Nomar Online

Navios da Marinha do Brasil retornam da 37ª “Operação Antártica”

19/04/2019

 

 
Após cerca de 180 dias de comissão, o Navio de Apoio Oceanográfico (NApOc) “Ary Rongel” e o Navio Polar (NPo) “Almirante Maximiano” regressaram ao Rio de Janeiro, marcando o cumprimento, com sucesso, da 37ª “Operação Antártica” (OPERANTAR XXXVII). Os meios atracaram no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, no dia 13 de abril.
 
Navio Polar “Almirante Maximiano” a caminho do Arsenal de Marinha
 
Ao longo da OPERANTAR XXXVII, o NApOc “Ary Rongel”, sob o comando do Capitão de Mar e Guerra Antonio Braz de Souza, e o NPo “Almirante Maximiano”, comandado até 14 de fevereiro pelo Capitão de Mar e Guerra Pedro Augusto Bittencourt Heine Filho e, atualmente, pelo Capitão de Mar e Guerra João Candido Marques Dias, executaram trabalhos de campo nos refúgios e acampamentos, serviram como plataforma para a realização de pesquisas, dando suporte a 19 projetos, e apoiaram logisticamente os Módulos Antárticos Emergenciais e a reconstrução da Estação Antártica Comandante Ferraz. Foram realizados também levantamentos hidrográficos, visando à atualização de cartas náuticas sob responsabilidade do Brasil, como membro da Comissão Hidrográfica da Antártica, na Organização Hidrográfica Internacional.
 
Os meios empregaram duas aeronaves para transportar pesquisadores e materiais para os acampamentos e diferentes pontos de coleta na Península Antártica e na Ilha de James Ross. Também utilizaram embarcações e equipamentos orgânicos para a realização de sondagens e levantamentos oceanográficos, observações de animais e coletas de amostras de plantas, solo e água. Essas atividades envolveram pesquisadores de diversas instituições de ensino e pesquisa do país, que usaram como bases os próprios navios e acampamentos temporários estabelecidos na região. A Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (SECIRM) foi a organização militar responsável pela coordenação dos trabalhos e esteve presente desde o planejamento até a execução de cada atividade, verificando e atendendo às demandas dos meios envolvidos e dos pesquisadores embarcados.
 
Familiares aguardam militares do Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel”
 
A fim de contribuir para o estreitamento de laços entre os países e a manutenção de uma atmosfera de cooperação científica entre os Programas Antárticos, o NApOc “Ary Rongel” e o NPo “Almirante Maximiano” receberam tripulantes de estações científicas e de navios estrangeiros e realizaram visitas às estações antárticas da Bulgária, Chile, Peru, Polônia e Rússia.
 
Durante a viagem, os navios utilizaram, para apoio logístico, os portos das cidades de Rio Grande-RS, Punta Arenas, no Chile, Montevidéu, no Uruguai, Ushuaia, na Argentina, e Itajaí-SC.
 

 

Atletas da Marinha do Brasil são destaques no Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia

19/04/2019
 
Atleta da Marinha durante ataque
 
No período de 9 a 14 de abril, foi realizada a última etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, da temporada 2018/2019. Esta etapa foi realizada em João Pessoa-PB e teve a participação dos melhores atletas do País.
 
A Terceiro-Sargento Bárbara Seixas de Freitas foi a campeã da etapa de João Pessoa e com esse resultado consagrou-se Campeã do Circuito Brasileiro nesta temporada. A Terceiro-Sargento Ágatha Bednarczuk Rippel ficou em terceiro lugar na etapa.
 
No masculino, o Terceiro-Sargento Álvaro Filho conquistou o quarto lugar e com esse resultado consagrou-se Campeão do Circuito Brasileiro na temporada. O título da etapa ficou com o Terceiro-Sargento Alison Conte Cerutti e os Terceiro-Sargento Bruno Oscar de Almeida Nogueira Schmidt e Marinheiro Evandro Gonçalves Junior, ficaram em segundo lugar da etapa

 

Escola de Guerra Naval sedia colóquio internacional sobre “Economia e Indústria de Defesa”

19/04/2019
 
Entre os temas, os especialistas abordaram o perfil da indústria de defesa no País e o impacto da quarta edição do Pró-Defesa
 
A Escola de Guerra Naval (EGN) e a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), com apoio do Centro de Estudos Político-Estratégicos da Marinha (CEPE-MB), promoveram, no dia 11 de abril, o Colóquio Internacional “Economia e Indústria de Defesa: Perspectivas para o Desenvolvimento”. O encontro buscou fomentar a reflexão sobre a relevância da Economia de Defesa e da Indústria de Defesa no desenvolvimento dos países e, nesse contexto, o impacto da quarta edição do Programa de Apoio ao Ensino e à Pesquisa Científica e Tecnológica em Defesa Nacional. Financiado pelo Ministério da Defesa, o programa é desenvolvido em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
 
Participaram do colóquio os Professores Doutores Antonio Fonfría (Universidad Complutense de Madrid); Thauan Santos (EGN); Patrícia Matos (Universidade da Força Aérea - UNIFA); Hélio Farias (ECEME); Ariela Leske (Escola Superior de Guerra - ESG); e Marcos Barbieri (Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP). Respectivamente, eles abordaram a relação governo e indústria de defesa no âmbito europeu; as limitações teóricas e conceituais acerca da Economia de Defesa; orçamento de defesa na América do Sul; os requisitos estratégicos da Base Industrial de Defesa; o perfil da indústria de defesa brasileira; e o Programa Pró-Defesa, especificamente, o projeto sobre “Economia de Defesa”, que conta com a participação da UNICAMP, EGN, ESG, UNIFA e da Universidade Federal Fluminense.
 
O colóquio teve como público-alvo alunos de graduação e pós-graduação, outros membros da comunidade acadêmica, militares e civis interessados no tema.

 

Marinha participa da Caminhada pela Conscientização do Autismo na Ilha do Governador

19/04/2019
 
Representante da Marinha do Brasil e moradores da Ilha do Governador
participam da caminhada
 
No dia 14 de abril, mais de três mil de pessoas participaram da 6ª Caminhada pela Conscientização do Autismo, na Ilha do Governador, zona norte do Rio de Janeiro-RJ. A Marinha do Brasil também participou da caminhada, divulgando o evento “Um Dia de Fuzileiro Naval e Marinheiro”, dedicado a pessoas com deficiência, que ocorrerá no dia 11 de maio, no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC).
 
Organizado pelo grupo “Compartilha”, composto por pais de crianças com autismo e amigos, o evento contou com atrações como palhaços, malabaristas, apresentações de dança e do intérprete da União da Ilha, Ito Melodia, que cantou o samba oficial do autismo.
 
O mês de abril é dedicado à conscientização do autismo. O Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) afeta o neurodesenvolvimento e pode ser diagnosticado desde o primeiro ano de vida. A Organização Mundial da Saúde estima que haja 70 milhões de pessoas com autismo em todo o mundo, sendo dois milhões somente no Brasil.
 
Primeiro-Tenente Mariana Müller, Vereadora Tânia Bastos e Capitão de Mar e Guerra (FN) Monteiro

 

Capitania Fluvial de Porto Alegre dá início às atividades do Projeto “Pátria Amada Brasil”

19/04/2019
 
Projeto Pátria Amada na Capitania Fluvial de Porto Alegre
 
No dia 12 de abril, iniciou-se as atividades do projeto “Pátria Amada Brasil” na Capitania Fluvial de Porto Alegre (CFPA), com o objetivo de promover o espírito cívico e a valorização dos símbolos nacionais entre estudantes dos ensinos fundamental e médio.
 
Na oportunidade, estudantes da Escola de Ensino Fundamental Marechal Cândido Rondon, de Estância Velha-RS, assistiram a um cerimonial à Bandeira Nacional comentado, realizado por militares da Marinha do Brasil e cantaram o Hino Nacional.
 
A atividade foi realizada em dois horários. Pela manhã, para os alunos de 5º a 9º ano, e, à tarde, para as crianças da Educação Infantil até o 4º ano do Ensino Fundamental. Após a realização do cerimonial, foi realizado uma explanação sobre as principais atividades realizadas pela Marinha do Brasil.
 
Entre os militares que foram até a escola, estava o Primeiro-Sargento Márcio Cristiano Dilkin Bernardes, ex-aluno da Marechal Cândido Rondon, militar da CFPA. Voltar ao local onde estudou quando criança foi motivo de emoção para o militar, que fez questão de contar sua história e prestou informações de como ingressar na Marinha.
 
Para a diretora da Escola, Kelen Calgaroto, a visita da Marinha do Brasil é uma oportunidade nova aos estudantes e faz parte dos objetivos da instituição, que é divulgar bons exemplos e indicar diferentes opções de carreira para as crianças.
 
Além da valorização da educação cívica, o “Pátria Amada Brasil” pretende criar vínculos das futuras gerações com a Marinha, angariando profissionais para o serviço militar. Esse projeto também aumenta na sociedade a percepção sobre a importância do mar e das águas interiores para o País e fornece às crianças exemplos de civismo e amor à Pátria. O projeto é uma iniciativa do Comando do 5º Distrito Naval e teve início em 2018 nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

 

Escola de Aprendizes Marinheiros de Santa Catarina participa do Dia da família na Escola Irineu Bornhausen

19/04/2019
 
Alunos da Escola de Educação Básica Irineu Bornhausen
 
No dia 6 de abril, a Escola de Aprendizes Marinheiros de Santa Catarina (EAMSC) realizou o Projeto Pátria Amada Brasil em parceria com a Escola de Educação Básica Irineu Bornhausen, que na ocasião, comemorou o Dia da Família na escola.
       
O evento contou com a participação do Comandante da EAMSC, Capitão de Fragata William dos Santos Madela; do Governador do Estado de Santa Catarina, Carlos Moisés; da Primeira-Dama Késia Martins da Silva; do Secretário de Educação, Natalino Uggioni; e da Gestora da escola, Luciane Neves.
 
A EAMSC realizou a abertura do evento com a execução do Hino Nacional pela Banda de Música, composta pelos Aprendizes Marinheiros da Turma LIMA-SC, Guarda da Bandeira e militares da organização militar.
 
O Dia da Família na escola tem o objetivo de sensibilizar os pais, alunos e familiares sobre a importância da formação para uma vida bem-sucedida e da continuidade dos estudos, além de incentivar a participação da família na vida escolar do estudante. O Projeto Pátria Amada Brasil na comunidade escolar estimula o espírito cívico e a valorização dos símbolos nacionais, por intermédio do contato entre militares e estudantes.

 

Marinha participa do XVI Simpósio de Segurança do Navegador Amador

18/04/2019
 

 
No período de 11 a 14 de abril, a comunidade náutica compareceu para prestigiar a XVI edição do Simpósio de Segurança do Navegador Amador. O evento ocorreu no Colégio Naval, em Angra dos Reis-RJ, e teve como propósito transmitir aos participantes experiências e conhecimentos de segurança da navegação, além de difundir a mentalidade marítima e os procedimentos previstos nas Normas da Autoridade Marítima para Amadores, Embarcações de Esporte e/ou Recreio e para Cadastramento e Funcionamento das Marinas, Clubes e Entidades Desportivas Náuticas.
 
O Comandante da Marinha e a família Schurmann participaram do evento
 
Apoiado pela Marinha do Brasil, por intermédio da Diretoria de Portos e Costas, sob a coordenação da empresa Brancante Seguros, o simpósio foi prestigiado por diversas autoridades e navegadores experientes, como: o Comandante da Marinha e Autoridade Marítima Brasileira, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior; o Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante de Esquadra Liseo Zampronio; o Diretor-Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Leonardo Puntel; e demais membros do Almirantado.
 
A programação do evento teve início no dia 11, com a realização de aulas práticas de moto aquática para a capacitação na categoria Motonauta. O dia 12 foi reservado às práticas do “Dia de Mar”, ocasião em que os participantes vivenciaram as possíveis situações presentes em caso de um acidente com embarcações. Na oportunidade, foram passadas instruções como a utilização de equipamentos e sistemas de combate a incêndio, coletes salva-vidas, noções de primeiros socorros, meteorologia, assim como a realização de exercício de abandono e de resgate de homem ao mar. A Marinha do Brasil cedeu recursos humanos e materiais para os treinamentos.
 
O ciclo de palestras do simpósio teve início no dia 13, quando foram abordados diversos temas com o objetivo de informar e instruir os navegadores para as questões que envolvem a navegação de esporte e recreio. Na ocasião, o Comandante da Marinha enalteceu o trabalho desenvolvido pelo Coordenador do evento, o navegador Carlos Brancante que, desde o ano 2000, realiza o simpósio, focado na responsabilidade dos Comandantes de embarcação.
 
O Diretor de Portos e Costas, Vice-Almirante Roberto Gondim Carneiro da Cunha, ressaltou o valor do simpósio não só para conscientizar a comunidade náutica da importância de se promover uma navegação mais segura, como também prezar pela prevenção da poluição hídrica e a salvaguarda da vida humana no mar.
 
Outro destaque do ciclo de palestras foi a apresentação da família Schurmann, a primeira família brasileira a dar a volta ao mundo a bordo de um veleiro. O velejador Vilfredo Schurmann ministrou a palestra "35 Anos Navegando com Segurança".
 
O encerramento do evento ocorreu no dia 14 de abril, com a realização de exames escritos para as categorias de Arrais-Amador, Mestre-Amador e Capitão-Amador. Na oportunidade, os 140 participantes aprovados já saíram do evento com suas Carteiras de Habilitação de Amador emitidas.
 
A Marinha empregou meios materiais e humanos para os exercícios do "Dia de Mar"

 

Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves promove treino coletivo de Wrestling

18/04/2019

 

 
 
No dia 15 de abril, o Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA) recebeu atletas da seleção brasileira e cubana de Wrestling que realizaram um treino coletivo com a participação dos adolescentes do Programa Forças no Esporte (Profesp-CIAMPA ).
 

 
Adolescentes do Profesp-CIAMPA interagem com os atletas
 
O evento teve como propósito divulgar e fomentar essa modalidade, que ainda não é tão difundida entre os jovens, e dar-lhes a oportunidade de conhecer medalhistas olímpicos como Mijaín López e Isamel Borrero (lutadores cubanos), bem como atletas que também iniciaram suas carreiras por meio de programas sociais como o Profesp.
 
O Marinheiro Joílson Júnior foi beneficiário do Programa Forças no Esporte. Hoje, ele faz parte do Programa Olímpico da Marinha (PROLIM) e é tricampeão pan-americano júnior na categoria até 67 quilos do estilo greco-romano. Ao se dirigir aos adolescentes beneficiários do Profesp-CIAMPA, o Marinheiro Júnior destacou a importância da dedicação, treinamento e trabalho para alcançar seus objetivos pessoais e profissionais.
                                                
A quadra do CIAMPA e a arena de luta de Wrestling foram doações recebidas pelo legado olímpico de 2016 e estão sendo utilizados, atualmente, para prática de esporte, tanto de projetos sociais como para atletas de alto rendimento.
 
O Profesp é uma vertente do Programa Segundo Tempo do Governo Federal, desenvolvido pelo Ministério da Defesa, com o apoio da Marinha, Exército e Aeronáutica, e em parceria com os ministérios do Esporte e do Desenvolvimento Social e a Secretaria Nacional de Juventude. O programa tem por objetivo a prática e a cultura do esporte como forma de promover o desenvolvimento integral, a inclusão social, a cidadania e a melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.
 
Treino coletivo de Wrestling no CIAMPA

 

Adolescentes do Profesp-CIAMPA interagem com os atletas

Hospital Naval Marcílio Dias é excelência em simulação médica

18/04/2019
 
Treinamento de médicos oftalmologistas no Simulador Eyesi
 
No início de 2019, o Instituto de Pesquisas Biomédicas (IPB) do Hospital Naval Marcílio Dias (HNMD) incorporou ao seu parque tecnológico, o simulador Eyesi®, para treinamento em cirurgia de catarata, o que contribui para a consolidação do hospital como centro de excelência em simulação médica. O novo equipamento dispõe de tecnologia de realidade virtual de alta fidelidade permitindo ao profissional acumular experiência cirúrgica e refinar habilidades essenciais para o procedimento intraocular sem o risco de complicações aos pacientes.
 
O HNMD, há uma década, investe em tecnologias de ensino inovadoras para formação e atualização, como ferramenta no processo de aprendizagem dos alunos de pós-graduação nas modalidades de Residência Médica e Aperfeiçoamento e equipes multiprofissionais das diversas organizações militares de Saúde da Marinha do Brasil, treinando em média 500 profissionais por ano.
 
Além do novo equipamento para intervenção oftalmológica, o centro de simulação do IPB também dispõe de um simulador clínico de paciente adulto e um pediátrico, além de simuladores para cirurgia videolaparoscópica, procedimentos endoscópicos e endovasculares.
 
A realidade virtual e suas diversas aplicações na área médica possibilitam aos profissionais e alunos vivenciarem cenários reais em ambiente seguro, além de desenvolver competências técnicas, capacidade de gerenciamento de crises, liderança e raciocínio clínico. Nessa construção contínua do conhecimento, a experiência cirúrgica é ampliada e o maior beneficiado é o usuário do Sistema de Saúde da Marinha.

 

2º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral realiza Evacuação Aeromédica em Cabo Frio-RJ

18/04/2019
 
Pick-up realizado na Evacuação Aeromédica
 
No dia 17 de abril, o 2º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (HU-2) realizou uma Evacuação Aeromédica, em Cabo Frio-RJ, com o emprego de uma aeronave modelo UH-15A (Pégasus N-7201). O enfermo, que se encontrava com fortes dores abdominais, estava embarcado no navio "SKS MERSEY", a cerca de 40 milhas náuticas (aproximadamente 74 Km) do município de Cabo Frio.

A tripulação do HU-2 decolou, ao nascer do sol, acompanhada por dois militares da Policlínica Naval de São Pedro da Aldeia e dois militares do Grupo de Busca e Salvamento. O resgate foi realizado por Pick-Up (içamento e arriamento de cargas/pessoal pelo guincho da aeronave) e o paciente transportado para o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro-RJ, de onde foi removido por ambulância.

 

Navio Oceanográfico “Antares” visita o porto de Rio Grande-RS

18/04/2019
 
Visita do Comandante do 5º Distrito Naval e
 convidados ao Laboratório do NOc “Antares”
 
No período de 13 a 17 de abril, o Navio Oceanográfico (NOc) “Antares” esteve atracado no porto de Rio Grande-RS, para realizar abastecimento após dez dias de mar, onde efetuou levantamento hidrográfico na região do Arroio do Sal-RS. Após essa parada de caráter logístico, demandará Buenos Aires.
 
A comissão “CHAtSO / OCEATLAN / Arroio do Sal” tem como propósito participar da 13ª Reunião da Comissão Hidrográfica do Atlântico Sul Ocidental (CHAtSO), da Organização Hidrográfica Internacional, que tem por objetivo incrementar a cooperação hidrográfica entre os países do Oceano Atlântico Sudoeste. Também, colaborar com a 15ª Reunião da Aliança Regional para a Oceanografia no Atlântico Sudoeste Superior e Tropical, que representa o esforço de instituições da Argentina, Brasil e Uruguai engajadas no planejamento e implementação de um sistema oceanográfico operacional, cujo propósito é monitorar e investigar os processos oceânicos no Atlântico Sul e Tropical.
 
Durante o período atracado em Rio Grande, o navio realizou diversas atividades, dentre elas, destacaram-se: abertura para visitação pública; visitação de alunos do Centro de Convívio dos Meninos do Mar da Universidade Federal de Rio Grande (FURG); e aposição floral no Panteão de Marquês de Tamandaré.
 
O NOc “Antares” recebeu também visitas das seguintes autoridades: Comandante do 5º Distrito Naval, Vice-Almirante José Renato de Oliveira; Bispo da Diocese de Rio Grande, Dom Ricardo Hoepers; Diretor do Museu Oceanográfico da FURG, Professor Lauro Barcellos; Reitora da FURG, Professora Doutora Cleuza Maria Sobral Dias; e o Diretor da Estação de Apoio Antártico da FURG (ESANTAR), Professor Doutor Paulo Roberto da Silva Munhoz.
Aposição floral no Panteão Tamandaré em Rio Grande-RS

 

Capitania dos Portos de Sergipe promove ação da “Operação Acolhida”

18/04/2019
 
Capitania dos Portos de Sergipe distribui mais de 1,5 toneladas de alimentos para 34 imigrantes venezuelanos
 
A Capitania dos Portos de Sergipe (CPSE) realizou, no dia 8 de abril, uma ação da “Operação Acolhida”, com a distribuição de mais de 1,5 toneladas de alimentos para 34 imigrantes venezuelanos que estão instalados nas cidades sergipanas de Aracaju e Nossa Senhora da Glória. A entrega foi realizada na sede da CPSE, que recebeu os alimentos encaminhados pelo Centro de Intendência da Marinha em Salvador (CeIMSa), organização militar subordinada ao Comando do 2º Distrito Naval, que ficou responsável pela obtenção e transporte.
 
As doações continham itens da cesta básica. As ações de apoio aos venezuelanos que chegaram ao estado de Sergipe, fugindo da crise econômica e da instabilidade política no país vizinho, incluem o fornecimento de refeições, abrigo e cuidados médicos, a regularização da situação dos imigrantes que manifestem o desejo de permanecer no Brasil e a redistribuição das famílias para outras regiões. As famílias de imigrantes estão no estado desde janeiro deste ano, tendo sido acolhidas pela Arquidiocese de Aracaju e pela Diocese de Propriá.
 
Lançada pelo Governo Federal em 2018, no esforço de combater a crise humanitária provocada pela onda migratória venezuelana, a “Operação Acolhida” é coordenada pela Força-Tarefa Logística Humanitária, uma iniciativa que reúne vários ministérios e órgãos federais, estaduais e municipais, incluindo as Forças Armadas.
 
Emissoras da região acompanham a entrega de alimentos a imigrantes

 

Marinha forma novos pescadores profissionais no município de Alcobaça-BA

18/04/2019
 
Delegacia da Capitania dos Portos em Porto Seguro forma 54 novos pescadores profissionais
 
A Delegacia da Capitania dos Portos em Porto Seguro entregou, no dia 12 de abril, no município de Alcobaça-BA, o certificado de conclusão do Curso de Formação de Pescador Profissional, Turmas 1 e 2/2019, na modalidade Extra-Fundo de Desenvolvimento do Ensino Profissional Marítimo, a 54 alunos aprovados, que receberam também a Carteira de Pescador Profissional.
 
Durante duas semanas, os pescadores receberam aulas teóricas e práticas sobre atividades de pesca, condução e operação de embarcações, segurança em operações de embarcações de pesca, primeiros socorros e técnicas de sobrevivência pessoal, entre outras. O curso contou com o apoio e a colaboração da colônia de pescadores Z-24 daquele município e da empresa Veracel Celulose S.A
 
Cada formando recebeu certificado e carteira de pescador profissional
emitidos pela Marinha do Brasil

 

Comando do 4º Distrito Naval apoia Governo do Estado do Pará após colisão em ponte sobre o rio Moju

18/04/2019
 
Aviso Hidroceonográfico Fluvial “Rio Xingu” auxilia nas buscas no Rio Moju
 
O Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN) prestou apoio ao Governo do Estado do Pará após a colisão de uma balsa que destruiu parte da ponte sobre o Rio Moju, na Alça-Viária, no dia 6 de abril. Além de disponibilizar cerca de 70 militares, o Com4ºDN empregou os seguintes meios navais para auxiliar nas buscas por possíveis vítimas: a Lancha Flutuante Ajuri, a Lancha Rápida Maguari e a Agência Flutuante Ajuri, da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental; o Aviso Patrulha “Tucunaré”, com mergulhadores; a lancha balizadora “Denébola”, com uma lancha de sondagem; e o Aviso Hidroceonográfico Fluvial “Rio Xingu”.
 
A balsa que causou o acidente estava com documentação irregular e, portanto, não deveria estar navegando. O proprietário da embarcação foi identificado e notificado durante o andamento do Inquérito de Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN).
 
A Capitania dos Portos da Amazônia Oriental segue com a determinação de bloqueio da navegabilidade sob a ponte Rio Moju-Alça, por tempo indeterminado, com o patrulhamento extensivo e as inspeções navais em toda a área.

 

Capitania Fluvial do Rio Paraná realiza adestramentos em conjunto com a Polícia Federal

17/04/2019
 
Militares da Marinha do Brasil em adestramento com a Polícia Federal
 
O Comando do 8º Distrito Naval, por intermédio da Capitania Fluvial do Rio Paraná (CFRP), realizou uma série de adestramentos em conjunto com a Polícia Federal (PF) em Foz do Iguaçu-PR, entre os dias 9 e 11 de abril.
 
Militares da CFRP receberam instruções de abordagens e manobras com embarcações fluviais, além de instruções de tiro tático com pistola, fuzil e metralhadora, típicos de operações da PF no combate ao contrabando e descaminho nas fronteiras.
 
A Marinha do Brasil, por meio da CFRP, realiza trabalhos integrados com a PF na região da fronteira com o Paraguai, visando operações futuras, como a “Ágata”.
 
Militares da Capitania Fluvial do Rio Paraná em adestramento de tiro tático com a Polícia Federal

 

Marinha do Brasil apoia projeto de Oftalmologia Humanitária, no município de Humaitá-AM

17/04/2019
 
As triagens foram realizadas no NAsH “Soares de Meirelles”
 
Nos dias 13 e 14 de abril, o Projeto Amazônico de Oftalmologia Humanitária deu início no município de Humaitá-AM. O projeto, que conta com o apoio da Marinha do Brasil, é uma parceria entre a Universidade Federal do Amazonas, a Universidade Federal de São Paulo, o Instituto Paulista de Estudos e Pesquisas em Oftalmologia, a Lupas Leitor, a Johnson e Johnson, a Fundação Piedade Cohen e a Sociedade Amigos da Marinha de Manaus. A equipe atenderá até o dia 21 de abril os municípios de Manicoré, Novo Aripuanã, Borba e Nova Olinda do Norte-AM.
 
No município de Humaitá, cem cirurgias de catarata e pterígio foram realizadas com pessoas a partir dos 40 anos. O Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Soares de Meirelles” realizou 1.020 procedimentos de saúde, três raio-x e distribuiu 23 kits odontológicos e mais de 700 óculos para leitura.
 
Após cinco anos sem enxergar, Raimundo de Almeida Gomes de 78 anos recuperou a sua visão e sua independência, em apenas 20 minutos de cirurgia de catarata, realizada durante o projeto. “Desde os 12 anos eu trabalhava na roça, na comunidade do Puruzinho, e quando apareceu essa doença, há cinco anos, vim para cidade e não tinha como continuar trabalhando. Agora que consigo enxergar novamente posso voltar a trabalhar, ver a minha esposa e acompanhar os meus dez filhos. Estou muito feliz”, afirmou.
 
O Comandante do 9º Distrito Naval, Vice-Almirante Paulo César Colmenero Lopes, explicou a dinâmica da operação. “Nessa comissão, a Marinha por meio do NAsH “Soares de Meirelles”, além de realizar o atendimento básico de saúde, participa nos exames e na distribuição de óculos para leitura, na triagem para as cirurgias e também no apoio logístico, levando os médicos para os municípios que serão atendidos. Essa é a terceira vez que estamos apoiando esse programa que é muito importante para a sociedade local, alcançando pessoas que têm a necessidade de intervenções cirúrgicas para voltar a enxergar”.
 
O projeto visa diminuir o número de pessoas atingidas pelas doenças tropicais como a catarata e pterígio que atinge um grande número de amazonenses, devido aos raios ultravioletas, de grande incidência na região amazônica, principalmente, os trabalhadores de lavoura e do campo.
 
Para a doação de óculos, os pacientes passam por uma triagem por meio do teste de acuidade visual, que ajuda a identificar o grau a ser utilizado. Devido ao fato de grande parte da população ribeirinha não saber ler, a empresária Anna Jankov e seu esposo, Jean Jankov, criaram uma tabela com peixes da região como o tambaqui, tucunaré, pirarucu e outros, que ajuda no diagnóstico. Anna e o esposo atuam como voluntários do projeto desde 2015 e doaram, por meio da empresa Lupas Leitor, cinco mil óculos para as comunidades atendidas nesta edição.
 
Foram realizadas cem cirurgias no município de Humaitá-AM

 

Alunos do Curso Especial de Defesa NBQR realizam exercício a bordo do Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico”

17/04/2019
 
Militares realizam a identificação da natureza de contaminação
 
No dia 28 de março, os alunos da Turma 01-2019 do Curso Especial de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (C-ESP-DNBQR), do Centro de Adestramento “Almirante Marques de Leão”, realizaram um exercício de descontaminação técnica a bordo do Porta-Helicópteros Multipropósito (PHM) “Atlântico”, com o propósito de aplicar os conhecimentos adquiridos durante o curso nos compartimentos destinados à defesa NBQR do navio.
 
O exercício simulou o recebimento de um tripulante de um navio mercante com suspeita de contaminação por agentes NBQR, sendo necessário adotar o mais elevado nível de proteção individual do navio e, posteriormente, a realização da descontaminação dos militares envolvidos na ação.
 
O exercício contribuiu para a capacitação dos especialistas em Defesa NBQR, atinente ao 1º Nível do Sistema de Defesa NBQR da Marinha do Brasil.
 
A Turma 01-2019 do C-ESP-DNBQR contou também com a participação de militares do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira. Por ocasião do exercício, os militares tiveram contato com a “gente de bordo” e com as peculiaridades das atividades de defesa NBQR em navios.

 

Capitania dos Portos da Bahia assina acordo de intenções com a Prefeitura de Maraú-BA

17/04/2019
 
Capitão dos Portos da Bahia, Márcio Gomes Amaral, e a Prefeita de Maraú-BA, Gracinha Viana, assinam Acordo de Intenções
 
A Capitania dos Portos da Bahia (CPBA), subordinada ao Comando do 2º Distrito Naval, recebeu a visita da Prefeita do Município de Maraú-BA, Gracinha Viana, no dia 9 de abril. A agenda contemplou a assinatura de um acordo de intenções, que estabeleceu um cronograma de trabalho, visando à efetivação de um convênio da Prefeitura com a Marinha do Brasil para implementação do Plano Municipal de Gerenciamento Costeiro e do Plano de Uso e Ocupação das áreas adjacentes às praias de Maraú.
 
A iniciativa proporcionará a delimitação das áreas adjacentes às praias do município com a criação de áreas exclusivas para banhistas e embarcações, além de possibilitar que agentes municipais contribuam para a fiscalização de embarcações, somando esforços junto às ações da capitania, conferindo maior segurança para a navegação e para os banhistas.

 

Navio de Assistência Hospitalar “Doutor Montenegro” realiza atendimentos no Acre

17/04/2019
 
Militar durante atendimento realizado em Liberdade,
município de Cruzeiro do Sul-AC
 
O Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Doutor Montenegro”, subordinado ao Comando da Flotilha do Amazonas, realizou o atendimento de cerca de 16 mil pessoas em comunidades ribeirinhas do estado do Acre, no período de 5 de fevereiro a 5 de março.
 
Foram atendidas as comunidades de Marechal Thaumaturgo, Aldeia Ashaninka, Porto Walter, Miritizal, Aldeia Puyanawa, Lagoinha, Olivença, Vila Santa Luzia, Liberdade, Juruá Mirim, Aldeia Katukina, Campina, Vila Santa Rosa, Burutirana, São Pedro, Várzea, além da Colônia dos Pescadores e Detentos da Unidade Penitenciária de Cruzeiro do Sul-AC.
 
Os ribeirinhos tiveram acesso a atendimentos médicos, odontológicos, de enfermagem, laboratoriais, vacinação, distribuição de medicamentos, além do atendimento diferenciado na área ginecológica, destacando-se os exames de mamografias, exames de colo do útero e a realização de quatro partos pela equipe médica do navio, sendo três no Hospital da Família de Marechal Thaumaturgo-AC e um no Hospital da Família em Porto Walter-AC.
 
A ginecologista e obstetra, Capitão de Corveta, médica, Raquel Ramos do Amaral, explicou o trabalho de prevenção realizado nas comunidades ribeirinhas. “Fazemos uma medicina de nível primário, além do tratamento de algumas doenças sexualmente transmissíveis, utilização de métodos contraceptivos e orientações sobre a saúde bucal. É muito gratificante levar um pouco de ajuda, atenção e esperança às pessoas que vivem em situações tão adversas”.
 
 
A tripulação do navio é composta por 80 militares, sendo 28 deles profissionais da área de saúde, e um prático regional. O navio iniciou seu retorno para Manaus no dia 06 de março. A Operação “Acre 2019” prossegue até o dia 30 de abril com atendimentos previstos em Ipixuna, Pernambuco, Reserva Extrativista do Rio Gregório e Itamarati, no Amazonas.
 
Navio após desbarrancar do bairro da Várzea em Cruzeiro do Sul-AC

 

Navio Hidrográfico “Sirius” recebe graduandos do curso de oceanografia da UFPR

17/04/2019
 
Graduandos do curso de oceanografia da UFPR participam
de exercício de Postos de Abandono
 
O Navio Hidrográfico (NHi) “Sirius” suspendeu do Complexo Naval da Ponta da Armação (CNPA), no dia 12 de março, para a Comissão Levantamento Hidrográfico da Barra de Paranaguá, litoral do estado do Paraná. Neste período, graduandos do curso de Oceanografia da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em regime de revezamento entre os deslocamentos realizados, embarcaram e acompanharam diversas tarefas relacionadas ao levantamento hidrográfico em curso.
 
Os alunos estão também participando de atividades relacionadas ao estudo de maré, meteorologia, sinalização náutica e navegação. Além disso, os graduandos vivenciam as rotinas de bordo, estreitando laços profissionais e troca de conhecimento entre a Marinha do Brasil e o meio acadêmico.
 
O NHi "Sirius", ao longo dos seus mais de 120 levantamentos hidrográficos já realizados, contribui para a formação de gerações de pesquisadores e estudante nas áreas de oceanografia, geologia e ciências afins, sendo também conhecido como “A Escola de Hidrografia”.
 
Graduandos do curso de oceanografia da UFPR recebem adestramento de navegação

 

Marinha do Brasil apoia projeto de musicalização, durante a Operação “Acre 2019”

16/04/2019
 
Professores e alunos do “MPAC” realizam apresentação a bordo do NAsH “Doutor Montenegro”
 
O Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Doutor Montenegro”, subordinado ao Comando da Flotilha do Amazonas, recebeu a bordo, no dia 5 de março, crianças e adolescentes do Conservatório Musical do Vale do Juruá, participantes do projeto “Musicalizando Pessoas com Amor e Carinho (MPAC)”, para uma apresentação do coral, que executou o Hino Nacional, durante o Cerimonial à Bandeira.
 
O cerimonial foi presidido pelo Comandante da Flotilha do Amazonas, Capitão de Mar e Guerra Carlos Alberto Pereira Passos, e na ocasião, estiveram presentes representantes do Exército e da Força Aérea. O Projeto “MPAC” tem como propósito introduzir crianças e adolescentes carentes no mundo da música, e realiza um programa de educação musical que promove formação, construção da cidadania, resgate de valores culturais, descoberta de talentos e profissionalização, contribuindo com a inclusão social de crianças e adolescentes de Cruzeiro do Sul-AC.
 
O Promotor de Justiça da Promotoria de Justiça Especializada do Meio Ambiente da Bacia Hidrográfica do Juruá, Iverson Rodrigo Bueno, um dos coordenadores do projeto, destacou a relevância da atividade para as crianças e adolescentes. “Essa oportunidade é única na vida deles, não apenas de tocar um instrumento, mas também de fazer parte de algo importante, de sentir-se prestigiado a fazer parte de um grupo tão seleto”, disse.
 
Alunos do “MPAC” durante apresentação a bordo do navio

Marinha do Brasil participa de congresso internacional sobre energia solar e renovável em Fortaleza-CE

16/04/2019
 
Palestra da Marinha do Brasil na Intersolar Summit Brasil Nordeste, em Fortaleza-CE
 
A Marinha do Brasil participou, nos dias 10 e 11 de abril, em Fortaleza-CE, do Intersolar Summit Brasil Nordeste - congresso que reuniu especialistas brasileiros e estrangeiros com foco na geração de energia solar e renovável.
 
O evento teve como principais objetivos permitir oportunidades de contatos de alto nível; expandir o uso de tecnologias fotovoltaicas em níveis regional e nacional; e fortalecer o setor no País, especialmente no contexto atual, em que um número crescente de projetos de geração distribuída deve entrar em funcionamento.
 
Na oportunidade, a Escola Aprendizes Marinheiros do Ceará, representando a Comissão Interna de Conservação de Energia da Marinha (CICEMAR), realizou uma apresentação sobre “Gestão de Eficiência Energética na Marinha do Brasil”.
 
Na palestra, foram abordadas ações, atividades, metas, objetivos e diretrizes do Projeto CON Energia, criado pela CICEMAR, para alinhar a Marinha do Brasil com soluções de alto nível para a racionalização e a maior eficiência no uso de insumos energéticos.
 
Marinha do Brasil foi representada pela Escola de Aprendizes Marinheiros do Ceará no evento

Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília promove competição “naval de ferro” e “companhia de aço”

16/04/2019
 
Militares durante provas
 
No dia 3 de abril, o Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília (GptFNB) realizou a competição denominada “naval de ferro” e “companhia de aço”, disputadas nas categorias individual e dupla.
 
Os militares realizaram o percurso de cinco quilômetros, superando 18 modalidades de obstáculos, dentre elas: zig zag, rastejo, túnel, transposição de muro, subida no cabo vertical, salto por cima de traves, flexões na barra, abdominais, flexões de braço no solo, corrida, natação no lago, corrida com fuzil FAL 7,62mm e mochila de 15 quilos, além da montagem e desmontagem de armamentos.
 
O militar campeão do “naval de ferro” foi o soldado (FN) Joel, da Companhia de Polícia (CiaPol) do GptFNB. A CiaPol também sagrou-se a “companhia de aço” com a dupla composta pelos soldados (FN) Zago e Brian. A classificação foi calculada computando o menor tempo de realização do percurso, abatidas eventuais penalidades decorrentes de imperfeições na superação do obstáculo.
 
O evento foi destinado aos militares do GptFNB e inspirado em um dos valores essenciais, destacado para 2019, no âmbito do Corpo de Fuzileiros Navais que é a determinação. Princípio intrínseco que cada pessoa deve ter na persistência em alcançar os objetivos, ultrapassando os obstáculos com tenacidade, foco e dedicação.
 
Militar acompanha desempenho de participantes nas provas

Marinha do Brasil participa do “I Fórum Nacional de Defesa Profissional da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica”

16/04/2019
 
Mesa de debates foi composta por autoridades civis e militares
 
A Marinha do Brasil (MB) participou do “I Fórum Nacional de Defesa Profissional”, promovido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO), nos dias 5 e 6 de abril, em Natal-RN.
 
Na oportunidade, o Diretor do Hospital Naval de Natal, Capitão de Mar e Guerra (Md) José Mário de Souza e Sá Júnior, representando o Diretor de Saúde da Marinha, ministrou a palestra “Papel Social das Organizações Militares na Ação Nacional de Combate ao Câncer – Apoio da MB”.
 
Foram apresentadas atividades desenvolvidas pela Força Naval em prol da saúde da população brasileira, como operações de assistência hospitalar à população ribeirinha; ações cívico-sociais; e operações de apoio humanitário.
 
O evento também contou com a participação do Diretor de Saúde do Exército Brasileiro, General de Divisão, médico, Alexandre Falcão Corrêa; e do Diretor do Hospital da Força Aérea do Galeão, Brigadeiro, médico, Júlio César de Gama Apolinário.
 
A participação no fórum reforçou o apoio da MB à SBCO em todo o País, com a realização de atividades em prol do combate ao câncer, a exemplo das ações executadas em 2018 no Dia Nacional de Combate ao Câncer, comemorado em novembro.
 
Diretor do Hospital Naval de Natal durante palestra no
“I Fórum Nacional de Defesa Profissional”

Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins realiza curso para agentes de segurança pública em Araguaína-TO

16/04/2019
 
Integrantes do curso com certificados
 
A Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins (CFAT), subordinada ao Comando do 7º Distrito Naval, realizou, no período de 1 a 5 de abril, em Araguaína-TO, um Curso Especial para Tripulação de Embarcações de Estado no Serviço Público (ETSP).
 
O ETSP, que teve sua parte teórica ministrada nas instalações do 2º Batalhão da Polícia Militar, contou com a participação de 40 alunos, entre profissionais da Agência Municipal de Segurança, Transporte e Trânsito de Araguaína; da Polícia Federal; da Polícia Rodoviária Federal; da Polícia Militar de TO e da Polícia Militar Ambiental.
 
Durante o curso, militares da Marinha abordaram temas que envolvem aspectos legais, como leis do tráfego aquaviário e normas de Autoridade Marítima, além de noções de navegação, segurança, combate a incêndio, primeiros socorros, sobrevivência e meio ambiente, que contribuirão para incrementar a segurança da navegação, salvaguarda da vida humana e prevenção da poluição hídrica nos rios e lagos da extensa área de jurisdição da CFAT. A formação dos profissionais possibilitará maior integração das forças de segurança pública no estado do Tocantins.
 
O município de Araguaína, onde o fluxo de embarcações tem aumentado em 2019, em virtude da revitalização do "Lago Azul", passou a fazer parte da área de jurisdição da CFAT, após a transferência de subordinação da Agência Fluvial de Imperatriz para a Capitania dos Portos do Maranhão, na área de jurisdição do Comando do 4° Distrito Naval, em maio de 2018.
 
No encerramento, os alunos receberam o certificado de conclusão e a carteira de habilitação de órgãos públicos, documento requerido para atuar profissionalmente nas entidades, como tripulante ou condutor de embarcações de até oito metros de comprimento empregadas na navegação interior.

Destacamento Aéreo Embarcado da “OPERANTAR XXXVII” regressa ao Esquadrão HU-1

16/04/2019
 
Componentes do DAE e familiares na chegada da missão
 
No dia 12 de abril, os 13 militares que compuseram o Destacamento Aéreo Embarcado e as duas aeronaves UH-13, empregadas na Operação Antártica (“OPERANTAR XXXVII”), regressaram para o 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (EsqdHU-1), localizado no Complexo Aeronaval de São Pedro da Aldeia - RJ.
 
Ao longo dos quase cinco meses e meio de missão, operando a bordo dos navios Apoio Oceanográfico (NApOc) “Ary Rongel” e Polar (NPo) “Almirante Maximiano”, as aeronaves N-7062 e N-7063 perfizeram mais de 130 horas de voo. Elas contribuíram com o apoio logístico prestado pela Marinha do Brasil ao Programa Antártico Brasileiro e à reconstrução da nova Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF), e à pesquisa, com o transporte de pesquisadores e equipamentos para o estabelecimento de projetos científicos e acampamentos.
 
Desde 1982 o EsqdHU-1 participa da “OPERANTAR”, contribuindo com os trabalhos na Antártica e com a divulgação das atividades da Marinha do Brasil com  comunidade internacional atuante na região.
 
A chegada ao Esquadrão foi acompanhada por familiares, amigos e colegas de profissão, após um grande período de ausência.

CIAMPA promove cerimônia comemorativa aos 25 anos de parceria entre a Marinha e Arquidiocese do Rio de Janeiro

15/04/2019
 
 
 
No dia 10 de abril, o Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA) realizou cerimônia alusiva ao 25º aniversário da parceria entre a Marinha do Brasil e a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.

Há 25 anos, as instituições, reconhecidas pela sociedade brasileira por características como integridade e credibilidade, uniram-se, por intermédio da Pastoral do Menor e do Corpo de Fuzileiros Navais, para fazerem a diferença na vida de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. A parceria teve início com o “Pleitear”, programa da Pastoral do Menor, que, à época, encontrou no CIAMPA um aliado para a condução de atividades socioeducativas para 25 adolescentes.
 
Cardeal Dom Orani entrega medalha para adolescente do Profesp
 
 
Atualmente, são cerca de 2.500 jovens beneficiados, atendidos em nove organizações militares da Marinha, no Rio de Janeiro-RJ.

A cerimônia contou com as presenças do Cardeal Arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta; do Comandante do Pessoal de Fuzileiros Navais, Vice-Almirante (FN) César Lopes Loureiro; e demais autoridades civis e militares.

Durante a o evento, os paraninfos realizaram a entrega das medalhas aos jovens que participaram de competições esportivas realizadas entre organizações militares que executam o Programa Forças no Esporte (Profesp). Os jogos, realizados em 2 de abril nas instalações do CIAMPA, em parceria com a Pastoral do Menor, foram nas modalidades: futebol society, cabo de guerra e queimada.

O Coral da Oficina de Música do Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo, composto por adolescentes do Profesp, emocionou a todos com uma apresentação das canções “Aleluia” e “Garota de Ipanema”.
 
Dando continuidade à cerimônia, o Comandante do CIAMPA, CMG (FN) Alexandre Vasconcelos Tonini, destacou que a parceria poderia ser sintetizada por meio da junção dos lemas: “Quem acolhe ao menor, a mim me acolhe”, da Pastoral, e “ADSUMUS”, do Corpo de Fuzileiros Navais, que significa “aqui estamos e estamos prontos”.

Em seguida, o Comandante do Pessoal de Fuzileiros Navais, Vice-Almirante (FN) César Lopes Loureiro, ressaltou a alegria em celebrar a data e projetar os próximos 25 anos. Já o Cardeal Dom Orani João Tempesta destacou a importância da parceria entre a Igreja e as Forças Armadas em prol da juventude.
 
O Comandante do CIAMPA afirmou ainda que ambas as instituições acreditam que o caminho para transformar o País em uma nação de primeiro mundo é possibilitar que todos os jovens brasileiros sem distinção de condição social, raça ou credo, tenham acesso a uma educação de boa qualidade.

 
Cerimônia comemorativa de 25 anos de parceria entre a Marinha e a Arquidiocese

 

Delegacia da Capitania dos Portos em Porto Seguro capacita agentes públicos para a condução de embarcações

15/04/2019
 
Participantes do Curso Especial para Tripulação de Embarcações
de Estado no Serviço Publico
 
A Delegacia da Capitania dos Portos em Porto Seguro realizou, no dia 28 de março, a cerimônia de encerramento do Curso Especial para Tripulação de Embarcações de Estado no Serviço Publico. Receberam os certificados três policiais militares e 22 bombeiros do estado da Bahia; quatro agentes da Polícia Federal; e um servidor público da Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Porto Seguro–BA.
 
Durante duas semanas, os agentes públicos receberam, em aulas teóricas e práticas, conhecimentos básicos sobre navegação, manobras com embarcações, primeiros socorros e condução de lanchas e motos aquáticas, que os capacitaram a tripular e conduzir as embarcações disponíveis em seus órgãos de origem.
 
A ação contribuiu também para fortalecer a parceria entre os órgãos municipais, estaduais e federais com sede no município de Porto Seguro e região próxima.
 
Alunos participam de aula prática de navegação e condução de embarcações

 

Navio de Apoio Oceânico “Mearim” participa da semana de aniversário da cidade de Porto Alegre-RS

15/04/2019
 
Navio de Apoio Oceanográfico “Mearim” atracado no cais Mauá, em Porto Alegre-RS
 
No período de 21 a 28 de março, o Navio de Apoio Oceânico (NApOc) “Mearim” realizou uma comissão em Porto Alegre-RS, em comemoração ao 247º aniversário da cidade. Na ocasião, estiveram a bordo do navio o Comandante do 5º Distrito Naval, Vice-Almirante José Renato de Oliveira; o Prefeito de Rio Grande-RS, Alexandre Lindenmeyer, personalidades civis do município; e membros da Sociedade Amigos da Marinha. Os convidados conheceram a rotina do meio operativo e participaram do Cerimonial à Bandeira comentado durante o pôr do sol.
 
Durante a estadia no cais Mauá, nos dias 23, 24 e 26 de março, o navio esteve aberto à visitação pública e recebeu 637 visitantes, sendo 502 apenas no dia 26 de março, data do aniversário de Porto Alegre-RS.
 
Entre os eventos programados para o navio, no dia 25 de março, foi realizada uma saída pelo canal do Rio Guaíba com alunos do Colégio Tiradentes, pela manhã, e do Colégio Militar de Porto Alegre, pela tarde.
 
Para alguns dos alunos, foi o primeiro contato com um navio da Marinha do Brasil. Essa é uma das maneiras que a Força utiliza para apresentar o trabalho dos militares a bordo e despertar nos jovens brasileiros o interesse pelo mar.
 
Cerimonial à Bandeira a bordo do NApOc “Mearim”

 

Militares de Itajaí-SC participam da 8ª edição do “Juntos Pelo Rio e Contra o Aedes aegypti”

14/04/2019
 
Voluntários do projeto
 
A Delegacia da Capitania dos Portos em Itajaí (DelItajai) participou, no dia 23 de março, da 8ª edição do “Juntos Pelo Rio e Unidos Contra o Aedes aegypti”. O evento é organizado pelo município de Itajaí-SC, por meio da Superintendência do Porto de Itajaí e do Saneamento Básico e Infraestrutura, em conjunto com empresas, órgãos públicos e instituições localizadas no município.     
 
O evento contou com a participação de mais de mil voluntários para a coleta de lixo nos rios Itajaí-Mirim e Itajaí-Açu. O Prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, abriu o evento com a presença do Delegado da Capitania dos Portos em Itajaí, Capitão de Fragata Thales da Silva Barroso Alves. Além da Marinha do Brasil, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil também deram apoio ao mutirão.
 
A DelItajaí participou do evento com 33 militares e empregou quatro embarcações, sendo duas embarcações para preservar a segurança da navegação e outras duas para a limpeza da margem dos rios Itajaí-Mirim e Itajaí-Açu. O evento foi também uma oportunidade para a divulgação da Marinha do Brasil e suas formas de ingresso, além da realização de trabalho de orientação aos proprietários e condutores de embarcações.
 
Nesta edição, foram coletadas aproximadamente 12 toneladas de lixo das margens dos rios Itajaí-Mirim e Itajaí-Açu.
       
Voluntários na coleta de lixo

5º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral realiza operações aéreas com Navio Polar “Almirante Maximiano”

14/04/2019
 
Vista aérea do Navio “Almirante Maximiano”
 
No dia 9 de abril, o 5º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (EsqdHU-5) realizou exercício de operações aéreas com o Navio Polar (NPo) “Almirante Maximiano”, por ocasião da sua passagem na cidade de Rio Grande-RS.
 
A aeronave “Albatroz 54” foi utilizada para o exercício de qualificação e requalificação de pouso a bordo. Na oportunidade, foram realizados 17 pousos no convoo do navio, contribuindo para a manutenção do adestramento dos aviadores navais do Esquadrão HU-5.
 
O adestramento proporciona um incremento na segurança de aviação. Pousar a bordo de navios e embarcações é uma das alternativas para a realização de eventuais evacuações aeromédicas na área de jurisdição do Comando do 5º Distrito Naval.

 

Navios do Comando do 6º Distrito Naval participam das festividades dos 300 anos de Cuiabá–MT

14/04/2019
 
NasH “Tenente Maximiano” e AvHOFlu “Caravelas” atracados em Cuiabá
 
O Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Tenente Maximiano” e o Aviso Hidroceanográfico Fluvial (AvHOFlu) “Caravelas”, subordinados ao Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN), atracaram em Cuiabá-MT, dia 4 de abril, a fim de participarem das festividades dos 300 anos da capital matogrossense.
 
O Serviço de Sinalização Náutica do Oeste, por meio do AvHOFlu “Caravelas”, realizou estudo de Levantamento Hidrográfico, no qual obteve dados de batimetria atualizados, especialmente do trecho considerado o de navegação mais difícil (do município de Santo Antônio de Leverger a Cuiabá). Mesmo com as particularidades do Rio Cuiabá, com trechos sinuosos e regime de águas de pouca visibilidade, as embarcações chegaram à cidade com segurança.
A parceria firmada entre a Marinha do Brasil e a Prefeitura proporcionou atendimentos médicos e odontológicos para a população, além de exposição sobre as organizações militares subordinadas ao Com6ºDN. Durante os dias no porto, os visitantes conheceram a força naval, as atividades realizadas a bordo, bem como as formas de ingressar na Marinha.

 

NPqHo "Vital de Oliveira" realiza atendimento odontológico, durante comissão operativa

14/04/2019
 
Oficial cirurgião-dentista realiza atendimento odontológico a bordo do
NPqHo “Vital de Oliveira”
 
O Navio de Pesquisa Hidroceanográfico (NPqHo) “Vital de Oliveira” ofereceu atendimento odontológico militares e pesquisadores civis embarcados, durante a comissão operativa realizada, no período de 8 de janeiro até 8 de abril, em proveito do Plano de Levantamento da Plataforma Continental Brasileira (LEPLAC), na margem continental sul.
 
Foram realizados 280 procedimentos em variadas especialidades da odontologia por meio do destaque de um oficial cirurgião-dentista, oriundo da Odontoclínica Central da Marinha. Esta é a primeira experiência do oficial a bordo de um navio da Marinha.
 
A oportunidade de embarque de profissionais dessa especialidade em navios como o “Vital de Oliveira”, que possuem equipamento e instrumental odontológicos adequados e realizam extensas comissões com períodos de afastamento da sede superiores a três meses, representa motivação para o cirurgião-dentista, pois permite realizar atenção primária em saúde bucal fundamental para a manutenção da higidez física dos tripulantes e para a redução dos atendimentos de maior complexidade realizados pelo Sistema de Saúde da Marinha, com resolução de 80% dos casos clínicos sem necessidade de encaminhamento para atendimento secundário.
 
Dentre os atendimentos, foram contabilizadas ainda três intervenções em caráter de urgência odontológica a bordo, as quais permitiram a continuidade da operação sem necessidade de interrupção para a realização de evacuação aeromédica.
 
NPqHo “Vital de Oliveira” durante a comissão em proveito do LEPLAC

 

Curso de Aperfeiçoamento de Guerra Anfíbia e Expedicionária realiza exercício na Ilha da Marambaia-RJ

13/04/2019
 
Alunos realizam deslocamento para a área de adestramento 4
 
​O Curso de Aperfeiçoamento de Guerra Anfíbia e Expedicionária (C-Ap-GAnfE), do Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC), realizou Exercício no Terreno (ET) na Ilha da Marambaia-RJ, em março.
 
​Nesse período, foram desenvolvidas atividades das disciplinas: “Treinamento Físico Especializado”, “Instrução Básica de Combate”, “Armamento”, “Tiro e Explosivos” e “Planejamento de Ações Diversas” - como natação utilitária, tiro de combate, marcha e patrulha.
 
O C-Ap-GAnfE tem o propósito de atualizar e ampliar os conhecimentos dos segundos-tenentes (FN/QC-FN/AFN) para o exercício das funções de caráter operativo até o nível de subunidade. As instruções operativas no terreno, além de contribuírem para esse propósito, ajudam a aguçar o valor da “determinação”, intrínseco aos Fuzileiros Navais.
 
Apresentação do turno para instrução de verificação de equipagem

 

Laboratório Móvel de Análises Químicas e Biológicas do CDefNBQR da Marinha participa da LAAD Defense and Security 2019

13/04/2019
 
Laboratório Móvel de Análises Químicas e Biológicas
 
O Laboratório Móvel (LabMov) de Análises Químicas e Biológicas do Centro de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica da Marinha do Brasil (CDefNBQR-MB) participou da 12ª edição da Feira Internacional de Defesa e Segurança – LAAD Defense & Security 2019 – maior feira de segurança e defesa da América Latina, realizada de 2 a 5 de abril, no Rio de Janeiro-RJ.
 
O evento ofereceu acesso às novas tecnologias, serviços e inovação, no âmbito nacional e internacional, e contou com a presença de autoridades das Forças Armadas, Forças Policiais, executivos da indústria de defesa e segurança e agências governamentais.
 
Durante a feira, foram expostas as capacidades de detecção e identificação de contaminantes em amostras suspeitas de contaminação por agentes químicos e biológicos do LabMov, que visa a atender as demandas do Sistema de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica da Marinha do Brasil, a prestar apoio aos Grupamentos Operativos de Fuzileiros Navais, bem como, em caráter dual, atender outras demandas da sociedade.  O LabMov dispõe de um cromatógrafo a gás acoplado a espectrômetro de massas transportável, além de outros equipamentos para a identificação de agentes químicos e biológicos.
 
A participação do LabMov no evento é uma oportunidade para divulgar suas potencialidades à sociedade, assim como difundir o trabalho desenvolvido pela Marinha na área de Defesa NBQR, no cenário nacional e internacional.
 
Militares da equipe multidisciplinar do LabMov apresentam as capacidades laboratoriais para visitantes da LAAD 2019

 

Brasil participa da 43ª Sessão do Comitê de Facilitação da Organização Marítima Internacional

13/04/2019
 
 Delegação do Brasil na 43ª Sessão do Comitê de Facilitação
 
O Brasil participou do 43ª Sessão do Comitê de Facilitação (FAL 43), de 8 a 12 de abril, em Londres, Inglaterra, na sede da Organização Marítima Internacional (IMO).
 
A delegação foi composta por representantes da Marinha do Brasil, do Ministério das Relações Exteriores (Representação Permanente do Brasil junto às Organizações Internacionais em Londres - REBRASLON), da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários (SNPTA), da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Aquaviários e Aéreos, na Pesca e nos Portos (CONTTMAF).
 
O Comitê de Facilitação trata de questões pertinentes à Convenção FAL, adotada pela IMO em 1965, tendo entrado em vigor em 1967. A convenção conta com 121 países signatários, entre eles o Brasil, e lida com assuntos relacionados à facilitação do tráfego marítimo internacional, pela simplificação e redução das formalidades, exigências documentais e procedimentos para a chegada, permanência nos portos e saída de navios, pessoas e carga. O comitê trata, também, do comércio eletrônico, incluindo o conceito de “Maritime Single Window”, que visa a assegurar um equilíbrio adequado entre a regra e a facilitação do comércio marítimo internacional.
 
Durante a sessão, foi realizada uma apresentação por Ricardo Strauss, da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, sobre a implementação no Brasil do Sistema Porto sem Papel (PSP), que foi desenvolvido de acordo com os conceitos do “Maritime Single Window”, da Organização Marítima Internacional. O PSP é um sistema estruturador, criado para facilitar a análise e a liberação de mercadorias nos portos brasileiros. Com ele, diversos formulários em papel são convertidos em um único documento eletrônico, o documento único virtual. Além disso, todas as informações ficam disponíveis em uma base única de dados, de forma segura e precisa, permitindo uma gestão mais eficiente dos recursos disponíveis e contribuindo para a melhoria de processos no setor portuário.
 
 
Apresentação de Ricardo Strauss durante o Comitê

Capitania Fluvial de Santarém retoma ações do projeto “Segurança da Navegação nas Escolas”

11/04/2019
 
Crianças receberam doações de coletes salva-vidas
 
A Capitania Fluvial de Santarém (CFS) retomou as atividades do projeto “Segurança da Navegação nas Escolas”, dia 4 de abril, na Comunidade de São Ciríaco, região de várzea, localizada a cerca de 20 quilômetros de Santarém-PA. A abertura das ações contou a presença do Prefeito da cidade, Nélio Aguiar.
 
 A CFS enviou instrutores e material didático, a fim de realizar a palestra e reiniciar as atividades durante o primeiro semestre letivo. O projeto busca fomentar nas crianças a importância da utilização dos equipamentos de segurança, visando à salvaguarda da vida humana nos rios. Durante as dinâmicas da palestra, foram doados 35 coletes salva-vidas aos ribeirinhos.
 
O Prefeito de Santarém ressaltou a importância do papel social de salvaguardar vidas. "O projeto vem com êxito mudando essa cultura do risco nossa região. Sempre destacando a importância do uso do colete salva-vidas. Parabenizamos o empenho e a parceria da Capitania Fluvial de Santarém", destacou Nélio Aguiar.
 
Ações
Desde 12 de abril de 2018, a CFS percorre escolas públicas da cidade e região vizinha para apresentar palestras sobre mentalidade de segurança e práticas fluviais seguras na infância, tendo como foco principal o uso de coletes salva-vidas. O projeto foi iniciado a partir de fiscalizações diárias na orla de Santarém e adjacências, constatando a existência da “cultura do risco”, na qual há o hábito de não utilizar coletes salva-vidas nas embarcações.
 
Palestra de conscientização sobre segurança da navegação

 

Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins realiza curso de formação de aquaviários

11/04/2019
 
Realização de aula prática
 
A Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins (CFAT), subordinada ao Comando do 7º Distrito Naval, realizou, no período de 25 de março a 1 de abril, o Curso de Formação de Marinheiro Fluvial Auxiliar de Convés e de Máquinas, em Barreira do Campo, distrito do município de Santana do Araguaia, no estado do Pará.
 
As aulas tiveram a duração de oito dias, com participação de 17 alunos, que ao concluírem o curso com aproveitamento, receberam o certificado de conclusão e a caderneta de inscrição e registro, documento requerido para atuar profissionalmente como aquaviário.
 
Além de contribuir para a segurança da navegação, salvaguarda da vida humana e prevenção da poluição hídrica nos rios e lagos da extensa área de jurisdição da CFAT, a formação de aquaviários possibilitará aos alunos oportunidades para aumento da renda familiar, atuando de maneira regularizada e contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico da região.

 

Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília promove “Adestramento de Equipes 2019”

11/04/2019
 
Militares durante adestramento
 
No período de 14 a 28 de março, o Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília (GptFNB) realizou, nas localidades da Cidade Ocidental-GO, Santa Maria-DF e nas instalações do Centro de Instrução e Adestramento de Brasília, o exercício militar denominado “Adestramento de Equipes (ADEST-EQ I/2019)”.
 
O evento teve como objetivo adestrar a Primeira Companhia de Fuzileiros Navais e a Companhia de Polícia do GptFNB e contou com o apoio logístico de um destacamento de apoio ao combate. Os militares receberam instruções de orientação noturna e diurna, primeiros socorros, comunicações, armamento, operação militar em área urbana, cerco e isolamento de instalações, revista de viatura e pessoal, condução de preso e controle de distúrbios.
 
O ADEST-EQ I/2019 contribuiu para o aprimoramento das técnicas empregadas pelos militares do GptFNB ao longo do ano na área de responsabilidade do Comando do 7º Distrito Naval.
 
 
Adestramento em grupo

Aeronave AF-1/1A N-1004 é entregue em Gavião Peixoto para Modernização

10/04/2019
 
Entrega da aeronave AF-1 N-1004 para modernização na Embraer

No dia 28 de março, a aeronave AF-1 N-1004 foi levada para as instalações da Embraer em Gavião Peixoto-SP  para o processo de Modernização. A N-1004 foi entregue, em plena capacidade de voo, pelo 1° Esquadrão de Aeronaves de Interceptação e Ataque, com apoio da aeronave N-1008 durante o traslado.

A aeronave é uma versão monoposto e será a última unidade a ser modernizada pela Embraer, com previsão de entrega para a Marinha em novembro de 2020. No final das modernizações, a Marinha contará com seis aeronaves modernizadas, sendo quatro monoposto e dois biposto.  Durante o Programa de Modernização, as aeronaves recebem um novo sistema aviônico compatível com aviões de combate modernos, um sistema HOTAS (“Hands on Thtottle and Stick”), um novo radar multimodo e integrado aos sistemas e um sistema de "Radio Warning Receiver" integrado com as contramedidas existentes nas aeronaves.
   
As novas aeronaves modernizadas propiciam aos pilotos uma consciência situacional e uma familiaridade com a operação dos sistemas de uma aeronave de combate moderna, critérios imprescindíveis e relevantes para um cenário de combate atual.

Centro de Instrução e Adestramento de Brasília realiza Projeto Pátria Amada Brasil

10/04/2019
 
Banda de Música do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília
durante execução do Hino Nacional na escola
 
No dia 25 de março, o Centro de Instrução e Adestramento de Brasília realizou o Projeto “Pátria Amada Brasil”, no Centro de Ensino Fundamental (CEF) Santos Dumont, escola localizada na região administrativa de Santa Maria-DF. O intuito do projeto é suscitar o espírito cívico e a valorização dos símbolos nacionais entre alunos das redes municipal e estadual de ensino, além de divulgar a Marinha do Brasil.
 
Durante o evento, foi realizado o Cerimonial à Bandeira, com canto do Hino Nacional, conduzido pela Banda de Música do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília, envolvendo a participação dos alunos, professores e demais funcionários da escola.
 
Os participantes demonstraram entusiasmo durante o evento, reforçando a necessidade de resgatar os valores cívicos, o respeito e o amor à Pátria no âmbito escolar.

Navio Polar “Almirante Maximiano” recebe visitação pública em Rio Grande-RS

10/04/2019
 
Visita de alunos do Colégio Militar de Santa Maria
 
Após seis meses de viagem, o Navio Polar “Almirante Maximiano” fez sua primeira parada no Brasil, no Porto de Rio Grande, onde permaneceu no período de 6 a 9 de abril.
 
Assim como no início da comissão, Rio Grande constitui uma importante parada logística, nele sendo desembarcada boa parte das amostras recolhidas pelos Projetos durante a Operação Antártica (OPERANTAR) XXXVII, bem como devolvidas as vestimentas antárticas, entre outras tarefas.
 
Aproveitando a oportunidade dessa estadia, o navio esteve aberto à visitação pública, coordenada pelo Comando do 5º Distrito Naval, tendo recebido diversos visitantes da população riograndina, além de 37 alunos do Colégio Militar de Santa Maria (CMSM). Os estudantes assistiram a uma apresentação sobre a história do navio, as atividades realizadas pela Marinha do Brasil na Antártica e sobre a importância da presença do Brasil naquele continente. Eles conheceram também os principais compartimentos do “Tio Max”, como o navio é conhecido, e receberam explicações sobre os equipamentos do navio.
 
Alunos conhecem o passadiço do “Tio Max”

CFAT participa do encerramento do Curso de Formação de Alunos-Fiscais da Escola Almirante Tamandaré

10/04/2019
 
Capitão dos Portos e Presidente da Soamar-Palmas
com o primeiro colocado no curso
 
A Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins (CFAT) participou, no dia 5 de abril, da cerimônia de encerramento do 1º Curso de Formação de Fiscais para alunos das turmas de 8º e 9º ano da Escola de Tempo Integral (ETI) Almirante Tamandaré, em Palmas-To.
 
Durante a cerimônia, que contou com a presença de familiares dos formandos e representações de alunos das escolas municipais Caroline Campelo Cruz da Silva e Anísio Spínola Teixeira, o Capitão dos Portos do Araguaia-Tocantins, Capitão de Fragata Cláudio Alberto Teixeira Ramos, e a Presidente da Sociedade Amigos da Marinha de Palmas (Soamar-Palmas), Valquíria Moreira Rezende, colocaram os braçais de fiscal nos uniformes dos formandos e entregaram as premiações para o primeiro colocado e para a aluna destaque do curso.
 
Ao longo do curso, realizado no período de 18 de fevereiro a 5 de abril, com a finalidade de formar alunos capazes de liderar e fiscalizar os demais estudantes da escola, pautados pela formação continuada e correção de atitudes, militares da CFAT ministraram instruções sobre Liderança e nós e voltas.
 
A ETI Almirante Tamandaré foi inaugurada em 2017, como resultado de um convênio entre a Prefeitura Municipal de Palmas e a Soamar-Palmas. A Marinha presta apoio institucional à escola, onde trabalham militares da reserva, por intermédio da CFAT.

Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins contribui para a sinalização da Praia da Graciosa

10/04/2019
 
Placas de sinalização na Praia da Graciosa, em Palmas-TO
 
A Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins (CFAT), de acordo com as Normas da Autoridade Marítima (NORMAM), foi a responsável por instruir o município de Palmas-TO quanto a instalação de placas de sinalização na Praia da Graciosa, um dos principais pontos turísticos da cidade, delimitando áreas de embarque e desembarque e de lançamento e recolhimento de embarcações.
 
A quantidade de embarcações de esporte e/ou recreio, atracadas na Praia da Graciosa, que operam na modalidade charter, tem aumentado, ampliando a necessidade de sinalização do local, visando incrementar a segurança da navegação e a salvaguarda da vida humana.
 
As Normas da Autoridade Marítima estabelecem que é competência dos municípios estabelecer o ordenamento do uso das praias, especificando as áreas destinadas a banhistas, prática de esportes e entretenimento aquático.

Banda Sinfônica do Corpo de Fuzileiros Navais reúne quatro mil pessoas no Theatro Municipal do Rio de Janeiro

09/04/2019
 
Banda Sinfônica do CFN durante apresentação no Theatro Municipal
 
A emoção tomou conta do Theatro Municipal do Rio de Janeiro nos dias 3 e 4 de abril. Com o tema “Uma Viagem pelo Cinema”, a Banda Sinfônica do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) apresentou-se, nos dias 3 e 4 de abril, para cerca de quatro mil pessoas, entre militares, familiares e convidados, que foram prestigiar o concerto alusivo aos 211 anos do CFN.
 
O espetáculo, dividido em duas fases, contemplou trilhas sonoras de filmes clássicos do cinema, como “Star Wars”, “A Lista de Schindler” e “E.T.”, contando com a participação das gaitas de fole da Banda Marcial do CFN, do coro do CFN e do coro feminino de oficiais da Marinha.
 
Representando o cinema nacional, o cantor Daniel fez uma participação especial no dia 4 de abril, empolgando o público com a canção “O Menino da Porteira”, tema do longa-metragem homônimo, além de sucessos como “Adoro Amar Você”, “Estou Apaixonado” e “Romaria”.
 
Em entrevista à TV Marinha, Daniel elogiou a performance dos militares músicos e agradeceu o convite para participar do espetáculo. “É muito prazeroso contar um pouco de minha história por meio dessas canções que vou interpretar junto com esses músicos maravilhosos que compõem a Banda Sinfônica do CFN”, afirmou o cantor. “Estou muito feliz por fazer parte da comemoração dos 211 anos do Corpo de Fuzileiros Navais e presenciar esse trabalho tão bonito de integração social por meio da música”, elogiou.
 
O concerto da Banda Sinfônica é realizado anualmente no Theatro Municipal e faz parte do calendário de comemorações do aniversário do CFN. De acordo com o Imediato do Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Capitão de Mar e Guerra (FN) Luiz Guilherme Dias Guadagnino, a ideia é apresentar a cada ano uma novidade. “Sempre tentamos inovar e surpreender o público. Por isso, este ano resolvemos fazer um passeio pelas trilhas sonoras de filmes famosos do cinema, apresentando um repertório inédito”, revelou.
 
A jovem Maria Beatriz, que estava acompanhada da pequena Helena, sua sobrinha, falou sobre o concerto. “Ficamos sem reação, muito emocionadas”, afirma ela, que elegeu a música tema do filme “Missão Impossível” como sua favorita.
 
O cantor Daniel em participação especial no evento
 

CIASC realiza cerimônia de encerramento do Comanfinho – 2019

09/04/2019
 
O primeiro colocado no estágio, Soldado (FN) Lucas Rios Caetano, recebe uma faca de combate do Imediato do CIASC
       
O Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC) realizou, em março, a cerimônia de encerramento do Estágio de Qualificação Técnica Especial de Operações Especiais 2019 (E-QTEsp-OpEsp/2019), também conhecido como “COMANFINHO”. O estágio iniciou com 26 alunos, mas apenas nove militares obtiveram êxito na jornada extenuante, trocando os gorros de aluno pelos gorros com o sabre e o raio.
       
Desde o dia 15 de fevereiro, foram cinco semanas de incertezas e superações, nas quais não faltaram obstáculos e adversidades para que os militares se formassem. Os concludentes vivenciaram atividades semelhantes às situações reais de combate, sendo submetidos a intensas avaliações físicas e psicológicas, a fim de selecioná-los e prepará-los para o planejamento e a execução de Operações Especiais de Fuzileiros Navais.
       
Turma do Estágio de Qualificação Técnica Especial de Operações Especiais 2019  forma os novos operadores especiais

1º Esquadrão de Helicópteros Anti Submarino é homenageado pelo primeiro resgate noturno real sobre o mar com aeronave Seahawk

09/04/2019
 
Comandante da Força Aeronaval, Comandante do HS-1 e tripulação
do “Guerreiro 34”  recebem a placa comemorativa

No dia 2 de abril, durante a LAAD, Feira Internacional de Defesa e Segurança, realizada no Rio de Janeiro-RJ, a Sirkosky, fabricante norte-americana de helicópteros, homenageou o 1° Esquadrão de Helicópteros Anti-Submarino (EsqdHS-1) pelo primeiro salvamento noturno real realizado no mar com o emprego da aeronave SH-16 Seahawk. O fato ocorreu em agosto de 2016, quando o EsqdHS-1 era responsável por prover a Aeronave de Serviço da Esquadra.

No dia do resgate, o “Guerreiro 34” (SH-16 N-3034) decolou às 17h10 de São Pedro da Aldeia-RJ para a área de buscas, onde receberia o apoio da Fragata “Constituição”. No translado da aeronave, por volta de 17h40, o copiloto avistou um objeto flutuando no mar. Com a utilização do Electro-Optic Sensor System, sensor óptico da aeronave com capacidade de obter imagem térmica, confirmou-se que o objeto era um casco de embarcação e, também, a presença de um bote com três sobreviventes.


Os náufragos encontravam-se à deriva, por mais de 36 horas, a cerca de 82 milhas náuticas (aproximadamente 150 Km) da costa de Cabo Frio-RJ e estavam sem alimento, água potável e meios de comunicação. Após o resgate, os sobreviventes foram encaminhados para Policlínica Naval de São Pedro da Aldeia, onde receberam atendimento médico.

Corpo de Fuzileiros Navais apresenta novos meios e equipamentos na LAAD Defense & Security

09/04/2019
 
Ministro da Defesa visitou estande do CFN na LAAD, no dia 4 de abril
 
O Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais (CGCFN) participou, entre os dias 2 e 5 de abril, da LAAD Defense & Security, feira internacional de segurança e defesa voltada para militares, forças policiais e profissionais dos setores de defesa e segurança. Durante o evento, realizado no Riocentro, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro-RJ, o Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) apresentou meios e equipamentos recém-adquiridos pela Marinha do Brasil.
 
O CFN participou da feira com dois espaços, um interno e outro externo, nos quais foram expostas viaturas operativas, o Lançador Múltiplo de Foguetes Astros, barracas militares, o Laboratório Móvel de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica e uma cozinha de campanha, utilizada durante operações e exercícios.
Na área interna, foi apresentado o novo Sistema Integrado de Comando e Controle para o CFN (SIC2CFN), composto por quatro módulos: Gestão do Campo de Batalha, Artilharia, Comunicações e Guerra Eletrônica. Também foi exposta a proposta do novo uniforme camuflado do CFN, que irá substituir o atual quando aprovado, e a ração operacional, que serve de alimento aos militares em operações.
 
Na tarde do dia 4 de abril, o estande do CFN recebeu a visita do Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, que, acompanhado do Comandante do Material de Fuzileiros Navais, Vice-Almirante (FN) Jorge Armando Nery Soares, destacou a importância do SIC2CFN para a Marinha do Brasil.
 
Ainda na parte interna, foi apresentado o simulador de paraquedas, um projeto do Centro de Análises de Sistemas Navais da Marinha, em parceria com o CFN. Por proporcionar interatividade com o público, o simulador obteve grande sucesso entre os visitantes, que fizeram filas para participar da experiência sensorial.
 

Simpósio na Escola de Guerra Naval aborda as políticas nacionais relacionadas ao mar

09/04/2019
 
O Contra-Almirante (RM1) Marcos Lourenço de Almeida destacou a importância de discutir o tema com a sociedade
 
No dia 29 de março, o Centro de Estudos Político-Estratégicos da Marinha (CEPE-MB), em parceria com a Escola de Guerra Naval (EGN), promoveu o Simpósio “Reflexões sobre as Políticas Nacionais Relacionadas ao Mar”, que teve como base o estudo elaborado pela Fundação do Estudo do Mar (FEMAR), encomendado pela EGN.
 
Na abertura do simpósio, o Contra-Almirante (RM1) Marcos Lourenço de Almeida, coordenador da pesquisa, palestrou sobre “O Brasil e a Economia Azul”, destacando a importância de identificar as deficiências nas políticas em vigor e também a necessidade de discutir com a sociedade essas questões, de modo a ampliar a consciência marítima em vários aspectos, entre eles o socioeconômico.
 
O simpósio, realizado no Auditório Tamandaré, na EGN, contou com a participação do Professor Doutor Luiz Carlos Thadeu Delorme Prado e da Professora Doutora Maria Teresa Leopardi Mello (ambos do PPED/Instituto de Economia da UFRJ), que abordaram o tema “Uma Política Pública do Brasil para o Mar”, apresentando sugestões sobre como formular uma “política pública consistente”. Na sequência, o Professor Doutor João Felipe Rammelt Sauerbronn, da Universidade do Grande Rio,e a Professora Flavia Cupolillo Yamagata, das  Faculdades Integradas Hélio Alonso, discorreram sobre o emprego da Comunicação Social como ferramenta para ampliar a “conscientização da sociedade em relação ao papel do Mar no desenvolvimento sustentável”.
 
Estiveram presentes alunos de graduação e pós-graduação das áreas de Defesa e Relações Internacionais de universidades do Rio de Janeiro, representantes da comunidade marítima e alunos dos cursos de Altos Estudos Militares.

Oficiais-alunos do CAIO-2019 participam do “IX Simpósio Internacional de Logística Militar”

09/04/2019
 
Vice-Almirante (IM) Jayme Teixeira Pinto Filho acompanhado de Oficiais do CIANB e dos Oficiais-alunos do CAIO-2019 no simpósio
 
No dia 5 de abril, os 127 oficiais-alunos do Curso de Aperfeiçoamento de Intendência para Oficiais (CAIO), realizado no Centro de Instrução e Adestramento Almirante Newton Braga (CIANB), participaram do “IX Simpósio Internacional de Logística Militar”, integrado à Feira Internacional de Defesa e Segurança (LAAD Defence & Security 2019). O simpósio, que ocorreu no período de 3 a 5 de abril no Riocentro Convention e Event Center, teve por propósito promover a discussão sobre diversos aspectos ligados à Logística Militar.
 
Na ocasião, os oficiais-alunos conheceram características da atividade de catalogação como ferramenta provedora de suporte à logística e obtenção de informações da Base Industrial de Defesa (BID), com ênfase no sistema OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) de catalogação. Eles também obtiveram noção da importância da gestão do ciclo de vida de sistemas logísticos de defesa e da participação do Ministério da Defesa no Comitê Aliado de Gestão do Ciclo de Vida da OTAN, por meio de palestras proferidas pelo Diretor-Presidente da Empresa Gerencial de Projetos Navais, Vice-Almirante Edesio Teixeira Lima Júnior, e pelo Diretor do Centro de Apoio a Sistemas Logísticos de Defesa, Vice-Almirante (IM) Jayme Teixeira Pinto Filho. Também foram apresentados o projeto de aquisição das Corvetas Classe "Tamandaré" e os desafios práticos da gestão do ciclo de vida, sob a vertente de custos e nível exigido de profissionalização.
 
A participação dos oficiais-alunos no evento faz parte das atividades extracurriculares do CAIO, provendo o enriquecimento dos conhecimentos adquiridos em sala de aula com as experiências e os aspectos reais e atuais inerentes às diversas competências da carreira do Oficial Intendente. As atividades são posteriormente exploradas pelos instrutores e professores do curso de forma a incrementar a qualidade do ensino oferecido e adquirido, contribuindo para um Corpo de Intendentes cada vez mais profissional e capacitado e para uma gestão mais eficiente e efetiva na Marinha do Brasil.

Curso de Imersão em Idiomas promove aulas com oficiais de outras Forças para a prática da Língua Inglesa

09/04/2019
 
Major James Smith e alunos do curso
 
Entre os dias 25 e 29 de Março, o Curso de Imersão em Idiomas da Diretoria de Ensino da Marinha recebeu a visita de oficiais de outras Forças para a realização de aulas de Língua Inglesa. A atividade teve o objetivo de aperfeiçoar a habilidade linguística dos alunos e promover o intercâmbio cultural entre as Forças.
 
A primeira aula foi ministrada pelo Major do United States Marine Corps (USMC), James Smith, atualmente servindo no Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra. O oficial, que já serviu no Iraque, no Afeganistão e na Síria, compartilhou aspectos sobre a cultura da Marinha Americana e o dia a dia operacional dos Marines (Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos).
 
No segundo dia de aula, o Adido da Defesa do Reino Unido no Brasil, Capitão de Mar e Guerra Kevin Fleming, destacou os aspectos culturais do Reino Unido e abordou assuntos relacionados ao comportamento social naquele país.
 
No último encontro, o instrutor de língua estrangeira do United States Military Academy at West Point, Capitão Hector Padilha, que atualmente serve no Centro de Idiomas do Exército, apresentou questões relacionadas à fonética e à pronúncia, além de dar orientações de como falar inglês como um nativo.
 
Durante todas as aulas, os militares interagiram com os palestrantes, a fim de aperfeiçoar sua expressão oral e a compreensão auditiva.
 
Capitão de Mar e Guerra Kevin Fleming e alunos da primeira turma do Curso de Imersão em Idiomas

DPHDM divulga atividades culturais na LAAD 2019

09/04/2019
 
Previsto para 2022, o Museu Marítimo do Brasil (projetado na TV)
foi um dos destaques da DPHDM em seu estande na LAAD
 
A Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha (DPHDM) esteve presente na Feira LAAD Defence & Security 2019, que ocorreu entre 2 e 5 de abril, no Riocentro, no Rio de Janeiro-RJ. Em sua 12ª edição, a feira consolida-se como a maior e mais importante na área de defesa e segurança na América Latina.
 
Responsável por difundir a consciência marítima junto à sociedade brasileira, a DPHDM promoveu os trabalhos culturais desenvolvidos por seu pessoal, como o Repositório Institucional da Produção Científica da Marinha do Brasil; e os passeios pelo Espaço Cultural da Marinha, no Boulevard Olímpico, e para a Ilha Fiscal; além de divulgar o projeto de vanguarda do Museu Marítimo do Brasil, ainda em fase de captação de recursos, que abordará temas como ciência, história, tecnologia, arte e cultura marítimas.
 
A diretoria aproveitou também a feira para apresentar e vender ao público diversas publicações, em especial o livro “Marinha do Brasil: uma síntese histórica”, da Editora SDM, que evidencia como a história da Força Naval está ligada à do Brasil.
 
O livro “Marinha do Brasil: uma síntese histórica”, publicado pela
Editora SDM, foi apresentado na LAAD

2° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral voa com óculos de visão noturna em São Paulo

08/04/2019
 
O Pégasus-23 com tripulação assistida por OVN transportando viatura do Exército Brasileiro
 
No dia 4 de abril, a ANV UH-15A N-7203 (Pégasus-23) realizou o transporte de uma viatura Land Rover Defender do Exército Brasileiro, com aproximadamente 1.700 kg, na cidade de Taubaté-SP, utilizando óculos de visão noturna (OVN). Este voo fez parte do estágio complementar que tem o objetivo de capacitar os Aviadores Navais (AvN) do Esquadrão HU-2 a cumprirem suas tarefas com emprego de OVN.
 
A qualificação destes AvN em voo assistido pelo OVN iniciou-se em outubro de 2018 com o propósito de aumentar a capacidade operacional do HU-2 e, desde então, total apoio tem sido recebido do Comando de Aviação do Exército (CAvEx), do Centro de Instrução de Aviação do Exército (CIAvEx) e do 1º Batalhão de Aviação do Exército (1º BAvEx) por meio de instruções e compartilhamento de experiências.

Capitão de Corveta Marcia Andrade Braga é premiada pela ONU por defender igualdade de gênero

08/04/2019
 
A homenageada durante videoconferência realizada na UNIC-Rio
 
No dia 29 de março, a Capitão de Corveta Marcia Andrade Braga, membro da Missão de Paz das Nações Unidas na República Centro-Africana (MINUSCA), recebeu o prêmio de Defensora Militar da Igualdade de Gênero da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, nos Estados Unidos. A cerimônia de premiação foi transmitida ao vivo e exibida na sede do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC-Rio), no Palácio do Itamaraty, em Brasília-DF.
 
Presenciaram a transmissão o Chefe da Representação do Itamaraty no Rio de Janeiro(RJ), Eduardo Prisco Paraíso Ramos; o Comandante do Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo (CIASC), Contra-Almirante (FN) Renato Rangel Ferreira; o Diretor do UNIC-Rio, Maurízio Giuliano; representantes consulares de diversos países; membros do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB); uma representação da Marinha do Brasil e de ex-alunas do Estágio de Operações de Paz para Mulheres, realizado pela Escola de Operações de Paz de Caráter Naval do CIASC, em parceria com a ONU; entre outros.
 
Após a premiação, foi realizada uma videoconferência entre a militar premiada e os presentes na UNIC-Rio. A Capitão de Corveta declarou-se muito honrada em receber o prêmio e ressaltou a importância de ampliar a participação militar feminina nas forças de paz. Deixou ainda uma mensagem de motivação às mulheres: “Venham participar das missões de paz com vontade de fazer algo por quem precisa, de ser parte da solução. O brasileiro tem um jeito especial de fazer peacekeeping, com paixão e compaixão. A bandeira brasileira gera alegria por onde passa e a participação feminina é incrível. É uma experiência muito enriquecedora, foi o melhor período da minha vida. Não tenham medo, vale a pena!”, disse.
 
Oficiais participantes do evento na UNIC-Rio

 

Atletas brasileiros e cubanos treinam juntos para Pan de Wrestling 2019 no CEFAN

08/04/2019
 
Preparação das atletas do Wrestling visando ao Jogos Pan-Americanos e aos
7º Jogos Mundiais Militares 2019
 
O Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN) recebeu mais de 30 atletas, entre medalhistas olímpicos e mundiais, no dia 3 de abril, para intercâmbio de treinamento, visando aos Jogos Pan-Americanos de Wrestling e os 7º Jogos Mundiais Militares, que ocorrerá em outubro na China.
       
Os principais nomes do Wrestling brasileiro e cubano realizam, até o dia 17 de abril, a fase final de preparação para o Pan-Americano de Wrestling 2019, marcado para os dias 17 e 18 de abril, em Buenos Aires, Argentina. Nomes como os grequistas Mijain Lopez (tricampeão olímpico e cinco vezes campeão mundial) e Ismael Borrero (campeão olímpico e mundial) treinarão com os principais lutadores nacionais integrantes do Programa Olímpico da Marinha (PROLIM) em parceria com a Confederação Brasileira de Wrestling, como os sargentos Angelo Moreira, Davi Albino, Aline Silva, Lais Nunes, Dailane Reis e o marinheiro Joilson Júnior.
 
“É uma iniciativa da Marinha do Brasil para preparar os atletas para o Pan-Americano de Wrestling, Jogos Pan-Americanos e os Jogos Mundiais Militares. Em virtude da ótima relação entre as comissões técnicas, foi possível trazer a equipe cubana. Além de ajudá-los na aclimatação, vamos aumentar o nível técnico do treino antes do Pan. Todos os atletas ficarão nas dependências do CEFAN e tenho certeza que vai ser bastante proveitoso para cubanos e brasileiros”, afirmou o Primeiro-Tenente Felipe Macedo, treinador da equipe de Wrestling da Marinha.
 
Além dos ídolos do estilo greco-romano, uma nova geração de lutadoras promete dar nova cara ao Wrestling feminino cubano. Nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, a equipe brasileira feminina obteve quatro classificações em seis possíveis. Já as cubanas não levaram nenhuma atleta aos Jogos do Rio. Para este ciclo, Yudaris Rodriguez, atual campeã mundial sub-23 até 68 kg é um dos frutos da renovação cubana. Para a Sargento Lais Nunes, atleta olímpica e 5ª colocada no Mundial 2018, os novos valores do Wrestling cubano merecem ser observados com atenção.
 
“Essa nova geração de atletas cubanas do Wrestling feminino está vindo com outra cabeça. Estão mais confiantes tecnicamente, com novos treinadores, e isso aumenta o nível e possibilita melhores resultados. Acho importante a iniciativa do treinamento e será bastante produtivo para nós esse intercâmbio de preparação próximo ao Pan-Americano”, afirmou Lais.
 
Delegação brasileira:
Masculino: Sargentos Diego Romanelli, Arley Machado, André Pinto, Angelo Moreira, Ronisson Brandão, Wellington Silva, Pedro Rocha e Davi Albino e os marinheiros Calebe Correa, Kenedy Pedrosa e Joilson Júnior.
Feminino: Sargentos Susana Santos, Giullia Penalber, Mayara Graciano, Aline Silva, Dailane Reis e Lais Nunes.
 
Delegação cubana:
Masculino: Mijain Lopez, Ismael Borrero, Luiz Sanchez, Yosvani Flores, Antonio Robles, Gabriel Kindelan e Angel Romero.
Feminino: Yusneilys Lopes, Lilianet Andres, Lianna Herrera, Yakelin Estornell, Yudaris Rodriguez e Malbekis Peres.

 

Navio Hidroceanográfico “Taurus” realiza resgate de tripulante de embarcação de pesca no litoral do Rio de Janeiro

08/04/2019
Resgate do pescador
 
No dia 3 abril, o Navio Hidroceanográfico (NHo) “Taurus” realizou o resgate de um pescador no litoral do Rio de Janeiro, que estava em uma embarcação à deriva próximo ao Porto do Açu. O NHo “Taurus” fazia um levantamento hidrográfico na região, quando recebeu o pedido de socorro do barco “Luan VI”.
 
A embarcação solicitou auxílio por volta das 7h30 para informar que um tripulante encontrava-se com estado de saúde precário e que não tinha condições de chegar ao porto mais próximo. Assim, atendendo à Convenção Internacional para a Salvaguarda da Vida Humana no Mar (SOLAS), o "Taurus" navegou até a posição da do barco e resgatou o tripulante do "Luan VI", às 8h24.
 
O paciente foi levado à enfermaria do navio, onde recebeu assistência inicial. Após o atendimento, o pescador foi levado ao Porto do Açu, por meio de lancha, a fim de ser encaminhado para atendimento médico especializado.
 
Primeiros socorros realizados a bordo do NHo “Taurus”

 

Navio Polar “Almirante Maximiano” recebe visita de representantes do Serviço de Hidrografia do Uruguai

08/04/2019
Representantes do Serviço de Hidrografia do Uruguai durante visita ao Navio Polar “Almirante Maximiano”
 
Durante a Operação Antártica (“OPERANTAR XXXVII”), no dia 2 de abril, o Navio Polar “Almirante Maximiano” recebeu a visita de representantes do Serviço de Hidrografia do Uruguai (Servicio de Oceanografía, Hidrografía y Meteorología de la Armada – SOHMA), promovendo um intercâmbio de conhecimento e competências, tanto para o Uruguai quanto para o Brasil.
 
A bordo do “Tio Max”, como o navio polar é conhecido, foram apresentados aos visitantes os recursos de navegação, meteorologia, hidrografia e oceanografia, bem como a área de atuação na Antártica e as peculiaridades de operação no continente gelado. Os militares e civis do SOHMA assistiram ao vídeo institucional da “OPERANTAR XXXVII” e realizaram visita ao passadiço, laboratórios e dependências do navio.
 
A visita contribuiu para estreitar os laços de amizades com a Armada Nacional do Uruguai, bem como disseminar e fomentar a importância da hidrografia e pesquisa na Antártica.
 
Visitantes assistem ao vídeo institucional do navio

 

DPHDM conduz militares da DGOM em “passeio pela História do Brasil e da Marinha”

08/04/2019
 
Capitão de Corveta (T) Daniel Gusmão ambienta os militares da DGOM
sobre os séculos de história que “singrarão” ao longo da exposição
 
Em 22 de março, a Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha (DPHDM) recebeu, no Museu Naval, um grupo de militares da Diretoria de Gestão Orçamentária da Marinha (DGOM) para participar do projeto “Visitando a História”.
 
Conduzidos pelo Ajudante da Divisão de Arqueologia Subaquática, do Departamento de História da DPHDM, Capitão de Corveta (T) Daniel Martins Gusmão, os visitantes conheceram a exposição “O Poder Naval na formação do Brasil”, que compreende desde a época do descobrimento e da colonização até a atualidade, com destaque para a participação da Marinha do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da Organização das Nações Unidas (ONU).
 
Ao longo das sete salas da exposição, os oficiais e praças da DGOM aprenderam sobre a evolução do Poder Naval ao longo dos séculos — dos navios de madeira e à vela até os dias atuais —, bem como sobre o papel determinante da Marinha para assegurar unidade às dimensões continentais.
 
Na última sala da exposição, sobre “o emprego permanente do Poder Naval”,
os visitantes observaram diversos modelos de navios do Século XX
 
Iniciado em setembro de 2010, o projeto “Visitando a História” visa estimular a consciência marítima: seja por meio de visitas guiadas pelos espaços museais sob tutela da DPHDM, seja pelo intermédio de palestras que evidenciam a importância da história naval para a cultura do cidadão.
 
O projeto já atendeu 5.400 pessoas e destina-se a militares e servidores civis das organizações militares das Forças Armadas e Forças Auxiliares, em especial, alunos dos centros de formação, bem como instituições de Ensino Superior, públicas e privadas.

 

Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal realiza projeto “Pátria Amada Brasil” com estudantes da cidade de Arez-RN

08/04/2019
 
Estudantes participam do Cerimonial à Bandeira Narrado na Praça da Cidade
 
O Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal realizou, no dia 26 de março, o projeto “Pátria Amada Brasil”, no município de Arez-RN, localizado a 60 quilômetros de Natal-RN.
 
O evento contou com a presença de 150 alunos da rede pública de ensino e integrantes de grupos de escoteiros, que participaram do Cerimonial à Bandeira, assistiram a palestras e conheceram os equipamentos e material utilizados pelos Fuzileiros Navais.
 
Para o Secretário do Esporte, do Lazer, do Turismo e da Cultura de Arez, José Gomes, o projeto foi importante principalmente pela discussão de valores como o patriotismo.
 
O “Pátria Amada Brasil”, do Comando de Operações Navais, é um projeto que tem o objetivo de incentivar o espírito cívico e a valorização dos símbolos nacionais nos alunos dos ensinos fundamental e médio.
 
Alunos da rede pública de ensino e grupos de escoteiros durante a ação

Centro de Avaliação da Ilha da Marambaia promove palestras sobre crime de deserção e prevenção do uso de drogas para a tripulação

08/04/2019
 
Segundo-Tenente Rafael dos Santos apresenta o tema para a tripulação
 
O Centro de Avaliação da Ilha da Marambaia (CADIM) promoveu duas palestras, nos dias 19 e 21 de março, sobre bem-estar social com foco nas temáticas de crime de deserção e prevenção de uso de drogas.  As exposições destacaram os prejuízos na carreira daqueles que incidem no crime de deserção e os malefícios do uso de substâncias químicas.
 
No primeiro dia do evento, a palestra foi proferida pelo Segundo-Tenente (RM2-T) Rafael dos Santos Ferreira, do Núcleo de Assistência Social do Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA), e pelo Encarregado da Assessoria Jurídica do CADIM, Suboficial Jose Gilmar Teles Rodrigues. O propósito da atividade pedagógica, direcionada para o público interno, foi esclarecer ao público interno os aspectos negativos da deserção e as reais consequências profissionais e pessoais do cometimento do crime.
 
Já no dia 21 março, o Primeiro-Tenente (RM2-Md) Tiago Santos Maia e Primeiro-Tenente (CN) Manoel Evangelista da Silva abordaram o tema da prevenção das drogas, destacando os perigos das dependências químicas, os transtornos familiares e ainda os prejuízos à saúde.
 
As palestras contaram com a participação de 235 militares e foram realizadas em cumprimento às diretrizes da Diretoria de Assistência Social da Marinha (DASM), objetivando a ampliação das facilidades no campo das assistências jurídica, religiosa, social e psicológica da tripulação.