Nomar Online

Marinha do Brasil realiza exercícios com a Guarda Costeira de Cabo Verde durante a Comissão Grand African Nemo 2019

19/11/2019

Grupo de Visita e Inspeção do Navio-Patrulha “Guardião” realizam exercício de abordagem durante Grand African Nemo 2019
 
Nos dia 31 de outubro e 1º de novembro, a Marinha do Brasil realizou exercícios de abordagem com o Navio-Patrulha “Guardião”, da Guarda Costeira de Cabo Verde (GCCV), nas proximidades do Senegal.
 
O exercício simulado, no dia 31, retratou a abordagem do Grupo de Visita e Inspeção do Navio-Patulha “Guardião”, da GCCV, ao Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) “Apa”, que estava simulando uma pesca ilegal. No dia 1º de novembro, a ação baseou-se em uma suspeita de pirataria do “Apa”, onde o Navio-Patrulha “Guardião” fez um interrogatório para realizar uma visita e inspeção. Os militares da GCCV novamente foram a bordo do “Apa” para simular o enfrentamento ao crime.
 
As atividades de pirataria e pesca ilegal em todo o Oceano Atlântico têm sido aspectos de grande preocupação para muitos países da costa ocidental africana. Para enfrentar a atividade, algumas Marinhas têm se mobilizado de modo a praticar e treinar seus militares para situações do tipo. Exercícios, inclusive, entre Marinhas e Guardas Costeiras amigas, têm sido cada vez mais frequentes.

 

O exercício foi avaliado por militares mergulhadores de combate da Marinha do Brasil
 

Comando do 3º Distrito Naval realiza ação com familiares de militares que integram a Operação “Amazônia Azul–Mar Limpo é Vida”

19/11/2019

Equipe multidisciplinar acolhe familiares de militares envolvidos na operação
 
O Comando do 3º Distrito Naval (Com3ºDN), por intermédio do Núcleo de Assistência Social (NAS) realizou, no dia 12 de novembro, o encontro "Missão em Família", que  reuniu familiares dos militares que estão envolvidos na Operação “Amazônia Azul–Mar Limpo é Vida”. O evento ocorreu no auditório da Sede da Seccional Natal-RN do Departamento Voluntárias Cisne Branco e contou com uma equipe multidisciplinar, formada por psicólogo, assistente social e capelão naval.
 
O encontro contou com a presença de mais de 30 participantes. Na abertura, o Capitão-Tenente, capelão naval, Alexsandro Araújo de Medeiros proferiu palavras de acolhimento que motivaram uma reflexão sobre a importância do apoio familiar aos militares em missão. Em seguida, foi realizada uma palestra sobre atividades operativas que ressaltou o esforço contínuo nas ações de combate ao óleo.
 
O Capitão-Tenente Arthur Luiz Fleiuss Calvet Araujo Mendonça, membro do Centro de Operações para Incidentes de Poluição, falou ainda sobre a importância da Operação “Amazônia Azul-Mar Limpo é Vida” e complementou com a exibição de um vídeo institucional que emocionou os presentes. Na ocasião, foram sanadas diversas dúvidas levantadas pelos familiares e o evento foi encerrado com a apresentação da Orquestra “Ondas Musicais”, composta por filhos de militares.

Apresentação da Orquestra “Ondas Musicais”
 

Sociedade Amigos da Marinha de Ladário-Corumbá e Comando do 6º Distrito Naval promovem 81º Encontro Educação e Civismo no Pantanal

19/11/2019

Estudantes do 6º ao 9º ano apresentaram projetos sobre meio ambiente
 
Cerca de 400 alunos do Ensino Fundamental da rede pública e privada de Ladário e Corumbá-MS participaram, no dia 12 de novembro, do 1º Encontro do Programa Educação e Civismo no Pantanal, como parte dos eventos alusivos aos 40 anos da Sociedade Amigos da Marinha (Soamar). O evento foi promovido pelo Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN) e pela Soamar Ladário-Corumbá, no Anfiteatro Salomão Baruki, em Corumbá-MS.
 
A abertura contou com a presença do Comandante do 6º DN, Contra-Almirante Carlos Eduardo Horta Arentz, da Presidente da Soamar Ladário-Corumbá, Terezinha Baruki, do Prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, além de representantes das Secretarias de Educação, Fundação de Meio Ambiente, e autoridades locais.
 
“O Encontro é um evento que reúne aqueles que serão o futuro do nosso País, que são esses jovens estudantes. Esse projeto da Soamar, entidade que está completando 40 anos neste ano, reforça a educação, o civismo e a preservação do Pantanal. É um encontro que traz um pensamento de valorização de um dos principais biomas do continente, que é o Pantanal, e que faz parte das nossas vidas. Que nós aprendamos e fomentemos a capacidade de cuidar do faz parte da nossa Pátria”, ressaltou o Contra-Almirante Arentz na abertura do evento.
 
Foram apresentados, ao todo, 17 projetos com o tema meio ambiente, desenvolvidos pelos estudantes do 6º ao 9º ano. A estudante Mirian da Silva Santos, de 18 anos, estuda o 9º ano na Escola Municipal Rural Paiolzinho e apresentou um projeto sobre o uso de ervas medicinais nativas. “Juntamente do professor, nossa classe visitou a reserva ao redor da escola e coletamos plantas para análise. Na escola, nós estudamos e catalogamos para que elas servem e como devem ser usadas. Estou muito feliz de representar meus colegas e a região onde eu nasci e cresci. Eu acho as apresentações muito importantes para mostrar que a gente precisa preservar a natureza, que, além de bonita, oferece muitos benefícios para todos nós”, declarou.
 
O objetivo do encontro foi conscientizar, por meio de palestras e debates, a importância do Pantanal e a conservação desse ecossistema, além de fomentar o desenvolvimento de pesquisas científicas e tornar os jovens idealizadores e interventores das políticas ambientais e protagonistas de uma nova consciência em relação à natureza.
 

Agência da Capitania dos Portos no Oiapoque realiza o primeiro cerimonial à Bandeira pelo projeto “Pátria Amada Brasil”

19/11/2019

Cerimonial à Bandeira com a presença de alunos da
Escola Estadual Joaquim Caetano da Silva
 
No dia 11 de novembro, a Agência da Capitania dos Portos no Oiapoque realizou cerimonial à Bandeira com a presença de estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Joaquim Caetano da Silva. A ação faz parte do Projeto “Pátria Amada Brasil”, que tem o propósito de suscitar o espírito cívico e a valorização dos símbolos nacionais. Estudantes e professores tiveram contato com as tradições e cerimoniais da Marinha do Brasil, sendo convocados a reavivarem o patriotismo.
 
Estiveram presentes na cerimônia o Agente da Agência da Capitania dos Portos no Oiapoque e o Vice-Diretor da Escola, Edson José Rodrigues, que expressou sua satisfação em participar do evento. “Foi uma oportunidade ímpar para todos os alunos em presenciar um cerimonial tão bonito e representativo do patriotismo que todos nós brasileiros devemos cultivar”, disse.
 

Honras de Recepção ao Agente da Agência da Capitania dos Portos no Oiapoque
 

Comando do 4º Distrito Naval participa de abertura de visitação pública ao Navio Logos Hope, em Belém-PA

19/11/2019

Comandante do 4º Distrito Naval descerrou a faixa de abertura
 de visitação ao Navio Logos Hope
 
No dia 13 de novembro, o Comando do 4º Distrito Naval (Com4º DN) participou da cerimônia de abertura da visitação pública ao Navio Logos Hope, em Belém-PA, conhecido como a maior livraria flutuante do mundo, com mais de cinco mil títulos de livros, em Português e Inglês, abrangendo uma ampla variedade de publicações educacionais, profissionais e de carreira, de desenvolvimento pessoal, passatempos e cristãs. O navio segue atracado às margens da Baía do Guajará, na Escadinha do Cais do Porto de Belém, na Estação das Docas, até o dia 27 de novembro.
 
Esta é a primeira vez que a capital paraense recebe o Navio Logos Hope, que é operado pela organização sem fins lucrativos GBA Ships, registrada na Alemanha. A tripulação é formada for cerca de 400 voluntários de mais de 60 países. O navio já visitou mais de 150 países e recebe até um milhão de visitantes por ano.
 
Em aproveitamento da estada do Logos Hope em Belém, o Com4ºDN intensificou a bordo do navio o Projeto “Maré do Saber”, instalando posto de doação/coleta de livros infantis que serão levados às escolas ribeirinhas pelos Navios da Marinha subordinados ao Com4ºDN, a fim de estimular a leitura e a criatividade em crianças que moram em comunidades do interior do Pará.

 

O Navio Logus Hope está com posto de coleta de livros para a Campanha
“Maré do Saber”

Comando do 2º Distrito Naval promove ação cívico-social no município de Nova Viçosa-Ba

19/11/2019

Equipe de militares que realizaram a ação em Posto da Mata,
distrito de Nova Viçosa-BA
 
No período de 13 a 16 de novembro, o Comando do 2º Distrito Naval (Com2ºDN) realizou uma ação cívico-social (Aciso) em Posto da Mata, distrito de Nova Viçosa-BA, em parceria com a Prefeitura Municipal e com a empresa Suzano Papel e Celulose, contando ainda com o apoio do Tribunal de Justiça da Bahia e com a Secretaria de Segurança Pública do Estado. Nos quatro dias da Aciso, mais de 6 mil atendimentos gratuitos foram realizados nas áreas de saúde e cidadania, o que aproximou a Marinha do Brasil (MB) da sociedade local e atendeu ao propósito da capacitação dos militares em atividades de medicina operativa.
 
Foram quase 1,2 mil atendimentos médicos, em especialidades como cardiologia, ginecologia, pediatria, ortopedia e urologia. Foram computados cerca de 2,3 mil procedimentos odontológicos e 1,7 mil procedimentos de enfermagem e apoio à saúde. A equipe entregou 40 próteses dentárias e distribuiu aproximadamente 6,6 mil medicamentos. A MB ofereceu ainda corte de cabelo, atendendo a 250 pessoas, orientações sobre como ingressar na Marinha, pista de obstáculo para crianças, exposição de equipamentos de fuzileiros navais e aulas de nós e voltas. A comunidade aquaviária da região também foi beneficiada.
 
A Delegacia da Capitania dos Portos em Porto Seguro regularizou embarcações de pescadores, renovou carteiras de aquaviários e capacitou 59 novos pescadores profissionais, o que contribuirá para a segurança da navegação na região.
 
A equipe do Tribunal de Justiça da Bahia prestou serviços de regularização e orientações sobre processos jurídicos. Já a Secretaria de Segurança Pública do Estado emitiu mais de 1,3 mil carteiras de identidade. A equipe de voluntários da Suzano Papel e Celulose realizou ações voltadas à assistência social e educação. A Prefeitura municipal também atuou na Aciso, com recadastramento do Programa Bolsa Família, atualização do Cadastro Único e agendamento de consulta jurídica. Na área de saúde, o poder municipal ofertou a realização de testes rápidos de HIV, glicose e pressão arterial, além de mutirão de mamografia e clínica geral.
 
Parte dos militares que estavam na Aciso se juntaram aos voluntários, sob coordenação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, para a limpeza das praias de Nova Viçosa, no dia 15 de novembro, como comemoração ao Dia Nacional da Amazônia Azul e em reforço à Operação "Amazônia Azul, Mar Limpo é Vida".

 

Foram mais de 6 mil atendimentos durante a Aciso no sul da Bahia
 

Marinha do Brasil leva atendimento odontológico à população do município de Nova Viçosa-BA

19/11/2019

Sônia Santos foi uma das beneficiadas com prótese total durante a Aciso em Posto da Mata, distrito de Nova Viçosa-BA
 
Um dos serviços mais procurados durante a ação cívico-social (Aciso) realizada pelo Comando do 2° Distrito Naval em Posto da Mata, distrito de Nova Viçosa-BA, entre os dias 13 e 16 de novembro, foi a odontologia, que realizou cerca de 2,3 mil procedimentos, incluindo alguns bastante complexos, como a confecção de próteses dentárias totais e parciais, procedimento que leva, em média, 30 dias para ser concluído num consultório, mas que foi executado em quatro durante a ação.
 
De acordo com o Capitão de Fragata Anderson de Oliveira Machado, Encarregado da Divisão de Odontologia do Hospital Naval de Salvador, que comandou a Aciso, atividades desse tipo capacitam os militares para uma pronta reação numa situação emergencial, tendo um efeito incalculável nas atividades voltadas à saúde operativa.
 
O paciente Josué Oliveira Borges, de 45 anos, não possuía cinco dentes superiores há mais de 20 anos. Quando soube pelo rádio que a Marinha ofereceria o serviço de odontologia, resolveu tentar. "Com filho pra criar, a gente não consegue pagar pelo tratamento. Mas sem os dentes é ruim demais, a gente fica com vergonha até de abrir a boca, de conversar, afeta pra comer, pra tudo. Agora estou feliz, não paro de rir e não tenho palavras pra agradecer à Marinha".
 
Já Sônia Maria Pereira dos Santos, de 57 anos, ouviu no carro de som que haveria serviço odontológico gratuito durante a Aciso. Por cerca de 30 anos, usou prótese total superior, mas a perdeu há cinco e não conseguiu substituí-la porque o custo de R$ 800 reais não cabia em seu orçamento familiar. "Eu era triste, não sorria, nem conseguia comer e beber direito. Não tenho como agradecer a vocês da Marinha, atendimento maravilhoso demais, espero que voltem sempre. Desejo tudo de melhor pra vocês, que tanto bem fizeram aqui", concluiu, emocionada.
 
Em paralelo, uma ação de limpeza das praias de Nova Viçosa fez parte da Aciso, no dia 15 de novembro, quando militares e voluntários, sob coordenação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, comemoraram o Dia Nacional da Amazônia Azul e reforçaram a Operação "Amazônia Azul, Mar Limpo é Vida".

 

Odontopediatria leva orientação de higiene oral a alunos da rede municipal de ensino durante Aciso no sul da Bahia
 

Militares da Força de Fuzileiros da Esquadra atuam em diversas localidades durante a Operação “Amazônia Azul, Mar Limpo é Vida”

18/11/2019

Chegada dos militares da FFE embarcados no PMH “Atlântico”,
no Porto de Suape-PE
 
Por sua característica expedicionária e de pronto emprego, os fuzileiros navais podem responder rapidamente a situações de crise, que demandem o emprego do Poder Naval, estando aptos para atuar em ambientes variados e em condições adversas. Cumprindo sua vocação operativa, os militares da Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE) partiram, em novembro, em direção a diversos pontos do litoral brasileiro, para participar da Operação “Amazônia Azul, Mar Limpo é Vida”.
 
Em 8 de novembro, um destacamento com 125 militares chegou a Belém–PA, por via terrestre, fixando-se no 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas. As equipes estão responsáveis por apoiar as atividades relacionadas à segurança da navegação aquaviária, com foco na segurança dos Portos de Vila do Conde e Santana. Parte da tropa também participará de ações cívico-sociais, embarcada no Navio-Auxiliar “Pará”.
 
Em 10 de novembro, um Grupamento Operativo com 700 militares da FFE chegou ao Porto de Suape, no litoral de Pernambuco. Eles estavam embarcados no Navio Doca Multipropósito “Bahia” e no Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico”, que partiram do Rio de Janeiro-RJ em 4 de novembro. Após o desembarque, os militares receberam informações de integrantes do Corpo de Bombeiros local e funcionários do Ibama, e seguiram para um reconhecimento das localidades afetadas e a montagem de duas bases operacionais, uma no Porto de Suape e outra na cidade de Tamandaré-PE, esta com o propósito de atender as localidades ao sul de Pernambuco e ao norte de Alagoas.

Equipe móvel de saúde aplica questionário médico em Barra do Sirinhaém-PE
 
Além de contribuir para a remoção do óleo nas praias, a tropa realizará a limpeza e monitoramento dos manguezais, arrecifes e avaliação da saúde das populações costeiras que tiveram contato com o óleo, por meio da aplicação de questionários, em parceria com o Ministério da Saúde. No dia 11 de novembro, primeiro dia de atuação das equipes em Pernambuco, foram realizadas ações de limpeza nas praias de Gaibu e Xaréu, nos manguezais das localidades de Sirinhaém, Ipojuca, Massangana e Mambucabas, e nos arrecifes de Coroa Grande, Cupe e Muro alto. Equipes móveis de saúde atuaram em Barra do Sirinhaém. Adicionalmente a todas as atividades, serão realizadas ações cívico-sociais  nas localidades visitadas.
 
No dia 14 de novembro, outro Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais, com cerca de 250 militares, embarcados no navio Navio de Desembarque de Carros de Combate “Almirante Saboia”, atracou no Porto de Ilhéus-BA. Os militares atuam em ações de proteção ambiental, corretivas e preventivas, na faixa compreendida entre Ilhéus e Caravelas, no sul da Bahia.
 
Os Grupamentos Operativos de Fuzileiros Navais são estruturados com componentes de comando, de combate terrestre, de apoio aos serviços ao combate e de combate aéreo, possuindo a capacidade de expandir sua força, em caso de necessidade. Cabe enfatizar que o trabalho dos militares da FFE vem se somar às ações desencadeadas pela Marinha do Brasil, desde o dia 2 de setembro, para mitigar as consequências do desastre ambiental ocorrido no litoral brasileiro.

Militares da Marinha juntam-se a voluntários para a limpeza de praias durante ação cívico-social no sul da Bahia

18/11/2019

Militares e voluntários em Nova Viçosa
 
No dia 15 de novembro, 15 militares que participaram da ação cívico-social, realizada pela Marinha do Brasil em Posto da Mata, distrito de Nova Viçosa-BA, juntaram-se aos voluntários, sob coordenação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, para a limpeza das praias do município, como comemoração ao dia Nacional da Amazônia Azul, comemorado em 16 de novembro, e em reforço ao combate do vazamento de óleo no litoral brasileiro, que faz parte da Operação "Amazônia Azul, Mar Limpo é Vida".
 
Na oportunidade, o Delegado da Capitania dos Portos de Porto Seguro, Capitão de Corveta Júlio Amaral, enfatizou a importância da participação de todos para a preservação da “Amazônia Azul”.
 
A Aciso foi realizada em Posto da Mata, de 13 a 16 de novembro, pelo Comando do 2° Distrito Naval, em parceria com a prefeitura de Nova Viçosa-BA e a empresa Suzano Papel e Celulose, com apoio do Tribunal de Justiça da Bahia e da Secretaria de Segurança Pública do estado. No período, a população teve acesso a serviços gratuitos de emissão de documento de identificação, atendimentos odontológico e médico, em diversas especialidades, serviços de saúde e regularização de documentação para embarcações, entre outros. Nos dois primeiros dias da Aciso, foram computados cerca de 3,7 mil atendimentos.

Delegado da Capitania dos Portos de Porto Seguro
enfatiza a importância da ”Amazônia Azul” para voluntários

Marinha forma a 1ª turma do Curso Internacional de Operações de Paz de Caráter Naval

18/11/2019

Contra-Almirante (FN) Renato, Comandante do CIASC, com os militares do COpPazNav e os alunos do Curso Internacional de Operações de Paz de Caráter Naval
 
No dia 8 de novembro, o Centro de Operações de Paz de Caráter Naval (COpPazNav) realizou o encerramento do 1º Curso Internacional de Operações de Paz de Caráter Naval (United Nations Maritime Task Force Course). O objetivo do foi disseminar conhecimentos aos oficiais da Marinha do Brasil e de nações amigas sobre conceitos e tarefas que são desenvolvidas por um oficial de Estado-Maior em uma Missão de Paz de Caráter Naval, como no caso da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano. As aulas abordaram temas sobre o Core Pre-Deployment Tranning Module, o Maritime Task Force e o Military Planning Process.
 
O curso foi ministrado para 16 militares estrangeiros, advindos de diversos países, entre eles Chile, China, Indonésia, Itália, Malawi, México, Namíbia, Nova Zelândia, Timor-Leste e Zâmbia. Também atenderam ao curso nove militares da Marinha do Brasil, entre eles o Contra-Almirante Sergio Renato Berna Salgueirinho, que hoje exerce a função de Superintendente de Manutenção da Diretoria de Gestão de Programas da Marinha, e será o próximo Comandante da FTM-UNIFIL.       
 
Como parte integrante do currículo, foram praticados exercícios baseados em cenários operativos, que visaram ilustrar a realidade marítima de uma operação de paz de caráter naval. Os exercícios foram conduzidos em parceira com a Escola de Guerra Naval.
         
 
 
Alunos do Curso Internacional de Operações de Paz de Caráter Naval durante exercício baseado em cenários operativos

Marinha do Brasil apoia curso de especialização da Marinha da Namíbia

18/11/2019

Instrutores e alunos do C-Esp-MR
 
A Marinha do Brasil (MB), por meio da Missão de Assessoria Naval na Namíbia, apoiou, desde a estruturação da escola até as fases de planejamento e condução, a realização dos Cursos de Especialização de Manobras e Reparos (C-Esp-MR) e de Especialização de Sinais (C-Esp-SI) da Marinha da Namíbia. A cerimônia de encerramento das primeiras turmas foi realizada, no dia 12 de novembro, nas instalações da Naval Training School (NTS), localizada em Rooikop Walvis Bay (Namíbia).
 
A relevância da cooperação foi reforçada ainda com a premiação do Suboficial Marcos, da MB, como instrutor-padrão.
 
O ineditismo da condução dos cursos pela própria Marinha da Namíbia representa um importante passo para possibilitar um incremento na formação e qualificação dos homens e mulheres que guarnecerão as tripulações dos navios daquela Marinha.
 
Os trabalhos em conjunto entre a Missão de Assessoria Naval e a tripulação da NTS prosseguem, com o objetivo de aperfeiçoar os cursos já existentes e ampliar as capacidades da escola para os próximos anos.

 

Suboficial Marcos recebe o prêmio de instrutor padrão

Comando do 7º Distrito Naval celebra o Armistício da Primeira Guerra Mundial

18/11/2019

Cerimônia homenageou combatentes dos países envolvidos no conflito
 
Há 101 anos era assinado, na França, o Armistício da Primeira Guerra Mundial, Tratado de Paz que declarou o fim do primeiro grande conflito do Século XX. A data foi lembrada no Planalto Central, por meio do Comando do 7º Distrito Naval, com cerimônia que homenageou os combatentes brasileiros a serviço da Divisão Naval em Operações de Guerra (DNOG), no dia 11 de novembro, no Clube Naval de Brasília-DF.

 

Aposição floral em memória aos mortos da DNOG na Primeira Guerra Mundial
 
Durante a solenidade, presidida pelo Comandante do 7º Distrito Naval, houve uma aposição floral em tributo ao Almirante Frontin, Comandante da DNOG, e o lançamento de flores no Lago Paranoá. Na ocasião, os militares entoaram a Canção da DNOG, acompanhados pela Banda de Música do Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília.
 
Em sua Ordem do Dia, o Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Leonardo Puntel, lembrou os desafios enfrentados pela Marinha brasileira nesse período e a sua contribuição para neutralizar a ofensiva inimiga. “Em mares distantes, esses bravos homens do mar mantiveram a honra e a dignidade da nação brasileira incólumes”, convidando a todos a honrarem os heróis navais e a se inspirarem nas lições aprendidas.

Marinha do Brasil realiza ações-cívico sociais em três escolas de Sirinhaém-PE

18/11/2019

Marinha realiza ações-cívico sociais em três escolas do município de Sirinhaém-PE
 
A Marinha do Brasil realizou, no dia 12 de novembro, ações-cívico sociais em três escolas do município de Sirinhaém-PE, no Litoral Sul de Pernambuco.
 
As instituições de ensino atendidas foram a Escola Municipal Centro Educacional Cristo Redentor, a Escola Municipal Leonel Nilo da Silva e a Escola Municipal Maria José Oliveira da Silva.
 
Na ocasião, 215 alunos, entre crianças e adolescentes, foram beneficiados por orientações de saúde, atendimentos odontológicos e palestras educativas.
 
As ações cívico-sociais fazem parte da Operação “Amazônia Azul - Mar Limpo é Vida”, que reforça a atuação da Marinha do Brasil nas ações de combate às manchas de óleo e em prol das comunidades afetadas.

 

Crianças e adolescentes de Sirinhaém-PE foram beneficiados com orientações de saúde, atendimentos odontológicos e palestras educativas

Policlínica Naval de Rio Grande participa de ação cívico-social

18/11/2019

Crianças recebem orientações de escovação
 
A Marinha do Brasil esteve presente no Projeto “SuperAção, uma onda de solidariedade e cidadania”, promovido pela Rádio Oceano, de Rio Grande-RS. O evento foi realizado no dia 10 de novembro.
 
Foram ofertadas ao público diversas atividades como cortes de cabelo; exercícios de pilates; atrações musicais; testes de glicemia; aferição de pressão arterial, entre outras.
 
Com apoio da Associação Brasileira de Odontologia de Rio Grande, as crianças de até 12 anos assistiram a um vídeo educativo sobre a importância da higiene oral e da alimentação saudável para a manutenção da saúde bucal, e realizaram atividades lúdicas como a pintura de desenhos alusivos aos cuidados com os dentes.
 
Também foi realizada orientação de higiene bucal, com auxílio de macromodelo confeccionado com materiais recicláveis, para aproximadamente 200 crianças que participaram do evento. Foram expostos banners de higiene bucal e de prevenção ao câncer de boca e distribuídos kits com escova e pasta de dente e panfletos sobre formas de ingresso na Marinha.
 

Navio de Pesquisa Hidroceanográfico “Vital de Oliveira” realiza comissão de levantamento ambiental

14/11/2019
 
“Vital de Oliveira” coletará dados sobre o derramamento de óleo nas
 Águas Jurisdicionais Brasileiras
 
O Navio de Pesquisa Hidroceanográfico “Vital de Oliveira” deixou, no dia 13 de novembro, o Porto de Ilhéus-BA, para realizar a Comissão de Levantamento Ambiental da Costa Nordeste, com o objetivo de coletar e medir dados ambientais, a fim de contribuir para a compreensão da dispersão do óleo ao longo do litoral atingido.
 
Os trabalhos ocorrerão ao longo do litoral nordestino e envolvem diversas tarefas, tais como a realização de estações oceanográficas para perfilagem vertical de temperatura e salinidade da coluna d’água; coleta de amostras de água para análise química a fim de verificar a presença de óleo; análise de correntes marinhas; coleta de amostras do solo marinho; e medições de profundidade utilizando ecobatímetro multifeixe e o equipamento Underway-CTD, que faz medições de temperatura e salinidade com o navio em deslocamento.
 
O “Vital de Oliveira” dispõe de infraestrutura completa de pesquisa, concentrando 28 equipamentos científicos de última geração, permitindo a interação entre representantes de distintas instituições do País e a Marinha do Brasil. O navio também possui elevada capacidade de permanecer na área de operação por extensos períodos.

 

Mergulhadores da Marinha retiram mais de 270 kg de óleo de rios pernambucanos

14/11/2019
Mergulhadores realizam limpeza de rio, em Pernambuco
 
Militares da Marinha seguem com as operações de limpeza de rios em Pernambuco. Mergulhadores da Força-Tarefa recolheram, no dia 13 de novembro, cerca de 250 quilos de óleo do rio Persinunga, em São José da Coroa Grande-PE e, aproximadamente, 25 kg do rio Mamucabas, localizado no município de Tamandaré-PE.
 
De acordo com o levantamento feito pelo Ibama, foram contabilizadas cerca de 4,4 mil toneladas de resíduos de óleo retiradas das praias nordestinas. O descarte do material está sendo feito pelas Secretarias de Meio Ambiente dos Estados.

 

Comando do 4° Distrito Naval inicia a Operação “Amazônia Azul–Mar Limpo é Vida”

13/11/2019
 
Tropas prontas para missão da Operação “Amazônia Azul–Mar Limpo é Vida”
 
No dia 5 de novembro, o Comando do 4° Distrito Naval (Com4ºDN) iniciou a Operação “Amazônia Azul–Mar Limpo é Vida” no contexto do Plano Nacional de Contingência. O grupo-tarefa composto pelos navios do Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, por frações das tropas da Força de Fuzileiros da Esquadra e do 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas, pelas aeronaves do 1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte e pelos navios do Comando da Flotilha do Amazonas reforçou a presença da Marinha do Brasil na Costa Norte Brasileira, bem como nas águas interiores e nas instalações portuárias adjacentes.
 
A iniciativa se sucedeu em razão do aparecimento de manchas derivadas de petróleo nas Águas Jurisdicionais Brasileiras e visa intensificar as atividades de patrulha naval, de fiscalização do serviço de segurança do tráfego aquaviário e de busca e esclarecimento marítimo, aéreo e terrestre, com foco na prevenção da poluição hídrica, bem como realizar ações cívico-sociais e de assistência hospitalar nas comunidades ribeirinhas da região.
 
As ações ocorrem sob o controle operacional do Comando do 4º Distrito Naval e contam com a participação de outros órgãos e agências governamentais, tais quais: Polícia Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará e Companhia Independente de Polícia Fluvial da PM-PA, cujos agentes estarão embarcados nos navios da Marinha.
 
Na ocasião, o Comandante do 4° DN, Vice-Almirante Newton de Almeida Costa Neto, dirigiu algumas palavras aos militares reunidos no cais da Base Naval de Val de Cães, em Belém-PA. Em seu discurso, destacou a importância da operação para o País, em virtude do recente derramamento de óleo ao largo da costa brasileira, ressaltando as implicações políticas, econômicas e ambientais do ocorrido e concitando os envolvidos que cumpram a missão com empenho e dedicação.

 

Navio Polar “Almirante Maximiano” efetua lançamento de boia meteoceanográfica na Antártica

13/11/2019
 
Boia meteocenográfica lançada no mar da Antártica
 
Durante a 2ª fase da 38ª Operação Antártica, em 8 de novembro, em Martins Head, na costa Sul da Ilha Rei George, ao sul das Ilhas Shetland do Sul, na Antártica, pesquisadores embarcados no Navio Polar “Almirante Maximiano”, representando o Projeto “Atmos”, do Instituto de Pesquisas Espaciais, efetuaram o lançamento de boia meteoceanográfica, a partir de um bote do navio.
 
Também foi construída e instalada uma torre meteorológica em terra, para comparação e cruzamento de dados, recebidos da boia que foi lançada no mar.
 
As boias meteoceanográficas são instrumentos usados para avaliação das condições do mar. Elas são instaladas no oceano e capazes de medir a altura, comprimento, período, direção, frequência e velocidade das ondas, além de outros dados. Após a medição, os dados brutos são processados e podem ser transmitidos via rádio ou antena de satélite. As boias são fixadas a uma ancora no fundo, mas deixando o cabo de ancoragem suficientemente solto para que não interfira nos movimentos da boia.
 
O objetivo do Projeto “Atmos” é avaliar a interação geo-marinho-oceano-atmosfera-ondas e suas relações com o clima da América do Sul, visando determinar as atuais e possíveis mudanças climáticas relacionadas ao Oceano Austral.
 
Bandeira de faina e torre meteorológica em Martins Head

 

Comando do 4º Distrito Naval comemora o Armistício da Primeira Guerra Mundial

13/11/2019
 
Militares reunidos em Belém para celebrar o Dia do Armistício
 
O Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN) realizou, no dia 11 de novembro, cerimônia alusiva ao 101º aniversário da assinatura do Armistício da 1ª Guerra Mundial, que ocorreu em Rethondes, França, em 11 de novembro de 1918.
 
O Armistício garantiu o fim da chamada “Grande Guerra”, na qual o Brasil esteve envolvido com o envio de uma Força de oito navios da Marinha do Brasil, denominada Divisão Naval em Operações de Guerra (DNOG), que teve a missão de patrulhar a área marítima entre Dakar, na costa africana, o arquipélago de São Vicente, no Atlântico, e Gibraltar, na entrada do mar Mediterrâneo.
 
Na Ordem do Dia, o Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Leonardo Puntel, lembrou da participação da Marinha brasileira no “Teatro de Operações Europeu”. “Com orgulho e gratidão, revivemos a memória do ilustre Almirante Frontin e de seus valentes marinheiros. Em mares distantes, esses bravos homens do mar mantiveram a honra e a dignidade da nação brasileira incólumes”, ressaltou. 

 

Marinha, Ibama e Defesa Civil realizam ações de limpeza em Pernambuco

12/11/2019

 

Mergulhadores da Marinha do Brasil realizaram, hoje (12), ação de limpeza e retirada de óleo no rio Persinunga, no município de São José da Coroa Grande-PE, com o apoio do Ibama e da Defesa Civil.
 
Órgãos durante ação no rio Persinunga
 
A ação faz parte da Operação “Amazônia Azul, Mar limpo é vida”, que utiliza meios navais, aeronavais, de fuzileiros navais, para monitoramento e limpeza de praias, manguezais e arrecifes. Médicos e profissionais de saúde da Marinha também participam da operação, para analisar aqueles que tiveram contato com o óleo. Os dados recolhidos serão reunidos em um relatório que será encaminhado ao Ministério da Saúde.
 
Censo de saúde
Fuzileiros navais realizaram, no dia 11 de novembro, na cidade de Sirinhaém-PE, um censo para identificar pessoas que tiveram contato com o óleo derramado no mar. A ideia foi orientar e encaminhar aqueles que necessitassem de atendimento médico para unidades de saúde do município ou para serem assistidos pela equipe de saúde da Marinha que está no local. Os dados levantados serão encaminhados para órgãos de saúde estaduais e para o Ministério da Saúde.

Ação cívico-social da Marinha realiza atendimentos odontológicos no sul da Bahia

12/11/2019
 
Regiane foi uma das contempladas pela triagem da Odontologia
 
Como parte da ação cívico-social que o Comando do 2° Distrito Naval realiza em Posto da Mata, distrito de Nova Viçosa-BA, foi feita a triagem prévia de pacientes para odontologia, no dia 11 de novembro, quando foram distribuídas as senhas para atendimento.
 
Quando soube da ação, Núbia de Almeida, de 28 anos, ficou muito animada, porque a irmã já tinha sido beneficiada durante a ação realizada em Mucuri-BA, no ano passado. "Não pensei muito, resolvi tentar, porque é muito difícil conseguir dentista aqui. A gente tem que aproveitar essas iniciativas boas, de pessoas de bom coração. Trouxe meus três filhos, quero tentar atendimento pra mim e para os dois mais velhos", pontuou.
 
Regiane Freitas Correia, de 34 anos, foi uma das primeiras a chegar ao posto de triagem odontológica e, cerca de uma hora depois, já estava com consulta marcada. "Que bom que poderei fazer meu tratamento, dentista aqui quase não tem, é muito difícil, tem mais de dois anos que tento. Vi pela televisão que a Marinha estaria trazendo dentista, mas não acreditei muito. Ainda bem que tentei", concluiu.
 
No período de 13 a 16 de novembro, a ação cívico-social dará à população do município e de comunidades vizinhas acesso a atendimentos gratuitos nas áreas de saúde e cidadania. Realizada em parceria com a Prefeitura Municipal de Nova Viçosa, a ação conta ainda com a parceria do Tribunal de Justiça da Bahia, da Secretaria de Segurança Pública (Instituto Pedro Mello) e da Empresa Suzano Papel e Celulose. Além de atendimento odontológico, haverá médico em diversas especialidades, serviços de saúde, regularização de documentação para embarcações e emissão de documentos de identidade, entre outros.
A ação cívico-social é realizada na semana em que se comemora o Dia Nacional da Amazônia Azul, em 16 de novembro. Assim, militares serão empregados em ação de limpeza de praias da região, em reforço ao combate do vazamento de óleo no nordeste, como parte da operação "Amazônia Azul, Mar Limpo é Vida".
 
Núbia compareceu à triagem da odontologia com os três filhos

Marinha do Brasil assina contrato com o Terminal Portuário Ecoporto

12/11/2019
 
Gerente de Vendas do Terminal Ecoporto, Valéria Rodrigues, e o Diretor do CDAM, Capitão de Fragata (IM) Rodrigo Leal
 
No dia 5 de novembro, a Marinha do Brasil assinou contrato para prestação de serviços logísticos de operação portuária, incluindo descarga, armazenagem, inspeção não invasiva, para os bens adquiridos no exterior. O contrato dá continuidade ao planejamento estratégico do Centro de Distribuição e Operações Aduaneiras da Marinha (CDAM), ampliando as opções para a nacionalização de cargas no Porto de Santos.
 
Os custos operacionais das cargas da Marinha Brasil (MB) terão redução de cerca de 40% em relação a menor taxa praticada nos Terminais Portuários do estado do Rio de Janeiro e estabelece mais uma alternativa logística aos processos de importação de cargas, ampliando ainda mais a presença da MB no maior porto em movimentação de cargas da América Latina.
 
A maior presença no Porto de Santos insere a Força Naval entre os grandes players do comércio exterior brasileiro. Santos é o maior complexo portuário da América Latina, concentra aproximadamente 67% do produto interno bruto do país e responde historicamente por mais de 25% da movimentação da  balança comercial brasileira.

Comando do 6º Distrito Naval forma 61 marinheiros-recrutas

12/11/2019
 
Marinheiros-recrutas em desfile em continência à Bandeira do Brasil
 
O Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN) realizou, na tarde do dia 1º de novembro, cerimônia de formatura de 61 marinheiros-recrutas, que ingressaram na Marinha do Brasil.
 
Os militares passaram, por cerca de três meses, pelo Estágio de Instrução e Adaptação na Escola de Formação de Reservistas Navais (ERFN). Durante o período, foram ministradas, fundamentadas nos princípios da hierarquia e disciplina, aulas sobre organização básica da Marinha; higiene e primeiros socorros; noções de armamento; noções de combate a incêndio; instrução militar naval; comunicações; e fatos e tradições da Marinha do Brasil.
 
O Comandante do 6º Distrito Naval, Contra-Almirante Carlos Eduardo Horta Arentz, por ocasião da leitura da Ordem do Dia, lembrou que os ensinamentos aprendidos servirão de alicerce para os próximos passos na Marinha e na vida.
 
Durante a formatura, foram entregues prêmios aos primeiros colocados no estágio de adaptação. Na sequência, os marinheiros-recrutas realizaram o juramento e desfile em continência à Bandeira Nacional.
 

Escola de Guerra Naval sedia o 19º Simpósio de Pesquisa Operacional e Logística da Marinha

12/11/2019
 
O Diretor-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha
realizou a abertura do Simpósio
 
No período de 6 a 8 de novembro, a Escola de Guerra Naval sediou o 19º Simpósio de Pesquisa Operacional e Logística da Marinha (SPOLM), organizado pelo Centro de Análises de Sistemas Navais (CASNAV), que teve como tema ”A Pesquisa Operacional como Ferramenta de Governança em Projetos Estratégicos”. O simpósio multidisciplinar buscou integrar o setor acadêmico, as Forças Armadas e a Indústria, fomentando a pesquisa e a aplicação prática das áreas de conhecimento de Pesquisa Operacional e Logística, e outras áreas correlatas, no âmbito da Engenharia de Produção, Engenharia da Computação, Administração e Economia.
 
Ao realizar a abertura do SPOLM, o Diretor-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen, observou que a revolução tecnológica em curso, principalmente na área de Ciência de Dados, vem oferecendo novos campos de estudo e aplicações, o que requer o desenvolvimento de ferramentas sistêmicas para o tratamento de situações, abrangendo cenários complexos. Nesse contexto, destacou a importância do simpósio, ao permitir a troca de informações entre os entes da sociedade e as Forças Armadas. “A governança apoiada em processos otimizados, dispondo de informações céleres, oportunas e confiáveis, orienta o Tomador de Decisões à obtenção dos resultados, tendo por base os princípios da eficiência e eficácia”, pontuou.
 
A programação do evento abrangeu sessão plenária, palestras, painéis, mesas redondas, minicursos e seções temáticas, contando com a apresentação de trabalhos de renomados professores e doutores de diversas instituições de ensino do País.
 

Capitania dos Portos do Piauí premia alunos do Concurso de Redação Operação “Cisne Branco” 2019

12/11/2019
 
Alunos, Diretores, membros da Soamar e Capitão dos Portos
 
No dia 7 de novembro, a Capitania dos Portos do Piauí realizou a cerimônia alusiva ao encerramento da Operação “Cisne Branco” 2019, com a entrega dos diplomas, medalhas e prêmios ofertados pela Sociedade Amigos da Marinha do Piauí (Soamar-PI)  aos alunos que se destacaram no concurso Operação “Cisne Branco” de redação, promovido pela Marinha, para alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio.
 
Os temas das redações para o Ensino Fundamental e Médio foram: “Se eu fosse Marinheiro, o que faria pelo Brasil?” e “A importância da Marinha para a presença do Brasil no continente gelado”, respectivamente.
 
Os vencedores foram: do Ensino Fundamental, a aluna Hana Kayulle Santos, da Escola Professora Raquel Magalhães; e do Ensino Médio, a estudante Laísa Cristine Lima de Araujo, do Colégio Síntese Educacional.
 
As Diretoras das instituições, Luciana Seixas Aquino e Aurora Yone Demóstenes de Albuquerque, foram agraciados com o certificado institucional por suas participações e contribuições na divulgação da mentalidade marítima.    
 
“Sinto-me honrada, como diretora, em participar da Operação ‘Cisne Branco’, e mais satisfeita ainda em ver meus alunos sendo agraciados. Isso agrega e motiva ainda mais para buscarmos a excelência no ensino. Alguns já estão se preparando para o Enem, então, juntou o útil ao agradável. Parabéns aos alunos e professores, e, à Marinha do Brasil, o nosso muito obrigado em ter escolhido a nossa escola para participar do concurso”, agradeceu Aurora Yone.
A entrega de diplomas e a imposição de medalhas foram feitas pelo Presidente da Soamar-PI, João Paulino Soares Neto, pelo Capitão dos Portos do Piauí, além de diretores, professores, militares, pais e alunos das duas instituições de ensino.
    
A Operação “Cisne Branco” tem como objetivo despertar nos jovens e nos professores o interesse por assuntos ligados à Marinha e às tradições navais, contribuindo para o desenvolvimento da mentalidade marítima em nosso País.
 

Marinha realiza censo para levantar informações sobre contaminação com óleo

11/11/2019
 
Militares aplicam questionários na cidade de Sirinhaém-PE
 
Fuzileiros navais realizaram, hoje (11), na cidade de Sirinhaém-PE, um censo para identificar se há pessoas contaminadas com o óleo derramado no mar. A ideia é orientar e encaminhar aqueles que necessitem de atendimento médico para unidades de saúde do município ou para que sejam assistidos pela equipe de saúde da Marinha que está no local.
 
De acordo com o Capitão de Fragata, médico, João Francese Neto, questionários estão sendo aplicados em quatro áreas identificadas como suscetíveis à contaminação. “Buscamos levantar se há sintomas de intoxicação ou dermatite desenvolvidos após o contato”, disse.
 
Limpeza da região
Parte do contingente, composto por cerca de 700 fuzileiros navais, que desembarcou, no dia 10 de novembro, no Porto de Suape-PE, foi designada para realizar ações de monitoramento e limpeza de praias, arrecifes e estuários. De acordo com o porta-voz do Comando de Fuzileiros da Esquadra, Capitão de Corveta Fuzileiro Naval Ramon Silva Nascimento, foram enviados, hoje (11), militares para a Praia de Xaréu e arrecifes como Muro Alto, Cupe e São José da Coroa Grande. Uma equipe também monitorou o estuário de Sirinhaém.
 

Navio-Patrulha “Guaratuba” realiza combate a incêndio em lancha

11/11/2019
 
Navio-Patrulha “Guaratuba” se aproxima de uma lancha em chamas nas proximidades da Ilha de Maré, na Bahia
 
No fim da tarde do dia 6 de novembro, o Navio-Patrulha “Guaratuba”, que regressava para a Base Naval de Aratu, após o emprego no monitoramento e contenção das manchas de óleo, avistou uma lancha, registrada com o nome de “Shekhinah”, em chamas, nas proximidades da Ilha de Maré, na Baía de Todos-os-Santos. O navio, subordinado ao Comando do 2° Distrito Naval (Com2ºDN), aproximou-se da embarcação e iniciou o combate ao incêndio.
 
A lancha seguiu para as proximidades da ilha, onde as profundidades são abaixo de dois metros, o que impediu a continuidade do combate pelo Navio-Patrulha. Uma embarcação da Capitania dos Portos da Bahia foi ao local e deu continuidade ao combate.
 
Os dois tripulantes foram resgatados no início do incêndio e encontravam-se sem ferimentos e, aparentemente, em boas condições de saúde.
 
Militares da Marinha do Brasil iniciam combate a incêndio em lancha

Sociedade Amigos da Marinha de Ladário-Corumbá e Comando do 6ºDistrito Naval realizam projeto educativo em escolas da região

11/11/2019
 
Banda de Música do Com6ºDN com alunos da Escola Municipal Djalma Sampaio Brasil
 
A Socieadade Amigos da Marinha de Ladário-Corumbá, com apoio do Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN), levou o programa Educação e Civismo no Pantanal (EduCiPan), no mês de outubro, a oito escolas municipais e estaduais na fronteira oeste do País. A atividade, que conta com a parceria das Secretarias de Educação da região, oferece aos estudantes um momento cívico com a Banda de Música do Com6ºDN.
 
O programa tem, ainda, como objetivo, fomentar o canto do Hino Nacional e demais hinos nas escolas, de acordo com datas comemorativas, proporcionando maior conexão das crianças e profissionais de educação com a valorização do patriotismo.

Navios da Esquadra Brasileira atracam no Porto de Suape-PE para a Operação “Amazônia Azul–Mar limpo é vida”

11/11/2019
 
Navios se unirão a outros meios navais e aeronaves, para o combate às manchas de óleo no Nordeste
 
O Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico” e o Navio Doca Multipropósito “Bahia” atracaram, hoje (10), no Porto de Suape-PE. Eles se unirão a navios distritais que já monitoram e atuam em combate às manchas de óleo nas praias do litoral nordestino, e a mais nove meios navais e seis aeronaves que estão sendo empregados na Operação “Amazônia Azul, Mar limpo é vida”.
 
Durante a operação, serão realizadas ações de limpeza nas praias, manguezais e arrecifes, com o emprego de fuzileiros navais e mergulhadores de combate. Médicos e profissionais de saúde da Marinha também participam da operação para analisar aqueles que tiveram contato com o óleo. Os dados recolhidos serão reunidos em um relatório que será encaminhado ao Ministério da Saúde.
Cerca de 700 fuzileiros navais desembarcaram dos navios, hoje, para as operações

Marinha realiza limpeza em praia do Rio Grande do Norte

11/11/2019
 
Militares recolhem resíduos de óleo
 
Equipes da Marinha do Brasil estiveram, no sábado (9), no litoral sul do Rio Grande do Norte, na região da Praia da Barra de Tabatinga, atuando na remoção de pequenos resíduos oleosos que apareceram no início do dia.
Para gerir ações de resposta e elucidar os fatos relativos ao derramamento de óleo ocorrido em setembro, no litoral do Nordeste, o Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), formado pela Marinha do Brasil, o Ibama e a Agência Nacional de Petróleo, vem realizando um trabalho incessante, desde a primeira aparição de manchas, de monitoramento do litoral e limpeza das praias, além de conduzir investigação sobre causas e circunstâncias do evento.
 
O GAA continuará atuando, o tempo que for preciso, sem medir esforços, para a redução dos impactos ambientais.

Marinha, Corpo de Bombeiros e órgãos municipais realizam limpeza em Praia de Cumbuco-CE

08/11/2019
 
Ações de limpeza na Praia de Cumbuco-CE
 
Marinha, Corpo de Bombeiros, Guardas Municipais e Prefeitura de Caucaia realizaram limpeza, no dia 7 de novembro, na Praia de Cumbuco, localizada a 33 quilômetros a oeste de Fortaleza-CE.
 
No recolhimento de resíduos, foram empregados 30 militares, seis guardas municipais, 10 militares do Corpo de Bombeiros e 15 funcionários da prefeitura de Caucaia.
 

Marinha promove dia de conscientização ambiental para estudantes

08/11/2019
 
Marinha do Brasil proporcionou a primeira visita
 dos jovens do Profesp ao Projeto Tamar
 
“Conhecer para conscientizar” é a expressão que melhor traduz a finalidade da visita, no dia 28 de outubro, de 66 estudantes do Programa Forças no Esporte (Profesp) ao Projeto Tamar, na Praia do Forte-BA. Em Salvador-BA, o Profesp é nucleado pelo Grupamento de Fuzileiros Navais (GptFNSa).
 
O passeio proporcionou, de maneira didática e lúdica, a apresentação do trabalho de preservação das tartarugas marinhas ameaçadas de extinção, realizado pelo Tamar há mais de 40 anos, e que busca proporcionar a consciência para a preservação ambiental.
 
A aluna Nalanda Fernandes Lima, de 13 anos, participa, há um ano e meio, do Profesp e afirmou ter ficado encantada com a maneira como os monitores cuidam dos animais, o que permitiu a reflexão sobre atitudes tomadas em relação à natureza. Durante a visita, a jovem manifestou o desejo de servir à Marinha e assim poder contribuir para a preservação da “Amazônia Azul”.
 
Para o Comandante do GptFNSa, Capitão de Mar e Guerra (FN) Alexandre Soares, a ação vai além do aspecto recreativo. “Nesse período em que o País vive grandes desastres ambientais, é fundamental promover esse tipo atividade para as crianças e adolescentes que, por conta de suas situações de vulnerabilidade social, muitas vezes desconhecem trabalhos dessa magnitude. A pretensão é que, a partir desse conhecimento, eles possam disseminar a importância da proteção à vida marinha, e consequentemente, da nossa ‘Amazônia Azul’ ”, concluiu.
 

Marinha realiza 1º Estágio de Formação de Marinheiros para a Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe

08/11/2019
 
Cerimônia de Encerramento do 1º Estágio de Formação de Marinheiros
 
No período de 16 setembro a 7 novembro, ocorreu o 1º Estágio de Formação de Marinheiros para a Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe, sob a coordenação do Núcleo da Missão Naval da Marinha do Brasil, que contou com a cooperação da Marinha Portuguesa.
 
O estágio surgiu como um projeto piloto do Núcleo da Missão Naval que, dentro do Acordo de Cooperação entre a Marinha Brasileira e a Marinha Portuguesa e instrumentado pelo plano de emprego combinado firmado entre as duas Marinhas em 15 de setembro, visa a preparar os militares de São Tomé e Príncipe oriundos do serviço militar obrigatório para o desempenho das tarefas técnico-profissionais afetas ao posto de marinheiro a bordo dos meios navais e unidades da Guarda Costeira.
 
A implementação do estágio vem a contribuir para estreitar ainda mais os laços de amizade, cooperação e o relacionamento colaborativo entre Brasil, Portugal e São Tomé e Príncipe, que são integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.
 
A solenidade de encerramento foi presidida pelo Embaixador do Brasil, Vilmar Rogeiro Coutinho Júnior, e contou com as presenças do Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas de São Tomé e Príncipe, Brigadeiro General Idalécio Pachire, bem como de Adidos de Defesa acreditados no país, militares da Marinha do Brasil que compõem o Núcleo da Missão Naval, além de autoridades civis e militares.
 
 
Assinatura do Plano de Emprego Combinado

Salvador-BA sedia o 2° Congresso Internacional de Contramedidas de Minagem

08/11/2019
 
As palestras foram ministradas por militares e por representantes
de empresas parceiras
 
O Comando do 2° Distrito Naval promoveu, nos dias 5 e 6 de novembro, o 2° Congresso Internacional de Contramedidas de Minagem (CICMM), em parceria com o Centro Integrado de Manufatura e Tecnologia do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-CIMATEC). O evento teve como objetivo apresentar novas tecnologias, aprofundar conhecimentos e estimular o intercâmbio de informações com nações amigas, instituições e empresas envolvidas na temática da Guerra de Minas.
 
Por meio de palestras e mesas temáticas, o público conheceu as novas tecnologias e equipamentos apresentados pelos representantes das Forças Armadas do Brasil e de outros nove países, além de grandes corporações nacionais e internacionais que atuam na área. Foram abordados, ainda, assuntos como a doutrina empregada pelas Forças Armadas, a desativação de artefatos explosivos, a desminagem terrestre e humanitária, além de táticas de operações com navios caça-minas.
 
Durante o encerramento, o Comandante do 2° Distrito Naval, Vice Almirante André Luiz Silva Lima de Santana Mendes, resumiu a importância do evento. "O compartilhamento de ideias e experiências, proporcionado por eventos como o congresso, é uma oportunidade ímpar de estreitar relações técnicas, acadêmicas e comerciais, que também possibilita a revisão e o estabelecimento de novos conceitos, doutrinas e projetos, sejam eles voltados para a guerra de minas ou para as diversas áreas inter-relacionadas", concluiu.
 
Comandante do 2º Distrito Naval ressaltou a importância do CICMM para estreitar relações técnicas, acadêmicas e comerciais

Marinha efetua limpeza nas praias de Itarema-CE

07/11/2019
 
Marinha durante ação de limpeza no Ceará
 
A Marinha recolheu pequenas borras de óleo em praias do município de Itarema-CE, no dia 5 de novembro. Foram acertadas ações conjuntas com a Secretaria de Meio Ambiente de Itarema, a fim de inspecionar toda faixa de areia de Almofala até a Praia da Tijuca, de cerca de 7 quilômetros de extensão, e realizar a limpeza necessária.
 
Militares pernoitaram no local com o propósito de otimizar as operações, considerando a dinâmica da maré na área.

Militares da Marinha e voluntários recolhem resíduos oleosos em praias do Ceará

07/11/2019
 
Marinha realiza limpeza na Praia de Canoa Quebrada em conjunto
com voluntários da região de Aracati-CE
 
Militares da Marinha e voluntários recolheram, no dia 5 de novembro, resíduos de óleo que se encontravam numa extensão de 3 quilômetros da Praia de Canoa Quebrada, em Aracati-CE. A equipe de limpeza da Prefeitura do município foi acionada.
 
Também na Praia do Canto da Barra, em Fortim-CE, houve recolhimento de pequenos pedaços na rede de contenção. No município de Caucaia-CE, foram identificados vestígios de óleo na Praia de Cumbuco, localizada a 28 km a oeste de Fortaleza, sendo empregados 40 militares na limpeza.
 
Militares da Marinha recolhem pelotas de óleo na Praia do Cumbuco,
 em Caucaia-CE

Marinha participa da 1ª Feira de História Antártica Latinoamericana

07/11/2019
 
Folheto de divulgação do evento
 
A Embaixada do Brasil na Colômbia e a Marinha do Brasil, por meio da Adidância Naval no país, participaram da 1ª Feira de História Antártica Latinoamericana e do 19º Encontro de Historiadores Antárticos Lationoamericanos. Os eventos foram organizados pela Comissão Colombiana do Oceano e ocorreram, nos dias 29 e 30 de outubro, no Centro de Eventos da Biblioteca Luis Ángel Arango, na cidade de Bogotá.
 
Na oportunidade, foi exibido vídeo com tour virtual da nova Estação Antártica Comandante Ferraz, fotos da reconstrução e compartilhado um pouco da experiência brasileira adquirida ao longo do Programa Antártico, tendo sido demonstrado grande interesse do público presente pela nova estação brasileira.
 

3° Lynx modernizado da Marinha do Brasil realiza teste de aceitação de fábrica no Reino Unido

07/11/2019
 
Componentes do GFRLynx e representantes da LH com a N-4005 modernizada
 
O Grupo de Fiscalização e Recebimento das Aeronaves Lynx assinou, em 4 de novembro, nas dependências da empresa Leonardo Helicopters (LH), em Yeovil – no Reino Unido, o certificado de conformidade da terceira aeronave Lynx modernizada da Marinha do Brasil.
 
O WildLynx N-4005 realizou o teste de aceitação de fábrica no Reino Unido, no período de 30 de outubro a 1º de novembro. A chegada ao Brasil está prevista para o início de dezembro, a fim de que sejam realizados os voos de aceitação final no 1° Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque, em São Pedro da Aldeia-RJ.
 
O Programa prevê a modernização de oito aeronaves Lynx e contempla a substituição dos atuais motores para os LHTEC CTS800-4N, a inclusão do Full Glass Cockpit, a compatibilização para operar com óculos de visão noturna e a substituição dos principais sistemas aviônicos, proporcionando à Marinha do Brasil um incremento operacional no emprego das aeronaves AH-11B a bordo do Porta-Helicópteros Multipróposito "Atlântico", do Navio Doca Multipropósito "Bahia" e como aeronave orgânica do futuro Navio “Classe Tamandaré”.
 
WildLynx N-4005 em voo durante o teste de aceitação de fábrica no Reino Unido

Corveta “Barroso” participa de exercícios com navios da Força-Tarefa Marítima da UNIFIL

07/11/2019
 
Cobertura fotográfica realizada a partir da aeronave Lince 04, dos navios da FTM-UNIFIL
 
No dia 28 de outubro, a Corveta “Barroso” participou de exercício de manobras táticas com os navios Kri Sultan Hasanuddin (Indonésia), TCG Bozcaada (Turquia) e a FGC Ludwigshafen Am Rhein (Alemanha).
 
A Corveta “Barroso” está em sua terceira participação como navio capitânia da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL), contribuindo para a manutenção da paz no Líbano. Durante o evento nas Águas Jurisdicionais libanesas, a aeronave Lince 04, AH-11B “Wild Linx”, realizou exercício “fotex”.
 
O evento contribuiu para a interoperabilidade dos países participantes da FTM-UNIFIL, bem como para o incremento do adestramento dos militares que concorrem ao serviço da manobra e do centro de operações de combate.
 
Navios da FTM-UNIFIL em formatura

Capitania Fluvial de Minas Gerais conduz, pela primeira vez, a Cerimônia de Hasteamento da Bandeira em Belo Horizonte-MG

07/11/2019
 
Oficial de Serviço pede autorização ao Comandante do 1º Distrito Naval, Vice-Almirante Rocha, para seguir com o cerimonial à Bandeira
 
A Capitania Fluvial de Minas Gerais (CFMG) conduziu, pela primeira vez, no dia 25 de outubro, a tradicional Cerimônia de Hasteamento da Bandeira que ocorre há mais de duas décadas na Praça da Bandeira, em Belo Horizonte-MG. Presidida pelo Comandante do 1º Distrito Naval, Vice-Almirante Flávio Augusto Viana Rocha, a solenidade reproduziu para a comunidade mineira o cerimonial à Bandeira que é realizado todos os dias pela Marinha do Brasil em todos os navios e demais organizações militares. A Bandeira Nacional é diariamente hasteada às 8h da manhã e arriada ao pôr do sol.
 
Durante o evento, a Banda de Música do Grupamento de Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro executou o Hino Nacional, a canção “Cisne Branco” e prestou homenagem ao povo mineiro com o Hino de Minas Gerais. A solenidade de Hasteamento da Bandeira foi criada após a reinauguração da Praça, em dezembro de 1997, como parte das comemorações dos cem anos de Belo Horizonte, e tem como propósito reforçar os laços de integração, cooperação e amizade entre os órgãos envolvidos. A participação da Marinha na cerimônia contribuiu para uma maior difusão da cultura e das tradições navais entre os mineiros.
Cerimonial à Bandeira realizado pela Marinha do Brasil em Belo Horizonte-MG

Força de Fuzileiros da Esquadra envia militares para a Operação “Amazônia Azul, Mar Limpo é Vida!”

06/11/2019
 
O Comandante da FFE discursou para a tropa embarcada no Navio Doca Multipropósito “Bahia”
 
No dia 4 de novembro, um Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais, composto por 700 militares de unidades subordinadas ao Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra (ComFFE), partiu do Rio de Janeiro-RJ em direção ao litoral de Pernambuco, com o propósito de atuar na Operação “Amazônia Azul, Mar limpo é Vida”, reforçando as ações da Marinha do Brasil na região.
 
A tropa da FFE segue embarcada no Navio Doca Multipropósito (NDM) “Bahia” e no Porta Helicópteros Multipropósito (PHM) “Atlântico”. Em 10 de novembro, ocorrerá uma projeção anfíbia (desembarque de meios e pessoal) em praia no município de Sirinhaém, no litoral sul de Pernambuco. Após o desembarque, os militares iniciarão a montagem de uma base na região, que proverá o apoio necessário ao trabalho de remoção do óleo, com ênfase na limpeza e monitoramento dos manguezais, estuários de rios e arrecifes, incluindo o emprego de mergulhadores. Além do trabalho de limpeza, os militares farão um levantamento da situação de saúde das populações costeiras.
 
Antes do suspender do NDM “Bahia”, o Comandante da FFE, Vice Almirante (FN) Paulo Martino Zuccaro, dirigiu algumas palavras à tropa. Em seu discurso, enfatizou que missão não possui uma previsão de término e visa reforçar as ações desencadeadas pela Marinha do Brasil desde o dia 2 de setembro, no combate à poluição. Informou, ainda, que, em meados de dezembro, a operação “Amazônia Azul” ingressará em uma terceira fase, por meio da Operação “Verão”, que é voltada para a segurança da navegação, mas que este ano terá também uma vertente ambiental.
 

Marinha, Bombeiros e Secretaria Estadual do Meio Ambiente monitoram águas pernambucanas

06/11/2019
 
Marinha monitora praias pernambucanas
 
Nesta segunda-feira, 187 militares da Marinha, oito do Corpo de Bombeiros e 26 funcionários da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas-PE) monitoraram a região de Porto de Galinhas, Praia do Janga e do Rio Jaguaribe-PE.
 
Também foram realizados mergulhos com o intuito de inspecionar áreas de corais, rios e realizar a retirada de possíveis manchas de óleo.
 

Militares recolhem vestígios de óleo encrostado nas rochas da Gruta do Pontal do Maceió-CE

06/11/2019
 
Vestígios de óleo encrostado nas rochas da Gruta do Pontal do Maceió
 
A Capitania dos Portos do Ceará (CPCE), por intermédio das Agências de Aracati e de Camocim, empregaram militares, nesta segunda-feira (04), no monitoramento de praias e rios cearenses.
 
Militares percorreram mais de 60Km de litoral e identificaram vestígios de óleo encrostado nas rochas da Gruta do Pontal do Maceió, em Fortim-CE. A área foi interditada pela Secretaria de Infraestrutura de Fortim e a limpeza foi efetuada por militares da Marinha, funcionários da prefeitura, bombeiros civis e voluntários locais.
 

Militares do Esquadrão HU-1 partem para a 38ª Operação Antártica

06/11/2019
 
Aeronave decola da Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia
 
No dia 25 de outubro, o Destacamento Aéreo Embarcado e as duas aeronaves UH-13 Esquilo que farão a 38ª Operação Antártica se despediram da Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia, em cerimônia com a presença do Comandante da Força Aeronaval e de familiares e amigos dos militares envolvidos na missão.
 
Operando a partir do Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel”, os helicópteros prestarão apoio logístico ao Grupo Base da Estação Antártica Comandante Ferraz e às atividades científicas desenvolvidas naquela região, no âmbito do Programa Antártico Brasileiro.
 
Após 32 anos ininterruptos participando da OPERANTAR, esta será a última realizada pelas aeronaves UH-13 Esquilo. Os helicópteros de emprego geral serão substituídos pelo modelo H-135 T3, designados “UH-17” na Marinha do Brasil.
 

Navio de Assistência Hospitalar “Soares de Meirelles” realiza Evacuação Médica Hidroviária

06/11/2019
 
Desembarque do paciente para transferência ao hospital de Codajás (AM)
 
O Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Soares de Meirelles”, subordinado ao Comando da Flotilha do Amazonas, realizou, no dia 26 de outubro, realizou uma evacuação médica hidroviária de um paciente de 30 anos, que caiu de uma árvore de aproximadamente 30 metros de altura. A ação ocorreu durante a Operação “Outubro Rosa 2019”.
 
Após avaliação primária da equipe médica do navio, foi constatada a necessidade de evacuação para o centro urbano mais próximo. O paciente encontrava-se lúcido e orientado, porém apresentando dor intensa. O ferido foi levado para a realização de exames complementares, de imagem e monitorização.
 
Cerca de três horas depois do seu embarque a bordo do navio, o paciente foi removido por ambulância para a unidade de saúde local.

Navio Polar “Almirante Maximiano” realizada primeira visita ao Porto de Punta Arenas, Chile, durante a 38ª Operação Antártica

06/11/2019
 
Visita protocolar ao Comandante-em-Chefe da Terceira Zona Naval da
 Armada do Chile, em Punta Arenas
 
Entre os dias 25 e 28 de outubro, durante a 38ª Operação “Antártica”, o Navio Polar “Almirante Maximiano” atracou no porto de Punta Arenas, Chile, a fim de realizar reabastecimento e o embarque de pessoal com destino à Estação Antártica Comandante Ferraz.
 
Após a atracação, foram recebidos a bordo o Cônsul Honorário do Brasil em Punta Arenas, Mario Babaic; o Adido de Defesa e Naval no Chile, Capitão de Mar e Guerra Alexandre Taumaturgo Pavoni; e o Oficial às Ordens da Armada do Chile, Capitán de Fragata Juan Pablo Villanueva Alvarez de Toledo.
 
Ainda no dia 25 de outubro, o Comandante do Navio, Capitão de Mar e Guerra João Candido Marques Dias, acompanhado do Cônsul e do Adido de Defesa e Naval, realizou visita protocolar ao Comandante em Chefe da Terceira Zona Naval da Armada do Chile, Contra-Almirante Ronald Baasch Barberis.
 
A parada na cidade de Punta Arenas oferece aos “navios vermelhos” um importante ponto de apoio logístico, proporcionando, ainda, a espera da janela meteorológica para atravessar o Estreito de Drake, região conhecida por seus mares bravios.
 
No dia 28 de outubro, o navio suspendeu de Punta Arenas em direção ao continente antártico, tendo navegado pelos estreitos austrais, incluindo o famoso e importante Canal de Beagle.
 
 
Navio Polar “Almirante Maximiano” atracado no Muelle Pratt, em Punta Arenas

Comando do 9º Distrito Naval realiza “I Seminário de Segurança da Navegação do Rio Madeira”, em Manaus-AM

06/11/2019
 
Seminário ocorreu no auditório do Com9ºDN
 
Com o propósito de debater temas relacionados à navegação no Rio Madeira, o Comando do 9º Distrito Naval (Com9°DN) promoveu, no dia 30 de outubro, o "I Seminário de Segurança da Navegação do Rio Madeira”, que contou com aproximadamente 80 participantes, dentre eles membros da comunidade acadêmica e aquaviária, representantes civis e militares.
 
Durante o seminário, foram debatidas questões inerentes à segurança fluvial e ao tráfego aquaviário e apresentadas as seguintes palestras: “Possibilidade de Navegação dos navios mercantes no Rio Madeira”, ministrada pelo Capitão de Mar e Guerra (RM1) Paulo Cesar Machado; “Medidas de Proteção”, pelo Capitão de Fragata (FN) André Luiz Guimarães; “O papel do Serviço de Sinalização Náutica do Noroeste (SSN-9) na atualização Cartográfica da Hidrovia do Rio Madeira”, pelo Capitão de Fragata Paulo Roberto Costa Junior; “Atuação da Capitania Fluvial de Porto Velho no Rio Madeira”, pelo Capitão de Corveta Rodolfo Aurélio Santos Resende; “Experiências da Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária  no Rio Madeira”, pelo Diretor-Presidente da Companhia de Navegação do Amazonas, Rildo Oliveira; e “Identificação de Balsas e Dragas através de Imagens Radar”, pelo Major José Mauro de Moura Alves Junior, do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia.
 
O evento proporcionou a troca de experiências entre os diversos setores envolvidos, contribuindo com a segurança da navegação e o desenvolvimento da mentalidade marítima.
 

Adolescente do Profesp do CIAMPA participa de campeonato mundial de Jiu-Jitsu

06/11/2019
 
Integrante do Profesp do CIAMPA no Campeonato de Parajiu-jitsu
 
No dia 1º de novembro, o atleta Diogo Oliveira Bomfim, integrante do Programa Forças no Esporte (Profesp), do Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (CIAMPA), sagrou-se 3º colocado no Campeonato Mundial de Jiu-jitsu - Abu Dhabi Grand Slam Jiu-Jitsu World Tour 2019, evento de nível internacional que contou com a presença de grandes nomes do Jiu-jitsu nacional e internacional.

Diogo, que é portador da Síndrome de Lenox Gastand, doença que culminou na deficiência intelectual e cognitiva, teve contato com a arte marcial por meio do evento “Um dia de Fuzileiro Naval para pessoas com deficiência” promovido pelo CIAMPA, em 2018. Ele começou a praticar Jiu-jitsu competitivo na oficina coordenada pelos adolescentes do Profesp-CIAMPA. Com o apoio de amigos e professores, Marcelo Vinícius e Paiva, Diogo passou a frequentar todos os eventos de Jiu-Jitsu do projeto, destacando–se como exemplo de inserção social e capacidade de adaptação do esporte para as pessoas com deficiência.

A deficiência não o impediu de realizar o sonho de representar o Brasil, bem como o CIAMPA no evento realizado pela Federação Brasileira de Jiu-jitsu Paradesportivo.

O Comandante do CIAMPA esteve presente no evento, prestigiando o atleta do Parajiu-jitsu e destacou a importância do Profesp para promoção do desenvolvimento integral, a inclusão social, a cidadania e a melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.
 
Atletas no Abu Dhabi Grand Slam Jiu-Jitsu World Tour 2019

Marinha e Exército realizam limpeza da foz do rio Mamucaba e nas praias de Tamandaré-PE

05/11/2019
 
Militares durante ação de limpeza em Pernambuco
 
Fuzileiros Navais e militares do Exército Brasileiro trabalharam conjuntamente, no dia 2 de novembro, na limpeza da foz do Rio Mamucaba e nas praias de Tamandaré-PE. O objetivo da ação foi remover manchas de óleo que ainda se encontravam na região.
 
A Marinha, o Exército e a Aeronáutica intensificarão, nos próximos dias, as ações humanitárias relacionadas ao meio ambiente e cooperação na recuperação de áreas marítimas atingidas, dando início à Operação “Amazônia Azul – Mar Limpo é Vida”.
 

Marinha, Exército e Ibama recolhem 250 quilos de óleo em praias de Alagoas

05/11/2019
 
Material recolhido nas praias
 
Marinha, Exército e Ibama efetuaram, no dia 4 de novembro, a limpeza de praias localizadas nos municípios de Maragogi, Japaratinga, Barra de São Miguel e Feliz Deserto, no Estado de Alagoas.
 
Na operação, foram recolhidos 250 Kg de resíduos oleosos, com maior evidência em Feliz Deserto, onde foi coletado 150 Kg.

Ministro da Defesa sobrevoa litoral de Pernambuco em aeronave do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral

05/11/2019
 
Autoridades a bordo do “Águia 85”
 
No dia 22 de outubro, o Ministro da Defesa e o Comandante de Operações Navais sobrevoaram o litoral sul de Pernambuco no “Águia 85”, aeronave do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral, com o objetivo de visualizar as áreas afetadas pelas manchas de óleo no Nordeste.
 
A Marinha do Brasil, o Ibama e a Agência Nacional do Petróleo vêm realizando um trabalho incessante de monitoramento do litoral e limpeza das praias, além de conduzir investigação sobre causas e circunstâncias do evento.
 
A atuação acontece em coordenação com o Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, Polícia Federal, Petrobras e Defesa Civil. Participam das ações, ainda, diversas instituições e agências federais, estaduais e municipais, além de empresas e universidades.
 

Navio-Patrulha “Bracuí” realiza patrulha naval simultânea com a Marinha Nacional da França

05/11/2019
 
Navio-Patrulha "Bracuí" e Navio-Patrulha PAG "La Résolue", da Marinha Nacional da França, operando em patrulha conjunta
 
Nos dias 23 e 24 de outubro, o Navio-Patrulha “Bracuí”, subordinado do Comando 4º Distrito Naval, realizou patrulha naval e inspeção naval coordenadas com o Navio-Patrulha PAG "La Résolue", da Marinha Nacional da França, na fronteira marítima do Brasil com a Guiana Francesa, proximidades da foz do rio Oiapoque.
 
Os navios realizaram a patrulha naval conjunta e diversas abordagens a embarcações na região. O objetivo foi incrementar a fiscalização nas águas jurisdicionais de ambos os países, de modo que navios respeitem o mar territorial dos dois países. Foram inspecionadas um total de 18 embarcações, sendo cinco notificadas e duas apreendidas.
 
Na oportunidade, o Navio-Patrulha PAG "La Résolue” utilizou um drone, como auxílio na busca por embarcações e como apoio à vigilância, o que agregou importante aprendizado operativo.
 
Após o enceramento das ações conjuntas, o navio demandou à Baia do Oiapoque, a fim de realizar inspeção naval na calha do rio Oiapoque, em proveito da Agência do Oiapoque, tendo inspecionado sete embarcações.

Centro de Operações de Paz de Caráter Naval realiza seminário internacional e lança livro sobre a MINUSTAH

05/11/2019
 
Na ocasião, foram realizadas demonstrações operativas
simulando operações de paz
 
A Marinha do Brasil e a Organização das Nações Unidas, por meio do Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais e do Centro de Operações de Paz de Caráter Naval, realizaram, no dia 31 de outubro, o Seminário Internacional de Operações de Paz de Caráter Naval.
 
O evento reuniu mais de 600 civis e militares no Centro de Instrução Almirante Sylvio de Camargo, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro-RJ. O objetivo foi debater ideias, compartilhar experiências e boas práticas no âmbito das operações de paz, bem como propor soluções para problemas enfrentados em um cenário tão complexo como o marítimo. 
 
O seminário foi dividido em três painéis, apresentados por especialistas brasileiros e estrangeiros, com os temas: “Ameaças assimétricas no ambiente marítimo e peacekeeping”; “Operações de paz de caráter naval: vencendo os desafios de manter a paz no mar”; e “Operações de paz de caráter naval: treinando e ensinando a paz no mar”, seguidos de debates. Ao final de cada painel, os participantes puderam interagir com os palestrantes por meio de um sistema eletrônico.
 
O Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, realizou a abertura do evento e, ao final de seu discurso, recebeu das mãos do Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra (FN) Alexandre José Barreto de Mattos, um exemplar do livro “13 anos do Brasil na A Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH): lições aprendidas e novas perspectivas”, cujo lançamento foi feito na mesma ocasião.
O Seminário Internacional de Operações de Paz de Caráter Naval também contou com uma demonstração operativa, envolvendo meios como helicóptero e embarcações. Uma militar participou da simulação de abordagem à embarcação suspeita e resgate de refugiados, a fim de configurar a crescente presença de mulheres nas missões de paz.
 
Seminário Internacional de Operações de Paz de Caráter Naval reuniu
militares e civis no Rio de Janeiro

1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Sul realiza voo de inspeção ambiental em operação conjunta com o ICMBio

05/11/2019
 
Militares do esquadrão em operação com o ICMBio
 
No dia 22 de outubro, em uma operação conjunta, o 1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Sul realizou voo de inspeção ambiental com agentes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A ação teve como intenção monitorar a região da Estação Ecológica do Taim e coibir práticas ilegais na área como a pesca predatória e ilegal.
 
Possuindo cerca de 11 mil hectares e reconhecida como uma das principais áreas ambientais, a Estação Ecológica do Taim é habitat de cerca de 30 espécies de mamíferos e refúgio de aves migratórias. Além disso, os recursos hídricos da região contribuem para a reprodução de várias espécies de peixes e serve de fonte de água para o ecossistema local.

Marinha e Ibama inspecionam o rio Massananga e a Bacia do Porto de Suape, em Pernambuco

04/11/2019
 
Ação realizada no rio Massananga
 
O rio Massananga e a Bacia do Porto de Suape, em Pernambuco, foram inspecionados por mergulhadores da Marinha do Brasil, com apoio do Ibama, no dia 3 de novembro. Não foram encontrados vestígios de óleo no fundo do rio nem na área marítima próxima ao Porto.
 
Os militares seguem atuando diuturnamente no monitoramento e limpeza das manchas de óleo que atingem o litoral do Nordeste.
 
 
Mergulhadores da Marinha na área próxima ao Porto de Suape

 

Marinha, Bombeiros e órgãos civis inspecionam Praia da Enseada dos Corais, em Pernambuco

04/11/2019
 
Representantes dos órgãos que realizaram inspeções
 
Mergulhadores da Marinha do Brasil atuaram, no dia 2 de novembro, em conjunto com o Ibama, Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil em inspeções realizadas na Praia da Enseada dos Corais, em Cabo de Santo Agostinho-PE.
 
O derramamento de óleo se configura em uma ocorrência inédita no País, o que exigiu o estabelecimento de protocolo próprio de investigação, demandando a integração e coordenação de diferentes organizações e setores da sociedade.  

 

Fuzileiros Navais e mergulhadores da Marinha recolhem óleo em São José da Coroa Grande-PE

04/11/2019
 
Ação realizada em São José da Coroa Grande-PE
 
Mergulhadores da Marinha e Fuzileiros Navais recolheram, no dia 2 de novembro, resíduos de óleo em São José da Coroa Grande-PE, onde está localizado o rio Persinunga, lâmina d’água que se encontra na divisa dos Estados de Pernambuco e Alagoas.
 
Os militares realizaram a retirada de óleo que estava concentrado no fundo do rio, bem como nas praias.

 

Marinha e Exército recolhem aproximadamente 12 toneladas de resíduos oleosos em praias alagoanas

03/11/2019
 
A maior quantidade de óleo removido foi da Praia de Feliz Deserto e Pontal do Peba
 
No dia 1º de novembro, mais de 120 militares da Marinha do Brasil, em conjunto com o Exército Brasileiro e prefeituras locais, retiraram cerca de 12 toneladas de resíduos oleosos no litoral alagoano.
 
O maior quantitativo de óleo removido concentrou-se na Praia de Feliz Deserto e Pontal do Peba, totalizando dez toneladas. As ações de limpeza na Praia da Bica e Praia do Boqueirão, em Japaratinga-AL, complementaram a operação, com aproximadamente duas toneladas.

 

Marinha, em conjunto com Exército e Aeronáutica, promove ação de limpeza no litoral pernambucano

03/11/2019
 
Militares das três Forças participaram da ação
 
Cerca de 350 militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea participaram, no dia 1º de novembro, de ações de limpeza em diversos pontos da faixa litorânea do estado de Pernambuco.
 
Foram inspecionadas as praias de Barra de Catuama, Janga, Maria Farinha e Carneiros. A operação contou ainda com quatro mergulhadores, que recolheram resíduos oleosos no fundo no Rio Mamucabas.

 

Militares da Agência de Aracati recolhem vestígios de óleo da Praia do Pontal do Maceió-CE

02/11/2019
 
Militar recolhe vestígios de óleo
 
Militares da Agência da Capitania dos Portos em Aracati recolheram, dia 30 de outubro, cerca de cem gramas de pequenos fragmentos remanescentes do óleo na Praia do Pontal do Maceió, localizada a aproximadamente 146 quilômetros de Fortaleza-CE.
 
Durante a ação, foi realizado o monitoramento da faixa que contempla mais de dez praias no litoral cearense, incluindo a Praia da Volta do Rio, em Acaraú, Praia do Guajiru, em Itarema, e Praia de Iguape, sem vestígios de óleo encontrados.