte de passageiros

Com1ºDN apoia a ECEME com palestra sobre as atividades SAR e Segurança Marítima

15/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Palestra sobre as atividades SAR e Segurança Marítima teve
a participação de oito discentes estrangeiros
 
Em 2 de setembro, o Comando do 1º Distrito Naval (Com1ºDN), em apoio a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército Brasileiro (ECEME), realizou palestra sobre as atividades de Busca e Salvamento (SAR) e de Segurança Marítima, como parte integrante do Curso Internacional de Estudos Estratégicos (CIEE) da Escola.
 
O curso possui oito discentes estrangeiros, oficiais superiores dos Emirados Árabes Unidos, Guatemala, Nigéria e Paquistão, que trocaram experiências sobre as principais ameaças à segurança marítima, bem como entender a estrutura organizacional SAR na Marinha do Brasil.
 
Na oportunidade também foi realizado um período de debates, no qual os visitantes expressaram dúvidas e ampliaram os conhecimentos. A visita foi encerrada com a apresentação das instalações físicas e potencialidades do Centro de Comando Naval de Área (CCNA).

 

Marinha garante segurança da navegação durante 1º Torneio de Pesca Esportiva de Sinop (MT)

15/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Largada do torneio
 
A Marinha, por meio da Capitania Fluvial de Mato Grosso (CFMT), organização militar subordinada ao Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN), atuou, no dia 5 de setembro, no 1º Torneio de Pesca Esportiva de Sinop (MT), na altura da ponte no Rio Teles Pires, localizada na Rodovia MT-220. O evento reuniu cerca de 90 embarcações.
 
Militares da CFMT estiveram presentes para coordenar e fiscalizar a segurança aquaviária, a salvaguarda da vida humana e evitar a poluição hídrica oriunda de embarcações. O evento foi promovido pela Prefeitura de Sinop e coordenado e organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico.
 
Antes da realização do evento, a CFMT promoveu ação itinerante na cidade de Sinop e, na oportunidade, foram regularizadas cerca de 270 embarcações.
 
O Secretário de Desenvolvimento Econômico de Sinop, Klayton Gonçalves, ressaltou que todos os competidores estavam com as embarcações regularizadas no evento. “Providenciamos as documentações exigidas para que o torneio fosse realizado com segurança. Todas as embarcações que entraram na água estavam homologadas e todos os pilotos com arrais. Tivemos essa preocupação e isso deve servir de exemplo para todo o Brasil”.

3º Batalhão de Operações Ribeirinhas encerra II Adestramento de Tiro Tático e Combate em Ambientes Confinados

15/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Adestramento contou com a participação de membros do Exército e
Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização
 
O 3° Batalhão de Operações Ribeirinhas (3ºBtlOpRib), organização militar subordinada ao Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN), encerrou, no dia 25 de agosto, o II Adestramento de Tiro Tático e de Combate em Ambientes Confinados, nas dependências da Área de Adestramento do Rabicho.
 
O adestramento contou com a participação de membros do Exército e Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização (OSPF), entre agentes da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal, militares da Polícia Militar e Polícia Militar Ambiental e policiais civis de Mato Grosso do Sul.
 
Com a capacitação, os militares estão habilitados para o combate em áreas urbanas e ambientes confinados e ações interagências junto aos OSPF e demais Forças.
 
O adestramento foi ministrado pelo membro da tripulação da Companhia de Polícia do Batalhão Naval, Segundo-Sargento Henrique dias da Costa, que possui qualificação técnica na área, incluindo cursos relacionados ao tema junto à SWAT, nos Estados Unidos e em Israel.

Com6ºDN forma primeira turma do curso de Eletricista de Operação e Manutenção em Redes de Distribuição

15/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Capacitação visa facilitar inclusão no mercado de trabalho
após o término do SMO ou SMV
 
Foi realizada, no dia 1º de setembro, na Base Fluvial de Ladário (BFLa), cerimônia de encerramento da primeira turma do curso de Eletricista de Operação e Manutenção em Redes de Distribuição (COMAM). Realizado em parceria com a Energisa-MS, o curso faz parte do Programa “Soldado Cidadão” e do Projeto “Marinheiro Empreendedor” e tem como propósito capacitar o militar que cumpre o Serviço Militar Obrigatório (SMO) ou Voluntário (SMV), facilitando, assim, sua inclusão no mercado de trabalho.
 
Com aulas teóricas e práticas e carga horária de 240 horas, o curso contou com a participação de 24 militares de organizações militares do Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN) e do Exército. No período, foram transmitidos ensinamentos sobre estrutura e procedimentos de manutenção de rede elétrica, utilização de ferramentas e importância da segurança nas ações de reparo e instalação.
 
Durante a cerimônia de encerramento, o Comandante do 6º Distrito Naval ressaltou que a parceria com a Energisa-MS soma ao capacitar e desenvolver competências. “Com o curso, o militar tem a oportunidade de conhecer a profissão na área de energia, contribuindo com as suas atividades na Marinha e, futuramente, para inserção no mercado de trabalho”.
 
O Marinheiro-RM2 Lucas Machado de Arruda, que cumpre o SMO no Centro de Hidrografia e Navegação do Oeste, pretende utilizar o conhecimento adquirido no mercado de trabalho. “Eu não tinha base para atuar como eletricista e com as aulas teóricas e práticas aprendi muita coisa. Eu pretendo seguir essa área e, assim que sair da Marinha, distribuir meu currículo com esse certificado que recebi”.
 
 
Militares durante aula prática
 
Segundo o coordenador de projeto e cadastro da Energisa-MS, Heber Henrique Selvo, o termo de cooperação beneficia os militares, a Energisa e a sociedade. “O mercado de trabalho nessa área da região de Corumbá e Ladário precisa de profissionais com mais constância. Ao capacitar jovens militares, conseguimos profissionais diferenciados, com ética, mais responsabilidade e resiliência”.
 

Grupo Aéreo Naval de Manutenção inspeciona aeronave UH-15

15/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Tripulação do GAerNavMan-Projeto HU-2 entrega aeronave
 
O Grupo Aéreo Naval de Manutenção (GAerNavMan) finalizou, no dia 3 de setembro, a inspeção “ALFA” da aeronave UH-15 “Super Cougar” N-7106, pertencente ao 2º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (EsqdHU-2), após seis meses de intenso trabalho.
 
Na ocasião, o Comandante do GAerNavMan, Capitão de Mar e Guerra Anderson Sergipe Vieira, entregou as chaves da N-7106 para o Comandante do EsqdHU-2, Capitão de Fragata Rodrigo Fernandes Domingues, representando o pronto da aeronave.
 
 
Comandante da Força Aeronaval acompanha a
entrega das chaves da N-7106
 
Esta foi a segunda inspeção “ALFA” de aeronaves UH-15 realizada pelo GAerNavMan, ambas em menos de seis meses, evidenciando a importância do Grupo para a Aviação Naval e para a Marinha.
 

LEPLAC celebra 32 anos: 5,7 milhões de km² de área marítima como legado para as futuras gerações

15/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Amazônia Azul, a última fronteira do Brasil
De acordo com as condicionantes estabelecidas pela Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar (CNUDM), o Plano de Levantamento da Plataforma Continental Brasileira (LEPLAC) foi instituído pelo Decreto nº 98.145/1989, tendo como propósito determinar o limite exterior da Plataforma Continental Brasileira, além das 200 milhas marítimas. O Brasil depositou sua primeira proposta de extensão da Plataforma Continental junto à Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) da Organização das Nações Unidas (ONU), em 2004. Após a análise, as recomendações da CLPC foram favoráveis à quase totalidade da área reivindicada, uma região equivalente à soma das áreas dos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
 
Em relação a três limitadas áreas, a CLPC se posicionou desfavoravelmente, tendo o País optado por reapresentar seu pleito, utilizando tecnologias e equipamentos mais modernos. Para a nova proposta, a margem continental foi dividida em três regiões: Região Sul, Margem Equatorial e Margem Oriental/Meridional. O primeiro requerimento parcial revisto, afeto à Região Sul, em 2019, obteve total concordância em relação à área pleiteada pelo País, de cerca de 170.000 km2. O requerimento parcial revisto, relativo à Margem Equatorial, foi depositado em 2017, encontrando-se sob análise da CLPC, e o referente à Margem Oriental/Meridional, em 2018, que ainda será incluído em pauta para análise. A área afeta à Margem Equatorial é de 383.218 km2, enquanto que a referente à Margem Oriental/Meridional compreende 1.542.274 km2, o que totaliza uma Amazônia Azul de 5.669.852,41 km2 sob jurisdição nacional.
 
Os requerimentos anteriores e os resultados obtidos são positivos em relação às análises em andamento, na CLPC, cujas recomendações favoráveis possibilitarão a consolidação da área marítima sob jurisdição brasileira, da Amazônia Azul, de quase 5,7 milhões de km2, importante legado para o futuro das próximas gerações de brasileiros.
 

Marinha leva atendimento médico e odontológico a comunidades ribeirinhas

14/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha



Orientação sobre escovação dental

 

O Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN), por meio do Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Tenente Maximiano”, realizou Ações de Assistência Hospitalar (ASSHOP) e Ações Cívico-Sociais (ACiSo) ao longo das margens do Rio Paraguai, de Corumbá a Porto Murtinho (MS), no período de 11 a 29 de agosto.
 
Foram realizados 184 atendimentos médicos, 74 atendimentos odontológicos, entregues aproximadamente 6.000 medicamentos e distribuídos kits odontológicos infanto-juvenis, além da apresentação de palestras às crianças das comunidades ribeirinhas sobre a importância da escovação diária e como realizá-la corretamente.
 
Adicionalmente, os militares do navio deram continuidade à campanha de vacinação contra a Covid-19 e H1N1 na população ribeirinha ainda não imunizada. Outro ponto importante da comissão foi o mapeamento e atendimento às pessoas que moram às margens do Rio Paraguai, longe dos principais Polos de Saúde (PS), esforço fundamental para melhor acompanhamento sanitário dessa parcela da população.
 
Em paralelo aos atendimentos médicos e odontológicos, foram realizadas doações de roupas e acessórios apreendidos pela Receita Federal; reforma de quadros-negros escolares; descontaminação da Escola Municipal Rural Polo Porto da Manga; e visita ao Lar dos Idosos/Casa Lar das Crianças, em Porto Murtinho.

 

Navio-Patrulha “Guanabara” resgata tripulante enfermo de embarcação pesqueira no Pará

14/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Tripulante é resgatado por militares da Marinha

 

O Navio-Patrulha (NPa) “Guanabara”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, resgatou, no dia 9 de setembro, um tripulante de uma embarcação pesqueira, que apresentava sintomas de infarto e necessitava de assistência médica imediata. O meio estava a 110 km da costa de Belém (PA), quando pediu ajuda da Marinha, por meio do Salvamar Norte, nucleado no Comando do 4º Distrito Naval, para prover o salvamento do enfermo.

 

O NPa “Guanabara”, atuando como Navio de Socorro Distrital, foi acionado, transportando a bordo médico e material para a estabilização do paciente. Ao atracar na Base Naval de Val de Cães, em Belém, após o resgate, o tripulante foi levado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) até um hospital da cidade para exames complementares.

 

O Serviço de Busca e Salvamento da Marinha tem a missão de prover o salvamento de pessoas em perigo no mar, no interior da área marítima de responsabilidade brasileira. Para isso, conta com navios de socorro, podendo, ainda, valer-se de outros navios e aeronaves da Força, bem como embarcações de entidades privadas e de órgãos governamentais, acionadas por uma estrutura de auxílio mútuo marítimo.

Navio-Patrulha “Bracuí” realiza exercício “PASSEX” com navio da Marinha Nacional da França

14/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Navios mantêm posição durante o exercício de leap frog
 
O Navio-Patrulha “Bracuí”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, realizou, no dia 9 de setembro, nas águas jurisdicionais sob a responsabilidade do Comando do 4° Distrito Naval, o exercício “PASSEX” com o Navio-Patrulha “La Resolue”, da Marinha Nacional da França, durante sua estadia no Porto de Belém (PA).
 
Por ocasião do exercício, foram conduzidas manobras de aproximação e manutenção de posição leap frog entre os dois navios, com o propósito de incrementar a interoperabilidade e estreitar os laços entre as Marinhas dos dois países.
 
Militar da Marinha francesa avista o “Bracuí” durante exercício, em Belém (PA)

Agência da Capitania dos Portos no Oiapoque participa da Operação “Ágata 3º Trimestre”

14/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Equipe de inspeção naval aborda embarcação
de transporte de passageiros
 
A Agência da Capitania dos Portos no Oiapoque (AgOiapoque) realizou 57 abordagens, seis notificações e uma apreensão de embarcação durante a Operação “Ágata”, realizada de 1º a 10 de setembro, no estado do Amapá, com intuito de intensificar a presença do Estado na região de faixa de fronteira e fortalecer a repressão aos delitos transfronteiriços.
 
Durante a operação, também foram realizadas palestras para cerca de 100 ouvintes sobre temas como “Mentalidade Marítima”, “Prevenção à Covid-19” e “Segurança da Navegação”.
 
Além da Marinha, agentes da Polícia Federal e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) participaram da operação, reforçando a importância de ações interagências no cumprimento das leis, a fim de manter cada vez mais seguras as águas brasileiras.
 
 
Militares da Marinha em atuação conjunta
com Agente da Polícia Federal
 

NPqHo “Vital de Oliveira” inicia Comissão Ressurgência III e apoia Programa de Pós-Graduação do IEAPM

14/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Pesquisadores do IEAPM a bordo do NPqHo “Vital de Oliveira”
 
O Navio de Pesquisa Hidroceanográfico “Vital de Oliveira” (NPqHo) desatracou, em 8 de setembro, do píer da Diretoria de Hidrografia e Navegação, em Niterói (RJ), para iniciar a Comissão Ressurgência III, nas proximidades de Arraial do Cabo (RJ), e apoiar o Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Marinha (PPG-BIOTECMAR) do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM).
 
A comissão, com duração de cerca de uma semana, conta com a participação de pesquisadores e militares do IEAPM e tem a finalidade de coletar dados oceanográficos e acústicos a partir do lançamento de fontes sonoras e equipamentos empregados para caracterizar as massas de água. Serão, também, analisados os perfis de temperatura e salinidade das colunas de água em diversas profundidades. Esses dados serão úteis para o aperfeiçoamento do Sistema de Previsão Sonar e para a Pesquisa Ecológica de Longa Duração da Ressurgência mantidos pelo IEAPM.
 
O apoio prestado ao PPG-BIOTECMAR acontece por meio de atividades de Oceanografia Biológica. Os dados coletados contribuem para o enriquecimento da base de dados do Banco Nacional de Dados Oceanográficos e, consequentemente, para o programa Internacional de Intercâmbio de Informações e Dados Oceanográficos.
 
NPqHo “Vital de Oliveira” em atividades de pesquisa hidroceanográfica
 

CEFAN assina acordo de parceria com o Laboratório Nacional de Computação Científica

14/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Assinatura do acordo com o LNCC
 
O Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN) assinou acordo de parceria com o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), no dia 8 de julho. O convênio tem o objetivo de criar projetos de pesquisa de interesse mútuo, utilizando modelos computacionais na solução de problemas tecnológicos relacionados ao Desempenho Físico do Combatente, como, por exemplo, o desenvolvimento de um programa de computador para comparar os resultados do TAF de várias organizações, bem como entre os militares dos diversos corpos e quadros da Marinha do Brasil.

O Laboratório Nacional de Computação Científica é uma instituição brasileira de pesquisa científica e desenvolvimento tecnológico do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e Comunicações, especializada em computação científica.
 

DHN promove 18ª Gincana de Pintura e 2º Concurso de Fotografias do Complexo Naval da Ponta da Armação

14/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Artista Jorge Grizzi com sua tela vencedora
 
A Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN) realizou, no dia 10 de setembro, a 18ª Gincana de Pintura e a premiação do 2º Concurso de Fotografia do Complexo Naval da Ponta da Armação (CNPA), como parte das festividades alusivas ao “Dia do Hidrógrafo”, comemorado em 28 de setembro.
A gincana, coordenada pelo Centro de Auxílios à Navegação Almirante Moraes Rego, contou com a participação de 24 artistas, que retrataram em suas obras as diversas perspectivas do CNPA, destacando seus navios e edificações, bem como os aspectos arquitetônicos e paisagísticos do Complexo.
O concurso de fotografia abordou o tema Amazônia Azul: foco na Década dos Oceanos. A iniciativa tem como conscientizar militares e civis sobre a importância dos oceanos e mobilizar atores públicos, privados e da sociedade em ações que favoreçam a saúde e a sustentabilidade dos mares.
 
Diretor de Hidrografia e Navegação premia o
1º colocado na gincana de pintura

CIRM constrói laboratórios flutuantes e forma cerca de 6 mil mestres e doutores

14/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Laboratório de Ensino Flutuante – Formação de Recursos Humanos em Ciências do Mar
 
A Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (CIRM), coordenada pelo Comandante da Marinha, por meio do Comitê Executivo para Formação de Recursos Humanos em Ciências do Mar (PPG-Mar), tem como principais resultados, nessa década e meia de atuação, a construção de quatro Laboratórios de Ensino Flutuantes (LEF), que atendem à formação embarcada; a produção de livros didáticos, que enfatizam a realidade do mar e zona costeira do Brasil (https://cienciasdomarbrasil.furg.br/ e https://www.marinha.mil.br/secirm/publicacoes); e o Repositório de Teses e Dissertações em Ciências do Mar (http://repomar.com.br/).
 
Além disso, levantamentos do PPG-Mar mostram que o País conta, atualmente, com 55 cursos de graduação, de cinco modalidades (Engenharias de Pesca e de Aquicultura, Ciências Biológicas, Oceanografia e Ciências do Mar), que são oferecidos por 43 Instituições de Ensino Superior, os quais disponibilizam cerca de 2.700 vagas anuais e já formaram 13.961 profissionais. São 29 programas de pós-graduação dedicados majoritariamente ao tema no Brasil, oferecidos por 19 instituições, que, até 2019, formaram 4.640 mestres e 1.321 doutores.
 
Constituído por representantes de diversos ministérios e órgãos públicos, além de integrantes da comunidade acadêmica, o PPG-Mar é coordenado pelo Ministério da Educação e desenvolve iniciativas que visam melhorar a qualificação do corpo docente e a infraestrutura dos cursos de graduação e programas de pós-graduação, ampliar o intercâmbio discente e docente, apurar a qualidade dos periódicos, ampliar a oferta de material didático, atualizar as matrizes curriculares, apoiar a experiência embarcada, facilitar a inserção no mercado de trabalho, difundir a cultura empreendedora e incentivar a mentalidade marítima.
 
 
Criado em 2005, com a finalidade de apoiar, consolidar e avaliar a formação de pessoal em Ciências do Mar, hoje, o PPG-Mar é responsável por atingir as metas estabelecidas no X Plano Setorial para os Recursos do Mar, aprovado pelo Decreto nº 10.544, de 16 de novembro de 2020.
 
Distribuição dos Laboratórios de Ensino Flutuantes (LEF)
 

CEFAN vence edital da FAPERJ

13/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
CEFAN receberá apoio da FAPERJ na realização do 1º Simpósio Naval
do Desempenho Físico do Combatente
 
O Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN) foi um dos vencedores do Edital nº 14/2021 da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ): Apoio à Organização de Eventos Científicos, Tecnológicos e de Inovação no Estado do Rio de Janeiro.
 
O Edital visou estimular a realização de eventos que concorressem para consolidar a vocação científica, tecnológica, artístico-cultural no estado fluminense, por meio de eventos inseridos nos temas científicos, tecnológicos, da inovação ou do empreendedorismo. Foram aprovadas iniciativas que visam fortalecer a pesquisa, a ciência, a busca de tecnologias e inovações, por meio da realização de eventos como seminários, congressos, exposições. O CEFAN receberá o apoio financeiro solicitado para o 1º Simpósio Naval do Desempenho Físico do Combatente, que ocorrerá nos dias 19 e 20 de outubro deste ano.
 
O evento terá como objetivo, abordar, exclusivamente, temas afetos à higidez física envolvida no Desempenho do Combatente, proporcionando o intercâmbio de conhecimento e diálogo entre pesquisadores nacionais e internacionais, bem como integrantes das Forças Armadas e Forças Auxiliares. O simpósio ocorrerá de forma presencial para os palestrantes, cumprindo as normas vigentes de prevenção à Covid-19, e será transmitido ao vivo pela plataforma de videoconferência Webex.
 

Comitiva do Ministério da Justiça e Segurança Pública visita o CISMAR

13/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha

Comandante do CISMAR apresenta as atividades desenvolvidas pela

Marinha em prol da Segurança Marítima

 

O Centro Integrado de Segurança Marítima (CISMAR) recebeu, no dia 9 de setembro, a visita da Diretora de Inteligência da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Delegada de Polícia Federal Marília Ferreira de Alencar, acompanhada de seu Coordenador-Geral de Inteligência, Delegado de Polícia Federal Tomás de Almeida Vianna e assessores.

 

A visita teve como objetivo a divulgação das capacidades e atividades integradas desenvolvidas pelo CISMAR e pelas agências governamentais nacionais e internacionais em prol da Segurança Marítima, visando ao estreitamento de laços entre a Marinha do Brasil (MB) e a instituição, possibilitando o aumento da cooperação e sinergia entre ambas.

 

O Comandante do CISMAR, Capitão de Mar e Guerra João Batista Barbosa, apresentou à comitiva as ações integradas interagências e as capacidades de monitoramento marítimo nas águas de interesse do Brasil, ressaltando o esforço da MB na busca do incremento da Consciência Situacional Marítima, principalmente em atividades com agências nacionais e internacionais. Durante o encontro, a comitiva visitou o Centro de Controle do Tráfego Marítimo e conheceu os principais sistemas de monitoramento utilizados pelo Centro Integrado, em especial o Sistema de Informações sobre o Tráfego Marítimo.

 

O Subchefe de Operações do Comando de Operações Navais, Contra-Almirante Gustavo Calero Garriga Pires, dirigindo-se à comitiva, enfatizou a importância do compartilhamento de informações, não apenas com o CISMAR, mas também com os Distritos Navais e outras organizações militares da MB, em prol da Segurança Marítima. Na ocasião, a comitiva também foi recebida pelo Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Alipio Jorge Rodrigues da Silva, e pelo Chefe do Estado-Maior do Comando de Operações Navais, Vice-Almirante Claudio Henrique Mello de Almeida.

 

Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte habilita aquaviários para atuar no setor de pesca industrial

13/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Aula prática de Prevenção e Combate a Incêndio durante o curso
 
A Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte (CPRN) realizou, no dia 2 de setembro, o encerramento do Curso de Formação de Aquaviários – Pescador Profissional Especializado (CFAQ-PEP).
 
Na ocasião, foram entregues as Cadernetas de Inscrição e Registro (CIR) aos 16 novos aquaviários que, a partir de agora, estarão habilitados a desempenhar, profissionalmente, funções a bordo de embarcações empregadas no setor da pesca industrial.
 
Durante o período do curso, foram transmitidos conhecimentos relacionados às atividades da pesca, informática, navegação, manobra de embarcações, meteorologia e oceanografia, arquitetura naval, manuseio e estivagem de carga, legislação marítima e ambiental, primeiros socorros, sistemas de propulsão e auxiliares, segurança no trabalho, prevenção e combate a incêndio, relações interpessoais, responsabilidades sociais e comunicações.
 

Marinha descontamina Centros de Referência de Assistência Social e órgão da PM, em Belém (PA)

13/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Membro da EqpRspNBQR desinfecta recepção do CRAS,
no bairro da Cremação
 
A Equipe de Resposta Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (EqpRspNBQR) do 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas descontaminou, nos dias 8 e 9 de setembro, os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e o Centro de Inteligência (C.INT) da Polícia Militar do Estado do Pará, em Belém (PA).
 
Durante a desinfeção nos Centros de Referência, a equipe, composta por fuzileiros navais, priorizou as instalações dos prédios como recepção, administração, salas de atendimento, salão principal, refeitório e banheiros. Já no C.INT, foram descontaminadas as áreas internas e externas, com o objetivo de evitar a proliferação do novo coronavírus.
 
A Marinha em coordenação com o Ministério da Defesa, presta apoio aos órgãos públicos para reduzir impactos provocados pela Covid-19.
 
Descontaminação preventiva é realizada no Centro de Inteligência da
Polícia Militar do Pará, no Distrito de Icoaraci
 

MD e CM acompanham Operação “Poseidon” a bordo do NAM “Atlântico”

10/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Comandante da Marinha, Ministro da Defesa e comitiva acompanham
operações aéreas no NAM “Atlântico”
 
O Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, acompanhado do Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Alipio Jorge Rodrigues da Silva, recebeu, nos dias 2 e 3 de setembro, o Ministro da Defesa, General de Exército Walter Souza Braga Netto, a bordo do Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico”, para acompanhar a Operação “Poseidon 2021”, que visou à qualificação de militares da Marinha, Exército e Força Aérea para a operação de aeronaves a bordo de navios da Esquadra.
 
A operação, que ocorreu entre os dias 28 de agosto e 4 de setembro, a cerca de 50 km da costa do estado do Rio de Janeiro, integra o Plano de Trabalho das Atividades Conjuntas para 2021 do Ministério da Defesa e teve o propósito de incrementar a interoperabilidade entre as Forças Singulares, com foco no Movimento Navio para Terra Helitransportado. Além de aeronaves e mais de mil militares da Marinha, Exército e Força Aérea, o exercício contou com a participação da Fragata “Liberal”, que atuou como navio-escolta do NAM “Atlântico”.
 
Também embarcaram para acompanhar a operação, o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, General de Exército Laerte de Souza Santos; o Chefe de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa, Almirante de Esquadra Petronio Augusto Siqueira de Aguiar; e o Diretor-Geral do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), Rafael Pinto Costa.
 
 
Comandante da Marinha observa a movimentação intensa de aeronaves
no convés de voo do NAM “Atlântico”
 
O Comandante da Marinha abordou os ganhos em operatividade, advindos da Operação “Poseidon”. “Não há razão pela qual um navio com toda esta capacidade não possa receber aeronaves de outras Forças que, a partir de operações como esta, estarão prontas para atuar, tendo como base um aeródromo embarcado. Quando a gente se junta ao Exército e à Força Aérea, nossa capacidade aumenta”, destacou.
 
O Ministro da Defesa observou a importância da interoperabilidade entre as Forças. “Ninguém faz o combate sozinho, hoje em dia. Nossas Forças são muito profissionais, mas precisam ter a rotina de trabalhar integradas. E este é um passo importante nesse sentido. Essa necessidade é preponderante para um bom adestramento e preparo das Forças Armadas. Parabéns à Marinha do Brasil por esta iniciativa!” complementou.
 
 
Na sala de briefing do NAM “Atlântico”, Comandante da Marinha, Ministro da Defesa e comitiva acompanham apresentação realizada pelo Comandante de Operações Navais

 

 

Delegacia Fluvial de Furnas reforça fiscalização do tráfego aquaviário

10/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Militares da DelFurnas durante inspeções navais
na região sul de Minas Gerais
 
A Delegacia Fluvial de Furnas (DelFurnas) realizou, entre 3 e 7 de setembro, operação de fiscalização do tráfego aquaviário com o apoio da Polícia Militar Ambiental do Estado de Minas Gerais (PMAMG). Foram realizadas 360 abordagens, sendo lavradas 87 notificações e apreendidas 12 embarcações por descumprimento às normas da Autoridade Marítima.

As ações ocorreram nos polos de inspeção naval com maior concentração de embarcações da área de jurisdição, compreendendo o Lago de Furnas e as represas do Estreito, do Funil e do Peixoto, margeados pelos municípios de Alfenas, Boa Esperança, Capitólio, Fama, Guapé, São João Batista do Glória, São José da Barra, Cássia, Delfinópolis, na Represa de Peixoto, Ibiraci e Claraval, Ijaci, Lavras, Perdões e Ribeirão Vermelho.

Foram empregados 36 militares, 7 viaturas e 9 embarcações da DelFurnas e da PMAMG, atuando com o intuito de reforçar a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana e a prevenção à poluição hídrica.

 

 

Capitania dos Portos de São Paulo promove ampla ação de fiscalização em municípios do litoral sul de São Paulo

10/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Militares da Capitania durante inspeção naval
 
A Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) realizou, no final do mês de agosto, ações de Fiscalização do Tráfego Aquaviário (AFTA) nos municípios de Peruíbe e Itanhaém, que fazem parte da Região Metropolitana da Baixada Santista. Foram abordadas 36 embarcações, sendo verificados os equipamentos de salvatagem, a documentação das embarcações e dos proprietários e a utilização correta dos coletes salva-vidas. Além das orientações transmitidas, foram distribuídos panfletos aos navegantes, marinas e clubes náuticos destacando os cuidados relacionados ao descarte irregular de lixo no mar.
 
Na oportunidade, as equipes de inspeção naval reforçaram junto à comunidade náutica as precauções sobre os cuidados no enfrentamento à Covid-19 e os cumprimentos dos protocolos sanitários determinados pelas autoridades de saúde.

 

 

Operação “Poseidon 2021” é concluída

09/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
NAM “Atlântico” opera com várias aeronaves, inclusive
do EB e da FAB, e com a Fragata “Liberal”
 
Após cinco dias de intensas atividades aéreas a bordo do Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico” e da Fragata “Liberal”, a Operação “Poseidon 2021” chegou ao fim. Mais de mil militares participaram da missão, na qual ocorreram diversos exercícios conjuntos entre as Forças Singulares.
 
Na operação, pilotos da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro (EB) e da Força Aérea Brasileira (FAB) se qualificaram para pouso e decolagem a bordo de navio em movimento.
 
O aprimoramento da interoperabilidade foi alcançado por meio dos exercícios operativos, como Qualificação e Requalificação de Pouso e Decolagem a Bordo (QRPB); dobragem de pás, rolagem e hangaragem de aeronaves; tiro de metralhadoras das aeronaves sobre alvo à deriva; e evacuação aeromédica.
 
Nas primeiras operações aéreas realizadas pelas demais Forças Singulares a bordo dos navios da Marinha, em 2018, os exercícios concentraram-se em um nível básico e, com a experiência adquirida, já na “Poseidon 2021”, eles alcançaram um patamar mais avançado, com a realização de atividades de maior complexidade e importância tática.
 
É fundamental aprimorar essa integração, para que as três Forças estejam sempre prontas para atuar conjuntamente, incrementando assim as capacidades militares de defesa dos domínios aéreo, terrestre, fluvial e marítimo do território nacional, incluindo a Amazônia Azul.

Fragata “Independência” realiza exercícios na Nigéria durante Operação “Guinex-I”

09/09/2021
Fonte: Centro de Comunicação Social da Marinha
Equipes de abordagem da Marinha do Brasil e da Marinha da
Nigéria a bordo da Fragata “Independência”. Ao fundo, o NNS “Ekulu”
 
Na Operação “Guinex-I”, a Marinha do Brasil realizou exercícios combinados com a Marinha Nigeriana, em sua Zona Econômica Exclusiva (ZEE), no dia 4 de setembro. A Fragata “Independência” foi empregada em exercício de combate a ilícitos que a Nigéria tem realizado de forma intensiva em suas águas.
 
A região em questão, além de ser uma grande produtora de petróleo, é uma localização geográfica estratégica. Nas águas nigerianas, passa uma importante Linha de Comunicação Marítima da região do Golfo da Guiné, onde há registro de ataques piratas e outros ilícitos. Visando reduzir a ocorrência de tais ilegalidades em suas águas, a Marinha da Nigéria executa um projeto chamado Deep Blue (Azul Profundo), que consiste em um intenso patrulhamento ostensivo em áreas específicas com maior histórico de crimes.
 
Durante os exercícios, a Fragata “Independência” operou com os navios NNS “Prosperity”, NNS “Ekulu”, NNS “Osun”, DB “Lagos”, além de três lanchas de alta velocidade, em uma simulação de apoio ao Deep Blue. Foram gerados cenários de abordagem colaborativa e não colaborativa. O Destacamento de Mergulhadores de Combate foi utilizado para a situação de abordagem não colaborativa em um navio fictício, o qual serviria como base de criminosos que estavam operando na área.
 
Destacamento do Grupamento de Mergulhadores de Combate
simulando abordagem em navio da Marinha da Nigéria
 
 
Os exercícios foram importantes para desenvolver a confiança e a capacitação das Marinhas envolvidas, contribuindo para o incremento da segurança marítima naquela região e para o estreitamento dos laços de amizade entre os países mais populosos da África e da América Latina.