Nomar Online

Navios da Esquadra recebem medidas preventivas de descontaminação

31/03/2020
 
Descontaminação no Navio de Desembarque de Carros de Combate “Almirante Saboia”
 
O Comando em Chefe da Esquadra, com o apoio da Companhia de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica da Marinha do Brasil (CiaDefNBQR), do Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais, iniciou no dia 25 de março, as medidas de sanitização dos navios atracados na Base Naval do Rio de Janeiro, com o intuito de garantir a saúde das tripulações e manter os meios operativos em plena capacidade de emprego.
 
As ações estão sendo implementadas prioritariamente nos navios que, por necessidade operativa, se fizeram ao mar após o dia 13 de março. O Navio de Desembarque de Carros de Combate “Almirante Saboia” foi desinfetado nos dias 25 e 27 de março; a Fragata “União”, no dia 26; a Embarcação de Desembarque de Carga Geral “Marambaia”, foi higienizada no dia 30 e a Fragata “Constituição”, hoje (31).
 
Por meio de adestramentos conduzidos pela CiaDefNBQR e pelo Centro de Adestramento “Almirante Marques de Leão”, militares da Esquadra foram habilitados em procedimentos básicos de descontaminação, passando a compor a Unidade de Descontaminação Volante da Esquadra, sob coordenação do Comando da Força de Superfície, responsável por realizar descontaminações em meios e organizações militares subordinadas, conforme necessário.
 
Fragata “União” recebe descontaminação

 

Comando do 5º Distrito Naval apoia prefeituras no combate e prevenção do novo coronavírus

31/03/2020
 
Militares realizam a limpeza de áreas públicas em Rio Grande-RS
 
O Comando do 5º Distrito Naval está apoiando as prefeituras no combate e prevenção do novo coronavírus no Rio Grande do Sul. Em Rio Grande, o Grupamento de Fuzileiros Navais do Rio Grande (GptFNRG) realiza limpeza diária nas paradas de ônibus e em outros pontos da cidade, em parceria com a Prefeitura local. As limpezas iniciaram no dia 20 de março e ocorrem diariamente das 14 às 19 horas em vários pontos. Essa é uma maneira da Marinha do Brasil (MB) apoiar na prevenção da disseminação do vírus.
 
Em apoio à Defesa Civil, nos dias 28 e 29 de março foram distribuídas 200 cestas básicas a famílias carentes de bairros pré-selecionados pela Prefeitura. A MB empregou caminhões e militares da Estação Naval do Rio Grande e do GptFNRG durante a distribuição para minimizar dificuldades enfrentadas pela população neste momento. Em Tramandaí, por meio da Agência da Capitania dos Portos, no dia 30 de março, também houve apoio na distribuição das cestas.
 
Militares, devidamente equipados, apoiam as prefeituras na distribuição de cestas básicas

 

Força de Fuzileiros da Esquadra participa de ações conjuntas de prevenção e combate ao Covid-19

31/03/2020
 
Descontaminação do Terminal da Praça XV e das Barcas
 
Desde o dia 18 de março, a Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE), em atendimento às diretrizes emanadas pelo Ministério da Defesa, tem mobilizado tropas e meios, no sentido de cooperar com o esforço nacional de prevenção e combate ao novo coronavírus.
 
Em razão dos possíveis impactos causados pelo vírus à população, o Ministro da Defesa, por meio da portaria nº 1.232/2020, aprovou a diretriz ministerial de planejamento nº 6/2020 que regula o emprego das Forças Armadas em apoio às ações de mitigação dos efeitos da Covid-19. Para  efetivar a participação das tropas anfíbias nas ações, o Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra (ComFFE) constituiu quatro Grupamentos Operativos de Fuzileiros Navais (GptOpFuzNav) para cooperar, sob as ordens do Comandante de Operações Navais e em coordenação com o Comando Conjunto do Leste, com os diversos órgãos e agências governamentais nas áreas de Saúde, Transporte e Segurança Pública, na região Sudeste. Esses grupamentos operativos, mercê de seu caráter expedicionário, poderão atuar em outras regiões do País.
 
Em 24 de março, foi enviado um primeiro GptOpFuzNav para atuar no Porto de Santos, sob controle operativo do Comando do 8º Distrito Naval. Nesta ocasião, iniciaram-se também a preparação de outros três GptOpFuzNav, com diferentes capacidades.
 
Foi constituído e ativado o GptOpFuzNav Covid-19, que, com seu Componente de Combate Terrestre, tem por finalidade a execução de ações de enfrentamento ao coronavírus na região do Rio de Janeiro.
 
Para garantir capacidades de pronto emprego de um Hospital de Campanha, também foi preparado o GptOpFuzNav H-Camp (Hospital de Campanha), nucleado pela Unidade Médica Expedicionária da Marinha, podendo ser empregado no apoio ao Sistema Público de Saúde, sob a orientação técnica da Diretoria de Saúde da Marinha, ou na ampliação da capacidade de atendimento do Sistema de Saúde da Marinha, em prol do combate ao Covid-19.
 
Além disso, foi constituído o GptOpFuzNav de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (GptOpFuzNav-NBQR) com o propósito de reforçar os cuidados contra a proliferação do novo coronavírus. O grupamento é composto por militares oriundos do Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais, do Centro de Defesa Nuclear Biológica Química e Radiológica, do Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo, do Centro de Adestramento Almirante Marques de Leão, do Comando do Material do Corpo de Fuzileiros Navais, do Comando do Desenvolvimento Doutrinário do Corpo de Fuzileiros Navais e do Batalhão Naval. O GptOpFuzNav-DefNBQR vem atuando em diferentes atividades de desinfecção, em áreas de grande movimentação de pessoas, como Terminais de Barcas e de BRT. Também apoiará as organizações militares da Marinha do Brasil, especialmente por meio de instruções e adestramentos.
       
Descontaminação do Terminal BRT Alvorada

 

2° Batalhão de Operações Ribeirinhas realiza descontaminação preventiva no Terminal Hidroviário de Belém-PA

31/03/2020
 
Militares da Marinha descontaminam terminal com uso de proteção especial

 

A Equipe de Resposta e Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica do 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas (2°BtlOpRib) realizou, no dia 27 de março, a descontaminação preventiva do Terminal Hidroviário de Belém-PA, porto subordinado a Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará, com objetivo de combater a proliferação do novo Coronavírus (Covid-19). A ação durou cerca de cinco horas e empregou mais de cem militares.

 

Segundo o Comandante do 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas, Capitão de Fragata Fuzileiro Naval Flávio Augusto Moraes Vieira Alves, a Marinha do Brasil desenvolveu a defesa NBQR pelo seu programa nuclear, como meio de resposta a um eventual sinistro. “O pronto emprego e a característica dual podem ser utilizados tanto na guerra como em apoio à sociedade, como é o caso da Operação do combate ao Covid-19”, afirmou o comandante.

 

A Marinha do Brasil, por meio do o Comando do 4º Distrito Naval e organizações militares subordinadas, tem atuado no Comando Conjunto do Norte, composto também pelo Exército Brasileiro e Força Aérea Brasileira, para intensificar as ações de descontaminação. Ainda ocorrem adestramentos práticos com propósito de atuar ativamente contra a proliferação do Covid-19, dando o devido suporte aos órgãos públicos de saúde e segurança do Pará.

 

Instalações de grande fluxo do terminal são descontaminadas

 

2° Batalhão de Operações Ribeirinhas realiza descontaminação preventiva no aeroporto de Belém-PA

31/03/2020
 
Diferentes áreas do aeroporto de Belém-PA são descontaminadas
 
A Equipe de Resposta Nuclear, Biológica, Química e Radiológica do 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas (2°BtlOpRib) realizou, em 29 de março, a descontaminação preventiva do Aeroporto Internacional de Belém, no Pará, a fim de combater a proliferação do novo coronavírus (Covid-19). A ação durou cerca de seis horas e empregou 62 militares.
 
A atividade fez parte das ações promovidas pelo como Comando Conjunto Norte, composto pela Marinha, Exército Brasileiro e Força Aérea, com propósito de apoiar órgãos Federais, Estaduais e Municipais, visando prevenir e diminuir os impactos causados pelo Covid-19 à população dos estados do Pará, Amapá e Maranhão. De acordo com o Comandante do 2°BtlOpRib, Capitão de Fragata Flávio Moraes Vieira Alves, os Fuzileiros Navais estão sempre aptos para cumprir as diversas missões que forem atribuídas. Nesta semana, a Marinha também promoveu adestramento de defesa biológica para militares de outras Forças e realizou a descontaminação do Terminal Hidroviário de Belém-PA.
 
Militares descontaminam carrinhos de mala utilizados por passageiros

 

Centro Tecnológico do Corpo de Fuzileiros Navais utiliza impressoras 3D na produção de máscaras para profissionais da saúde

31/03/2020
 
Militar explica o processo de fabricação das máscaras à equipe de TV
 
O uso da tecnologia na prevenção e no combate ao coronavírus vem sendo uma das prioridades da Marinha do Brasil. Pensando nisso, o Centro Tecnológico do Corpo de Fuzileiros Navais (CTecCFN) vem atuando na fabricação de máscaras face shield, que garantem a cobertura completa do rosto, a partir de impressoras 3D. Estão sendo fabricadas cerca de 30 máscaras por dia, que serão doadas aos profissionais da Saúde engajados no combate à pandemia.
 
A primeira impressora 3D foi adquirida pelo CTecCFN em 2018, em caráter experimental, para confecção de materiais, sobressalentes e peças para equipamentos em manutenção. “O CTecCFN atua em duas vertentes: a primeira é a manutenção dos meios da Marinha, como blindados, viaturas e equipamentos eletrônicos; a segunda é a Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, na qual prospectamos novas tecnologias e desenvolvemos equipamentos para uso futuro do Corpo de Fuzileiros Navais”, explicou o Comandante do CTecCFN, Capitão de Mar e Guerra (FN) Hélio Blacker Espozel, que ressaltou que a primeira impressora 3D trouxe grandes benefícios, como diminuição do tempo de manutenção dos equipamentos e economia de recursos.
 
Em 2019, fruto de uma parceria estabelecida com a Receita Federal, a Unidade recebeu equipamentos industriais e mais duas impressoras 3D, aumentando a capacidade do laboratório de produção. “Com o início da pandemia de Covid-19, decidimos atuar em conjunto com a sociedade civil na elaboração de protótipos de máscaras tipo face shield, para serem encaminhadas aos profissionais de Saúde que estão atuando na linha de frente do combate ao vírus”, ressaltou o Comandante Espozel.
 
A Receita Federal se prontificou a participar dessa campanha, com a doação de sete novas impressoras 3D, aumentando a velocidade e a capacidade do Centro na fabricação desses equipamentos de proteção individual. A principal função de uma máscara deste tipo, segundo o Primeiro-Tenente Giullerme Rodrigues de Araújo, é a proteção das áreas vulneráveis do profissional da Saúde contra fluidos corporais. “A ideia é dar conforto e liberdade aos profissionais que atuam diretamente no combate à pandemia, para que possam manipular os pacientes sem medo de serem contaminados”, disse.
 
O Comandante Espozel ressaltou a importância deste trabalho conjunto da Marinha do Brasil com a sociedade civil. “Nossa expectativa é que os profissionais da Saúde sintam-se amparados em um momento tão importante como esse”, concluiu.
 
Centro Tecnológico do Corpo de Fuzileiros Navais
está produzindo cerca de 30 máscaras por dia

 

Capitania dos Portos da Amazônia Oriental atua no combate ao Covid-19 durante inspeção naval

31/03/2020
 
Equipe de inspeção naval atua também na prevenção da propagação do coronavírus
 
A Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR) realizou, no dia 26 de março, inspeção naval no Porto Amazonas, em Belém-PA. Na ocasião, tripulantes e passageiros foram orientados sobre as medidas preventivas de segurança no combate ao Covid-19. A equipe de inspeção naval realizou o trabalho de identificar eventuais embarcações clandestinas oriundas de outros países.
 
Entre as ações da CPAOR, estão a orientação sobre a importância da segurança da navegação, salvaguarda da vida humana nas águas e o combate ao acidente de escalpelamento, estimulando a edificação da mentalidade fluvial voltada para a segurança das embarcações, de seus tripulantes e passageiros.

 

Capitania dos Portos do Amapá intensifica ações de conscientização e prevenção ao Covid-19

31/03/2020
 
Abordagem em embarcação pela equipe de inspeção naval
 
A Capitania dos Portos do Amapá (CPAP) realizou, no dia 27 de março, ações de conscientização sobre o enfrentamento ao Covid-19, com entrega de folders aos passageiros e tripulantes nos portos de Santana-AP e Macapá-AP. Durante as abordagens, além dos aspectos relacionados à salvaguarda da vida humana, à prevenção da poluição e à segurança da navegação, a equipe de Inspeção Naval realizou palestra e orientou sobre as medidas de prevenção ao contágio e propagação do coronavírus.
 
“Essa campanha contra o coronavírus é uma campanha muito importante. A Marinha está de parabéns.  Agradeço a visita dos militares que estão empenhados nesse serviço de divulgação”, comemorou Euclides Guimarães Farias Filho, comandante da embarcação “F/B Luiz Vieira”.
 
Distribuição de folders aos passageiros e tripulantes

 

Capitania dos Portos do Maranhão realiza ação contra o novo coronavírus

31/03/2020
 
Passageiros foram atendidos por ações da Capitania dos Portos do Maranhão
 
A Capitania dos Portos do Maranhão (CPMA) realizou, no dia 28 de março, ação de conscientização sobre prevenção e combate ao novo coronavírus no Terminal de Ferry Boat, localizado na Ponta da Espera, e no cais da Praia Grande, em São Luís-MA. Durante o trabalho, tripulantes e passageiros foram orientados sobre cuidados a serem tomados com relação ao Covid-19.    
 
Os militares da Marinha distribuíram panfletos, fixaram cartazes e conversaram com os passageiros sobre formas de transmissão do vírus. Entre as orientações apresentadas, o público aprendeu como lavar as mãos corretamente, qual a distância de segurança deve-se manter de outros passageiros nos assentos da embarcação e a importância de não levar as mãos à boca, olhos e nariz para evitar o contágio.
 
Militar da Marinha distribui material informativo
 sobre prevenção ao novo coronavírus

 

Grupamento de Fuzileiros Navais de Rio Grande realiza Estágio Básico de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica para Operação Covid-19

31/03/2020
 
Militares recebem orientações no Grupamento
 de Fuzileiros Navais do Rio Grande
 
No período de 24 a 27 março, sob a coordenação do Comando do 5° Distrito Naval foi realizado no Grupamento de Fuzileiros Navais do Rio Grande o “Estágio Básico de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (NBQR)” para militares que atuarão na Operação Covid-19, nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
 
A primeira turma contou com a participação de 33 alunos da Marinha e dois alunos do Exército Brasileiro. Foram abordados os principais aspectos na utilização do Equipamento de Proteção Individual, na desinfecção de instalações e na descontaminação de pessoal, preparando os militares para atuarem com segurança nas ações de prevenção e combate ao Covid-19.
 
Além do emprego de unidades militares capacitadas em NBQR, a Marinha do Brasil está disponibilizando recursos operacionais e logísticos, quando necessário, para apoiar ações de prevenção, especialmente, na cidade do Rio Grande-RS.
 
Militares durante instrução prática

 

Organizações Militares do Comando do 3º Distrito Naval adotam medidas de prevenção ao Covid-19 no Nordeste

31/03/2020
 
Militar recebe material de higiene no Comando do 3º Distrito Naval
 
As Organizações Militares (OM) subordinadas ao Comando do 3º Distrito Naval (Com3ºDN), visando prover um ambiente de trabalho seguro ao seu pessoal, civil e militar, estão adotando medidas de prevenção perante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).
 
As ações, implementadas desde o dia 19 de março, abrangem as OM dos cinco estados da área de jurisdição – Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas.
 
Conforme as orientações de órgãos de saúde e vigilância sanitária, estão sendo adotadas medidas como a realização de triagem das tripulações; disponibilização de material de higiene de fácil acesso; flexibilização dos horários de expediente presencial; autorização do modelo Home Office para a Força de Trabalho em grupos de risco; suspensão de eventos que possam gerar aglomerações de pessoas; e disseminação das orientações de higiene para prevenir contágio.
 
Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte adota medidas
 de prevenção em atendimento ao público

 

Militares realizam treinamento em Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica para Operação Covid-19

30/03/2020
 
Militares da Marinha do Brasil e Exército Brasileiro
realizam especialização em Defesa NBQR
 
Militares da Marinha do Brasil (MB) e do Exército Brasileiro (EB) iniciaram, em 25 de março, capacitação em Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (NBQR) para atuarem na Operação Covid-19 nos estados do Rio Grande do Norte e da Paraíba.
 
O Adestramento para Capacitação em Defesa NBQR – Covid-19, a cargo da MB, está sendo ministrado no Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal (GptFNNa), com a participação de 20 militares que, ao término do treinamento, estarão habilitados para serem empregados em ações de prevenção ao novo coronavírus, como descontaminação de pessoal, ambientes e materiais.
 
Os militares compõem o Comando Conjunto “Rio Grande do Norte e Paraíba”, ativado em 20 de março, pelo Ministério da Defesa, com outros nove Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, envolvendo MB, EB e Força Aérea Brasileira.
 
Além do emprego de unidades militares especializadas em NBQR, as Forças Armadas permanecerão em condições de disponibilizar recursos operacionais e logísticos quando necessários para apoiar ações, como controle de passageiros e tripulantes nos aeroportos, portos e terminais marítimos; controle de acesso às fronteiras; e triagens de pessoas com suspeita de infecção para encaminhamento a hospitais.
 
Especialização se divide em atividades teóricas e práticas
no Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal
 

2°BtlOpRib promove adestramento de descontaminação para militares das Forças Armadas

30/03/2020
 
Instrução prática de combate NBQR
 
O 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas (2°BtlOpRib) promoveu, no período de 25 a 28 de março, o estágio básico de descontaminação Nuclear, Bacteriológica, Química e Radiológica (NBQR) para capacitar militares no combate contra o novo Coronavírus (Covid-19). A atividade contou com a participação de 11 militares do Exército Brasileiro, cinco da Força Aérea Brasileira e cinco do Comando do 4° Distrito Naval.
 
Na ocasião, os militares receberam instruções teóricas e práticas de prevenção ao Covid-19 e combate NBQR para contribuírem na luta contra a propagação do vírus em suas organizações militares também. As Forças Armadas dos estados do Pará, Amapá e Maranhão estão atuando de forma integrada, compondo o Comando Conjunto Norte para trabalhar no apoio aos órgãos de Saúde e de Segurança Pública, visando prevenir e diminuir os impactos causados pelo Covid-19 à população, bem como promover ações de conscientização.
 
Militar da Marinha ministra aulas teóricas de
combate e prevenção de ameaças biológicas

Marinha do Brasil acompanha desatracação de Navio de Cruzeiro após quarentena no Porto do Recife-PE

30/03/2020
 
Embarcação da Capitania acompanha a desatracação
do Navio de Cruzeiro Silver Shadow”
 
A Marinha do Brasil (MB), por intermédio da Capitania dos Portos de Pernambuco (CPPE), acompanhou a desatracação do Navio de Cruzeiro “Silver Shadow”, no dia 26 de março, no Porto de Recife-PE. O navio estava atracado no terminal portuário, em quarentena, desde o dia 12 de março, após um de seus passageiros testar positivo para o novo coronavírus (Covid-19).
 
Durante o período de isolamento do cruzeiro, a Marinha auxiliou, em conjunto com órgãos de saúde e de segurança pública, o desembarque de 336 pessoas do navio, entre passageiros e tripulantes, com emprego da Equipe de Resposta Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (EqRspNBQR) do Comando do 3º Distrito Naval.
 
A ação teve a participação de militares do Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal e do Hospital Naval de Recife, bem como de meios da CPPE, que atuaram na interdição marítima da área.
 
Equipe de Resposta Nuclear, Biológica, Química e Radiológica atuou no desembarque de passageiros e tripulantes do “Silver Shadow”
 

Capitania dos Portos do Piauí atua em campanha contra novo coronavírus

30/03/2020
 
Militar distribui panfletos educativos
 
A Capitania dos Portos do Piauí (CPPI) realizou, entre os dias 23 e 27 de março, campanhas de conscientização e prevenção do novo coronavírus (Covid-19) junto à população piauiense.
 
As ações foram efetuadas por meio das equipes de Inspeções Navais com distribuição de panfletos educativos aos pescadores, ribeirinhos e proprietários de embarcações. As abordagens têm seguido com as seguintes informações: sintomas; grupos de risco; orientações sobre higiene; uso de máscara; transmissão e proteção, entre outros. Foram fixados banners e cartazes no prédio da CPPI para que sejam constantemente atualizadas as informações aos militares e à Família Naval.
 
Creio que da forma como esse trabalho vem sendo conduzido, com as prevenções e informações, conseguiremos sair dessa pandemia mais rápido possível”, disse o Terceiro-Sargento Thais Xavier Araujo.
 
Militares da CPPI e agentes da Vigilância Sanitária de Parnaíba
atuam no combate ao novo coronavírus
 

Marinha do Brasil realiza Estágio de Descontaminação Biológica no município de Santos-SP

30/03/2020
 
Militares recebem instrução sobre o uso do
equipamento de proteção individual
 
Como parte dos esforços da Marinha do Brasil na Operação Covid-19, do Ministério da Defesa, o Comando do 8º Distrito destacou parte de seu efetivo, com militares lotados no Batalhão de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica de Aramar a fim de realizar Estágio de Descontaminação Biológica com Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais e militares do Exército Brasileiro do Comando Militar do Sudeste, nas instalações da Capitania dos Portos de São Paulo, sediada no município de Santos-SP.
 
O estágio tem como objetivo a qualificação em descontaminação de pessoal e material. Ao final do período, 108 militares da Marinha do Brasil e 75 militares do Exército Brasileiro serão capacitados.
 
Militar em treinamento de descontaminação
 

Corveta “Barroso” recebe o Force Commander da UNIFIL para falar sobre Covid-19

30/03/2020
 
Discurso do Force Commander & Head of Mission, General Stefano Del Col
 
O Comandante da Força-Tarefa Marítima da UNIFIL (FTM-UNIFIL), Contra-Almirante Sergio Renato Berna Salgueirinho, recebeu, em 26 de março, a bordo da Corveta “Barroso”, Navio-Capitânia da FTM-UNIFIL, o Major-General Stefano Del Col (Itália), Force Commander & Head of Mission (FC/HoM) da UNIFIL, para falar sobre o Covid-19.
 
O General Del Col realizou um discurso para a tripulação da Corveta “Barroso”, o qual foi simultaneamente retransmitido aos demais navios da Força-Tarefa Marítima da UNIFIL, por meio de videoconferência, ocasião em que apresentou os esforços da Missão no combate ao coronavírus.
 
Durante seu discurso, o FC/HoM exaltou os esforços da UNIFIL e todas as medidas de precaução adotadas para manter o seu pessoal, cerca de 11.000 peacekeepers, e toda a população libanesa livres do contágio por Covid-19.
 
Tripulação da Corveta “Barroso” e o Force Commander &
Head of Mission formados no convoo

Marinha atua na desinfecção da Estação das Barcas na Praça XV, no Rio de Janeiro-RJ

27/03/2020
 
Militares do Corpo de Fuzileir os Navais durante a ação
 
A Marinha do Brasil, por meio do Comando Conjunto Leste, deu início, no dia 26 de março, à desinfecção de lugares de grande circulação de passageiros de transportes públicos na capital fluminense, a fim de evitar a disseminação do coronavírus. A Estação das Barcas, na Praça XV, foi o primeiro local a ser desinfectado, em uma ação que contou com a participação de 49 militares do Corpo de Fuzileiros Navais, treinados em procedimentos de Defesa Nuclear Biológica, Química e Radiológica (NBQR).
 
De acordo com o Capitão de Fragata (FN) Braga, oficial de Operações do Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais de Defesa NBQR, passarão pelo processo de desinfecção todas as barcas que atendem Rio-Niterói, Rio-Paquetá, bem como as estações de Paquetá e Niterói-RJ, rampas de acesso, caixas eletrônicos e outros pontos utilizados pela população. “A principal finalidade da ação é reduzir os riscos de alastramento da contaminação pelo coronavírus, minimizando, assim, os impactos para a sociedade brasileira”, destacou o Comandante Braga. 
 
Os trabalhos iniciais foram acompanhados pela imprensa. Outra parte do processo foi realizado nesta madrugada (27), momento sem circulação de pessoas, garantindo a aplicação dos produtos químicos de forma segura. Militares do Exército Brasileiro também participaram da ação, realizando a desinfecção da Central do Brasil e da estação de metrô Estácio.
 
A desinfecção é realizada com produtos compostos por álcool 70%
e alvejante à base de cloro
 

 

Força de Fuzileiros da Esquadra apoia ações preventivas contra o COVID-19

27/03/2020
 
Militares durante ações de reconhecimento e descontaminação do Navio de Desembarque de Carros de Combate “Almirante Saboia”
 
No dia 25 de março, um destacamento composto por militares da Companhia de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (DefNBQR) do Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais foi empregado em atividades de descontaminação preventiva no Navio de Desembarque de Carros de Combate “Almirante Saboia”, em seu retorno da Operação “Apolog Sul 2020”. A ação teve como principal propósito reforçar os cuidados contra o novo coronavírus (CODIV-19).
 
Durante o desenvolvimento das atividades, quatro equipes especializadas executaram tarefas de reconhecimento e descontaminação das áreas e instalações do navio (passadiço, refeitório, cobertas, Centro de Controle de Máquinas e corredores de acesso). Para isso, os militares adotaram procedimentos de segurança, utilizando equipamento de proteção individual, como máscara de proteção respiratória, luvas, protetor ocular, botas e Tyvek (macacão/roupas de proteção nível C).
 
Como medida preventiva, agentes como álcool 70% e hipoclorito de sódio (água sanitária) foram utilizados na descontaminação das superfícies, em consonância com os protocolos sanitários em vigor.
 
Adicionalmente, no intuito de disseminar procedimentos e recomendações para prevenir e mitigar efeitos do contágio pelo novo coronavírus, foi realizado um adestramento para as tripulações de navios da Força de Superfície. Também foi ministrada instrução sobre descontaminação de ambulância, para militares da Unidade Médica da Esquadra.

 

Comando do 6º Distrito Naval realiza Estágio de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica

26/03/2020
 
Dez militares participam do estágio que acontece até amanhã (27)
 
Visando medidas de combate ao coronavírus, o Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN), por meio do 3° Batalhão de Operações Ribeirinhas (3ºBtlOpRib), realiza, de 25 a 27 de março, em Ladário-MS, o Estágio de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (DNBQR).
 
O objetivo é capacitar os militares para comporem a Equipe de Detecção e Identificação NBQR. Participam do curso dez militares, sendo cinco do 3ºBtlOpRib, dois do Hospital Naval de Ladário, dois do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Oeste e dois do Exército Brasileiro (EB).
 
Entre os assuntos abordados estão ameaça biológica; acidentes de natureza nuclear, biológica, química e radiológica; primeiros socorros; equipamentos de proteção individual; descontaminação; isolamento de área contaminada; cadeia de evacuação; entre outros.
 
A princípio serão realizadas, ao longo de março e abril, novas edições do estágio, com a participação de militares do Com6ºDN e EB.
 
 

Comando do 4o Distrito Naval realiza vistoria de segurança de aviação no Navio Auxiliar “Pará”

26/03/2020
 
Oficial de lançamento e pouso recebendo a aeronave UH-15
 
 
No período de 3 a 24 de março, a Seção de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos do Comando do 4º Distrito Naval realizou a vistoria de segurança de aviação no Navio Auxiliar “Pará”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, evento que faz parte do Programa de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos.
 
A vistoria é uma ferramenta pró-ativa por meio da qual se procede a busca e a análise das condições de segurança do material e de adestramento do pessoal do navio para operações aéreas, identificando os perigos que possam afetar a segurança operacional, permitindo a adoção oportuna de ações mitigadoras.
 
A primeira fase da vistoria é feita com o navio atracado e por meio de conferência de listas dos principais setores envolvidos em operações aéreas. Na segunda fase, o navio opera com a aeronave, tendo sido realizados diversos exercícios de pouso e decolagem, emergência de aeronaves, com simulações de acidentes e resgates, além de exercícios de pick-up e vertrep (método de reabastecimento de embarcações marítimas por helicóptero) com a aeronave UH-15.
 
Ao final, concluiu-se que o navio se encontrava em um nível de segurança satisfatório para conduzir operações aéreas e foi realizada uma reunião crítica onde foram elencadas as recomendações de segurança a serem cumpridas.
 
Equipe de manobra e vistoriadores durante o Vertrep

Alunos da Universidade Estadual do Rio de Janeiro participam de Comissão no Navio Hidroceanográfico “Faroleiro Graça Aranha”

26/03/2020
 
Alunos de Oceanografia da UERJ no Porto de Salvador-BA
 
No dia 9 de março, nove estudantes da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) embarcaram no Navio Hidroceanográfico “Faroleiro Almirante Graça Aranha”, com a finalidade de adquirirem “experiência embarcada”, que faz parte da grade curricular do curso.
 
O navio suspendeu da Base Almirante Castro e Silva (BACS), no Rio de Janeiro-RJ, com destino a Salvador-BA. O objetivo da comissão foi apoiar as atividades desenvolvidas pelo Programa de Pesquisas Científicas no Arquipélago de São Pedro e São Paulo, coordenadas pela Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar e pelo Centro de Sinalização Náutica Almirante Moraes Rego para a manutenção dos radiofaróis de Abrolhos, Caravelas e Sergipe.
 
Na oportunidade, os alunos da UERJ praticaram as atividades nas suas áreas de atuação, dentre as quais se destacam as coletas de dados e amostras da água por meio de conjunto CTD/ROSSETI, Termossalinógrafo e Batitermógrafo (XBT). O grupo também realizou uma visita ao radiofarol de Abrolhos, onde testemunhou as tarefas desempenhadas pelos militares da Marinha do Brasil que o guarnecem, enquanto o navio fazia o desembarque de material para a Ilha de Santa Bárbara, onde está localizado o farol.
 
Vale ressaltar que o embarque de alunos e pesquisadores, oriundos de Universidades e Centros de Pesquisa, é uma das contrapartidas da Marinha do Brasil no convênio firmado com Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, com a interveniência da Financiadora de Estudos e Projetos, que permitiram a modernização e adequação do navio, justamente para emprego nessa atividade.
 
Navio fundeado nas proximidades da Ilha de Santa Bárbara

Comandante da Marinha visita Instituto Rumo Náutico – Projeto Grael

25/03/2020
 
O objetivo da visita do Comandante da Marinha (ao centro) foi fortalecer a mentalidade marítima e a ampliação do acesso aos esportes náuticos
 
No dia 3 de março, o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, visitou o Instituto Rumo Náutico - Projeto Grael na cidade de Niterói-RJ. Recebido pelos irmãos Lars e Torben Grael e pelo presidente do instituto, Capitão de Mar e Guerra (RM1) Montes, o Almirante conheceu as instalações e algumas das diversas atividades do projeto, que tem como propósito incentivar os esportes náuticos, para todas as camadas sociais e tornar os barcos, instrumentos de educação.
 
Desde a fundação, em 1998, o Projeto Grael atendeu mais de 17 mil jovens e crianças da rede pública de ensino. A cada semestre, aproximadamente, 400 alunos, com idade entre 9 e 29 anos, são formados nos cursos e programas de desenvolvimento esportivo (natação, vela e canoagem) e nas oficinas náuticas (capotaria, carpintaria, fibra de vidro, mecânica de motor diesel, mecânica de motor de popa, instalações eletroeletrônicas para barcos). Além disso, a instituição também disponibiliza uma biblioteca, aulas de educação ambiental e de marcenaria de forma gratuita.
 
A visita do Comandante da Marinha ao Projeto Grael estreitou os laços entre as partes e buscou fortalecer a mentalidade marítima e a ampliação do acesso aos esportes náuticos como instrumentos de educação, de profissionalização, de construção da cidadania e de inclusão social.
 


Comandante da Marinha e jovens atendidos pelo projeto

 

Militares da Aviação Naval recebem instrução de salto de emergência na Academia da Força Aérea

25/03/2020
 
Oficiais-alunos e instrutores durante a instrução de salto de emergência
 realizada em Pirassununga-SP
 
Na primeira quinzena de março, os dez oficiais-alunos do Curso de Aperfeiçoamento de Aviação para Oficiais realizaram a instrução de salto de emergência, na Academia da Força Aérea Brasileira (FAB), em Pirassununga-SP. Após uma semana de treinamento intenso, os militares realizaram um salto enganchado de paraquedas, a partir da aeronave C-105, “Amazonas”, da FAB.
 
Coordenados pelos militares instrutores do Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento, conhecido como PARA-SAR, sediado na ALA-5, em Campo Grande-MS, a instrução e o salto têm o objetivo de preparar os futuros aviadores para o abandono de uma aeronave em situação de risco.
 
A instrução é pré-requisito para a realização do Estágio Primário de Aviação (EPAv), onde quatro dos oficiais-alunos realizarão voo na aeronave T-25 “Universal”, no 2º Esquadrão de Instrução Aérea. Dentre os quatro que realizarão o EPAv, dois serão selecionados para o Estágio Básico de Asa Fixa, na aeronave T-27, “Tucano”, visando à continuidade na formação de aviadores navais habilitados em asa fixa.
 
O adestramento contribuiu, ainda, para o aumento da interoperabilidade entre militares da Marinha do Brasil e da Força Aérea Brasileira.
 
Preparação para o salto enganchado de paraquedas
na aeronave C-105, “Amazonas”, da FAB
 

 

2º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral realiza voos de adestramento com óculos de visão noturna

24/03/2020
 
Militares após voos de adestramento
 
Durante os dias 11 e 12 de março, o 2º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral e o Grupo de Busca e Salvamento Aeronaval (GSAR - AerNav), subordinado ao Centro de Instrução e Adestramento Aeronaval Almirante José Maria do Amaral Oliveira (CIAAN), realizaram os primeiros voos de adestramento com resgate de pessoal em terra, em local não preparado, à noite, com utilização de óculos de visão noturna.
 
Durante os voos, foram realizadas manobras de infiltração e retirada de resgateiros em área restrita e terreno não preparado para pouso, com operações de socorro, visando à salvaguarda da vida humana em ambiente terrestre, a partir de uma aeronave de asa rotativa.
 
O adestramento consiste na primeira fase do aperfeiçoamento das capacidades de realizar operações de socorro em qualquer tipo de ambiente operacional, em especial no ambiente marítimo à noite, com eficiência e segurança.
 
Exercício de resgate de pessoal com óculos de visão noturna
 

Comando do 6º Distrito Naval participa do 13º Projeto “Ribeirinho Cidadão”

24/03/2020
 
Autoridades presentes na abertura do evento
 
O Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN) participou, de 28 de fevereiro a 8 de março, da 13ª Edição do Projeto “Ribeirinho Cidadão”, em Mato Grosso. A abertura do evento, realizada no dia 28 de fevereiro, em Santo Antônio do Leverger-MT, contou com a presença do Comandante do 6º Distrito Naval, Vice-Almirante Carlos Eduardo Horta Arentz; do Presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha; do Juiz coordenador do evento, José Antônio Bezerra Filho; do Capitão dos Portos de Mato Grosso, Capitão de Corveta Thiago Cristiano Muniz Santos, além de outras autoridades locais.
 
O projeto é uma iniciativa do TJMT em parceria com o Governo do Estado, a Marinha do Brasil (MB) e diversos órgãos e tem por objetivo levar atendimento jurídico, social e de saúde aos moradores das comunidades ribeirinhas da Baixada Cuiabana.
 
A ação cívico-social foi realizada com apoio do Aviso Hidroceanográfico Fluvial “Caravelas” e percorreu 56 comunidades nas regiões de Santo Antônio do Leverger, Estirão e Poconé-MT. A Marinha realizou 280 consultas médicas, 193 prescrições de medicamentos, 42 avaliações odontológicas, 141 escovações dentárias (individual e em grupo), 94 palestras de higiene oral, nove atendimentos à primeira infância e distribuiu mais de oito mil medicamentos.
 
No encerramento da etapa fluvial do projeto, realizado no dia 7 de março, em Poconé, o coordenador do evento, Juiz José Antônio Bezerra Filho, destacou a participação da Marinha, que possibilitou estender as ações a um número significativo da população ribeirinha de Mato Grosso.
 
Aviso Hidroceanográfico Fluvial “Caravelas”
 

Marinha do Brasil realiza o Seminário “Mulheres, Paz e Segurança”

18/03/2020
 
Evento contou com palestras de especialistas
 
A Marinha do Brasil (MB), por meio do Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais (CGCFN) e do Centro de Operações de Paz de Caráter Naval (COpPazNav), realizou, no dia 12 de março, o Seminário “Mulheres, Paz e Segurança: 20 anos da agenda da Resolução ONU 1325 e os 40 anos da mulher na Marinha”. O evento teve o propósito de discutir os avanços e desafios nos tempos atuais sobre a real inclusão das mulheres e a relevância de seu papel em todos os setores da sociedade, em períodos de paz ou de conflito.
 
A ocasião também marcou o lançamento do livro “Operações de Paz de Caráter Naval: Ameaças e desafios para a paz no mar”. O evento reuniu autores da publicação, que versa sobre as ameaças no ambiente marítimo, os desafios de se conduzir a paz no mar e o ensino e treinamento das forças navais.

Uma homenagem à Contra-Almirante (Md) Dalva, primeira mulher a assumir o posto de oficial-general no Brasil, também foi realizada na ocasião. Em seguida, foram iniciados os painéis reunindo mulheres de destaque da Marinha do Brasil e da sociedade civil, especialistas nos temas em pauta: “Mulheres, Paz e Segurança: 20 anos da agenda da Resolução ONU 1325” e “40 anos da mulher na Marinha”. Os participantes, após assistirem aos painéis, puderam interagir com as palestrantes por meio de um sistema eletrônico de debates.
 
O COpPazNav da Marinha do Brasil, estabelecido no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC), é a unidade de treinamento da MB para operações de paz, particularmente aquelas de caráter naval, como a executada pela Força-Tarefa Marítima na Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL). O Centro, cujo curso internacional possui certificação da ONU, exerce forte atuação na questão de gênero, tendo já realizado três edições do Estágio de Operações de Paz para Mulheres.
Seminário teve como propósito debater sobre a inclusão das mulheres e a relevância de seu papel em todos os setores da sociedade
 

Alunos do Profesp realizam consultas médicas na Capitania dos Portos do Ceará

18/03/2020
 
Alunos do Profesp são atendimento por nutricionistas voluntários
 
A Capitania dos Portos do Ceará recebeu, no dia 7 de março, cem alunos do Programa Forças no Esporte (Profesp), Núcleo Mar de Infância, para consultas nutricionais e médicas de diversas especialidades. O trabalho tem o objetivo de atestar a capacidade física para o desempenho de exercícios como aulas de vela e de natação ao longo de 2020.
 
O evento contou com a presença do Capitão dos Portos do Ceará, Capitão de Mar e Guerra Ricardo Barillo Cruz, que destacou a importância do apoio do Coletivo “Humanáuticos” ao estreitar os laços da organização militar com as Ligas de Pediatria, Otorrinolaringologia, Pneumologia, Oncologia, Atenção Primária em Saúde e Urologia da Universidade de Fortaleza-CE.
 
O programa, além de permitir o acesso a esportes aquáticos, proporciona às crianças o desempenho de atividades culturais como visitas a museus, cinema, navios da Marinha e tem sido o meio para aproximar a Instituição da sociedade.
 
Alunos do PROFESP recebem atendimento médico de várias especialidades

Diretoria de Hidrografia e Navegação sedia Reunião da Aliança Regional para a Oceanografia no Atlântico Sudoeste Superior e Tropical

18/03/2020
 
Foto Oficial da 16ª Reunião da OCEATLAN
 
Nos dias 11 e 12 de março, a Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN) sediou a 16ª Reunião da Aliança Regional para a Oceanografia no Atlântico Sudoeste Superior e Tropical (Oceatlan), em Niterói, no Rio de Janeiro. A Aliança representa o esforço de instituições argentinas, brasileiras e uruguaias, dentre outras atividades, para incentivar e cooperar com estudos destinados à avaliação dos potenciais econômicos e sociais gerados pelos serviços propostos. Contribui, também, para a formação de capacidades e intercâmbio de conhecimentos entre os participantes, com ênfase no desenvolvimento da Oceanografia Operacional e no fomento ao compartilhamento de análises e informações relacionadas aos oceanos.
 
A abertura do evento foi feita pelo Diretor de Hidrografia e Navegação, Contra-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa, que com sua assessoria especializada, recebeu representantes do Servicio de Oceanografía, Hidrografía y Meteorología de la Armada (SOHMA/Uruguai), da Facultad de Ciencias – Universidad de la Republica (Fcien – UdelaR/Uruguai), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, do Instituto Nacional de Meteorologia, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, da Universidade Federal do Rio Grande, do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, da Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar, do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira e do Centro de Hidrografia da Marinha.
 
Sobre a Oceatlan
A Oceatlan foi criada mediante a assinatura de uma Carta de Intenções, em março de 2005 e foi formalmente reconhecida pela Comissão Oceanográfica Intergovernamental da Unesco (COI) durante a sua 14ª Assembleia, realizada em Paris, em 2007. Além dos serviços hidrográficos, outras 13 instituições de pesquisa dos países que a compõem, participam de suas atividades e a área de interesse das pesquisas se estende entre os paralelos de 20˚N e 42˚S.
 

Fragata “Independência” desatraca de Natal-RN para operação no Líbano

17/03/2020
 
Fragata “Independência” segue com destino à missão na Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL)
 
A Fragata “Independência”, da Marinha do Brasil, desatracou, no dia 16 de março, do Porto de Natal-RN para compor a Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL), onde atuará como Navio Capitânia da operação. É a 17ª participação do Brasil na FTM-UNIFIL, operação em que o País começou a atuar em 2011. Desde então, 3,8 mil militares e seis navios brasileiros estiveram no Líbano.
 
Com uma tripulação de 200 militares e uma aeronave a bordo, a Fragata “Independência” permanecerá na área de operação de abril a dezembro de 2020. A missão do navio será conduzir operações navais a fim de contribuir para a segurança das fronteiras marítimas do Líbano, evitando o ingresso ilegal de armas ou materiais correlatos naquele país, além do treinamento dos quadros da Marinha de Guerra Libanesa.
 
A “Independência” é a quinta de uma série de seis fragatas da Classe “Niterói”. O projeto se iniciou em 20 de setembro de 1970, como parte do Programa de Renovação e Ampliação de Meios Flutuantes da Marinha. A primeira foi construída no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro. Seu deslocamento é de 3,8 mil toneladas, possuindo 129,2 metros de comprimento, 13,5 metros de boca e 6,5 metros de calado.
 
Fragata “Independência” desatraca de Natal-RN para o Líbano, e permanecerá na área de operação de abril a dezembro de 2020
 

Capitania dos Portos do Ceará realiza Projeto “Pátria Amada Brasil” para alunos do Ensino Fundamental

17/03/2020
 
Estudantes de escola municipal participam de cerimonial à Bandeira narrado
 
A Capitania dos Portos do Ceará (CPCE) recebeu 38 estudantes do 9º Ano da Escola Municipal Maria Rochelle da Silva, no dia 11 de março, para a realização do Projeto “Pátria Amada Brasil”. A atividade tem como objetivo incentivar o espírito cívico e a valorização dos símbolos nacionais nos alunos dos Ensinos Fundamental e Médio.
 
Na oportunidade, os estudantes participaram de um cerimonial à Bandeira Nacional narrado, assistiram à palestra sobre as atuações da Marinha do Brasil e sobre as formas de ingresso na instituição.
 
Para a professora Cláudia Rejane, o Projeto “Pátria Amada Brasil” oferece aos alunos a possibilidade de conhecer o dia a dia da atividade militar e de ter uma visão sobre os perfis de carreira. “Nós só temos motivos para agradecer a oportunidade. Os alunos ficaram encantados com a visita", disse.
 
Palestra tem como objetivo explicar a atuação da Força Naval e formas de ingresso
 

Capitania dos Portos de São Paulo realiza ação humanitária no município de Guarujá-SP

17/03/2020
 
Militares e voluntários distribuem material arrecadado em doações
 
Desde o dia 8 de março, a Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), presta apoio à população do município de Guarujá – SP, por meio de ações humanitárias em auxílio às vítimas dos deslizamentos de terra ocorridos nos dias 2 e 3 de março, causados pelas fortes chuvas na Baixada Santista, litoral de São Paulo.
 
As ações estão concentradas no ponto de acolhimento, a Escola Municipal Professora Dirce Valério Gracia, onde ocorre a organização dos voluntários e a distribuição dos donativos arrecadados. Foram disponibilizados militares da CPSP, do Corpo de Fuzileiros Navais (entre estes um profissional de enfermagem) e dois caminhões.
 
Militares e Agentes da Defesa Civil realizam a coordenação das ações
 
 

Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar inicia atividades do Programa Forças no Esporte

17/03/2020
 
Alunos reunidos para início das atividades do Profesp
 
No dia 11 de março, o Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (CIABA) deu início às atividades do Programa Forças no Esporte (Profesp). Ao longo deste ano, serão atendidas 400 crianças e adolescentes provenientes das Escolas Municipais Santana do Aurá e Gabriel Lage da Silva; das Escolas Estaduais João Carlos Batista e Almirante Renato Guillobel; e da Fundação Centro de Referência em Educação Ambiental Escola Bosque Prof. Eidorfe Moreira.
 
O Profesp é destinado ao atendimento de crianças e adolescentes, de 6 até 18 anos de idade, em situação de vulnerabilidade social. O objetivo do programa é promover a valorização dos participantes e reduzir riscos sociais. Visa, ainda, fortalecer a cidadania, a inclusão e a integração social dos beneficiados, por meio do acesso à prática de atividades esportivas e físicas saudáveis e de atividades socialmente inclusivas, realizadas no contraturno escolar, dentro de organizações militares.
 
O projeto é uma grande oportunidade de inclusão social e auxílio no desenvolvimento como pessoa dos alunos”, disse o Coordenador do Projeto no CIABA, Segundo-Sargento Edivan Salvino da Silva Raiol.
 
Aluno exibe uniforme do Profesp
 

Grupo Escoteiros do Mar Almirante Tamandaré visita o Navio-Auxiliar “Pará”

17/03/2020
 
Escoteiros do Mar embarcam para conhecer as atividades do Navio-Auxiliar "Pará"
 
No dia 14 de março, o Navio-Auxiliar “Pará”, abarrancado no Porto de Santarém-PA, recebeu a visita do Grupo de Escoteiros do Mar 63 Almirante Tamandaré, composto por 64 escoteiros com faixa etária entre 10 e 15 anos. Durante a visita, os escoteiros do mar (alguns acompanhados pelos seus familiares) tiveram a oportunidade de conhecer os trabalhos desenvolvidos pelo navio e as instalações.
 
O grupo também visitou locais onde estavam sendo prestados os serviços de saúde por conta da ação cívico-social realizada em Santarém-PA, em proveito à Operação “Educação na Hidrovia 2020”, que visa a conscientização sobre segurança da navegação nas hidrovias, prevenção contra o vandalismo na sinalização náutica e realização de programas de educação ambiental.
 
No início das atividades, as crianças visitaram as instalações do navio e receberam orientações sobre navegação, máquinas, armamento e a importância da presença dos meios da Marinha do Brasil nos portos do Norte, contribuindo, assim, para difundir a mentalidade marítima para os jovens escoteiros. Foram realizadas, ainda, palestras sobre “Acidente de Motor com Escalpelamento”, “Vandalismo nos Sinais Náuticos de Auxílio à Navegação” e “Segurança na Navegação”, que enfatizou a importância do uso de colete salva-vidas.
 
A vendedora Andréia da Silva Souza é mãe de três crianças do grupo e ressaltou que a visita ao navio foi uma grande oportunidade para conhecer e vivenciar um pouco mais a vida militar. “Conhecer o navio serve como incentivo para nossos filhos, pois esperamos que eles se identifiquem com a Marinha e ingressem na Força futuramente. Esse grupo tira as crianças das ruas, muda seu foco e direciona para o caminho do bem”, disse.
 
Escoteiros do Mar e familiares no convoo do Navio-Auxiliar "Pará"
 

Escola de Guerra Naval sedia a abertura do XXI Congresso Internacional de Árbitros Marítimos, no Rio de Janeiro

16/03/2020
 
O Comandante da Marinha ressaltou a importância do Congresso no que se refere “ao cumprimento das determinações da Organização Marítima Internacional”
 
No dia 9 de março, a Escola de Guerra Naval sediou a abertura do XXI Congresso Internacional de Árbitros Marítimos (International Congress of Maritime Arbitrators – ICMA), que reuniu especialistas de diversos países em questões relacionadas ao Direito Marítimo.
 
Durante a cerimônia de abertura, o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, ressaltou a importância do congresso, realizado pela primeira vez na América Latina. “Significa, para a Autoridade Marítima, o fortalecimento de seus posicionamentos, no que se refere ao cumprimento das determinações da Organização Marítima Internacional”. Também apontou os benefícios do encontro para o País. “o fortalecimento da atividade marítima, que envolve todas as atividades ligadas ao mar e às hidrovias; e o intercâmbio de conhecimentos, que envolve, além da área jurídica, as indústrias marítimas, que começam a tomar conhecimento mais de perto dos pontos que podem ser evitados e os que podem ser potencializados para a utilização dos seus limites comerciais”, disse.
 
Esta edição do congresso foi promovida pela Kincaid Mendes Vianna Advogados e pela Câmara Brasileira de Arbitragem Marítima (CBMA). Integraram a mesa de abertura Camila Mendes Vianna Cardoso, sócia da Kincaid; o Presidente da CBMA, Gustavo Schmidt; o Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), José Antonio Dias Toffoli; o Presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio Noronha; a ex-Ministra do STF Ellen Gracie; e o Comandante da Marinha. O evento contou, também, com a participação do Vice-Presidente do STF, Luiz Fux; de ministros do STJ; entre outras autoridades.

Museu Náutico da Bahia recebe prêmio por destaque como atrativo turístico de Salvador

13/03/2020
 
Almirante Silva Lima recebe troféu de primeiro lugar obtido pelo Museu Náutico da Bahia, no Prêmio Programa de Otimização de Performance, da Prefeitura de Salvador
 
No dia 10 de março, o Museu Náutico da Bahia, instalado no Farol da Barra, em Salvador-BA, foi condecorado como primeiro colocado, dentre 37 participantes, na categoria “Equipamentos e Atrativos Turísticos” do Prêmio Programa de Otimização de Performance, promovido pela Prefeitura da capital baiana. Em segundo e terceiro lugares na categoria ficaram o Elevador Lacerda e o Mercado Modelo, respectivamente.
 
Em cerimônia presidida pelo Secretário de Cultura e Turismo de Salvador, Cláudio Tinoco, o Museu Náutico da Bahia foi contemplado com um troféu e um certificado de excelência, recebidos pelo Comandante do 2º Distrito Naval, Vice-Almirante André Luiz Silva Lima de Santana Mendes.
 
A premiação reconheceu os hotéis, equipamentos e atrativos turísticos que alcançaram as melhores avaliações em páginas da Internet no ano de 2019.
 
Certificado e troféu conferidos ao Museu Náutico da Bahia
 

Intendência da Marinha comemora 250 anos de criação

12/03/2020

 

Cerimônia realizada no CIANB foi presidida pelo Comandante da Marinha

 

O Corpo de Intendentes da Marinha comemorou, no dia 03 de março, o 250° aniversário de criação da Intendência da Marinha, em cerimônia realizada no Centro de Instrução e Adestramento Almirante Newton Braga (CIANB).
 
O evento foi presidido pelo Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, e contou com a presença de ex-Ministros da Marinha, ex-Comandantes da Marinha, ex-Secretários-Gerais da Marinha, Almirantes Intendentes Veteranos e de autoridades civis e militares.
 
O Decano do Corpo de Intendentes, Vice-Almirante (IM) Jayme Teixeira Pinto Filho, afirmou, em sua Ordem do Dia, que os jovens intendentes devem inspirar-se nos exemplos das gerações que os antecederam. “Não esmoreçam diante dos desafios, os transformem em energia e motivação, amem nossa Instituição, sejam felizes e tenham sempre como farol o nosso lema: ‘Prestar o melhor serviço à Marinha’”.
 
Em sua mensagem, o Comandante da Marinha exortou a missão perene da Intendência. “Com a atenção voltada, também, para o futuro, fiéis ao seu lema de prever para prover e consoante à Estratégia Nacional de Defesa, a Intendência da Marinha tem um papel fundamental, no planejamento e administração, que possibilita a nossa Instituição manter o rumo seguro na consecução dos seus principais Programas Estratégicos”.
 
Durante o evento, foi realizada a outorga do título de “Intendente Honorário” a militares da ativa e da reserva, além de autoridades e servidores civis que contribuíram para o desenvolvimento da Intendência na Marinha do Brasil.
 
Na ocasião, a turma de Guardas-Marinha (IM) de 1965 da Escola Naval, representada pelo Contra-Almirante (RM1-IM) Alexandrino Cervo Machado, foi homenageada e houve, ainda, a entrega da espada do Patrono do Corpo de Intendentes, Almirante Gastão Motta, para compor o acervo do "Espaço Memória da Intendência - Almirante Newton Braga", no CIANB; a obliteração do selo comemorativo alusivo à data; e o lançamento do livro comemorativo "250 Anos da Intendência da Marinha do Brasil - da Vela à Propulsão Nuclear".

Marinha doa mais de 1,2 mil livros para escolas públicas da cidade de Porto de Moz-PA

12/03/2020
 
Escola Municipal de Ensino Fundamental Dom Bosco
recebe doações no dia de sua inauguração
 
Entre os dias 8 e 10 de março, o Comando do 4° Distrito Naval, por meio do Navio-Auxiliar “Pará”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, realizou a entrega de mais de 1,2 mil livros infantis do Projeto “Maré do Saber” para cinco escolas públicas da cidade de Porto de Moz-PA, beneficiando 705 alunos. A Escola Municipal de Ensino Fundamental Dom Bosco recebeu 300 livros no dia da sua inauguração, 8 de março.
 
O Projeto “Maré do Saber” foi criado pelo Comando do 4° Distrito Naval em parceria com a Sociedade Amigos da Marinha do Pará (SOAMAR). Tem como objetivo, arrecadar livros para serem levados pelos navios da Marinha do Brasil e doados às escolas das comunidades ribeirinhas de difícil acesso no interior do Pará e, dessa forma, incentivar a leitura e contribuir com o desenvolvimento de estudantes estimulando a empatia, concentração, memória, imaginação e outras habilidades promovidas pela leitura.
 
O Diretor da Escola Estadual de Ensino Médio Dom Pedro I, professor Alcirlei da Silva Torres, destacou que os livros doados são muito importantes, tendo em vista o acervo limitado da escola. “Nossa biblioteca tem pouca diversidade e recebe livros somente das disciplinas da escola. A variedade do que recebemos da Marinha vai enriquecer nossa biblioteca e incentivar a pesquisa e a leitura por parte dos alunos. Esperamos receber mais doações desse projeto maravilhoso que vai contribuir muito para a cultura do nosso município”, disse.
 

Marinha leva serviços de saúde e cidadania para população de Porto de Moz-PA

12/03/2020
 
Foram distribuídos quase 3 mil medicamentos na farmácia do Navio
 
Entre os dias 8 e 10 de março, o Navio-Auxiliar “Pará”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, realizou ação cívico-social na cidade de Porto de Moz-PA, em proveito da Operação “Educação na Hidrovia 2020”. Na ocasião, médicos, dentistas, enfermeiros e outros profissionais da Marinha assistiram à população, com parceiros de órgãos públicos das esferas estadual e municipal, oferecendo serviços de saúde, cidadania e educação.
 
Foram realizados 168 atendimentos médicos (clínica geral), 73 mamografias, 916 procedimentos odontológicos, distribuídos 2.832 medicamentos e proferidas cinco palestras em escolas públicas e na Colônia de Pescadores Z64 sobre “Vandalismo, Segurança na Navegação e Sinalização Náutica”, além de instaladas 12 coberturas de eixo em motores de embarcações.
 
A Secretaria Estadual de Saúde do Estado do Pará atendeu 166 pessoas e aplicou 664 testes rápidos (HIV, Sífilis, Hepatite B e C), realizou cinco palestras sobre “Escalpelamento”, para 160 pessoas, e uma palestra sobre “Alimentação Preventiva”, para 55 pessoas. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) realizou 51 atendimentos e a Fundação Cultural do Pará, 12.
 
Após realizar o exame de mamografia, a professora Eloide dos Santos Fernandes, 52 anos, comemorou a chegada do navio da Marinha na cidade. “Esse é um dia muito importante para a população, pois moramos um uma cidade que tem muita dificuldade em realizar alguns exames, principalmente o exame de mamografia. O diferencial do navio é o atendimento, em nenhum lugar somos atendidas como aqui. A presença da Marinha é um presente para o município. Esse benefício é tudo o que precisamos. Espero que o navio venha sempre”, finalizou.
 
População chegou ao porto da cidade para garantir atendimento no Navio-Auxiliar “Pará”
 

Marinha do Brasil resgata tripulante enfermo em navio mercante

11/03/2020
 
Aeronave da Marinha do Brasil socorre tripulante de navio mercante

Na noite do dia 7 de março, o Navio Mercante "Agios Charalambos", de bandeira das Bahamas, que navegava do Porto de Açu (São João da Barra-RJ) para o Bahrein, entrou em contato com o Salvamar Sueste, estrutura orgânica responsável por Operações de Busca e Salvamento do Comando do 1º Distrito Naval, solicitando o resgate de um tripulante que apresentava fortes dores abdominais.
 
O navio, que estava a aproximadamente 900 milhas náuticas (1.670 quilômetros) a leste de Vitória-ES, foi orientado a navegar na direção ao porto da cidade, para que uma aeronave da Marinha do Brasil efetuasse uma Evacuação Aeromédica (EVAM). Durante o período de deslocamento, um médico da Força prestou serviço de assistência por telemedicina e estabilizou o quadro de saúde do tripulante.
 
Em 10 de março e a 150 milhas náuticas (278 quilômetros) da costa, uma aeronave UH-15 pertencente ao 2º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral, sediado em São Pedro da Aldeia-RJ, realizou o resgate e pousou no aeroporto de Vitória. O tripulante foi imediatamente encaminhado ao hospital, onde realizou exames médicos, foi submetido a uma cirurgia de urgência e passa bem.
 

Navio-Auxiliar “Pará” inicia a Operação “Educação na Hidrovia 2020”

10/03/2020
 
Navio-Auxiliar “Pará” suspende para
a operação
 
 
O Navio-Auxiliar “Pará” iniciou, no dia 6 de março, a Operação “Educação na Hidrovia 2020”, que é fruto de uma parceria da Marinha do Brasil com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. O acordo prevê ações de conscientização sobre segurança da navegação nas hidrovias, prevenção contra o vandalismo na sinalização náutica e a realização de programas de educação ambiental. O navio passará pelos municípios de Porto de Moz, Santarém, Alter do Chão, Monte Alegre, Almeirim, Gurupá e Breves-PA.
 
Durante a operação, também serão realizadas ações cívico-sociais a bordo do navio, por meio de atendimentos de clínica médica, odontológicos, exames laboratoriais, mamografias, exames de ultrassom, distribuição de medicamentos e distribuição de livros por conta do Programa “Maré do Saber”, que foi criado pelo Comando do 4° Distrito Naval em conjunto com a Sociedade Amigos da Marinha Pará com a intenção de estimular a leitura e contribuir com a educação dos estudantes do interior do estado.
 
Para aumentar a abrangência das ações, outros órgãos públicos das esferas federal, estadual e municipal foram convidados a participar da operação. Entre eles estão: Secretaria Estadual de Saúde do Estado do Pará; Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas; Polícia Federal; Tribunal de Justiça do Estado do Pará; Universidade Federal do Pará; Fundação Cultural do Pará e a ONG “Américas Amigas”.
 

Delegacia Fluvial de Furnas intensifica inspeções navais no período do Carnaval

09/03/2020
 
Equipe de inspeção naval da Delegacia Fluvial de Furnas aborda
condutores no Lago de Furnas durante o Carnaval
 
A Delegacia Fluvial de Furnas (DelFurnas) realizou, no período de 21 a 26 de fevereiro, a “Operação Carnaval 2020”, como parte integrante da “Operação Verão – Mares Seguros e Limpos”, no Lago de Furnas, principal destino de turismo náutico do estado de Minas Gerais.

Durante a operação, 177 embarcações foram abordadas, sendo 11 notificadas e uma apreendida, e nenhum acidente ocorreu. As equipes de inspeção naval foram distribuídas pelos municípios da região (Capitólio, São João Batista do Glória, São José da Barra, Boa Esperança, Lavras e Carmo do Rio Claro) e empregaram diversos meios operativos, como lanchas, motos aquáticas, viaturas e um helicóptero UH-12 “Esquilo” do 1º Esquadrão de Helicóptero de Emprego Geral.

As ações fazem parte da atribuição legal da DelFurnas e visam à garantia da segurança da navegação, à salvaguarda da vida humana no mar e à prevenção da poluição ambiental por parte de embarcações, plataformas e instalações de apoio.

Nas abordagens, além da fiscalização do tráfego aquaviário, os militares disseminaram a mentalidade marítima aos condutores, tripulantes e passageiros, divulgaram o número “185” para emergências marítimas e esclareceram as formas de ingresso na Marinha.
 

CEFAN recebe visita do Presidente do Comitê Olímpico do Brasil

09/03/2020
 
Representantes do COB visitaram o Centro de Desportos da Marinha
e o CEFAN
 
O Presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Paulo Wanderley Teixeira, e o Vice-Presidente, Marco Antônio La Porta, visitaram, no dia 4 de fevereiro, a Comissão de Desportos da Marinha (CDM) e ao Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN).
 
Os representantes do COB, na oportunidade, conheceram as atividades desenvolvidas relacionadas ao treinamento físico militar, ao desporto, aos projetos sociais de inclusão por meio do esporte e aos atletas de alto rendimento do Programa Olímpico da Marinha.
 
O Presidente Paulo Wanderley afirmou que a visita foi produtiva. “Saio daqui confiante de que nossa vinda à CDM e ao CEFAN é o primeiro passo para incrementarmos a parceria entre o COB e a Marinha do Brasil, no objetivo comum que temos de fomentar o esporte nacional e contribuir para que o Brasil se transforme em uma potência olímpica”.
 

Força-Tarefa Marítima da UNIFIL no Líbano tem novo comandante

06/03/2020
 
Contra-Almirante Wieland recebe o UNIFIL Force Commander
 
No dia 29 de fevereiro, o Contra-Almirante Sergio Renato Berna Salgueirinho assumiu, do Contra-Almirante Eduardo Augusto Wieland, o Comando da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL).
 
A cerimônia foi presidida pelo Force Commander da UNIFIL, Major General Stefano Del Col (Itália), e contou com a presença do Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, Vice-Almirante (FN) Paulo Martino Zuccaro, e do Subchefe de Operações do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Vice-Almirante Ralph Dias da Silveira Costa, além de diversas autoridades e personalidades civis e militares da sociedade libanesa e de países integrantes da missão.
 
Sobre a FTM-UNIFIL
A FTM-UNIFIL foi criada em 15 de outubro de 2006, em atendimento à Resolução 1701 do Conselho de Segurança das Nações Unidas, por solicitação do governo libanês, tendo a singularidade de ser uma missão de paz da Organização das Nações Unidas de caráter naval, sob a responsabilidade do Brasil. A FTM-UNIFIL possui um Estado-Maior multinacional e seis navios de seis diferentes nacionalidades: Alemanha, Bangladesh, Brasil, Grécia, Indonésia e Turquia.
 
Cerimônia de passagem de comando da FTM-UNIFIL
 

Navio-Patrulha Oceânico “Amazonas” participa da Obangame Express 2020

05/03/2020
 
NPaOc “Amazonas” atracado em Walvis Bay, na Namíbia, primeiro
porto visitado pelo navio durante a Obangame Express 2020

O Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) “Amazonas”, do Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste, participa da 10ª edição da operação Obangame Express, que acontece até 6 de abril, na África, com presença nos portos da Angola, Namíbia e São Tomé e Príncipe.

O exercício conjunto, que conta com a participação de diversos países europeus e africanos, tem o propósito de adestrar Marinhas pertencentes à Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul, para o enfrentamento à insegurança marítima da região do Golfo da Guiné.
 
O adestramento é realizado por intermédio de ações de repressão da pesca ilegal; do combate à poluição no mar, à pirataria e ao terrorismo marítimo; e da assistência a navios em situação de perigo. Com isso, o exercício aumenta a interoperabilidade e os laços de cooperação entre as Marinhas de diversos países do continente americano, africano e europeu.
 

Escola de Guerra Naval sedia seminário sobre armas autônomas

05/03/2020
 
O seminário debateu as futuras reuniões do Grupo de Peritos Governamentais sobre LAWS
 
O Ministério das Relações Exteriores (MRE) e a Fundação Alexandre de Gusmão(FUNAG), em parceria com o Centro de Estudos Político-Estratégicos da Marinha (CEPE-MB) e a Escola de Guerra Naval (EGN), realizaram o Seminário Internacional “RioSeminar on Autonomous Weapons Systems”, no dia 20 de fevereiro. Durante o evento, as autoridades debateram sobre a governança de tecnologias emergentes e inteligência artificial aplicadas em sistemas de armas autônomas letais.
 
O propósito do seminário foi debater o tema, visando subsidiar as futuras reuniões do Grupo de Peritos Governamentais sobre Lethal Autonomous Weapons Systems (LAWS) das Nações Unidas, em 2020; a Conferência de Revisão da Convenção da ONU sobre Certas Armas Convencionais, em 2021; e demais fóruns internacionais que tratem do tema. As discussões foram realizadas em inglês e português, contando com tradução simultânea para ambas línguas e para Linguagem Brasileira de Sinais.
 
Participaram dos painéis delegações da Alemanha, Áustria, Chile, China, Estados Unidos, Japão, Rússia e Suécia, além de representantes de instituições como a Universidade de Harvard, a Cruz Vermelha e a própria Organização das Nações Unidas. O seminário contou, entre outras autoridades, com a presença do Almirante de Esquadra (FN), Professor Doutor Alvaro Augusto Dias Monteiro, Presidente do CEPE-MB; do Presidente da FUNAG, Ministro Roberto Goidanich; do Embaixador Alessandro Warley Candeas, do MRE; e do Embaixador Janis Klarkins, Chairman of the 2020 GGE/LAWS.

Capitania Fluvial do Rio Paraná intensifica ações de inspeção naval no oeste do estado

04/03/2020
 
Inspetores navais abordam embarcação no rio Paraná
 
A Capitania Fluvial do Rio Paraná (CFRP) intensificou as ações de inspeção naval em sua área de jurisdição, durante o feriado de Carnaval e em cumprimento a Operação “Verão 2019/2020 - Mares Seguros e Limpos”. A Marinha do Brasil (MB) esteve presente nos principais balneários da região oeste do estado do Paraná, onde o fluxo de embarcações de esporte e recreio é intensificado nesse feriado prolongado.
 
Em prol da segurança da navegação, a CFRP inspecionou mais de 460 embarcações somente nos seis dias que ocorreu o período de Carnaval, não havendo relato de nenhum acidente com vítimas nesta época. Desde o início da Operação “Verão”, em dezembro de 2019, já foram inspecionadas 1.934 embarcações nas águas do oeste do Paraná, notificadas 112 e apreendidas 27, visando a segurança do tráfego aquaviário.
 
A Operação “Verão” foi iniciada em 20 de dezembro do último ano e será conduzida até 14 de março, contando com um efetivo de 118 militares diretamente envolvidos, na área de jurisdição da CFRP.
 
Presença de militares da Capitania em Campo
Mourão-PR durante Operação “Verão”
 

DHN participa da 52ª Sessão da Comissão de Limites da Plataforma Continental, em Nova Iorque

28/02/2020
 
Autoridades participantes da 52ª Sessão da Comissão de
Limites da Plataforma Continental
 
Em continuidade ao processo de análise da submissão de limite exterior da plataforma continental brasileira para a Margem Equatorial do Brasil, iniciado em agosto de 2019, a delegação brasileira, composta pela Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN), com seu pessoal técnico; por membros da Missão Permanente do Brasil Junto à Organização das Nações Unidas e integrantes da Comunidade Científica participaram, no período de 10 a 15 de fevereiro, da reunião técnica de trabalho com os membros da Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) designados para analisar a proposta brasileira.
 
Em novembro de 2019, alguns pontos foram levantados pelos peritos da CLPC e, durante a reunião, os questionamentos foram elucidados, o que contribui para o sucesso a ser alcançado como ocorreu com a proposta de limite exterior da plataforma continental para a Região Sul, adotada pela CLPC e tornada pública em 8 de março de 2019.
 
Em lilás, o Limite Lateral Marítimo com Guiana Francesa. Em azul, as 200 milhas a partir das linhas de base e, em vermelho, o limite exterior da plataforma continental brasileira
 
A margem Equatorial prolonga-se desde o Limite Lateral Marítimo com a Guiana Francesa até a cadeia Fernando de Noronha e tem como províncias mais expressivas as regiões do cone Submarino do Amazonas e a cadeia Norte Brasileira. A submissão brasileira na Margem Equatorial compreende uma área de 383.218 km2 além das 200 milhas.
 

Capitania dos Portos do Amapá doa livros infantis para escola pública no interior do estado

28/02/2020
 
Militar da Capitania dos Portos do Amapá com alunos e professores
 
A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos do Amapá (CPAP), realizou, no dia 21 de fevereiro, a entrega de livros infantis à Escola Municipal de Educação Infantil e Fundamental Vó Olga, localizada no município de Mazagão-AP.
 
A ação fez parte das atividades do Projeto “Maré do Saber”, criado, em 2019, pela Sociedade Amigos da Marinha e pelo Comando do 4º Distrito Naval, a fim de angariar livros para comporem os acervos das bibliotecas das escolas públicas em localidades ribeirinhas.
 
Agradecendo a iniciativa da Marinha, a diretora da Escola, Josiane Cruz, ressaltou que o colégio não tem biblioteca, além disso, muitos alunos são ribeirinhos carentes, moram distantes dos centros urbanos e não têm acesso à leitura. “Ficamos muito agradecidos com essa ajuda, começaremos o ano letivo com esse ótimo incetivo às nossas crianças”, disse.
 
Sala que servirá como espaço de leitura
 

Capitania dos Portos do Amapá intensifica ações de fiscalização na Operação “Carnaval”

28/02/2020
 
Abordagem em embarcação pela equipe de inspeção naval
 
A Capitania dos Portos do Amapá (CPAP) e a Agência da Capitania dos Portos do Amapá no Oiapoque (AgOiapoque) realizaram, no período de 21 a 26 de fevereiro, a Operação “Carnaval/2020”, com duas equipes nos municípios de Macapá, Santana e Mazagão e uma equipe no Oiapoque. Na ocasião, foram realizadas 297 abordagens, 51 notificações, 10 apreensões, 16 testes com etilômetro e 36 palestras para 1.039 ouvintes. Não foram registrados acidentes nos seis dias de operação.
 
As equipes de inspeção naval atuaram no Porto do Grego, Porto dos irmãos Metralha, Canal do Jandiá, Rampa do Santa Inês, Igarapé da Fortaleza e Vila Vitória (Oiapoque-AP). Durante a ação, os militares utilizaram o aparelho etilômetro, que verifica se o piloto ingeriu bebida alcoólica.
 
Na ocasião, foram repassadas orientações aos comandantes, tripulantes e passageiros, abordando aspectos relacionados à salvaguarda da vida humana, à prevenção da poluição e à segurança da navegação, reforçando a importância de não trafegarem com embarcações irregulares, que colocam em risco, não somente a segurança do tráfego aquaviário, como também a segurança dos passageiros.
 

Comando do 6º Distrito Naval retoma atividades do Projeto “Marinheiro por um dia”

27/02/2020
 
Grupo embarcou no Monitor “Parnaíba“
 
O Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN) promoveu, em 13 de fevereiro, a crianças, jovens e adultos do Leo Clube Corumbá uma experiência cultural em um navio da Marinha do Brasil (MB). A bordo do Monitor “Parnaíba”, 30 pessoas embarcaram no projeto “Marinheiro por um dia” e navegaram pelo Rio Paraguai.
 
Os visitantes presenciaram as manobras de suspender e atracar, conheceram algumas tradições navais e a rotina a bordo do navio mais antigo na MB ainda em atividade operativa. Na oportunidade, assistiram a um vídeo sobre a história do Monitor “Parnaíba” e a participação do navio na Segunda Guerra Mundial, bem como em operações e ações cívico-militares em populações ribeirinhas.
 
Conselheiro do Leo Clube Corumbá, Amin José Cestari Baruki, destacou que o projeto “Marinheiro por um dia” contribui para o futuro das crianças e dos jovens. “Essa oportunidade foi mais que um passeio, pois tivemos muitos aprendizados. A experiência também pode ter despertado o interesse em algum deles a ingressar nas Forças Armadas”.
 
Carlos Afonso, de 18 anos, só conhecia a rotina de um navio por revistas e documentários. “Foi a primeira vez que vivenciei tudo isso, descobri que há muito mais coisas por trás de toda a mecânica. Gostei de ver como os militares devem agir em uma situação inesperada, por exemplo, em caso de incêndio. No vídeo, conhecemos o navio antes e depois da modernização, vi de perto o convoo para helicóptero e estou muito feliz de ter embarcado em um navio que participou da Segunda Guerra Mundial. Agora, estou motivado a saber mais sobre as Forças Armadas”, disse o jovem.
 
Pietra Jeremias, de 17 anos, também afirmou ter ficado encantada com o projeto. “Superou minhas expectativas, não imaginei que veria e aprenderia tanta coisa. Nem sei dizer o que gostei mais, porque foi tudo muito interessante. Tive a oportunidade de tirar várias dúvidas, foi ótimo”.
 
Jovens conhecem rotina a bordo de um navio de guerra
 

Brasil participa da 7ª Sessão do Subcomitê de Prevenção e Resposta à Poluição da IMO

27/02/2020
 
Delegação do Brasil na 7ª Sessão do Subcomitê de
Prevenção e Resposta à Poluição
 
Com uma delegação composta por representantes da Marinha do Brasil (MB), do Ministério das Relações Exteriores, do Ministério do Meio Ambiente (Ibama), da Petrobras, da Vale e da Companhia de Navegação Norsul, o Brasil participou da 7ª Sessão do Subcomitê de Prevenção e Resposta à Poluição (PPR) da Organização Marítima Internacional (IMO), em Londres, no período de 17 a 21 de fevereiro.
 
O subcomitê trata de todos os assuntos relacionados à prevenção e resposta à poluição que são da competência da IMO, sendo discutidas questões afetas à Convenção MARPOL e temas relacionados ao controle e ao gerenciamento de organismos aquáticos nocivos na água de lastro e sedimentos dos navios; bioincrustação; sistemas anti-incrustantes; preparação, resposta e cooperação em caso de poluição causada por óleo e substâncias perigosas e nocivas; e reciclagem segura e ambientalmente correta dos navios.
 
O subcomitê foi presidido por um brasileiro, Doutor Flávio da Costa Fernandes, que é Servidor Civil da MB desde 1976 e está lotado no Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira. Flávio é graduado em biologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e mestre e doutor em oceanografia pela Universidade de São Paulo. É, ainda, membro da Comissão Nacional de Biossegurança do Ministério da Defesa, da Comissão Técnica para Espécies Invasoras do Ministério do Meio Ambiente e do Grupo de Peritos em Água de Lastro da IMO.
 
Ao término da sessão, Flávio da Costa foi reeleito para presidir o próximo Subcomitê PPR, que será realizado no período de 11 a 15 de janeiro de 2021.
 
Sessão do PPR 7 conduzida pelo Doutor Flávio Fernandes

Aviso de Patrulha “Anequim” resgata casal à deriva em veleiro

27/02/2020
 
Aviso de Patrulha “Anequim” faz resgate da
embarcação veleira “Boa Sorte”, ao fundo
 
O Aviso de Patrulha “Anequim”, pertencente ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste, foi acionado pelo Salvamar Sueste para prestar socorro à embarcação veleira “Boa Sorte”, que estava à deriva nas proximidades da Laje da Marambaia-RJ, no fim da noite de 23 de fevereiro.
 
No momento do resgate, o AviPa “Anequim” realizava inspeção naval em virtude da Operação “Verão 2019/2020 - Mares Seguros e Limpos”, fiscalizando as embarcações na região de Angra dos Reis-RJ. O casal de tripulantes chegou em segurança ao porto de Angra dos Reis na manhã de 24 de fevereiro.
 

Navio-Patrulha “Gurupá” presta socorro a tripulante de veleiro nas proximidades do Espírito Santo

27/02/2020
 
Militares do NPa "Gurupá" durante socorro prestado
ao veleiro "Alexandria Forever"
 
O Navio-Patrulha (NPa) “Gurupá”, pertencente ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste, foi acionado, na manhã do dia 24 de fevereiro, pelo Salvamar Sueste para prestar socorro à embarcação veleira “Alexandria Forever”, que se encontrava sem propulsão a 60 milhas náuticas (aproximadamente 112 quilômetros) do litoral de Vitória-ES, segundo informações do Centro de Coordenação de Resgate Marítimo Italiano.
 
O NPa “Gurupá”, que realizava inspeção naval em razão da Operação “Verão 2019/2020 - Mares Seguros e Limpos”, fiscalizando as embarcações nas proximidades do estado do Espírito Santo, deslocou-se para o local. No período da tarde, o veleiro foi encontrado a 45 milhas náuticas (cerca de 84 Km) da costa do estado.
 
Com a degradação das condições meteorológicas, o “Alexandria Forever” necessitou ser rebocado na madrugada do dia 25. Embarcação e tripulante chegaram em segurança ao Porto de Tubarão, em Vitória-ES, no dia 25 de fevereiro.
 

Marinha do Brasil realiza evacuação aeromédica de pescador em alto-mar

27/02/2020
 
Aeronave subordinada ao Comando do 4º Distrito Naval
foi enviada para realizar o resgate do enfermo
 
A Marinha do Brasil (MB), por intermédio da Capitania dos Portos do Ceará (CPCE), realizou resgate e evacuação aeromédica de um pescador a 348 milhas náuticas, o equivalente a 644 quilômetros de Fortaleza-CE. Nessa ação foram empregados o Rebocador de Alto Mar (RbAM) “Triunfo” e a Aeronave UH-15.
 
A Operação de Busca e Salvamento foi coordenada pelo Salvamar Norte, com o apoio do Salvamar Nordeste, e contou com a participação integrada de equipes de militares da CPCE, da Escola de Aprendizes Marinheiros do Ceará (EAMCE), do RbAM “Triunfo” e equipe médica, subordinados ao Comando do 3º Distrito Naval, bem como da Aeronave UH-15, do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte, pertencente ao Comando do 4° Distrito Naval e sediado em Belém-PA.
 
O aquaviário norte-rio-grandense, de 55 anos, com suspeita de ter sofrido um acidente vascular cerebral, enquanto esteve embarcado no RbAM “Triunfo”, ficou sob os cuidados de uma equipe médica do Hospital Naval de Natal e foi encaminhado, na manhã do dia 22 de fevereiro, a um hospital para continuar o atendimento médico.
 
O paciente foi içado até o helicóptero por meio da técnica de “pick-up”
 

Atletas da Marinha se preparam para as Olimpíadas de Tóquio

20/02/2020
 
Sargentos Ilka e Thaís conquistaram a 3ª e a 7ª colocação, respectivamente, na 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Tiro 2020
 
Com a proximidade das Olimpíadas de Tóquio, previstas para ocorrerem de 24 de julho a 9 de agosto, os atletas do Programa Olímpico da Marinha (PROLIM) estão se preparando e conquistando excelentes resultados em competições nas mais variadas modalidades desportivas.
 
Eleita a melhor atleta do mundo de Maratonas Aquáticas em 2019, a Terceiro-Sargento Ana Marcela conquistou, no dia 15 de fevereiro, a medalha de prata em sua estreia na temporada 2020 da primeira etapa do Fina Marathon Swim Word Series, em Doha, no Catar. A atleta completou a prova somente 2 décimos atrás da primeira colocada. A competição reuniu algumas das adversárias que a sargento enfrentará no Japão.
 
Na Vela, os mundiais das classes 49er e 49er FX, realizados em Geelong, na Austrália, terminaram na madrugada do dia 15 e garantiram quatro velejadores da Marinha nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Os Terceiros-Sargentos Marco Grael e Gabriel Borges confirmaram a ida ao Japão após terminarem o torneio em 13º lugar, enquanto a Terceiro-Sargento Kahena Kunze, atual campeã olímpica, conquistou o direito de defender seu título após fechar a participação na 12ª colocação. A dupla de Sargentos Geison Mendes e Gustavo Thiesen foi a campeã da classe 470 Class South American Championships 2020, realizada em 16 de fevereiro, em Mar del Plata, Argentina.
 
Os Terceiros-Sargentos Evandro e Bruno Schmidt, atletas militares que já garantiram vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio, conquistaram a medalha de ouro no Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia, no dia 16, na arena montada na praia de Pajuçara, em Maceió-AL. Já no feminino, a Terceiro-Sargento Ágatha, já classificada para Tóquio 2020, faturou a medalha de ouro.
 
Realizado no último fim de semana, o Campeonato Brasileiro Interclubes / Seletiva para a Copa do Mundo de Saltos Ornamentais definiu os atletas que participarão do torneio pré-olímpico. As Terceiros-Sargentos Luana Lira, Tammy Galera e Giovanna Pedroso garantiram três das cinco vagas. O evento ocorreu no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro-RJ, e teve o apoio da Secretária Especial de Esporte.
 
Os Terceiros-Sargentos Thiago e Laura confirmaram índice para o Campeonato Mundial sub20 da modalidade de Levantamento de Peso Olímpico, na Romênia, que será realizado em março.
 
Fechando as competições com participação dos atletas militares integrantes do PROLIM, as Terceiros-Sargentos Thais e Ilka participaram da 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Tiro 2020, na modalidade pistola 25metros, conquistando o 3º e o 7º lugares respectivamente.
 
Na seletiva de Saltos Ornamentais, três atletas da Marinha do Brasil
conquistaram índice para participar do torneio pré-olímpico
 

Sargento da Marinha garante vaga para torneio qualificatório olímpico de Taekwondo

20/02/2020
 
Sargento Milena Titoneli durante premiação
no 5th President Cup Europe 2020
 
A Terceiro-Sargento Milena Titoneli, atleta militar do Taekwondo do Programa Olímpico da Marinha (PROLIM), conquistou, no dia 18 de fevereiro, a medalha de prata na categoria - 67 kg, no 5th President Cup Europe 2020, competição realizada em Helsingborg, na Suécia.
 
O resultado obtido pela Sargento Titoneli somou 20 pontos para o ranking mundial e adulto da modalidade e a classificou para o próximo torneio qualificatório olímpico, a ser disputado em março, na Costa Rica.
 

Marinha do Brasil realiza ação preventiva em praias de Caraguatatuba - SP

19/02/2020
 
Militares orientam profissionais do setor de entretenimento náutico
 
A Marinha do Brasil, por intermédio da Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião, realizou, no dia 15 de fevereiro, uma ação preventiva nas praias de Caraguatatuba-SP, em conjunto com a Secretaria de Urbanismo do município.
 
O propósito da ação foi orientar os profissionais que trabalham, nas praias, com entretenimento náutico quanto às regras de navegação, o uso correto dos equipamentos de salvatagem e documentações obrigatórias de habilitação e da embarcação.
 
A ação foi realizada em conjunto com a Secretaria de Urbanismo de Caraguatatuba-SP

Operação “Verão 2020” completa dois meses de atuação

18/02/2020
 
Agentes da autoridade marítima brasileira
atuam nas águas gaúchas e catarinenses
 
A Operação “Verão 2019/2020” completou, em 15 de fevereiro, dois meses de realização nos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, área abrangida pela jurisdição do Comando do 5º Distrito Naval (Com5ºDN). Até o momento, 6.596 embarcações foram inspecionadas, o que representa um crescimento de 6,61% em relação ao mesmo período do ano passado. A Operação “Verão”, realizada nacionalmente pela Marinha do Brasil, teve início em 15 de dezembro do ano passado e será finalizada em 15 de março.
 
No total, das embarcações que passaram por inspeção naval nas águas gaúchas e catarinenses, 527 foram notificadas. Esse número é menor que o registrado na operação anterior, quando 531 proprietários receberam notificações por irregularidades. No percentual de embarcações apreendidas, foi registrada uma diminuição significativa, contabilizando 59 embarcações, o equivalente a uma queda de 11,94% neste ano.
 
Já o número de Inquéritos Administrativos sobre Acidentes e Fatos da Navegação instaurados, teve um aumento de 12,5% comparado ao mesmo período do ano passado, correspondendo a nove inquéritos abertos nessa operação. O melhor resultado é o referente ao número de acidentes ocorridos. Nesta operação, nenhum acidente foi registrado, uma diminuição de 100% em relação ao mesmo período em 2019, quando seis acidentes foram contabilizados.
 
As atividades de inspeção naval do Com5ºDN estão sendo realizadas por três Capitanias, sendo uma fluvial, quatro Delegacias e uma Agência. Para garantir um verão mais seguro em águas brasileiras, os agentes da autoridade marítima brasileira realizam fiscalização nos seguintes aspectos: habilitação dos condutores; documentação da embarcação; material de salvatagem (coletes e boias); extintores de incêndio; luzes de navegação; capacidade de lotação e o estado da embarcação. Além disso, são utilizados etilômetros, tendo em vista ser proibido o consumo de bebidas alcoólicas pelos condutores.
 

Marinha Mercante de São Tomé e Príncipe tem novos oficiais, após 27 anos

18/02/2020
 
Oficiais da Marinha Mercante formados
 
No dia 7 de fevereiro, ocorreu, nas dependências da Embaixada do Brasil em São Tomé e Principe, a Cerimônia de Recepção e Apresentação, para os Organismos e Instituições integrantes do Poder Marítimo da República Democrática de São Tomé e Príncipe, dos primeiros oficiais formados na Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM). O evento foi organizado pelo Núcleo da Missão Naval da Marinha do Brasil, pela Embaixada do Brasil e em parceria com o Instituto Marítimo e Portuário (IMAP).
 
É a primeira vez, desde 1993, que São Tomé e Príncipe recebe oficiais que concluíram o Curso de Ciências Náuticas, representando assim um novo marco para a Marinha Mercante Santomense. A turma que os antecedeu formou-se, há 24 anos, na Ex-União Soviética e na República de Cuba.
 
Para que os oficiais recebam os diplomas e exerçam as suas funções, é necessária a realização do Estágio prático embarcado (PREST). Por esse motivo, o Núcleo da Missão Naval promoveu a cerimônia para apresentar, aos órgãos e entidades ligadas ao Poder Marítimo de São Tomé e Príncipe, como se desenvolveu e é gerenciado o Ensino Profissional Marítimo Brasileiro, bem como a sua relevância no desenvolvimento do Poder Marítimo de uma nação, além de buscar parcerias junto a Guarda Costeira, a Marinha Portuguesa e demais países amigos e parceiros de São Tomé para viabilizar a realização do PREST.
 
A solenidade contou com a participação do Embaixador do Brasil, Vilmar Rogeiro Coutinho Júnior; de ministros de São Tomé e Príncipe e demais embaixadores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa acreditados no país; do Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas de São Tomé e Príncipe; e autoridades civis e militares.