Nomar Online

Comando do 6º Distrito Naval promove Reunião “Cenários de Defesa 2040”

23/09/2019
 
Participantes da reunião regional Cenários de Defesa
 
O Comando do 6º Distrito Naval promoveu, em conjunto com a Escola Superior de Guerra (ESG), a reunião regional para elaboração e acompanhamento dos Cenários de Defesa 2040, nos dias 10 e 11 de setembro, no Hotel de Trânsito da Marinha em Ladário-MS.
 
Após a abertura do evento, conduzida pelo Comandante do 6º Distrito Naval, Contra-Almirante Carlos Eduardo Horta Arentz, o Coordenador do Centro de Assuntos Estratégicos da Escola Superior de Guerra (ESG), Capitão de Mar e Guerra (RM-1) Eduardo Hartz Oliveira, apresentou os objetivos da reunião e a metodologia dos trabalhos desenvolvidos.
 
Os participantes da reunião, composta por militares da Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira, representantes dos municípios de Ladário, Corumbá, e dos Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização, foram divididos em dois grupos. Cada grupo debateu ideias para identificar tendências, incertezas, atores e suas estratégias no cenário de defesa em 2040.
 
O objetivo da reunião é a coleta de dados e informações que servirão como insumos para a revisão quadrienal da Política e Estratégia Nacional de Defesa e seus documentos decorrentes.
 
Grupo de trabalho durante discussão

Navio-Tanque “Almirante Gastão Motta” realiza Transferência de Óleo no Mar

23/09/2019
 
Exercício operativo entre o G23 e a F43
 
No dia 18 de setembro, o Navio-Tanque (NT) “Almirante Gastão Motta” realizou faina de Transferência de Óleo no Mar (TOM) com a Fragata Liberal nas proximidades da cidade do Rio de Janeiro, ao sul da Ilha Rasa. O Navio Tanque tem como missão transportar e transferir óleo diesel a outras unidades navais em operação no mar, a fim de permitir o aumento das suas autonomias, contribuindo para o cumprimento de suas tarefas, fazendo a Esquadra aumentar sua capacidade de permanência no mar.
 
O Navio-Tanque “Almirante Gastão Motta” possui capacidade de transferir óleo por meio de três Estações de Transferência, sendo duas pelos bordos e uma pela popa. A TOM contribui para a manutenção do aprestamento do navio. O exercício realizado no mar junto com a Fragata “Liberal” permitiu manter o espírito marinheiro de sua tripulação, pois é no mar onde se forjam os marinheiros dos navios da Esquadra.
 
O Navio-Tanque “Almirante Gastão Motta” demonstra a prontidão para se fazer ao mar, e ressalta a importância dos trabalhos de TOM  como oportunidades de adestrar a sua tripulação para a eventual necessidade de uma missão real.
 
 
Navio-Tanque “Almirante Gastão Motta” com seu dispositivo passado
 para transferência de óleo

Centro de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica da Marinha do Brasil realiza o “Dia do Aperfeiçoamento”

23/09/2019
 
Abertura do “Dia do Aperfeiçoamento”
 
Foi realizado, no dia 16 de setembro, o “Dia do Aperfeiçoamento”, coordenado pelo Centro de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica da Marinha do Brasil (CDefNBQR-MB), no auditório do Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC). O evento foi presidido pelo Contra-Almirante (FN) Renato Rangel Ferreira.
 
O “Dia do Aperfeiçoamento” ocorre, desde 2015, visando ao aperfeiçoamento profissional dos militares especialistas, por meio de apresentações sobre conhecimentos adquiridos em cursos e conclaves relacionados à Área de Conhecimento de Defesa NBQR.
 
O evento em lide contou com um público de 16 alunos do Curso Especial de Defesa NBQR (C-Esp-DefNBQR), 28 alunos do Curso Especial Avançado de Defesa NBQR (C-Esp-Av-DefNBQR) e 25 especialistas de organizações militares diversas.
 
Na ocasião, foram ministradas as seguintes palestras:
 
- Tema 1: Universalização das Convenções Internacionais para a Supressão dos Atos de Terrorismo Nuclear e Proteção Física de Matéria Nuclear, tendo como palestrante o Capitão-Tenente (FN) Bruno Henrique Manfrim Cruz, do BtlEngFuzNav;
- Tema 2: Resposta a Ataques Químicos e Incidentes com Químicos Industriais Tóxicos. Palestrante, tendo como palestrante o Capitão-Tenente (FN) José Anderson Cezar Gomes, do CDefNBQR-MB;
- Tema 3: Condução de Amostragem e Análise em Ambiente Altamente Contaminado. Palestrante, tendo como palestrante o 1º Tenente (FN) Davi Gomes Tostes Freitas, do BtlDefNBQR-ARAMAR; e
 
- Tema 4: “National Training Course on Physical Protection Systems Fundamentals”, tendo como palestrante o 1° Tenente (FN) Renan Pereira Dantas, da CiaPolBtlNav.
 
 
Especialistas em Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica e participantes

Capitania dos Portos de São Paulo realiza palestra da Operação “Cisne Branco” na Praia Grande-SP

23/09/2019
 
Alunos durante recepção aos militares da Capitania dos Portos de São Paulo
 
A Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) realizou, dia 17 de setembro, uma palestra sobre a Operação “Cisne Branco” para 400 estudantes da Escola Municipal Cidade da Criança, na Praia Grande-SP.
 
Turmas dos Ensinos Fundamental e Médio, além dos professores e pais dos alunos participaram da preleção e conheceram um pouco sobre assuntos ligados ao Poder Naval, o conceito de “Amazônia Azul” e perspectivas de acesso à carreira naval. Ao final, os alunos elaboraram perguntas aos palestrantes e questões como o dia a dia da vida a bordo, a importância da Marinha para a América do Sul e a inserção das mulheres na carreira naval foram as mais abordadas.
 
Na Praia Grande, a Operação “Cisne Branco” é realizada em parceria com a Coordenadoria de Educação e o Programa Navega São Paulo, ambos da Secretaria de Educação do Município.
 
Militares da CPSP e alunos da Cidade da Criança na palestra da Operação Cisne Branco-2019
Militares da Capitania e alunos da escola durante
palestra da Operação “Cisne Branco”

Marinha do Brasil participa do World Cleanup Day

22/09/2019
A Marinha do Brasil participou das ações, ocorridas nos dias 20 e 21, em todo o País, em alusão ao World Cleanup Day (Dia Mundial da Limpeza).
 
No dia 20, a Força Naval esteve presente no Seminário “Combate ao Lixo no Mar”, realizado no Rio de Janeiro-RJ, que reuniu representantes do Ministério do Meio Ambiente (MMA), do Ministério Público Federal, da Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade do Rio de Janeiro (RJ), além de professores universitários e agentes de governos estaduais.
 
No evento, foi apresentado o Plano Nacional de Combate ao Lixo do Mar, elaborado pelo MMA, além de apresentações e painéis que versaram sobre fontes e gestão de resíduos sólidos poluentes e urbanização da zona costeira e o impacto no acúmulo de lixo nos oceanos. De acordo com Diretor-Geral de Navegação da Marinha, Almirante de Esquadra Marcelo Francisco Campos, o Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar está dividido em 30 ações, que visam melhorar a gestão de resíduos sólidos nos municípios, incentivar a implementação da coleta seletiva e combater o lixo no mar.
 
O Superintendente de Meio Ambiente da Diretoria de Portos e Costas da Marinha do Brasil, Contra-Almirante Rodolfo Saboia, destacou que ocasiões como essas proporcionam uma chance para que diversos setores possam se envolver com a questão ambiental e ajudar a traçar estratégias mais eficazes para o combate do descarte do lixo em terra e nos mares. "O Dia Mundial da Limpeza é uma oportunidade importante para mobilizar a todos, governantes e sociedade civil, na limpeza dos mares. É um dia para chamar a atenção para o problema que tem sido o crescimento do lixo em escala mundial. Mais de 80% do lixo que surge no mar têm origem em terra. Então, é importante ressaltar que a fonte dessa poluição nos mares não é exclusivamente de navios e plataformas, mas também, em enorme quantidade vinda de terra”, disse.
 
No sábado (21), a Marinha do Brasil uniu-se a milhares de voluntários espalhados pelo País para uma maratona de limpeza em celebração à data.
 
Evento reuniu representantes da Marinha, Ministério Público Federal e Ministério do Meio Ambiente, além de professores universitários e agentes de governos estaduais

 

Comando do 1º Distrito Naval participa de coleta de resíduos no Dia Mundial da Limpeza

22/09/2019
 
Marinha do Brasil participa da coleta de mais de uma tonelada de resíduos sólidos em Copacabana, Rio de Janeiro-RJ
 
No dia 21 de setembro, Dia Mundial da Limpeza, o Comando do 1º Distrito Naval (Com1ºDN), sob a coordenação da Diretoria-Geral de Navegação (DGN), atuou com a Diretoria-Geral de Pessoal da Marinha (DGPM) e a Diretoria de Portos e Costas (DPC), em ação realizada junto ao Instituto Aqualung, em Copacabana, Rio de Janeiro-RJ, para distribuir sacolas biodegradáveis e coletar lixo nas areias da Praia. No total, foram recolhidas mais de uma tonelada de resíduos.
 
As Organizações Militares subordinadas ao Com1ºDN também realizaram ações em suas áreas de jurisdição. A Capitania dos Portos do Rio de Janeiro promoveu a retirada de 20 quilos de resíduos sólidos da Praia Vermelha e da Urca.
 
Na região da Costa Verde, a Delegacia da Capitania dos Portos em Angra dos Reis-RJ promoveu, na Praia Grande, um dos principais pontos turísticos da região, ações de limpeza e recolheu aproximadamente 30 quilos de lixo. Já militares e embarcações da Agência da Capitania dos Portos em Paraty se juntaram a órgãos municipais e estaduais de meio ambiente e recolheram 12 quilos de resíduos sólidos da Praia da Lula.
 
Ainda na Costa Verde, militares e embarcações da Delegacia da Capitania dos Portos em Itacuruçá promoveram, na Praia de Itacuruçá e no mar, em pontos distintos da Baía de Sepetiba, ações de limpeza e também de conscientização de banhistas, condutores e passageiros sobre o descarte correto de lixo. No total, foram coletados 400 quilos de resíduos.
 
Na região dos Lagos, a Delegacia da Capitania dos Portos em Cabo Frio se juntou à Secretaria de Meio Ambiente da prefeitura de Cabo Frio para a retirada de cinco quilos de lixo da Praia do Forte e também para a limpeza do fundo do mar nas proximidades do Forte São Matheus. Já a Delegacia da Capitania dos Portos em Macaé - que será elevada à categoria de Capitania de 2ª classe no dia 25 de setembro, sendo partir de então denominada Capitania dos Portos de Macaé – atuou em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente da prefeitura de Macaé no “3º Macaé Water Challenge” na coleta de resíduos na Praia do Pecado e na Lagoa de Imboassica, e com o 115º Grupo Escoteiro do Mar “MACAHÉ” em um mutirão de limpeza na Praia da Barra. As ações resultaram na retirada de aproximadamente 100 quilos de lixo desses locais.
 
No Norte Fluminense, militares e embarcações da Agência da Capitania dos Portos em São João Barra atuaram em conjunto com órgãos de meio ambiente nos municípios de São João da Barra, São Francisco, Campos e São Fidélis e realizaram ações de conscientização ambiental e a coleta de duas toneladas de lixo.
 
No estado do Espírito Santo, as ações de limpeza aconteceram em Vitória e Vila Velha. A Capitania dos Portos do Espírito Santo atuou conjuntamente com o Iate Clube do Espírito Santo e os voluntários do Projeto Pegada nas principais praias de Vitória (ES), recolhendo 200 quilos de lixo e orientando banhistas sobre os cuidados com os resíduos sólidos descartados nas Praias do Sagrado, do Canto e Curva da Jurema, em Vitória. Já em Vila Velha, a Escola de Aprendizes Marinheiro se juntou à Secretaria de Meio Ambiente e de Serviços Urbanos da prefeitura de Vila Velha e promoveu, na Praia da Barra do Jucu e na Lagoa Grande de Ponta da Fruta, a coleta de 350 quilos de resíduos sólidos.
 
Em Belo Horizonte-MG, a Capitania Fluvial de Minas Gerais realizou a retirada de aproximadamente 30 quilos de resíduos sólidos da Lagoa da Pampulha, um dos principais pontos turísticos da Capital mineira.
 
Militares da Delegacia da Capitania dos Portos em Macaé em ação conjunta com o 115º Grupo Escoteiro do Mar “MACAHÈ” na coleta de resíduos da praia da Barra

 

Militares do 2º Distrito Naval participam do Dia Mundial da Limpeza

22/09/2019
 
Militares realizam triagem de lixo na praia do Farol da Barra,
em Salvador-BA

No dia 21 de setembro, cerca de cem militares do Comando do 2º Distrito Naval e Organizações Subordinadas participaram de ações sociais de limpeza em praias de Salvador-BA e de Aracaju-SE, evento comemorativo ao Dia Mundial da Limpeza (World Cleanup Day), programa global destinado a combater o problema de resíduos sólidos, incluindo os detritos marinhos, visando contribuir para as ações de conscientização ambiental previstas no Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar.
 
Na capital baiana, os militares atuaram em dois pontos de coleta. Na praia de São Tomé de Paripe, a Marinha empregou duas embarcações e 40 militares, divididos em duas equipes (aquática e terrestre), em uma ação que contou ainda com a participação dos Escoteiros do Mar e da Organização Não Governamental (ONG) “Rede Viva Mar Vivo”. No Farol da Barra, cartão postal de Salvador, os militares participaram da retirada de resíduos na face da praia, e em ação que teve a parceria com a ONG “Greenpeace” e com o projeto Fundo da Folia.
 
Em Aracaju, a Marinha empregou uma lancha e 30 militares na limpeza da Orla Pôr do Sol, divididos em duas equipes (aquática e terrestre) que se somaram a voluntários da Soamar-SE, Escoteiros do Mar, praticantes Stand up Paddle, marinas e empresas de navegação da área.
 
A Marinha apoiou ainda as ações na Ilha de Santa Bárbara, por meio da guarnição do Rádio Farol Abrolhos, e em Petrolina, com embarcação e militares da Agência Fluvial de Juazeiro.
 
No total, foi arrecadada aproximadamente uma tonelada de lixo.
 
Militares se uniram a voluntários na coleta de resíduos sólidos na Orla Pôr do Sol, em Aracaju-SE

Comando do 3º Distrito Naval participa do Dia Mundial da Limpeza em cinco estados do Nordeste

22/09/2019
 
Comando do 3º Distrito Naval e Organizações Militares Subordinadas empregaram militares e meios no Rio Grande do Norte, Pernambuco, Ceará, Alagoas e Paraíba
 
O Comando do 3º Distrito Naval (Com3ºDN) e as Organizações Militares (OM) dos cinco estados de sua área de jurisdição participaram, no dia 21 de setembro, de uma maratona de limpeza em celebração ao World Cleanup Day (Dia Mundial da Limpeza). A data simboliza a necessidade de conscientização da sociedade para o problema do descarte inadequado de resíduos sólidos urbanos, incluindo detritos marinhos.
 
Durante o evento, o Com3ºDN e as OM subordinadas empregaram militares e meios nas cidades de Natal e Areia Branca, no Rio Grande do Norte; Olinda, em Pernambuco; Fortaleza, Camocim e Aracati, no Ceará; Maceió, em Alagoas; e João Pessoa e Cabedelo, na Paraíba. As ações de limpeza contaram, ainda, com a presença de alunos do Programa Segundo Tempo – Forças no Esporte (Profesp) e de integrantes de grupos de escoteiros do mar, bem como apoio de outros órgãos públicos e comunidades marítimas locais.
 
A pequena Ana Júlia, de 7 anos, aluna do Profesp – Núcleo da Capitania dos Portos do Ceará, foi uma das participantes da ação da Marinha do Brasil em Fortaleza-CE, onde aprendeu sobre a preservação do meio ambiente. “Eu gostei muito. Vim aqui hoje para limpar as praias com a Marinha. Não podemos deixar elas sujas”.
 
Na Paraíba, o Coordenador Regional da Modalidade do Mar no estado, Nerivaldo Costa, comentou sobre a importância do evento. “Viemos com os Grupos de Escoteiros do Mar “Tenente Lucena” e “Galé”, junto com a Marinha, para realizar esse importante trabalho e conscientizar as pessoas para manterem as praias limpas, de forma a conservar a nossa fauna e flora marítima”.
 
Nos cinco estados foram recolhidas aproximadamente cinco toneladas de lixo nas ações da Marinha do Brasil, em praias, áreas de manguezal, mares e rios. Além da maratona de limpeza, foram realizadas exposições e palestras voltadas para a conscientização da sociedade quanto aos impactos do lixo marinho no meio ambiente.
 
O “Dia Mundial da Limpeza” teve início em 2008, na Estônia, quando 50 mil pessoas se uniram para limpar todo o país, em apenas cinco horas. Este ano, 18 milhões de voluntários, de 157 países, unem-se nesse movimento considerado o maior da história no que tange à coleta de lixo.
 
Ações de limpeza tiveram a contribuição de alunos do Profesp e escoteiros do mar

 

Comando do 4º Distrito Naval realiza ação ambiental pelo Dia Mundial da Limpeza

22/09/2019
Militares do Comando do 4º Distrito Naval juntos no Dia Mundial da Limpeza na Praia do Amor em Belém-PA
 
A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN) e suas OM subordinadas, realizaram, no dia 21 de setembro, uma ação ambiental de limpeza e conscientização da importância da preservação do meio ambiente, em comemoração ao Dia Mundial da Limpeza.
 
Em Belém-PA, mais de cem militares se reuniram nas Orlas das Praias do Amor e Praia Grande, no Outeiro, para realizarem limpeza nas praças, praias e ruas do distrito. Ainda no contexto do evento, a Fundação Centro de Referência em Educação Ambiental Escola Bosque Prof. Eldorfe Moreira doou ao Com4ºDN, 50 mudas de árvores que foram distribuídas pelos militares aos moradores.
 
As Capitanias dos Portos da Amazônia Oriental, Amapá, Maranhão, Piauí, Capitania Fluvial de Santarém e Agências de Imperatriz e Oiapoque também concentraram seus militares nas praias e comunidades em suas áreas de atuação para realização de limpeza. A ação contou com a participação dos alunos do Programa Forças no Esporte (Profesp) e professores; Grupo de Escoteiros do Mar (GEMAR) e militares.
 
No Piauí, a Marinha do Brasil contou com apoio de algumas empresas e instituições que foram fundamentais para realização das atividades, entre elas a Sociedade Amigos da Marinha (Soamar) Piauí que doou material de coleta de lixo e equipamento de proteção de uso individual e da Prefeitura de Luis Correia-PI, com doação de lanches e recolhimento do lixo.
 
A Secretária de Desenvolvimento Social de Luis Correia-PI, Ana Cecília, expressou sua satisfação em apoiar esta causa. “Quando fomos convidados para participar desta ação, fiquei muito feliz, pois é raro vermos ação desse tipo na nossa cidade. Por isso, sempre que a Marinha do Brasil nos convidar para esta ação, podem contar conosco.” enfatizou.
Em Santarém-PA, a Capitania Fluvial recolheu mais de 40 quilos na Vila Balneária de Alter do Chão e na Praia do Arariá, os militares realizaram palestras de conscientização sobre a importância de manter as praias limpas.
 
Já no Oiapoque, o mutirão de limpeza foi realizado em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente na Orla Central do município, onde um dos objetivos principais era a conscientização sobre o problema dos resíduos sólidos, incluindo os detritos marinhos.
 
No Amapá, os militares da Capitania dos Portos realizaram ação conjunta com os moradores de Santana, com limpeza e retirada de lixo. Para finalizar a manhã de limpeza, os militares da CPAP encerraram o evento com a realização do plantio de uma muda frutífera na comunidade do Ambrósio.
 
A Agência de Imperatriz, no Maranhão, só na parte da manhã, recolheu mais de 14 sacos de lixo na localidade do Porto da Balsa. Os militares também realizaram, no dia 20 de setembro, palestras sobre coleta seletiva de lixo na Escola de Educação Infantil Juracy Athayde Conceição, em busca da conscientização para os alunos dos dois turnos da escola.
 
No final da manhã, foram recolhidos cerca de 500 quilos de lixo, entre eles, sacos plásticos, garrafas pets, canudos plásticos, cordas de nylon, tampas de garrafas, entre outros. As equipes atuaram também na conscientização dos banhistas e empresários com distribuição de panfletos educativos. Os eventos do Dia Mundial da Limpeza, na área do 4º Distrito Naval, propiciaram uma oportunidade de integração da Marinha com a comunidade na busca de melhorias relacionadas a preservação do Meio Ambiente.
 
Militares do Comando do 4º Distrito Naval com as mudas de árvores doadas pela FUNBOQUE

 

Comando do 5º Distrito Naval participa do “Dia Mundial da Limpeza” no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina

22/09/2019
 
Militares do Comando do 5º Distrito Naval contribuem com a coleta de lixo na Praia do Cassino-RS
 
O Comando do 5º Distrito Naval e suas Organizações Militares (OM) subordinadas participaram, no dia 21 de setembro, do “World Cleanup Day” (Dia mundial da limpeza) em sete cidades de sua área de jurisdição. A ação contou com a presença de 214 militares e recolheu 19,3 toneladas de lixo em praias e nas margens dos rios.
 
Em Rio Grande-RS, a ação foi realizada em parceria com o Núcleo de Educação e Monitoramento Ambiental e contou com a presença de representantes do Ministério do Meio Ambiente. Participaram cem militares das OM da cidade, voluntários e membros da Secretaria Especial do Cassino.
 
Já em Porto Alegre-RS, as ações foram realizadas em conjunto com Grupo de Escoteiros do Mar (GEMAR) "Passo da Pátria" e Clube Náutico "Jangadeiros". Em Uruguaiana-RS, às margens do Rio Uruguai, a atividade foi em conjunto com a Brigada Ambiental. Na cidade de Tramandaí-RS, a Marinha participou da "Maratona Ambiental" - evento de retirada do lixo concentrado nas orlas de cinco balneários do município.
 
No estado de Santa Catarina, a limpeza foi realizada na faixa de areia da Beira-Mar Continental, em Florianópolis.  Já na Comunidade de Praia da Ponte do Imaruim, em Palhoça-SC, a ação contou com a atuação de 80 militares que coletaram com a participação de voluntários a marca de 15 toneladas de lixo. Em São Francisco do Sul-SC, o evento contou com a parceria da Prefeitura, por meio da Secretaria do Meio Ambiente. Já em Laguna-SC, a limpeza teve a participação da Fundação Lagunense do Meio Ambiente.
 
Militares da Capitania dos Portos de Santa Catarina e a comunidade de Praia da Ponte do Imaruim unidos no Dia Mundial da Limpeza em Palhoça-SC

 

Comando do 6º Distrito Naval e Capitania Fluvial de Mato Grosso participam de ação alusiva ao Dia Mundial da Limpeza

22/09/2019
 
Militares após coleta de cerca de duas toneladas de lixo
 
Em comemoração ao Dia Mundial da Limpeza, a Capitania Fluvial de Mato Grosso (CFMT), Organização Militar subordinada ao Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN), promoveu, na manhã do dia 21 de setembro, ação de limpeza e coleta de lixo no Rio Cuiabá, Baía de Chacororé e Siá Mariana, em Barão de Melgaço-MT.
 
Foram recolhidas aproximadamente duas toneladas de materiais descartados de maneira irregular na região.
 
As ações alusivas ao Dia Mundial da Limpeza continuam nos dias 23 e 28 de setembro. Em Ladário-MS, na manhã do dia 23 de setembro, o Com6ºDN, em parceria com a Fundação de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Ladário, irá realizar ação de limpeza e coleta de lixo às margens do Rio Paraguai, na região da orla do Porto de Ladário. No dia 28, a Capitania Fluvial de Mato Grosso realizará o recolhimento de lixo no município de Barra dos Garças-MT.
 
Limpeza no Rio Cuiabá

 

Comando do 7º Distrito Naval promove 1ª Regata Ecológica no Lago Paranoá

22/09/2019
 
Militares se mobilizam para coleta de lixo no Lago Paranoá-DF
 
No dia 21 de setembro, o Comando do 7º Distrito Naval (Com7ºDN) realizou a 1ª Regata Ecológica Naval, mobilizando militares da Marinha, integrantes da comunidade náutica e Órgãos Públicos do Distrito Federal (DF) para a limpeza do Lago Paranoá e suas margens. O evento fez parte da celebração do Dia Mundial da Limpeza 2019 (World Cleanup Day), e teve o propósito de conscientizar a sociedade brasiliense sobre a importância de não descartar resíduos sólidos e efluentes líquidos, sem o devido tratamento, no lago e seu entorno.
 
Cerca de 25 embarcações, oficiais e de esporte e/ou recreio, se concentraram nas imediações do Clube Naval de Brasília para a largada da Regata, de onde se dirigiram para diversas áreas ao longo do lago. Ao término da coleta de lixo, partiram em direção ao Clube Almirante Alexandrino (CAALEX) para a pesagem do que foi recolhido. Os participantes com as maiores cargas foram premiados.
 
Na categoria “Embarcações Motorizadas”, “Nosso Quintal”, do senhor Daniel, conquistou a primeira colocação; “Saint Morrí”, do senhor Antônio Carlos Martins, presidente da Soamar-DF, a segunda; e “Révus”, do comandante Bastos, a terceira. Na categoria “Embarcações Não Motorizadas”, foram contempladas a equipe do Programa Forças no Esporte do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília, conduzindo um Escaler a Remo, em primeiro lugar; o “Comandante Ponce”, em um caiaque, em segundo; e o Veleiro “Aquarius”, em terceiro.
 
 
Na categoria Órgão Público, modalidade “Embarcação Motorizada”, a equipe do Grêmio Naval do Colégio Militar de Brasília, conquistou a primeira colocação; a equipe da Agência Reguladora de águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (ADASA), a segunda; e o Clube Naval de Brasília, a terceira. Simultaneamente à regata, o Com7ºDN organizou a coleta de lixo da orla das praias do lago, com a participação de 120 militares/civis. Nessa categoria, o Hospital Naval de Brasília, ficou em primeiro lugar; o Comando do 7º Distrito Naval, em segundo; e a Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar, em terceiro. A equipe da Diretoria de Pessoal Civil da Marinha apresentou o lixo mais inusitado, um micro-ondas, e também foi premiada. No total, quase duas toneladas de lixo foram arrecadadas durante o evento realizado na Capital Federal.
 
A cerimônia de premiação ocorreu no CAALEX e contou com a presença do Comandante do 7º Distrito Naval, do presidente da ADASA, do Diretor Científico da empresa Oceana, do presidente da Federação Náutica de Brasília, dos comandantes das Organizações Militares subordinadas, bem como Grupo de Escoteiros do Mar.
 
A Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins também está promovendo, no dia de hoje, ações de conscientização ambiental no “Mutirão Ecológico” que está sendo realizado nas praias da Graciosa, do Cajú, do Luzimangue e do Prata, em Palmas-TO, com a participação de órgãos ambientais, comunidade náutica e grupos de escoteiros.
 
Participantes 1ª Regata Ecológica Naval, no Clube Naval de Brasília

 

Comando do 8º Distrito Naval participa do Dia Mundial da Limpeza nos estados de São Paulo e Paraná

22/09/2019
 
Em Santos-SP, Marinha do Brasil, órgãos ambientes e voluntários juntos no
Dia da Limpeza
 
O Comando do 8º Distrito Naval (Com8ºDN) se uniu, nos dias 20 e 21 de setembro, a diversas outras entidades para uma maratona de limpeza nos mares e rios dos estados de São Paulo e Paraná, visando a conscientização da sociedade para a prevenção da poluição na celebração do Dia Mundial da Limpeza ”World Cleanup Day”.
 
As Capitanias e Delegacias subordinadas ao Com8ºDN realizaram atividades em suas respectivas áreas de jurisdição, como coleta de lixo nas praias com a participação de escoteiros do mar, comunidade pesqueira, voluntários e órgãos ambientais. 
 
Além da limpeza nas praias, o Distrito atuou com suas embarcações para recolher resíduos sólidos das águas e conscientizar a sociedade de um mundo mais limpo. Em Guaratuba-PR, a Marinha realizou uma palestra para os pescadores sobre a preservação do meio ambiente marinho e o combate à poluição marinha.
 
Em Santos-SP, o Comandante do 8º Distrito Naval, Vice-Almirante Claudio Henrique Mello de Almeida, acompanhado do Capitão dos Portos, participou dos eventos na praia do Gonzaga e no canal de acesso ao porto. O Navio Patrulha (NPa) “Gurupi” realizou ação de presença em frente à orla santista, para apoiar a conscientização ambiental de manter mares limpos.
 
Na capital paulista, a Marinha esteve presente nos Parques do Ibirapuera e Villa Lobos, distribuindo material de divulgação para orientar o público sobre os impactos do acúmulo de lixo no mar.
 
Equipe da Capitania dos Portos do Paraná e integrantes do Grupo Escoteiros “Ilha do Mel” realizam coleta do lixo as margens do Rio Itiberê, Centro Histórico de Paranaguá-PR

 

Comando do 9º Distrito Naval realiza coleta de lixo e ações de conscientização ambiental alusivas ao Dia Mundial da Limpeza nos Rios

22/09/2019
Ação de conscientização por meio da entrega de panfletos aos banhistas
 na Praia da Ponta Negra, em Manaus-AM
 
Com o intuito de promover ações de conscientização ambiental alusivas ao Dia Mundial da Limpeza (World Cleanup Day), comemorado no dia 21 de setembro, a Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN), realizou a coleta de aproximadamente duas toneladas de lixo nas áreas localizadas na orla do Rio Negro e proximidades. A data simboliza a necessidade de conscientização da sociedade para o problema do descarte irregular de resíduos sólidos urbanos.
 
O “Dia Mundial da Limpeza” teve início em 2008, na Estônia, quando 50 mil pessoas se uniram para limpar todo o país, em apenas cinco horas. Este ano, 18 milhões de voluntários, de 157 países, unem-se nesse movimento considerado o maior da história no que tange à coleta de lixo. E a Marinha do Brasil está participando com a limpeza em praias, rios e lagos em todo o Brasil.
 
Em Manaus-AM, militares das organizações subordinadas ao Com9ºDN realizaram as coletas nas orlas do Complexo Naval da Ilha de São Vicente, do Complexo da Estação Naval do Rio Negro e nas redondezas do 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas. Foi realizada, também, uma ação de conscientização aos banhistas na Praia da Ponta Negra, Zona Oeste da cidade.
 
No dia 19 de setembro, foi realizado uma atividade lúdica com os alunos da Escola Estadual Almirante Ernesto Mello Baptista, localizada na Vila Buriti, Distrito Industrial, com o grupo “Garis da Alegria”, da Secretaria Municipal de Limpeza Pública. A atividade contou, ainda, com a presença de jovens dos Escoteiros do Mar.
      
Atividade lúdica com os alunos da Escola Estadual Almirante Ernesto Mello Baptista e dos Escoteiros do Mar com o grupo “Garis da Alegria”, da Secretaria Municipal de Limpeza Pública

 

Marinha do Brasil assina acordo de cooperação com Comitê Paralímpico Brasileiro

19/09/2019
 
Acordo de cooperação visa a transformar o CEFAN em centro de referência em treinamento paralímpico
 
Transformar o Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN) em referência no treinamento paralímpico é uma das metas estabelecidas no acordo de cooperação entre a Marinha do Brasil (MB) e o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), firmado no dia 17 de setembro, na sede da organização militar, situada na Avenida Brasil, no Rio de Janeiro-RJ.
 
A parceria tem como principais objetivos detectar e desenvolver novos talentos esportivos para o alto rendimento; habilitar e capacitar treinadores paralímpicos; realizar nas instalações do CEFAN as modalidades paralímpicas de natação, tiro esportivo, atletismo e halterofilismo, sendo que essas duas últimas já vêm sendo desenvolvidas com o auxílio da Associação Vencedores Adaptados.
 
O Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra (FN) Alexandre José Barreto de Mattos, reforçou a capacidade do CEFAN para oferecer a estrutura e o apoio necessários ao desenvolvimento de novos talentos. “O CEFAN já vem se preparando e visualizando a possibilidade de ampliação dessa parceria, que agora tem como foco capacitar atletas de alto rendimento. As áreas militares são de propriedade da sociedade e, portanto, devem ser exploradas de forma a oferecer um retorno positivo a essa sociedade. Esse compromisso assumido representa uma forma muito nobre de aproveitarmos este espaço desportivo em sua plenitude”, destacou.
 
Também esteve presente ao evento o Vice-Presidente do CPB, professor Ivaldo Brandão Vieira, que se disse bastante otimista com os potenciais frutos deste convênio. “O CPB está eufórico com esta parceria, pois a Marinha do Brasil representa muito bem nossos pilares de formação, desenvolvimento e alto rendimento. Portanto, tenho convicção de que colheremos bons resultados no futuro”.
 
O desempenho que os atletas paralímpicos vêm obtendo no cenário desportivo nacional e internacional pôde ser confirmado recentemente nos VI Jogos Parapan-americanos em Lima, no Peru, quando os atletas brasileiros conquistaram 308 medalhas, sendo 124 ouros.
 
Uma das medalhistas, recordista no para-panamericano, foi a atleta Tayane Medeiros, que competiu na modalidade de halterofilismo, categoria até 86 quilos. Ela recebeu aplausos do público ao contar um pouco de sua história de vida. “Nasci com má formação congênita e comecei a andar aos cinco anos de idade, após passar por duas cirurgias. Eu não gostava de esportes, nunca pratiquei esporte nenhum, mas ao experimentar pela primeira vez o halterofilismo me apaixonei. Isso tem dois anos, anos esses que mudaram a minha vida. Hoje, acredito mais em mim e as pessoas me olham diferente. Com a estrutura que o CEFAN me oferece, pude alavancar mais resultados e conquistei quatro títulos internacionais e 10 nacionais”, disse ela, que vem se preparando para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.
 
Autoridades civis e militares prestigiaram o evento, que também contou com a presença de cerca de cem jovens integrantes do Programa Forças no Esporte (Profesp) e de 58 atletas paralímpicos, entre eles o ex-atleta e medalhista dos Jogos Olímpicos de Pequim, Claudemir dos Santos, que hoje atua como coordenador do centro de referência no CEFAN.
 
A atleta Tayane Medeiros ressaltou o quanto o CEFAN vem contribuindo
para potencializar seus resultados

Navio Hidrográfico “Sirius” é aberto para Visitação Pública em Cabedelo-PB

19/09/2019
 
Comandante do “Sirius” com a pequena Eva, de apenas 50 dias, acompanhada de seus pais e avós
 
Na fase final da Comissão Levantamento Hidrográfico da Barra Norte do Rio Amazonas, a 60 milhas da região litorânea do estado do Amapá, iniciada em 25 de junho, o Navio Hidrográfico (NHi)  “Sirius” esteve em Cabedelo-PB no período de 12 a 17 de setembro. O navio foi aberto à visitação pública, nos dias 14 e 15 de setembro, quando recebeu 1.393 visitantes que conheceram a história do navio e suas principais efemérides na Hidrografia brasileira.
 
Durante os dias de visitação, os paraibanos relataram estar emocionados e manifestaram satisfação em conhecer um navio da Marinha.  Entre os visitantes, destaca-se a pequena Eva, de apenas 50 dias, que visitou o “Sirius” com seus pais e avós.
 
No dia 17 de setembro o “Sirius” suspendeu do porto de Cabedelo-PB e tem previsão de chegada em seu porto sede em 28 de setembro, quando concluirá cerca de 130 comissões hidrográficas, no Brasil e no exterior, contribuindo assim para a segurança da navegação da Amazônia Azul.
 
Militares do “Sirius” com visitantes

Atuação do Núcleo de Implantação do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte é reforçada com recebimento de terceira aeronave

19/09/2019
 
Comandante do 4º Distrito Naval com a tripulação do Núcleo de Implantação do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte
 
O Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN) recebeu, no dia 17 de setembro, a terceira Aeronave que vai compor o futuro 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte (1ºEsqdHU-41), a ser ativado  pela Marinha, em Belém-PA, no dia 25 de outubro de 2019. A cerimônia foi realizada na Ala 9 e contou com a presença do Comandante do 4º Distrito Naval e do Comandante da Ala 9, Brigadeiro do Ar Ricardo José Freire de Campos.
 
A primeira aeronave foi recebida no dia 1º de maio deste ano. A segunda, no dia 17 de julho de 2019. A ativação do Núcleo de Implantação do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte (NI-EsqdHU-41) foi realizada no dia 28 de junho.
 
O NI-EsqdHU-41 é o elemento subordinado diretamente ao Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN), o qual será responsável pela criação e implementação de normas e procedimentos operativos e logísticos necessários à criação do EsqdHU-41.
 
As aeronaves têm sido empregadas em ações de salvamentos, resgates, inspeções navais, em apoio à Capitania dos Portos, aos Navios do Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte e ao 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas, em qualificações e adestramentos, entre outros.
 
O Comandante do 4º Distrito Naval ressaltou que o recebimento da terceira aeronave trará maior capacidade de execução de missões e operações aéreas na jurisdição do 4º Distrito Naval. “Esse incremento de capacidade tem como um dos propósitos o atendimento a nossa sociedade, seja no segmento relacionado à atividade fim, seja nas inúmeras atribuições subsidiárias”, disse.
 
O evento foi prestigiado por militares da Marinha e da Aeronáutica

Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília realiza evento “Um dia de Fuzileiro Naval e Marinheiro para pessoas com deficiência”

19/09/2019
 
Banda do Centro de Ensino Especial 01 de Taguatinga se apresenta no Grupamento
 
O Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília (GptFNB) realizou, nas suas dependências, o evento “Um dia de Fuzileiro Naval e Marinheiro para pessoas com deficiência”, em 14 de setembro. Durante a manhã, o público conferiu as principais atividades desempenhadas pelos Fuzileiros Navais e Marinheiros do Planalto Central, se divertiram com brinquedos, oficinas de recreação e saborearam os lanches oferecidos.
 
Na ocasião, as pessoas com deficiência e seus familiares passearam pela Organização Militar em viaturas do Corpo de Fuzileiros Navais e também navegaram em lanchas da Capitania Fluvial de Brasília, no Lago Paranoá. Tiveram ainda a oportunidade de realizar oficinas de pintura de rosto e camuflagem, bem como apreciar a apresentação dos cães da Companhia de Polícia (CiaPol), do pelotão de motociclistas, da Banda de Música do GptFNB, do CoralMar e do Coral do Programa Forças no Esporte. No final, a Banda de Música de alunos especiais do Centro de Ensino Especial 01 de Taguatinga se uniu aos corais e à banda do GptFNB, executando a canção Cisne Branco e emocionando o público presente.
 
Estiveram presentes o Comandante do 7º Distrito Naval, o Diretor do Departamento de Políticas Temáticas dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, o Diretor Regional do SESC, além de autoridades representativas do Governo Federal e Distrital, Instituições de Ensino Especial da região e o grupo Escoteiro Guardiões-Mirim, de Águas Lindas de Goiás.
 
O evento foi apoiado por diversas instituições do Governo do Distrito Federal e empresas voluntárias, entre elas: SESC, Caesb, Produsom e Planeta Veículos.
 
Crianças se divertem com os cães da Companhia de Polícia do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília

Capitania dos Portos de São Paulo promove o 6º Workshop do Programa do Ensino Profissional Marítimo

19/09/2019

 

Capitão dos Portos de São Paulo, Capitão de Mar e Guerra Daniel Menezes)

discursa na abertura do Workshop

 

A Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), em parceria com o Órgão Gestor de Mão de Obra do Trabalho Portuário do Porto de Santos (OGMO-Santos), e o apoio da Universidade Santa Cecília (Unisanta) promoveram, no dia 17 de setembro, o 6º Workshop do Programa do Ensino Profissional Marítimo.

 

A iniciativa, com foco na qualificação dos trabalhadores portuários da região, recebeu, também, o apoio do Centro de Excelência Portuária de Santos e do Centro de Treinamento de Santos. O objetivo do encontro foi coletar subsídios para a elaboração do PREPOM-2020 e o envio desse material para aprovação da Diretoria de Portos e Costas (DPC) e propor, caso necessário, alterações nas grades curriculares dos cursos do Sistema do Ensino Profissional Marítimo (SEPM).

 

O público-alvo do workshop foram os representantes dos Operadores e Trabalhadores Portuários, representados pelos sindicatos patronais e laborais e as instituições envolvidas nos processos de capacitação dos trabalhos portuários.

 

Além do Capitão dos Portos de São Paulo, Capitão de Mar e Guerra Daniel Américo Rosa Menezes, participaram da abertura do evento a representante da Reitoria da Unisanta, Profª. Dra. Cristina Matos; o Diretor Executivo do OGMO-Santos, Evandro Schmidt Pause, e representantes dos sindicatos patronais e laborais do Porto de Santos, além do Encarregado do Ensino Profissional Marítimo da CPSP, Capitão de Corveta Flaviano de Oliveira Carvalho.

Equipe da Capitania dos Portos de São Paulo durante credenciamento

 dos participantes do Workshop

Curso de Aperfeiçoamento Avançado de Oficiais do Corpo de Fuzileiros Navais realiza Exercício no Terreno na região de Macaé-RJ

18/09/2019
 
Instrutor do curso conduz exercício de Posto de Observação
 
O Curso de Aperfeiçoamento Avançado de Oficiais do Corpo de Fuzileiros Navais (C-ApA-CFN), do Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC), realizou Exercício no Terreno, na região de Macaé-RJ, no período de 21 a 31 de agosto. O Exercício faz parte da grade curricular do curso e compreende a abordagem tática do terreno a partir de Postos de Observação pré-selecionados, que permitem ao Oficial-Aluno consolidar os conhecimentos desenvolvidos em sala de aula durante a condução dos Temas-Base de Assalto e Incursão Anfíbia.
 
O estudo tático do terreno a partir de Postos de Observação tem sido uma estratégia de ensino bem sucedida e que, ao longo de anos, consolidou-se como uma das marcas do curso. A perspectiva do campo de batalha, em complemento à carta topográfica permite a retificação ou a ratificação dos planos e contribui para o processo decisório na medida em que o Exercício se aproxima da realidade apresentada pelo terreno estudado.
 
Durante o Exercício, destacou-se a presença do Comandante do Pessoal de Fuzileiros Navais, Vice-Almirante (FN) Loureiro, evidenciando a importância do curso para a qualificação dos Oficiais Fuzileiros Navais no exercício operativo de cargos e funções em Estados-Maiores de Unidade (nível Batalhão) e Grupamentos Operativos de Fuzileiros Navais até o nível Unidade Anfíbia, com ênfase no caráter anfíbio das Forças de Fuzileiros Navais.
 

Agência Fluvial de Imperatriz realiza cerimonial à Bandeira com presença de estudantes

18/09/2019
 
Militares da Agência Fluvial de Imperatriz e estudantes da Escola de Educação Infantil Juracy Athayde Conceição
 
A Agência Fluvial de Imperatriz (AgImperatriz) realizou, no dia 13 de setembro, o cerimonial à Bandeira narrado com a presença de alunos e professores da Escola de Educação Infantil Juracy Athayde Conceição. A cerimônia militar faz parte das ações do projeto “Pátria Amada Brasil”, que divulga a Marinha e o culto às tradições, honras e sinais de respeito em uso na Força.
 
O evento também enfatizou a importância da conscientização ambiental. Na ocasião, a empresa Suzano Papel e Celulose doou 430 livros e revistas destinados ao público infantil da escola, a fim de estimular a leituras pelos futuros cidadãos.
 
O evento foi presidido pelo Agente Fluvial de Imperatriz e contou com a participação do Diretor de Relações e Gestão Legal da Suzano Celulose e Papel, Mauro Rangel; da Gestora da Escola, Sandra Maria Marinho Farias; de militares da AgImperatriz; de alunos e professores.
 
“Nos sentimos muito honrados em participar deste evento. Nossa Escola estará sempre disponível para iniciativas como esta”, disse Sandra Maria Marinho Farias.
 
Estudantes atentos ao cerimonial à Bandeira

Escola Naval realiza 43ª Regata a Remo no Estádio de Remo da Lagoa

18/09/2019
 
43ª Regata a Remo Escola Naval
 
No dia 14 de setembro, foi realizada, no Estádio de Remo da Lagoa, a 43ª edição da Regata a Remo Escola Naval. Considerada a maior competição da modalidade no Rio de Janeiro, a Regata reúne remadores dos principais clubes da cidade, de diversas Organizações Militares (OM) e de Marinhas Amigas.
 
Nesta edição, participaram do evento cerca de 800 competidores, além da delegação do Uruguai. Foram disputadas 17 provas, sendo duas extras: uma de Double-Skiff, que reuniu competidores das Marinhas Amigas e outra do Programa Forças no Esporte (Profesp), desenvolvido pelo Ministério da Defesa, com o apoio da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, em parceria com o Ministério do Esporte, o Ministério do Desenvolvimento Social e a Secretaria Nacional de Juventude.
 
O evento contou também com estandes e exposições de diversas OM como a Diretoria-Geral do Material da Marinha, a Biblioteca Volante da Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha, o Arsenal de Marinha e o Centro de Projetos de Navios.
 
Confira os resultados das provas:
 

Comando do 3º Distrito Naval realiza 150ª edição do Projeto “Pátria Amada” na área de jurisdição

18/09/2019
 
Alunos durante palestras sobre as atividades desenvolvidas
 pela Marinha do Brasil
 
O Comando do 3º Distrito Naval (Com3ºDN) realizou, no dia 9 de setembro, a 150ª edição do Projeto “Pátria Amada Brasil” na área de jurisdição do Com3ºDN, que compreende os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas.
 
O evento ocorreu na Escola Estadual Rômulo Wanderley, em Natal-RN, onde alunos do Ensino Fundamental participaram de um cerimonial à Bandeira Nacional narrado e assistiram a palestras sobre as atividades desenvolvidas pela Marinha do Brasil, os símbolos nacionais e o Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar.
 
O Projeto “Pátria Amada Brasil”, do Comando de Operações Navais, tem o objetivo de incentivar o espírito cívico e a valorização dos símbolos nacionais, nos alunos dos ensinos fundamental e médio.
 
Estudantes da Escola Estadual Rômulo Wanderley durante o canto do Hino Nacional

Base Naval de Aratu realiza campanha de doação de sangue

18/09/2019
 
Militar participa da triagem para coleta de sangue
 
A Base Naval de Aratu (BNA) realizou, nos dias 10 e 11 de setembro, a campanha de doação de sangue e cadastro de medula óssea, em parceria com a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba). Como resultado do evento solidário, que fez parte das comemorações da Semana da Pátria, foram obtidos 159 doadores voluntários, 13 cadastros para doação de medula óssea e 98 bolsas de sangue coletadas.
 
A campanha foi realizada no Complexo Naval de Aratu (CNA), por meio da utilização do ônibus Hemóvel, que ficou estacionado próximo à Divisão de Saúde da BNA, onde foram realizadas as coletas junto às tripulações da Base e das Organizações Militares sediadas no CNA. Além de ajudar a aumentar o estoque do Hemoba, que possibilita salvar vidas, a ação objetivou ampliar a percepção dos militares e servidores civis da Marinha do Brasil quanto à importância da doação de sangue e medula óssea.
 
Marinheiro adere à campanha de doação de sangue

Navio Oceanográfico “Antares” recebe graduandos da UFPE na travessia de regresso da comissão “Barra Norte”

17/09/2019
 
Navio Oceanográfico “Antares” realiza estação oceanográfica profunda
 (4000m) na “Amazônia Azul”
 
Durante a última pernada da comissão “Barra Norte”, o Navio Oceanográfico (NOc) “Antares” recebeu, para embarque, cinco graduandos do curso de Oceanografia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).
 
A bordo, no período de 12 e 19 de setembro, os alunos participaram de diversas atividades, como: observações meteorológicas, práticas de navegação, lançamento de conjunto CTD Rosette e lançamento de XBT, além de acompanharem a rotina de um navio da Marinha do Brasil (MB) em comissão.
 
O embarque de alunos do curso de Oceanografia, possibilita a troca de informações e aproximação entre a MB e as principais entidades de ciências do mar no País. Adicionalmente, para os graduandos, é uma oportunidade de vivenciar atividades práticas, além de permitir o cumprimento da carga horária obrigatória de embarque para sua graduação, que na UFPE é de 115 horas.
 
Graduandos de Oceanografia da UFPE recebem instruções para
 utilização de colete salva-vidas

CIAMPA promove visita de integrantes do Profesp à Bienal do Livro

17/09/2019
 
Professor Alexandre Paiva autografa os livros para o Comandante do CIAMPA
 e beneficiários do Profesp
 
Uma representação de alunos do Programa Forças no Esporte (Profesp), acompanhados pelo Comandante do Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA) e por professores, visitaram, no dia 8 de setembro, a XIX Bienal Internacional do Livro Rio.
 
Para os 20 adolescentes do Profesp-CIAMPA foi uma oportunidade de aproximação dos seus autores favoritos e de conhecer muitos outros.
 
Depois de explorarem os três pavilhões do evento, o grupo se reuniu para o lançamento do livro “Endurance – vida e morte do jiu-jitsu” do professor Alexandre Paiva, que ministra, voluntariamente, aulas dessa arte marcial para os beneficiários do Profesp-CIAMPA. A obra relata vários fatos como a chegada do jiu-jitsu no Brasil e na Marinha.
 
Ao final do dia, os adolescentes expressaram suas experiências nos espaços de interação. A  satisfação e alegria foram unânimes, evidenciando a concretização das expectativas dos alunos em relação a Bienal do Livro.
 
O Comandante do CIAMPA ressaltou a importância do evento por considerar a educação a mais poderosa ferramenta de transformação da sociedade.
 
O Profesp é uma vertente do Programa Segundo Tempo do Governo Federal, desenvolvido pelo Ministério da Defesa, com o apoio da Marinha, Exército e Aeronáutica, e em parceria com os Ministérios do Esporte e do Desenvolvimento Social e a Secretaria Nacional de Juventude. O programa tem por objetivo a prática e a cultura do esporte como forma de promover o desenvolvimento integral, a inclusão social, a cidadania e a melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.

Diretoria de Hidrografia e Navegação e Universidade Federal Fluminense discutem nova cooperação técnica e científica

17/09/2019
 
Diretor de Hidrografia e Navegação reúne-se com Reitor
da UFF no Gabinete da DHN
 
A Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN) recebeu, no dia 16 de setembro, o Reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Professor Doutor Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, para uma reunião sobre um acordo de cooperação técnica e científica a ser firmado entre as instituições e a Prefeitura Municipal de Niterói.
 
A parceria tem como objetivo o desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão ligadas às áreas de atuação da DHN e da UFF, visando ao compartilhamento de conhecimentos relacionados ao estudo do mar.
 
O Reitor da UFF foi recebido no Gabinete da DHN, pelo Diretor de Hidrografia e Navegação e pelo Comandante da Base de Hidrografia da Marinha em Niterói (BHMN).

Marinha do Brasil recebe 5ª aeronave modernizada pela Embraer

17/09/2019
Entrega da Aeronave AF-1B N-1013, modernizada pela Embraer
 
No dia 6 de setembro, com a entrega da aeronave modernizada AF-1B N-1013 ao Setor Operativo, foi concluída mais uma fase do contrato de modernização dos AF-1B/C.
 
A aeronave poderá ser empregada em operações de inteligência ao acompanhar alvos de superfície, uma vez que a N-1013 também apresentou evolução no quesito furtividade, por receber pintura que reduz a identificação visual. Destacam-se algumas funcionalidades do radar EL/M 2032, como os modos de operação: ar-ar, ar-mar, ar-solo e navegação, cuja principal tarefa é detectar e rastrear alvos aéreos e de superfície, além de fornecer a distância ar-solo para o subsistema de pontaria de armas. No modo TWS (Tracking Wire Scan) podem ser localizados e rastreados automaticamente 64 alvos de superfície ou terrestres simultaneamente e no modo SAR (Synthetic Aperture Radar) é possível fazer o mapeamento terrestre em missões de reconhecimento.
 
Essas capacidades, aliadas as existentes nos radares 997 Artisan do Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico”, permitirão o cumprimento de missões de interceptação e ataque, na defesa aérea da Força Naval, com maior eficiência.
 
O aumento da prontidão, da disponibilidade de aeronaves com sistemas modernos e da segurança dos voos resultam do sucesso do contínuo trabalho em parceria desempenhado pela Marinha do Brasil e a Embraer.
 

Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo realiza Exercício MARAMBEX III

17/09/2019
 
Marcha de 24 quilômetros que atravessa diversos ambientes,
como selva, areal e praia
 
O Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC) realizou o Exercício no Terreno (ET) MARAMBEX III/2019 no Centro de Avaliação da Ilha da Marambaia (CADIM), no período de 1º a 7 de setembro. O propósito do exercício é aplicar os conhecimentos sobre armamento e tiro, operações ofensivas, atividades de inteligência, marcha e estacionamentos, minas e armadilhas e operações ribeirinhas aprendidos pelos alunos da escola de infantaria e aplicar os conhecimentos sobre tratamento de água, organização do terreno, explosivos, minas e armadilhas e equipamentos de engenharia pelos alunos da Escola de Engenharia do CIASC.
 
As tarefas foram realizadas em regime de rodízio de oficinas por pelotões e contou, neste ano, com a participação de 463 militares, sendo 272 alunos e 191 instrutores e membros da equipe de apoio à instrução.
 
O exercício iniciou o ciclo operacional das atividades práticas no terreno do Curso de Especialização de Infantaria e dos Cursos de Especialização/Aperfeiçoamento em Engenharia. O objetivo geral do ET foi habilitar o futuro Cabo Fuzileiro Naval a exercer as funções de Comandante de Esquadra de Tiro em um Pelotão de Fuzileiros Navais na especialidade de infantaria e o preparo de praças nas tarefas típicas da especialidade de engenharia do Corpo de Fuzileiros Navais.
 
Tiro de armas de trajetória tensa com metralhadora .50, MAG e MINIMI

Navios das Marinhas do Brasil, da Colômbia e do Peru realizaram Desfile Naval no Rio Negro e visitação pública em Manaus-AM

17/09/2019
 
Navios desfilam na orla da cidade de Manaus
 
Por ocasião das comemorações da Semana da Pátria em Manaus-AM e da Elevação do Amazonas à Categoria de Província, os navios das Marinhas do Brasil, da Armada da República da Colômbia e da Marinha de Guerra do Peru que participaram da “Operação BRACOLPER 2019” realizaram, no dia 5 de setembro, um desfile naval na orla da cidade de Manaus-AM.
 
No dia 8 de setembro, o Navio Patrulha Fluvial (NPaFlu) “Amapá”, o Navio Colombiano ARC “Arauca” e o Navio Peruano BAP “Clavero” ficaram abertos para visitação pública e receberam mais de dois mil visitantes, no Porto de Manaus.
 
Realizada desde 1974, a “Operação BRACOLPER”, que completou este ano 45 anos, tem a missão de realizar exercícios navais conjuntos em ambiente ribeirinho com as unidades das Marinhas do Brasil, da Colômbia e do Peru, e de contribuir para a confiança mútua e parcerias entre as nações participantes.
 
Os navios receberam mais de dois mil visitantes

Capitania Fluvial do Rio Paraná inicia “Operação Ágata”

17/09/2019
 
                                                                             Foto: Thiago Bachmann
Esquadra da Capitania Fluvial do Rio Paraná no Lago de Itaipu
 
O Comando do 8º Distrito Naval, por meio da Capitania Fluvial do Rio Paraná (CFRP), iniciou, no dia 16 de setembro, a “Operação Ágata”, uma operação interagências, com o propósito de intensificar a presença do Estado na Faixa de Fronteira, conforme estabelecido no Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF). Realizada desde 2011, sob coordenação do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), a Marinha do Brasil está presente intensivamente nos rios e lagos do oeste do Paraná até o dia 20 de setembro.
 
A CFRP patrulhará toda extensão do Rio Paraná a partir de Foz do Iguaçu, passando pelo lago de Itaipu, até Guaíra. Mais de cem militares estarão diretamente envolvidos na operação, assim como 13 embarcações, entre elas a blindada Poraquê.
 
Esta edição da operação cumpre o calendário do terceiro trimestre do presente ano, tendo a última sido realizada em maio.
 

Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins recebe a 1ª equipe feminina de canoagem de Palmas

17/09/2019
 
Competidoras da Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins
 
A Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins (CFAT), subordinada ao Comando do 7º Distrito Naval, parabenizou no dia 11 de setembro, a 1ª equipe feminina de canoagem de Palmas-TO.
 
A equipe composta por três alunas da Escola de Tempo Integral (ETI) Almirante Tamadaré, integrantes do Profesp, participou do Campeonato Brasileiro de Canoagem de Velocidade, realizado em Brasília-DF, entre os dias 30 de agosto a 1º de setembro.
 
A competição contou com aproximadamente 450 atletas, na qual a representante palmense Jennyffer Rayelle Nascimento Santos, 14 anos, conquistou três medalhas, sendo prata na categoria Canoa Individual Feminina 500 metros, bronze nas categorias individuais de 200 e 1000 metros. A atleta ainda alcançou o quarto lugar em duas categorias de canoa feminina na prova de dupla com a canoísta Geovanna Letícia, 13 anos, nas modalidades Canoa Dupla 1000 e 500 metros. Já Clarice Rodrigues de Souza, 12 anos, participou da categoria Mini Caiaque Individual Feminino 1000m e 500m chegando à semifinal dos 500m, tendo ficado de fora da final por dois milésimos de segundos.
 
A CFAT apoia as três atletas, que também são integrantes do Programa Forças no Esporte, cedendo a estrutura física, embarcações e alimentação. Durante a carreira esportiva, iniciada há quatro anos, a atleta mais experiente da equipe, Jennyffer Rayelle, obteve premiações em várias competições, como o campeonato brasileiro disputado em Curitiba e o sul-americano realizado no Uruguai.
 

Agência Fluvial de Caracaraí realiza cerimonial à Bandeira narrado

17/09/2019
 
Cerimonial à Bandeira narrado
 
A Agência Fluvial de Caracaraí, subordinada à Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental, realizou, em 4 de setembro, o cerimonial à Bandeira narrado para um público de cem convidados, entre eles, pais, crianças e adolescentes, participantes do projeto social “A Moda é Viver”. O projeto tem por objetivo, cuidar, incentivar e criar perspectivas em crianças, jovens adultos e seus familiares que vivem em situação de vulnerabilidade social.
 
Durante o evento, foi proferida uma palestra pelo Agente Fluvial sobre as formas de ingresso à Marinha do Brasil, realizada uma oficina de nós nas instalações do refeitório do Ensino Profissional Marítimo, finalizando com o cerimonial à Bandeira narrado.
 
Palestra aos participantes do projeto social “A Moda é Viver”

Militares implementam impressão 3D na Marinha do Brasil

17/09/2019
 
Terceiro-Sargento Victor Hugo das Chagas Ribeiro Maciel e Cabo Mateus Cerqueira Rezende
 
Militares do Departamento Industrial no Centro Tecnológico do Corpo de Fuzileiros Navais (CTecCFN), implementaram a impressão 3D a partir da necessidade de peças que possuíam alto custo ou não eram mais fabricadas, empregando uma impressora de tecnologia nacional.
 
Os militares, Capitão de Fragata (FN) Baroni, Terceiro-Sargento Victor Hugo e Cabo Mateus, após análise criteriosa de uma possível inovação ao segmento industrial, idealizaram a impressão 3D tornando possível a fabricação das mais diversas peças que são necessárias aos equipamentos operativos do CFN.
 
Além disso, permitiram a redução de custo, mão de obra e agregaram maior tecnologia à aquela organização militar, visto que, a impressão 3D é um dos pilares da atual 4ª revolução industrial, mais conhecida como indústria 4.0, permitindo a tripulação um contato com outro nível de conhecimento.
 
Os projetos são feitos a partir da necessidade das mais diversas oficinas e seções que integram o CtecCFN e, após a modelagem e uma série de impressões para testes, chega-se ao modelo final. Atualmente, o futuro para essa tecnologia na Marinha do Brasil é permitir a impressão de peças cruciais em cenários terrestres, navais e aeronavais que permitam a eficácia e progressão do poder naval.
 
Mostruário das peças produzidas

Navio Patrulha “Bracuí” realiza inspeção e apreensão de madeira irregular na região de Breves-PA

16/09/2019
 
Navio parte para a inspeção
 
Em uma ação interagências realizada durante a Operação “Verde Brasil”, a Marinha do Brasil, por meio do Navio Patrulha (NPa) “Bracuí”, subordinado ao Comando do 4° Distrito Naval, realizou atividades de patrulha e inspeção naval, que culminaram na apreensão de 1.500 metros cúbicos de madeira extraída ilegalmente no interior do Pará, no dia 13 de setembro.
 
A ação verificou cerca de 700 toras de madeira sem comprovação de origem, o que consistiu no auto de prisão em flagrante da proprietária do estabelecimento, lavrado pela delegada da cidade de Breves, além do encerramento das atividades da madeireira e de uma carvoaria, da mesma proprietária. O Supervisor da madeireira também foi preso.
 
Militares e agentes realizam verificação documental
 
A atividade foi realizada nas proximidades da cidade de Breves, na ilha de Marajó-PA, na região dos estreitos, e contou com o apoio de membros da Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade.
 
Fiscalização do material das madeireiras
 

Fragata “União” e Corveta “Barroso” em treinamento no mar encontram com o Navio Escola “Brasil”

16/09/2019
 
Fragata “União”, Navio Escola “Brasil” e Corveta “Barroso”
 
No dia 12 de setembro, a Corveta “Barroso” e a Fragata “União”, apresentaram as boas-vindas ao Navio Escola (NE) “Brasil”, por ocasião de sua passagem na Costa Leste do Mar Mediterrâneo.
 
A passagem do NE “Brasil” representou uma oportunidade para os Guardas-Marinha observarem a operacionalidade da Marinha em águas internacionais. Os futuros oficiais acompanharam a realização de exercícios de manobras táticas e o lançamento da aeronave embarcada.
 
Além dos benefícios no âmbito operativo, o exercício possibilitou o aumento da motivação e espírito marinheiro importante para a formação dos novos oficiais da Marinha do Brasil.
 
Fragata “União”, Navio Escola “Brasil” e Corveta “Barroso”

Marinha do Brasil e Secretaria de Turismo da Bahia alinham ações voltadas ao turismo náutico

16/09/2019
 
Comandante do 2º Distrito Naval, Vice-Almirante Silva Lima, e o Secretário de Turismo da Bahia, Fausto Franco, abordam questões ligadas ao turismo náutico na Bahia
 
O Comandante do 2º Distrito Naval, Vice-Almirante André Luiz Silva Lima de Santana Mendes, recebeu, no dia 11 de setembro, o Secretário de Turismo da Bahia, Fausto Franco, em visita institucional, onde trataram de assuntos ligados à Economia Azul no estado, além da acertarem detalhes para a realização do cerimonial à Bandeira narrado, que acontecerá mensalmente, a partir de outubro, na sede do Comando, como parte do calendário oficial de turismo.
 
O secretário já havia visitado a Capitania dos Portos da Bahia (CPBA), subordinada ao Comando do 2º Distrito Naval, no dia 21 de agosto, com o objetivo de ampliar parcerias institucionais entre a Marinha e o Governo do Estado da Bahia em prol do desenvolvimento do turismo náutico regional.
 
Dentre os projetos, foi abordado o naufrágio controlado do casco do ex ferry-boat “Agenor Gordilho”, previsto para ocorrer em outubro de 2019 na Baía de Todos-os-Santos, em Salvador. O Capitão dos Portos da Bahia, Capitão de Mar e Guerra Marcio Gomes Amaral, orientou sobre a vistoria final do casco, o plano de reboque e as medidas de segurança que serão colocadas em prática no momento do naufrágio. O objetivo do afundamento é incentivar a Economia Azul, por meio do desenvolvimento do setor de turismo náutico.

Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico” visita o Porto de Santos-SP

16/09/2019
 
Desatracação PHM “Atlântico” do Porto de Santos, Cais da Marinha
 
Durante as comemorações da Semana da independência, o Porta-Helicópteros Multipropósito (PHM) “Atlântico” visitou o Porto de Santos, no período de 4 a 9 de setembro, permanecendo atracado no Cais da Marinha, sede da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP).
 
Na comissão, o navio recebeu uma equipe do Serviço de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos da Marinha com a finalidade de realizar a Vistoria de Segurança de Aviação. Segundo o Comandante do navio, Capitão de Mar e Guerra Giovani Corrêa, essas vistorias, renovadas anualmente, tem o propósito de detectar perigos e propor recomendações de segurança para minimizar os riscos inerentes às operações aéreas, além de identificar condições latentes que possam afetar a segurança de voo nas aeronaves embarcadas.
 
A visita do  PHM “Atlântico” despertou interesse da sociedade santista. Nos dias 7 e 8 de setembro, cerca de 19 mil pessoas visitaram o meio operativo e conheceram as atividades marinheiras desenvolvidas a bordo.
 
PHM “Atlântico” atracado no Porto de Santos durante visitação pública

Fragata “União” completa três mil dias de mar

16/09/2019
 
Fragata “União” na “Operação Líbano XV” próximo
de Raouche Rocks em Beirute (Líbano)
 
No dia 7 de setembro, durante a Comissão Líbano XV, as vésperas do 39º aniversário de incorporação, a Fragata “União” atingiu a marca de três mil dias de mar. Construída no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, foi o sexto e último navio da classe a ser incorporado à Marinha do Brasil, em 12 de setembro de 1980 e apresenta, atualmente, capacidade operativa plena.
 
Em sua longa história, destacou-se em muitas comissões nacionais e internacionais em prol da defesa da Pátria, sejam em missões reais ou de adestramento, elevando ao mais alto patamar o nome do Brasil e de sua Marinha. Entre elas, destacam-se as cinco participações na Força Interina das Nações Unidas, no Líbano, integrando a Força-Tarefa Marítima (FTM-UNIFIL).

No mesmo dia em que foi atingida a marca histórica, a Fragata “União” recebeu, no mar, a Corveta “Barroso”, dando as boas vindas à FTM e às águas libanesas, realizando exercícios de transferência no mar e operações aéreas.
 
Fragata “União” e Corveta “Barroso” realizam exercício de transferência no mar

Marinha do Brasil realiza inspeção naval no Rio Guaporé

16/09/2019
 
Orientação quanto ao uso do colete salva-vidas
 
A Marinha do Brasil, por meio da Agência Fluvial de Cáceres, Organização Militar subordinada ao Comando do 6º Distrito Naval, mobilizou, nos dias 3 e 4 de setembro, militares, embarcação e viatura para coordenar e fiscalizar a segurança aquaviária, evitar poluição hídrica por parte de embarcações, bem como promover a salvaguarda da vida humana no Rio Guaporé.
 
O trecho do Rio Guaporé em questão faz fronteira com a Bolívia. Na oportunidade, foram feitas abordagens, notificações e, principalmente, ações educativas quanto à necessidade do uso de equipamentos de salvatagem e legalização da documentação dos condutores e das embarcações.
 
A fronteira molhada existente naquela região é utilizada com tráfego de embarcações de esporte e recreio. Na ocasião, foram divulgados, também, os serviços da Marinha do Brasil relacionados ao Ensino Profissional Marítimo, para pessoas que almejam ser aquaviários profissionais.

Capitania dos Portos do Piauí encerra ciclo de palestras da Operação “Cisne Branco” 2019

13/09/2019
 
Militar da CPPI profere a palestra para alunos do Ensino Fundamental
 
A Capitania dos Portos do Piauí (CPPI) concluiu o ciclo de palestras alusivas à Operação “Cisne Branco” 2019, na escola Professora Raquel Magalhães e no Colégio Síntese Educacional, em Parnaíba-PI, no dia 5 de setembro. Os alunos de ensinos fundamental e médio assistiram aos vídeos sobre “Amazônia Azul” e lançamento do Submarino Riachuelo. Participaram das palestras o Capitão dos Portos do Piauí e o Presidente da Sociedade Amigos da Marinha (Soamar), João Paulino Soares Neto.
 
A Diretora da escola Raquel Magalhães, Luciana de Seixas Aquino, expressou a sua satisfação em ter a sua escola selecionada para participar do concurso. “É algo motivador para as nossas crianças. Muitas delas moram em áreas vulneráveis, por isso, a presença da Marinha na escola serve de esperança e essa esperança na leitura, na pesquisa vai abrir o horizonte para elas, não apenas no concurso da Operação “Cisne Branco”, mas quem sabe para ingressarem na Marinha”, disse.
 
A Operação “Cisne Branco”, concurso de redações da Marinha do Brasil, tem como propósito despertar nos jovens e nos professores o interesse por assuntos ligados à Força e às tradições navais. Este ano, estima-se que cerca de 700 alunos participarão das atividades da operação, e, durante as palestras, demonstraram grande entusiasmo nos temas apresentados e, principalmente, nas formas de ingresso na Marinha.
 
Militares, Presidente da Soamar-PI, professores e alunos

Brasil participa da 6ª Sessão do Subcomitê de Transporte de Cargas e Contêineres

13/09/2019
 
Delegação do Brasil na 6ª Sessão do Subcomitê de Cargas e Contêineres
 
Com uma delegação composta por representantes da Marinha do Brasil, do Ministério das Relações Exteriores (Representação Permanente do Brasil junto às Organizações Internacionais em Londres–REBRASLON), da Vale S.A., da PETROBRAS, da Alcoa, da Mineração Rio do Norte e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte Aquaviário e Aéreo, na Pesca e nos Portos (CONTTMAF), o Brasil tomou parte da 6ª Sessão do Subcomitê de Cargas e Contêineres (CCC), realizada na Organização Marítima Internacional, em Londres, no período de 9 a 13 de setembro.
 
O Subcomitê CCC trata de questões pertinentes à implementação de convenções, códigos e outros instrumentos mandatórios ou recomendatórios, no que se refere às operações com cargas, incluindo materiais perigosos, cargas sólidas a granel, cargas gasosas e contêineres; avaliação dos riscos de poluição e segurança relacionados ao transporte de tais cargas; e vistoria e certificação de navios que transportam cargas perigosas.
 
Dentre os tópicos tratados, tiveram destaque as discussões sobre emendas ao Código da IMO que trata de combustíveis marítimos com baixo ponto de fulgor, como óleo diesel marítimo com ponto de fulgor abaixo de 60ºC, gás natural liquefeito, gás liquefeito de petróleo e células de combustível.
 
Também ocorreram discussões sobre a necessidade de emendas ao Código da IMO que trata de transporte de cargas a granel, assunto no qual o País tem grande interesse e participação ativa.
 
Ainda neste contexto, no dia 12 de setembro, foi realizado, nas instalações da IMO, um Workshop Internacional sobre Manuseio e Transporte Seguro de Cargas a Granel, que contou com a participação de técnicos do Brasil ligados à mineração.
 
Em evento paralelo à sessão, ocorreu o Seminário "Do ports need international regulation?", que teve como propósito discutir a regulamentação no setor portuário e se ação internacional é necessária e viável.

Navio Patrulha “Bocaina” recebe alunos e instrutores de Curso de Formação de Aquaviários do Amapá

13/09/2019
 
Alunos e instrutores a bordo do Navio Patrulha "Bocaina"
 
O Navio Patrulha (NPa) “Bocaina”, atracado em Santana-AP, recebeu a visita de alunos do Curso de Formação de Aquaviários (CFAQ) da Capitania dos Portos do Amapá, no dia 27 de agosto. A comitiva foi composta por 58 alunos, sendo 30 do curso de Marinheiro Fluvial de Convés e 28 do curso de Marinheiro Fluvial de Máquina.
 
Durante a visita, os alunos conheceram os compartimentos do navio e aproveitaram para sanar dúvidas a respeito de marinharia e sobre as instalações de máquinas, contribuindo para o desenvolvimento do conhecimento profissional. “A visita foi importante para a formação dos alunos no intuito de motivá-los para a carreira marítima”, afirmou o comandante do navio.
 
Visitantes no Passadiço do Navio Patrulha "Bocaina"

Centro de Hidrografia e Navegação do Norte participa dos projetos “Pátria Amada Brasil” e “Operação Verde Brasil” com alunos da Escola Almirante Guillobel

13/09/2019
 
Alunos no momento do Cerimonial à Bandeira
 
O Centro de Hidrografia e Navegação do Norte (CHN-4) realizou, no dia 11 de setembro,  um Cerimonial à Bandeira Narrado como parte do projeto “Pátria Amada Brasil”, com a presença de 50 alunos do 4° ano da Escola Estadual Almirante Renato Guillobel, em Belém-PA.
 
O cerimonial foi realizado pelos próprios alunos e contou com a participação da tripulação do CHN-4 e da Banda de Música do 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas. A atividade tem como objetivo incentivar o espírito pátrio e a valorização das tradições nacionais.
 
Em outro momento, no contexto da “Operação Verde Brasil”, os alunos participaram de uma palestra sobre conscientização ambiental e preservação do meio ambiente. Os estudantes também realizaram o plantio de mudas de árvores frutíferas (goiabeiras) pelas áreas do CHN-4, acompanhados da tripulação. Para o aluno Alyson Kenzo Nascimento, que realizou o plantio auxiliado pelo Diretor do Centro, “a experiência de sentir estar cuidando do meio ambiente foi emocionante, principalmente após ver o cerimonial da Bandeira e a banda tocando o Hino Nacional”.
 
Os alunos conheceram as dependências do CHN-4 e suas atividades. Para a professora Rosângela Machado, estas atividades marcam a vida dos alunos e os inspiram a exemplo da organização e disciplina demonstrado pelos militares.
 
Diretor do CHN-4 e alunos durante o plantio de mudas

Comando do 7º Distrito Naval promove atividades para Grupo Escoteiro do Mar do Distrito Federal

13/09/2019
Capitão dos Portos de Brasília responde perguntas
dos jovens escoteiros e familiares
 
No dia 31 de agosto, nas dependências do Clube Almirante Alexandrino (CAALEX), em Brasília (DF), O Capitão dos Portos de Brasília realizou uma apresentação sobre as atividades da Marinha do Brasil para jovens do Grupo Escoteiro do Mar Almirante Benjamin Sodré - 23º DF e familiares.
 
A apresentação abordou temas como a “Amazônia Azul”, os "Navios da Esperança", o “Ingresso na Marinha”, entre outros, e teve como principal objetivo despertar o interesse e a curiosidade dos jovens escoteiros pelas diversas atividades desenvolvidas pela Força nos mares e águas interiores, possibilitando a difusão da mentalidade marítima entre a sociedade brasiliense por meio dos jovens escoteiros do mar.
 
As atividades dos escoteiros contaram, preliminarmente, com uma instrução teórica e prática em embarcações do tipo escaler à vela, conduzida no CAALEX, pelo Capitão de Mar e Guerra (RM1) Mamede.
 
Instrução prática em escaler a vela
 

Navio Hidrográfico “Sirius” é aberto para Visitação Pública em Fortaleza-CE

13/09/2019
 
Família visita o NHi “Sirius”
 
O Navio Hidrográfico (NHi) “Sirius” suspendeu do Complexo Naval da Ponta da Armação (CNPA)-RJ, no dia 25 de junho, para a Comissão Levantamento Hidrográfico da Barra Norte do Rio Amazonas, a 60 milhas da região litorânea do estado do Amapá.
 
Durante seu regresso ao seu porto sede em Niterói-RJ, o "Sirius" esteve em Fortaleza-CE no período de 5 a 10 de setembro e foi aberto à visitação pública, em comemoração à Semana da Pátria, nos dias 7 e 8 de setembro, no Terminal Marítimo de Passageiros do Porto do Mucuripe-CE, quando recebeu a presença de visitantes que conheceram a história do navio e suas principais efemérides na Hidrografia brasileira.
 
No dia 10 de setembro, o "Sirius" suspendeu do porto de Mucuripe-CE e tem previsão de chegada em seu porto sede em 28 de setembro de 2019, quando concluirá mais uma de cerca de 130 comissões hidrográficas, no Brasil e no exterior, contribuindo assim para a segurança da navegação da “Amazônia Azul”.
 
Visitantes ao lado da Bandeira de Faina do NHi “Sirius“

Navio Oceanográfico “Antares” recebe 1742 visitantes durante estadia no Porto de Maceió, em Alagoas

13/09/2019
 
Navio aberto para visitação pública no Porto de Maceió
 
O Navio Oceanográfico “Antares”, retornando da Comissão Barra Norte, atracou no Porto de Maceió, no período de 08 a 12 de setembro. Nessa estadia, o Navio recebeu a visita de alunos do Programa Forças no Esporte (Profesp) da Capitania dos Portos de Alagoas; de alunos do Curso de Adaptação para Aquaviários – Cozinheiro, taifeiro, Enfermeiro e Auxiliar de Sáude (CAAQ-CT/S); de alunos do Instituto Federal de Alagoas do município de Marechal Deodoro, Alagoas; além de ter ficado aberto para visitação pública nos dias 08 e 11 de setembro.
 
A bordo, os visitantes puderam conhecer um pouco mais sobre a rotina, as peculiaridades e as atividades desempenhadas por um Navio Oceanográfico, bem como a importância delas para a Marinha do Brasil e para o País. Ademais, puderam, também, observar o recente trabalho realizado pelo “Escorpião dos Mares”, como é conhecido o navio, durante sua permanência no Arco Lamoso da Barra Norte do Rio Amazonas. Em especial, para os alunos do CAAQ-CT/S, foram apresentadas instalações de rancho, saúde e equipamentos comumente utilizados a bordo de um navio.
 
A visita aos Navios da Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN) possibilita a disseminação do conhecimento sobre os setores de navegação e pesquisa, especificamente as atividades de coleta de dados hidroceanográficos; e uma visão geral sobre o desenvolvimento de pesquisa no mar.
 
Crianças do Programa Forças no Esporte (Profesp) em Alagoas

Diretoria de Portos e Costas sedia palestra sobre cabotagem

13/09/2019
 
Luis Fernando Resano durante apresentação no auditório da DPC
 
No dia 10 de setembro, uma comitiva de representantes de empresas do setor de cabotagem visitou a Diretoria de Portos e Costas (DPC) para realizar uma palestra sobre os entraves do transporte multimodal, que envolvem os meios marítimos, ferroviários, rodoviários e aéreos.
 
Entre os integrantes da comitiva, estiveram presentes o Vice-Presidente Executivo da Associação Brasileira dos Armadores de Cabotagem, Luis Fernando Resano, bem como representantes das empresas de navegação Aliança, Login e Mercosul Line. Na ocasião, foram tratados temas relacionados às diversas etapas que cercam o envio de cargas dentro da modalidade conhecida como “porta a porta” e as dificuldades fiscais envolvidas nesse processo.
 
O Diretor de Portos e Costas, Vice-Almirante Roberto Gondim Carneiro da Cunha, destacou a relevância do tema e reiterou o apoio da DPC aos assuntos afetos à cabotagem, segmento de vital importância para o desenvolvimento do País.
 

Base de Hidrografia recebe a visita da equipe Fast Wings

13/09/2019
 
Comandante da Base de Hidrografia da Marinha em Niterói (ao centro) homenageia a Equipe Fast Wings
 
No mês de agosto, a Base de Hidrografia da Marinha em Niterói (BHMN) recebeu a visita da equipe Fast Wings da Escola Pública CIEP Ezequiel Freire, localizado no município de Itatiaia-RJ. Os estudantes representaram o Brasil na competição mundial 2019 da “Jaguar Land Rover 4x4 in schools” na Universidade de Warwich, na Inglaterra, sagrando-se campeã nas categorias sustentabilidade e marketing e patrocínio.
 
A Marinha do Brasil, por meio da BHMN, foi parceira da iniciativa, disponibilizando material de descarte de sua oficina de metalurgia e orientação técnica para a fase inicial do planejamento e construção do protótipo de quatro rodas.
 
Reunidos no auditório, militares e servidores civis presentes puderam conhecer e se emocionar com a história de determinação e superação de cinco jovens do Ensino Médio que foram além dos seus limites em busca da concretização de um sonho. Mais do que a projeção e a construção de um “carrinho”, a competição possibilitou o “despertar” para um perfil empreendedor, bem como o interesse e o entusiasmo pela engenharia e o desenvolvimento de novas tecnologias.
 
A professora Angélica de Alvarenga, diretora da escola desde 2015, teve papel relevante no sucesso da equipe. Sua gestão por excelência na educação pública contribui substancialmente para o fortalecimento do ensino e do comprometimento dos alunos na busca pelo saber. Em seu último discurso, a diretora expressou um semblante de otimismo em relação ao futuro da educação: “a dedicação de cada um de vocês é sinônimo de que é possível fazer uma escola pública de qualidade, sim! Basta que façamos a nossa parte”, destacou.
 

Diretoria de Patrimônio Histórico da Marinha recebe, no Navio-Museu “Bauru”, o professor e acadêmico Arnaldo Niskier

13/09/2019
 
Vice-Almirante Mathias, professor Arnaldo Niskier
e Almirante de Esquadra Karam visitaram o passadiço do Bauru
 
No dia 30 de agosto, o professor doutor Arnaldo Niskier, ocupante da cadeira 18 da Academia Brasileira de Letras (ABL), revisitou o passado a bordo do Navio-Museu “Bauru”, atração histórico-cultural da Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha (DPHDM).
 
O acadêmico e Segundo-Tenente Niskier é um dos mais antigos “homens do mar” vivos que navegaram no Contratorpedeiro de Escolta (CTE) “Bauru”. Pertencente à turma de 1956 do Centro de Instrução de Oficiais para a Reserva da Marinha (CIORM), ele realizou a viagem de adestramento para alunos em julho daquele ano, indo do Rio de Janeiro-RJ até os portos de Recife-PE e Salvador-BA, totalizando, no regresso, 2.266,9 milhas náuticas navegadas em nove dias e meio  de mar.
 
Acompanhado pelo ex-Ministro da Marinha, Almirante de Esquadra Alfredo Karam, tripulante do “Bauru” entre 1945 e 1946, e do Diretor do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha, Vice-Almirante (RM1) José Carlos Mathias, o professor Niskier percorreu diversos compartimentos do contratorpedeiro, memorando episódios nele vividos, como aluno do CIORM. Além disso, revelou sua grata satisfação pela transformação do “Bauru” em navio-museu, em cuja cerimônia de inauguração, em julho de 1982, esteve presente, como Secretário Estadual de Educação e Cultura do Rio de Janeiro à época.
 
Entusiasta da educação, o acadêmico Niskier (ao centro) posou para foto
com alunos de um colégio da Baixada Fluminense que visitavam o navio-nuseu
 
 
O Navio-Museu “Bauru”
Aberto à visitação pública no Espaço Cultural da Marinha (RJ), o Navio-Museu “Bauru” completou, em agosto de 2019, 75 anos de sua incorporação à Marinha do Brasil (MB). Construído nos Estados Unidos da América, o Contratorpedeiro de Escolta USS McAnn foi incorporado a US Navy em 1943 e transferido para a Marinha do Brasil em 1944, sendo rebatizado como “Bauru”, em alusão ao rio que dá nome à cidade paulista.
 
Entre as missões do navio, destacam-se as operações de caça antissubmarino e escolta a comboios durante a Segunda Guerra Mundial. Após sua baixa do Serviço Ativo, foi reformado para retomar seu aspecto durante o conflito, tornando-se o primeiro navio-museu da Marinha, assim inaugurado em 21 de julho de 1982.
 

Navio-Escola “Brasil” atraca no Porto de Koper, na Eslovênia

13/09/2019
 
(Esq. p/ dir.) Capitão de Fragata Bogomir Tomazic, Cmte do 430º DN; Brigadeiro Branimir Furlan, Assessor do Ministro da Defesa; Sr. Karl Erjavec, Ministro da Defesa; Capitão de Mar e Guerra Bessa; e Sr. Renato Mosca, Embaixador do Brasil na República da Eslovênia
 
No dia 4 de setembro, o Navio-Escola “Brasil” atracou pela primeira vez no porto de Koper, na Eslovênia. Por ocasião de sua chegada, o Navio foi recebido pelo Sr. Renato Mosca, Embaixador do Brasil na República da Eslovênia, e no dia 5 de setembro, recebeu a visita do Sr. Karl Erjavec, Ministro da Defesa do referido país.
 
Cumprindo o programa de atividades extracurriculares dos Guardas-Marinha, foram realizadas visitas ao Palácio Pretoriano, às Cavernas de Skocjan, à Usina Nuclear de Krško e aos Navios-Patrulha Super Dvora e Svetlyak, e encerrando a estada no porto, foi realizada uma cerimônia alusiva ao Dia da Pátria, momentos antes do suspender do Navio, no dia 7 de Setembro.
 
"Cerimônia alusiva ao Dia da Pátria"
 

Agência Fluvial de Imperatriz participa de evento socioambiental “Dia D–Mostre seu Amor pelo Rio Tocantins”

12/09/2019
 
Militares e participantes do “Dia D – Mostre seu amor pelo Rio Tocantins”
 
A Agência Fluvial de Imperatriz participou do evento socioambiental conhecido como “Dia D – Mostre seu amor pelo Rio Tocantins”, promovido pela Empresa Suzano Papel e Celulose, em 31 de agosto. O objetivo do evento é a conscientização da população local quanto aos resíduos deixados nas praias da região. A atividade contou com o apoio de voluntários que ainda realizaram a coleta de resíduos no Porto da Balsa, Cais da Beira Rio e nas praias do Cacau, do Meio e da Bela Vista, no estado do Tocantins.
 
A Agência Fluvial de Imperatriz empregou duas embarcações que auxiliaram no transporte de voluntários para a praia do Meio, além de disponibilizar militares que contribuíram na coleta e transporte dos resíduos.
 
Participaram do evento o Agente Fluvial de Imperatriz, o Comandante do 50º BIS e o membro da Diretoria de Relações e Gestão Legal da Suzano, Mauro Rangel.

Marinha do Brasil qualifica novos aquaviários em Porto Seguro-BA

12/09/2019
 
Delegacia da Capitania dos Portos em Porto Seguro forma
 25 novos aquaviários
 
A Delegacia da Capitania dos Portos em Porto Seguro (DelPSeguro) entregou, no dia 6 de setembro, os certificados aos 25 alunos que concluíram o Curso Especial de Segurança de Embarcações de Passageiros, na modalidade PREPOM-Aquaviários. Os novos aquaviários estão habilitados a tripular as embarcações empregadas no transporte de passageiros da região de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália e Belmonte, sejam escolares, de turismo ou de travessia.
 
Durante o curso, os alunos receberam aulas teóricas e práticas sobre manobras e navegação, noções básicas de eletricidade e mecânica, além de noções de liderança em embarcações de passageiros diante de situações de emergência.
 
Este ano, a DelPSeguro já qualificou cerca de 137 aquaviários que, após adquirirem o conhecimento formal, tornam-se vetores multiplicadores de boas práticas de navegação, contribuindo para a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana e a prevenção da poluição hídrica.
 
Cerimônia de entrega dos certificados
 
 

Marinha do Brasil participa das comemorações de 86 anos da cidade de Buriti dos Lopes-PI

12/09/2019
 
Momento do desfile com os militares da Marinha do Brasil
 
A Capitania dos Portos do Piauí (CPPI) participou, no dia 4 de setembro, das comemorações da Semana da Pátria e dos 86 anos da cidade de Buriti dos Lopes, localizada a 300 quilômetros de Teresina, capital piauiense, e a 40 quilômetros da cidade de Parnaíba, onde fica localizada a CPPI.
 
Presente no desfile, o Prefeito Raimundo Nonato Lima Percy Júnior agradeceu o pronto atendimento ao pedido da presença da Marinha do Brasil, que abrilhantou ainda mais as festividades. Na ocasião, foram distribuídos panfletos que indicavam como ingressar na Marinha e prestadas informações sobre os concursos previstos para o ano de 2019.
 
Rosa Portela, expectadora do evento e moradora da cidade, expressou a sua alegria ao assistir a Marinha do Brasil. “Hoje, estou realizando um sonho de jovem em ver a Marinha desfilando na ‘minha’ Buriti dos Lopes, depois dos meus 62 anos. Estou muito emocionada!”, comemorou.
 
Distribuição de panfletos e exposição sobre como ingressar na Marinha

Tribunal Marítimo realiza palestra na Petrobras

12/09/2019
 
Vice-Almirante Lima Filho durante palestra realizada na Petrobras
 
O Juiz-Presidente do Tribunal Marítimo (TM), Vice-Almirante Wilson Pereira de Lima Filho, participou, a convite da Petrobras como palestrante, em evento realizado no Edifício Senado, na cidade do Rio de Janeiro, no dia 9 de setembro.
 
O evento contou com a participação de executivos da Petrobras como o Gerente Executivo de Segurança, Meio Ambiente e Saúde, Maurício Diniz e o Gerente de Relacionamento Externo, Flávio Torres e foi transmitido por meio de videoconferência para cerca de 14 salas, além de conexão pela web-tv da empresa, tendo, inclusive, unidades operacionais em alto-mar na audiência.
 
Em sua palestra, que teve como tema: "O Tribunal Marítimo e a Segurança da Navegação", o Almirante Lima Filho traçou um diagnóstico dos acidentes e fatos da navegação mais recorrentes nas operações em plataformas de exploração de petróleo, que envolvem, além do tráfego aquaviário, atividades industriais, manuseio de cargas perigosas, operações aéreas e de mergulho, onde o fator humano é essencial, enfatizando, assim, a importância de se consolidar uma mentalidade de segurança com a finalidade de evitar acidentes. Foi enfatizada a jurisdição do Tribunal para julgar acidentes em plataformas de petróleo, de quaisquer bandeiras, na Zona Econômica Exclusiva e plataforma continental.
 
Ao final o Juiz-Presidente cumprimentou a Petrobras pelas iniciativas na área de segurança. A empresa sempre demonstra que compartilha da ideia de que gastos com treinamentos e capacitação não são despesas, são investimentos.
 
Integrantes da Petrobras durante palestra do Vice-Almirante Lima Filho

Militares realizam o projeto “Pátria Amada Brasil” em escola estadual em Salvador-BA

12/09/2019
 
Hospital Naval de Salvador promove etapa do projeto "Pátria Amada Brasil"
 
Como parte do projeto "Pátria Amada Brasil", militares do Hospital Naval de Salvador (HNSa) visitaram, no dia 5 de setembro, a Escola Estadual Vale dos Lagos, em Salvador-BA, onde realizaram um Cerimonial à Bandeira narrado, com execução do Hino Nacional.
 
O evento, que teve como objetivo estimular o espírito cívico e a valorização dos símbolos nacionais, além de incentivar o ingresso na Marinha junto aos alunos dos níveis fundamental e médio, contou com a presença de 200 participantes, entre alunos, professores, funcionários e a direção da escola.
 
Militares do HNSa durante cerimonial à Bandeira narrado
na Escola Estadual Vale dos Lagos

Marinha realiza Vistoria de Segurança de Aviação no Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico”

12/09/2019
Pouso noturno da aeronave SH-16 no PHM “Atlântico”
 
A equipe do Serviço de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos da Marinha (SIPAAerM), concluiu, no dia 11 de setembro, a Vistoria de Segurança de Aviação (VSA) no Porta-Helicópteros Multipropósito Atlântico (PHM)  “Atlântico”, com o propósito de identificar perigos e propor recomendações de segurança para minimizar os riscos inerentes às operações aéreas.
 
O navio alcançou a marca do milésimo pouso a bordo, com segurança, que foi obtida durante o período noturno por uma aeronave SH-16. Essa conquista demonstra o comprometimento por parte de todos os militares envolvidos nas operações aéreas, tendo em vista que foi obtida durante pouco mais de um ano após a chegada do navio ao Brasil.
 
Durante essa mesma comissão, duas aeronaves AF-1B foram controladas pelo navio, com o emprego do radar “Artisan” 997, demonstrando a capacidade de expansão de suas operações aéreas.
 
Aeronave AF-1 sendo controlada pelos operadores do radar “Artisan”

Centro Integrado de Segurança Marítima realiza I Encontro das Agências integrantes

11/09/2019
 
Comandante e Oficias do CISMAR e representantes das Agências Governamentais
 
No dia 29 de agosto, foi realizado o I Encontro das Agências integrantes do Centro Integrado de Segurança Marítima (CISMAR). Na ocasião, estiveram presentes representantes da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), da Receita Federal e da Polícia Federal.
 
Durante o Encontro, o Comandante do CISMAR, Capitão de Mar e Guerra Gustavo Calero Garriga Pires, apresentou um resumo das atividades realizadas pelo Centro em apoio às agências, desde sua inauguração, em dezembro de 2018. Abordou, também, o processo de criação dos Centros Regionais e Locais de Segurança Marítima e Fluvial, sediados nos Distritos Navais, Capitanias, Delegacias e Agências, de forma a possibilitar o estabelecimento de pontos de contato em todas as regiões do país.
 
Em seguida, os representantes tiveram a oportunidade de apresentar as atividades voltadas para as áreas Marítima e Fluvial sob a responsabilidade de cada agência, o que possibilitou a identificação de pontos de sinergia e de otimização do apoio mútuo entre as Instituições.
 

Marinha apreende embarcação com cerca de 900 m³ de madeira sem documentação

11/09/2019
 
As apreensões foram realizadas nas cidades de Moju e Curralinho, no Pará
 
A Marinha do Brasil realizou, no dia 04 de setembro, duas apreensões de mais de 1.100 metros cúbicos de madeira extraída ilegalmente no interior do Pará, durante atividades de Patrulha e de Inspeção Naval. A ação interagências fez parte da Operação “Verde Brasil” e contou com a presença de membros do Exército Brasileiro, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) e do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (IdFlorBio).
 
Na cidade de Curralinho, o Navio Patrulha “Bocaina” apreendeu 900 metros cúbicos de toras de madeira. No município de Moju, no Rio de mesmo nome, foram apreendidos 296 metros cúbicos de madeira ilegal pelo Aviso de Patrulha “Tucunaré”. A carga apreendida foi transportada para a serraria Padroeira, local onde são concentradas as madeiras ilegais apreendidas pelos agentes.
 
Além das embarcações da Marinha, participaram da ação uma embarcação Guardian, do Exército Brasileiro, e uma Lancha da Polícia Militar do Estado do Pará. Ao todo, 26 militares realizaram a prevenção e a repressão ao transporte ilegal de madeiras e serrarias clandestinas nas margens do rio Moju.
 
Militares da Marinha fazem parte das patrulhas e inspeções da Operação “Verde Brasil”

Forças Armadas realizam extensa programação em comemoração à Semana da Pátria

11/09/2019
 
Militares uniram forças para atender a população com diversos serviços de saúde
 
Em alusão às comemorações da Semana da Pátria, Marinha, Exército e Força Aérea uniram forças para realização de uma Ação Cívico-Social conjunta, oferecendo uma extensa programação sociocultural e de assistência para população em Belém, no dia 08 de setembro. Equipes de saúde dos hospitais militares realizaram a bordo do Navio Auxiliar “Pará”, que estava atracado no cais da Escadinha da Estação das Docas, consultas com clínicos gerais, pediatras e dentistas, além de oferta de medicamentos, distribuição de kits de higiene bucal, aferição de pressão arterial, exames de ultrassom, mamografia e preventivo de colo do útero.
 
No galpão 3 da Estação das Docas, médicos, fisioterapeutas e fonoaudiólogos fizeram orientações e tiraram dúvidas da população, tendo sido disponibilizado também vacinação e testes de hepatite e Doenças Sexualmente Transmissíveis. Por meio de parceria com o Tribunal de Justiça do Estado do Pará, foram formalizados 40 processos, entre declarações de união estável, divórcios consensuais, guarda e guarda sócio-afetiva, entre outros serviços jurídicos. Consultores voluntários atenderam ao público com 200 cortes de cabelo, 66 atendimentos de limpeza de pele e 83 atendimentos de massoterapia.
 
O público também visitou e conheceu os detalhes do Navio Hidroceanográfico “Garnier Sampaio”, que conduz a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré no Círio Fluvial. A fim de conscientizar e estimular a população para prevenção do meio ambiente e de doenças como a dengue, o evento também contou com uma pista de combate ao mosquito Aedes Aegypti, com atividades infantis, e distribuição de sementes e mudas de árvores nativas da Amazônia, em parceria com as Secretarias de Meio-Ambiente do Estado e do Município de Belém.
 
Durante a ação, foram recebidas doações de livros infantis para a campanha “Maré do Saber”. Idealizada pela Sociedade Amigos da Marinha do Pará (Soamar-PA), em parceria com o Comando do 4º Distrito Naval, a campanha angaria livros infantis que serão levados pelos Navios da Marinha para o interior do Estado, a fim de serem doados para comporem os acervos das bibliotecas das escolas públicas em localidades ribeirinhas de difícil acesso. O objetivo da ação é contribuir com o desenvolvimento das crianças beneficiadas, estimulando a empatia, concentração, memória, imaginação e outras habilidades promovidas pela leitura nas crianças beneficiadas. A presidente da Soamar-PA, Sônia Nasaré Guedes de Souza, aproveitou o evento para doar dezenas de livros para o projeto.
 
A população fez fila para conhecer o Navio Hidroceanográfico “Garnier Sampaio”, que conduz a imagem peregrina da padroeira dos paraenses durante o Círio Fluvial