Nomar Online

Comandante da Marinha visita Fundação Oswaldo Cruz

27/11/2020
Na ocasião, foi assinado o Protocolo de Intenções entre a Marinha e a Fiocruz
 
 
No dia 26 de novembro, o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, acompanhado do Diretor de Saúde da Marinha, Vice-Almirante Luiz Claudio Barbedo Fróes, e do Chefe do Gabinete do Comandante da Marinha, Vice-Almirante Eduardo Machado Vazquez, visitou a Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro (RJ).
 
Recebido pela Presidente da Fundação, Nísia Trindade Lima, o Almirante Ilques conheceu as instalações da Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19 e da Biomanguinhos, que abriga o complexo tecnológico de vacinas e onde será produzida uma das vacinas contra a Covid-19.
 
Durante o evento, foi assinado o Protocolo de Intenções entre a Marinha e a Fiocruz, instituições que compartilham interesses estratégicos, envolvendo assuntos relativos ao atendimento social e desenvolvimento sustentável, entre outros.
 
 
Presidente da Fundação e Comandante da Marinha
 
 
 
Almirante Ilques conheceu as instalações da Unidade de Apoio ao Diagnóstico da
Covid-19 e da Biomanguinhos

 

 

 

Fragata “União” realiza patrulha naval no Arquipélago de Abrolhos durante a 4ª Fase da Operação “Amazônia Azul - Mar Limpo é Vida!”

27/11/2020
Sobrevoo da aeronave AH-11B Wild Lynx” no Arquipélago de Abrolhos (BA)
 
 
No dia 24 de novembro, em continuidade à Operação “Amazônia Azul - Mar Limpo é Vida! - Fase 4”, a Fragata “União”, navio da Esquadra brasileira, realizou ações de patrulha naval no Arquipélago de Abrolhos, litoral da Bahia. Na ocasião, a aeronave AH-11B “Wild Lynx”, subordinada ao 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque, embarcada no navio, realizou sobrevoo no arquipélago.
 
As ões de patrulha naval têm o objetivo de contribuir com a salvaguarda da vida humana, a prevenção da poluição hídrica e a segurança da navegação, além de monitorar o tráfego marítimo de interesse e combater a pesca ilegal.
 
A aeronave e a União” contribuíram, também, para a continuidade da 4ª fase da Operação “Amazônia Azul, Mar Limpo é Vida!”, iniciada em 5 de outubro, que tem o objetivo de monitorar as áreas marítimas e litorâneas, incluindo praias e manguezais, que foram afetadas pelo criminoso derramamento de óleo ocorrido no ano passado.
 

 

Fragata “União” realiza exercício com duas aeronaves AF-1C “Skyhawk” nas proximidades do litoral de Vitória durante a 4ª Fase da Operação “Amazônia Azul - Mar Limpo é Vida!”

27/11/2020
Fragata “União” e AF-1 em exercício de trânsito sob ameaça aérea no litoral
de Vitória (ES)
 
No dia 24 de novembro, a FragataUnião”, navio da Esquadra brasileira, realizou exercício de trânsito sob ameaça aérea com duas aeronaves AF-1C - “Skyhawk, pertencentes ao 1o Esquadrão de Aviões de Interceptação e Ataque, nas proximidades de Vitória (ES).
 
Durante a ação, as aeronaves atuaram como figurativo inimigo para que a “União” pudesse verificar o funcionamento dos sistemas de defesa antiaérea, o que contribuiu para manter o elevado nível de adestramento dos meios envolvidos durante a operação.
 
As aeronaves e a União” contribuíram, também, para a continuidade da 4ª fase da Operação “Amazônia Azul, Mar Limpo é Vida!”, iniciada em 5 de outubro, que tem o objetivo de monitorar as áreas marítimas e litorâneas que foram afetadas pelo derramamento de óleo ocorrido no ano passado.

 

 

Fragata “Liberal” realiza Comissão de Alinhamento de Sistemas

27/11/2020
Navio realiza exercícios operativos
 
No período de 17 a 20 de novembro, a Fragata “Liberal” realizou, na área marítima adjacente à cidade do Rio de Janeiro (RJ), a Comissão de Alinhamento de Sistemas. Essa foi a primeira ocasião em que o navio estabeleceu contato e atualização do Sistema de Controle Tático (SICONTA Mk.II mod 1) em testes iniciais no mar.
Os eventos realizados auxiliaram na configuração de diversos sensores e na integração com o novo software. Na ocasião, embarcaram para conduzir e auxiliar nessas atividades, membros do Centro de Apoio a Sistemas Operativos, do Centro de Manutenção de Sistemas, do Instituto de Pesquisas da Marinha e da empresa CONSUB Defesa Tecnologia SA.
Com o intuito de identificar eventuais pontos a aprimorar e de familiarizar-se com os sistemas recém-atualizados, foram realizados diversos exercícios operativos. A operação contribuiu para preparar o navio para o pleno emprego em comissões futuras.
 
Exercício operativo com balão

 

 

Grupo-Tarefa da Operação “Caribex 2020” realiza “Passex” com navio da Guarda Costeira de Trinidad Y Tobago

27/11/2020
Exercícios com Marinhas Amigas, como o realizado com o “TTS Brighton” são uma das formas de emprego do Poder Naval em tempo de paz
 
O Grupo-Tarefa da Operação “Caribex 2020”, composto pelos Navios-Patrulha (NPa) “Macau” e “Bocaina”, realizou o exercício “Passex”, no dia 25 de novembro, com o navio “TTS Brighton”, da Guarda Costeira de Trinidad Y Tobago, nas proximidades de Trinidad Y Tobago.
 
É o terceiro “Passex” realizado durante a Operação “Caribex 2020” pelos NPa “Macau” e “Bocaina”, que também operaram com os navios “Jaguar” e “HMS Medway”, da Guarda Costeira do Caribe Holandês e da Marinha Real Britânica, respectivamente.
 
Os exercícios com Marinhas Amigas são uma das formas de emprego do Poder Naval em tempo de paz, capazes de contribuir com a política externa do País, proporcionando, ainda, a mútua troca de experiências e o incremento da interoperabilidade entre os meios navais.
 
Até o momento, o Grupo-Tarefa visitou os portos de Georgetown, na capital da Guiana, e de Willemstad, em Curaçao, e está programada visita ao Porto de Paramaribo, no Suriname, concorrendo para estreitar os laços de amizade nessa área de interesse estratégico.
 
Em 2020, o Grupo-Tarefa da Operação “Caribex” é comandado pelo Comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, que está empregando o NPa “Macau” na missão, que conta, ainda, com a participação do NPa “Bocaina”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte.
 
 
Foi o terceiro exercício “Passex” realizado pelo Grupo-Tarefa da
Operação “Caribex 2020”

 

 

Navio Polar “Almirante Maximiano” lança boias de monitoramento meteoceanográfico no Estreito de Drake

27/11/2020
Boia de deriva meteoceanográfica sendo lançada pelo navio
O Navio Polar “Almirante Maximiano” realizou, em 22 de novembro, o lançamento de boias de monitoramento meteoceanográfico no Estreito de Drake, durante sua primeira travessia para o continente Antártico na 39a Operação “Antártica”.
 
O lançamento ocorreu em prol do Programa Antártico Brasileiro e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, que, por meio do projeto de pesquisa ATMOS, estuda a interação gelo marinho-oceano-atmosfera-ondas no setor Atlântico do Oceano Austral.

 

 

Comando Conjunto Bahia realiza desinfecção da Basílica Santuário em preparação à festa da padroeira da Bahia

27/11/2020
Militares em equipagem para ação de desinfecção
 
No dia 25 de novembro, um efetivo de 30 militares da Equipe de Resposta Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (NBQR) do Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador, tropa componente do Comando Conjunto Bahia, realizou a desinfecção das instalações da Basílica Santuário Nossa Senhora da Conceição da Praia, localizada no bairro do Comércio, em Salvador (BA).
 
A higienização foi realizada com quaternário de amônia e dióxido de cloro, substâncias que, além da alta eficiência descontaminante, são seguras para a saúde das pessoas e não comprometem a preservação das superfícies onde são aplicadas.
 
O procedimento, que garante a proteção das áreas por um período de até 60 dias, visa contribuir para a segurança sanitária dos visitantes e devotos, que já se preparam para acompanhar o novenário e a festa da Padroeira do Estado da Bahia, celebrada no dia 8 de dezembro.
 
No dia 27 de novembro, na Basílica, uma missa marcou o 75º aniversário de criação do Comando do 2º Distrito Naval e o Dia do Marinheiro, comemorado no dia 13 de dezembro.
 
 
Militar pulveriza quaternário de amônia no interior da Basílica Santuário

 

 

Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais realiza ação de desinfecção no Grupamento de Bombeiros Marítimo em Santos (SP)

27/11/2020
Militares realizam ação de desinfecção no Grupamento de Bombeiros
Marítimo em Santos (SP)
 
 
Na madrugada do dia 17 de novembro, o Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais realizou desinfecção preventiva no Grupamento de Bombeiros Marítimo em Santos (SP).
 
A ação faz parte das medidas adotadas pela OperaçãoCovid-19” no Estado de São Paulo em prevenção e combate à pandemia do novo coronavírus.
 
 
Militar da Marinha durante ação em Santos (SP)

 

 

Amazul apresenta metodologia de Gestão do Conhecimento em simpósio

27/11/2020
                                                              Crédito fotográfico: Eugênio Goulart
Gerente de Desenvolvimento de Pessoas da Amazul, Daniela Ferreira,
fez a apresentação no simpósio técnico
 
 
A Amazul apresentou sua metodologia de Mapeamento de Competências Comportamentais durante o simpósio técnico online da Seção Latino-Americana da Sociedade Nuclear Americana (LAS/ANS), que se encerrou no dia 26 de novembro.
 
A metodologia, apresentada pela gerente de Desenvolvimento de Pessoas da Amazul, Daniela Ferreira, recebeu, este ano, o Prêmio Transformação Digital Brasil 5.0, promovido pelo Instituto Micropower, que reconhece iniciativas de sucesso e melhores práticas em educação e capacitação profissional.
 
A metodologia de Mapeamento de Competências Comportamentais, parte integrante do programa de Gestão do Conhecimento da Amazul, começou a ser implantada em 2017/2018 em setores do ciclo de produção do combustível nuclear, no Centro Industrial Nuclear de Aramar, em Iperó (SP). Desde então, está sendo replicada em setores do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo, Diretoria de Desenvolvimento Nuclear da Marinha (São Paulo e Iperó), Centro de Instrução e Adestramento Nuclear de Aramar (Iperó) e Centro de Desenvolvimento de Submarinos (São Paulo). O projeto pode ser implementado em outros empreendimentos nucleares e não nucleares.
 
O mapeamento de competências comportamentais permite identificar cinco atitudes essenciais (querer fazer) esperadas dos profissionais para a manutenção e desenvolvimento desse conhecimento: orientação para segurança e meio ambiente; confidencialidade; integridade e transparência; disciplina e organização; trabalho em equipe.
 
O simpósio técnico debateu a preservação e gestão do conhecimento tecnológico nuclear na América Latina. A LAS/ANS tem como objetivo promover o desenvolvimento da ciência e tecnologia nuclear nos campos da indústria, agricultura, medicina, energia e atividades afins, com ênfase na promoção da integração das diferentes áreas da atividade nuclear.

 

 

Capitania Fluvial do Tietê-Paraná participa de exposição na cidade de Bauru (SP)

27/11/2020
Acervo de peças da Marinha do Brasil na exposição de vitrine do
Museu Histórico Militar de Bauru
 
 
No dia 19 de novembro, Dia da Bandeira, a Capitania Fluvial do Tietê-Paraná, em parceria com as atividades do Museu Histórico Militar de Bauru, montou uma exposição de vitrine apresentando seu acervo histórico da Marinha do Brasil e suas transformações ao longo dos anos.
 
A mostra contempla peças valiosas e históricas, proporcionando ao público uma emocionante viagem entre a Marinha do passado e do presente, ampliando seus conhecimentos sobre a História Militar brasileira e seus heróis do passado.
 

De forma itinerante, o Museu, que faz parte de um projeto educativo que trata a trajetória da Marinha, do Exército, da Aeronáutica e da Polícia Militar, contém um acervo de 4 mil peças e, desde o mês de agosto, está localizado no Bauru Shopping, Cidade Universitária.

 

 

Delegacia Fluvial de Guaíra ministra Curso de Formação de Pescador Profissional em Querência do Norte (PR)

27/11/2020
Curso de Formação de Pescador Profissional em Querência do Norte (PR)
A Delegacia Fluvial de Guaíra realizou, no dia 13 de novembro, o encerramento do Curso de Formação de Aquaviários - Pescador Profissional - Nível 1 (CFAQ-POP 1/MOP 1), no município de Querência do Norte (PR).
Durante o curso, foram ministradas aulas sobre condução e operação de embarcações, sistema de propulsão a motor diesel, primeiros socorros, técnicas de sobrevivência pessoal, prevenção e combate a incêndio e segurança em operações de embarcações.
Em decorrência da pandemia, foram respeitados todos os protocolos de prevenção à Covid-19, como a redução em 50% do número de vagas, uso obrigatório de máscaras, higienização e verificação da temperatura corporal dos alunos, distanciamento social e desinfecção diária do local.
Na cerimônia de encerramento, foram entregues os Certificados e as Cadernetas de Inscrição e Registro (CIR) aos 14 novos aquaviários, agora credenciados para exercerem suas atividades profissionais com segurança.

 

Comando do 8º Distrito Naval participa da 23ª edição do São Paulo Boat Show 2020

27/11/2020
Estande de exposição da Marinha do Brasil no São Paulo Boat Show 2020
 
No dia 19 de novembro, o Comando do 8º Distrito Naval participou da abertura da 23ª edição do maior evento náutico da América Latina, o São Paulo Boat Show 2020. O evento ocorreu no período de 19 a 24 de novembro, na Raia Olímpica da Universidade de São Paulo, localizada paralelamente à marginal do Rio Pinheiros.
 
Seguindo todos os protocolos de prevenção necessários, o São Paulo Boat Show aconteceu de forma totalmente inédita, ao ar livre com estandes conectados a suas embarcações na água, promovendo experiências exclusivas aos visitantes. Foram seis dias de atração e interatividade, com transmissão ao vivo.
 
No estande da Marinha do Brasil (MB) foram apresentadas as maquetes do submarino de propulsão nuclear e do seu reator, proporcionando ao público a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos sobre o Programa Nuclear da Marinha. Para ilustrar a atuação da MB no Porto, o estande contou com a Lancha de Inspeção Naval Blindada, tipo DGS 888 RAPTOR, utilizada pelo Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sul-sudeste. A lancha, empregada nas atividades de patrulhamento, reforça as ações de fiscalização do tráfego aquaviário e a presença do Estado brasileiro no Porto de Santos, principalmente em operações interagências para o combate aos crimes transfronteiriços.
 
Além das maquetes e embarcação, o público presente teve a oportunidade de tirar dúvidas sobre o ingresso na MB, habilitação de arrais-amador e também participar de uma oficina de nós marinheiros, que fez sucesso entre os mais novos.
 
Aula de nós é atração entre as crianças no estande da Marinha

 

 

Marinha do Brasil doa livros em São Tomé e Príncipe

27/11/2020
Livros foram entregues no Centro Cultural Brasil-São Tomé e Príncipe
 
No dia 25 de novembro, a Missão de Assessoria Naval do Brasil em São Tomé e Príncipe (MANBrSTP) efetuou a entrega de livros para o Centro Cultural Brasil-São Tomé e Príncipe (CCBSTP). O acervo foi doado pela Academia Brasileira de Letras (ABL), fruto do protocolo de intenções firmado entre a Marinha do Brasil (MB) e a ABL, sendo levado para São Tomé e Príncipe e entregue à MANBrSTP, em março de 2020 pelo Navio-Patrulha Oceânico “Amazonas”, que participava da Operação “Obangame Express”, no Golfo da Guiné.
 
O CCBSTP, que faz parte da Embaixada do Brasil em São Tomé, tem como objetivo difundir a língua portuguesa e promover os diversos aspectos da cultura brasileira, assim como da cultura de São Tomé e Príncipe e esse objetivo, alinha-se ao escopo principal do protocolo de intenções, que é difundir o conhecimento da cultura brasileira para os Países integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Nesse ínterim, a população de São Tomé e Príncipe será privilegiada, pois terá a seu dispor clássicos da literatura brasileira, tais como “Iracema” e “Senhora”, de José de Alencar; “O Cortiço”, de Aluísio Azevedo; além de outras obras não menos relevantes que propiciarão à população saotomente o fomento da leitura e da educação.
O Embaixador do Brasil em São Tomé e Príncipe, Vilmar Rogeiro Coutinho Júnior, agradeceu à MB e à ABL pela doação, pois, segundo ele, os livros vão enriquecer o acervo da biblioteca do CCBSTP e serão úteis para o trabalho do Centro Cultural. Os mesmos vão benefíciar os usuários da biblioteca e os estudantes santomenses que terão o privilégio e a oportunidade de conhecer a literatura brasileira.
A solenidade foi realizada nas dependências do Centro Cultural Brasil-São Tomé e Príncipe, sediado na própria Embaixada do Brasil e contou com a presença do Embaixador do Brasil em São Tomé e Príncipe, Vilmar Rougeiro Coutinho Júnior, do Chefe da MANBrSTP, Capitão de Fragata Rafael Zeque Monteiro, e da Diretora do CCBSTP, Leila Quaresma.

 

 

Aeronaves UH-17 do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral realizam primeiro voo na Antártica

26/11/2020
Aeronave UH-17 decolando do Navio Polar “Almirante Maximiano”
No dia 25 de novembro, o 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral realizou o primeiro voo com as recém-adquiridas aeronaves UH-17 no Continente Antártico. Os Águias 7090 e 7091, orgânicos do Navio Polar “Almirante Maximiano”, foram lançados para permitir a ambientação dos tripulantes ao voo em regiões de clima frio, realizar reconhecimento dos pontos de interesse nas proximidades da Estação Antártica Comandante Ferraz, e qualificação e requalificação de pouso a bordo com o Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel”.
Após cumprir intenso período de adestramentos teóricos e práticos, envolvendo a operação e a manutenção do novo modelo de aeronave, os militares componentes do Destacamento Aéreo Embarcado (DAE) da 39a Operação “Antártica” (OPERANTAR) e das equipes de manobra e crache dos navios puderam executar na prática tudo o que treinaram durante a fase inicial de transição para este novo meio.
As aeronaves N-7090 e N-7091 são as duas primeiras de um total de três aeronaves UH-17, adquiridas junto à Airbus Helicopters, com o objetivo de cooperar e ampliar a capacidade das operações aéreas embarcadas em proveito do Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR) apoiando, inclusive, projetos científicos. O recebimento da terceira unidade está previsto para ocorrer até o início do próximo ano.
 
Primeiro sobrevoo na Estação Antártica Comandante Ferraz

 

 

Tribunal Marítimo realiza 9° Workshop de Direito Marítimo

26/11/2020
Abertura do evento foi realizada pelo Presidente do Tribunal, Vice-Almirante Lima Filho
 
 
O Tribunal Marítimo (TM) realizou, no dia 25 de novembro, o Workshop de Direito Marítimo com o tema: “Os Desafios da Atividade Marítima Nacional em 2021”. Tendo em vista as medidas preventivas contra a Covid-19, o evento ocorreu de forma híbrida: nas dependências do Centro Empresarial Internacional Rio – RB1 e por videoconferência, transmitido ao vivo pelo canal do Tribunal Marítimo no Youtube.
 
O Juiz-Presidente do TM, Vice-Almirante Wilson Pereira de Lima Filho, realizou a abertura do workshop quando destacou que, diante da pandemia da Covid-19, os setores produtivos do Brasil e do mundo tiveram que alterar radicalmente seus procedimentos e se adaptar, seja no setor público ou privado. O Almirante Lima Filho ressaltou a importância do modal marítimo para a economia brasileira, sendo necessária a valorização do mar e daqueles profissionais que nele ou junto a ele trabalham.
 
Em seguida, o Diretor-Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Marcelo Francisco Campos, realizou a palestra de abertura como tema: Segurança da Navegação na Amazônia: Dificuldades e Perspectivas, em que destacou a importância da fiscalização e monitoramento de embarcações daquela região, bem como a necessidade de se incrementar a segurança da navegação fluvial, em especial as realizadas por embarcações de transporte de passageiros, por meio do aprimoramento de atos normativos e de capacitação de pessoal.
 
O primeiro painel, com o tema “O BR do Mar e o futuro da Cabotagem”, foi abordado pelo Diretor do Departamento de Navegação e Hidrovias do Ministério de Infraestrutura (MINFRA), Dino Antunes Dias Batista; e pelo Diretor-Presidente da Associação Brasileira de Armadores de Cabotagem (ABAC), Cleber Cordeiro Lucas. Em suas palestras, ambos versaram sobre a importância deste Projeto de Lei e frisaram a relevância do estímulo à Cabotagem - atividade forte e em crescimento - como solução logística no Brasil. O painel foi mediado pelo Diretor da Divisão de Registros do TM, Capitão de Mar e Guerra (RM1) Dionísio Tavares Câmara Junior.
 
O segundo painel, com o tema “A Pandemia: Lições para o futuro das Atividades Marítimas”, foi abordado por Godofredo Mendes Vianna, advogado maritimista; pelo Capitão de Longo Curso Jones Alexandre Barros Soares e pelo Presidente da Federação Nacional das Agências de Navegação Marítima (FENAMAR), Marcelo Chaves Neri dos Santos. As lições aprendidas foram abordadas pelos palestrantes sob a ótica de suas áreas de atuação, observando-se o quanto que os desafios advindos da pandemia trouxeram a necessidade de adaptação e superação. Na área jurídica, observou-se a necessidade de se mitigar os efeitos da pandemia sobre os contratos, cláusulas contratuais e preservação de contrato. Na érea operacional, enfatizou-se a mudança na logística de embarque e desembarque, assim como a necessidade de se adaptar por meio da digitalização de procedimentos e processos, da implantação do trabalho remoto diante do “novo normal”, sabendo-se o quão é importante o transporte marítimo para o mundo e para o Brasil. Os portos venceram a pandemia em 2020, e será vencida, também, em 2021. O painel foi mediado pelo Juiz do Tribunal Marítimo, Attila Halan Coury.
 
O evento foi prestigiado, de forma virtual, por cerca de 680 participantes e está disponível no Canal do TM no Youtube.
 
 
 
Palestra do Diretor-Geral de Navegação, Almirante Campos
 
 
Palestra do presidente da FENAMAR
 
 
 
 

 

AgCamocim é premiada por participação em campanhas de doação de sangue no Ceará

26/11/2020
Diretor-Geral do HEMOCE discursa em homenagem à Marinha e aos demais parceiros que ajudaram a salvar milhares de vidas
A Agência da Capitania dos Portos em Camocim (AgCamocim), foi premiada, em 24 de novembro, durante a solenidade de concessão do título “Gente e Instituições que inspiram a salvar vidas”, promovida pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (HEMOCE - Regional Sobral), no âmbito da programação alusiva ao Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue.
 
O evento foi realizado nas dependências da AgCamocim e contou com a presença da Diretoria do HEMOCE e de representantes dos poderes Executivo e Legislativo Municipal, instituições e personalidades parceiras do HEMOCE.
 
De acordo com o Diretor-Geral do HEMOCE - Regional Sobral, Francisco Régis, o objetivo da solenidade é reconhecer os parceiros que mais se destacaram no ano de 2020.
 
Premiamos especialmente a Marinha do Brasil, em reconhecimento por todo o esforço empregado, não só hospedando a campanha de doação, mas sobretudo sendo protagonista na organização e no processo de captação de doadores na região, em maio deste ano, durante o ápice da pandemia da Covid-19, ocasião em que o HEMOCE perdeu a maioria dos parceiros e viveu a pior crise nos seus estoques de bolsas de sangue”, disse.
 
Durante o evento, foram adotados protocolos de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus, como adoção de distanciamento social, uso obrigatório de máscaras e disponibilização de álcool em gel.
 
 
 
AgCamocim foi premiada com o Título “Gente e Instituições que inspiram a salvar vidas” no ano de 2020

 

 

Comando do 6º Distrito Naval participa de evento cívico na ECIM José de Souza Damy

26/11/2020

Cerimônia foi realizada em comemoração ao Dia da Bandeira

 
O Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN) participou na quinta-feira, 19 de novembro, da inauguração dos mastros e do hasteamento da Bandeira Nacional na Escola Cívico-Militar Municipal (ECIM) José de Souza Damy, em comemoração ao Dia da Bandeira.
 
Foram convidados para hastear o Pavilhão Nacional e as Bandeiras do Estado de Mato Grosso do Sul e do município de Corumbá o Prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, o Comandante do 6ºDN, Contra-Almirante Sérgio Gago Guida, e o responsável pelo Programa das ECIM no município, Rooney Souza.
 
A solenidade contou, ainda, com a participação da Banda de Música do Com6ºDN, formada por Fuzileiros Navais do 3º Batalhão de Operações Ribeirinhas, organização militar subordinada ao Com6ºDN, para execução do Hino Nacional e Hino à Bandeira.
 
Segundo a Diretora da ECIM José de Souza Damy, Márcia Ivana de Amaral, o momento foi muito esperado e sonhado por todos os envolvidos. “Essa parceria com a Marinha do Brasil honra-nos e a Força tem colaborado e nos apoiado desde o início. Essa atividade cívica é pra nós motivo de orgulho, além de muito importante para nossos alunos, professores, monitores e, de certa forma, para toda a comunidade Cristo Redentor”.
 
Os mastros foram confeccionados e instalados por militares do Centro de Hidrografia e Navegação do Oeste e do Com6ºDN, com o objetivo de promover valores como civismo e culto aos símbolos nacionais, visando contribuir para uma educação básica de qualidade.
O Comandante do 6ºDN foi convidado, ainda, para fazer a entrega de brindes aos quatro alunos vencedores do concurso de redação “Dia da Bandeira Nacional”.
 
Comandante do 6ºDN participou da cerimônia de hasteamento

 

Com9ºDN realiza ações de limpeza durante Dia Nacional da Amazônia Azul

26/11/2020
Militares realizam limpeza na Orla da Ilha de São Vicente
 
Em celebração ao “Dia da Amazônia Azul”, comemorado no dia 16 de novembro, o Comando do 9° Distrito Naval promoveu ações de limpeza de orlas nos municípios de Manaus, Itacoatiara, Tefé e Eirunepé, no Amazonas; de Cruzeiro do Sul, no Acre; e de Caracaraí, em Roraima.
 
Em Manaus (AM), foi realizada a limpeza da Orla da Ilha de São Vicente que, nesta época da vazante do rio, acumula muitos resíduos sólidos na praia. Também foram realizadas ações na Praia Eiru, em Eirunepé (AM); na Praia do Chacrinha e Prainha na orla de Caracaraí (RR); na Praia do Rio Moa, em Cruzeiro do Sul (AC) e nas demais orlas dos municípios de Itacoatiara e Tefé (AM).
 
No total, foi retirada uma tonelada e meia de resíduos sólidos nos locais.
 
A ação tem como objetivo alertar a sociedade e demais instituições nacionais sobre a importância da preservação desses espaços marítimos e fluviais.

 

 

Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha e Indústrias Nucleares do Brasil firmam parceria estratégica

25/11/2020
Almirante de Esquadra Olsen assina o memorando
 
Com o objetivo de impulsionar a transformação do setor econômico nuclear e gerar benefícios para a sociedade brasileira, em 18 de novembro, foi assinado um Memorando de Entendimento entre a Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM) e a Indústrias Nucleares do Brasil (INB). A formalização da parceria estratégica foi realizada na sede da DGDNTM, pelo seu Diretor-Geral, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen, e pelo Presidente da INB, Capitão de Mar e Guerra (RM1-EN) Carlos Freire Moreira.
 
O memorando foi viabilizado tendo em vista que as duas instituições possuem competências complementares, sendo a DGDNTM protagonista em Pesquisa e Desenvolvimento na área nuclear e a INB o canal estabelecido para atingir e desenvolver a cadeia produtiva do urânio, por meio da implantação de tecnologias autóctones disponíveis. Com isso, as partes alinham-se ao objetivo de expansão do setor de geração de energia nuclear, constante do Planejamento da Matriz Energética do Ministério de Minas e Energia.
 
Em seu pronunciamento, o Presidente da INB revelou a elevada importância da união entre as partes que o convênio proporciona, ao indicar caminhos estratégicos em prol do desenvolvimento do Programa Nuclear Brasileiro. Na sequência, o Diretor-Geral, Almirante Olsen, ressaltou que a celebração dessa parceria ratifica a cooperação entre os signatários e abre uma profícua possibilidade de apoio mútuo, especialmente no ciclo do combustível, que certamente contribuirá para a difícil singradura de consolidar o domínio da utilização da energia nuclear para fins científicos, médicos, industriais e de defesa.

 

Diretor-Geral da DGDNTM e o Presidente da INB firmam parceria estratégica
 
O objetivo da parceria estratégica é promover a nacionalização de processos e produtos, o incremento das relações comerciais internacionais na área nuclear, bem como proporcionar maior previsibilidade de fornecimento e preços de matérias-primas e insumos requeridos pelo mercado externo.
 
A visão de futuro do setor nuclear demanda intensa sinergia entre governo, mercado e a sociedade organizada. A convergência de esforços empreendidos em parcerias como essa contribui cada vez mais para um setor nuclear brasileiro autossuficiente.

 

 

Amazul contrata a Nuclep para fazer a montagem de reator nuclear para submarino

25/11/2020
                                   Crédito da foto: Marcos Corrêa/PR
Contrato entre Amazul e Nuclep prevê fabricação e fornecimento do vaso (cilindro) e estruturas internas de contenção onde será montado o reator
 
Celebrado em evento da Marinha, com a presença do Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, o início da montagem do protótipo do reator de propulsão nuclear em Iperó (SP) é um marco importante também para a Amazul (Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A.).
Com ativa participação no Programa Nuclear da Marinha (PNM), Programa Nuclear Brasileiro (PNB) e Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB), a Amazul é a empresa que contratou a Nuclep (Nuclebrás Equipamentos Pesados S.A.) para a fabricação de parte do protótipo do reator de propulsão nuclear.
O contrato entre Amazul e Nuclep prevê a fabricação, montagem e fornecimento do vaso (cilindro) e estruturas internas de contenção onde será montado o reator, além do tanque de blindagem primária.
Essas estruturas compõem o Bloco 40, que faz parte do Labgene – Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica, protótipo em terra e em escala real dos sistemas de propulsão que serão instalados no futuro Submarino de Propulsão Nuclear (SN-BR) “Álvaro Alberto”.
Nas próximas fases do programa, o reator, bem como os turbogeradores, o motor elétrico e outros sistemas similares aos de um submarino com propulsão nuclear serão testados de forma controlada no Labgene. O objetivo é validar a operação do reator e dos diversos sistemas eletromecânicos integrados a ele, antes da instalação no submarino com propulsão nuclear.
Finalizados os testes, um reator similar será instalado no Submarino “Álvaro Alberto”, no Complexo Naval de Itaguaí, no Rio de Janeiro. Em Itaguaí também estão sendo desenvolvidos os quatro submarinos com propulsão diesel-elétrica previstos no PROSUB: o “Riachuelo” (S-40), já lançado, o “Humaitá” (S-41), o “Tonelero” (S-42) e o “Angostura” (S-43).
A Diretoria Técnica da Amazul reúne profissionais de diversas especialidades envolvidos em projetos estratégicos para o País. Dentro do PROSUB, a empresa ajuda a desenvolver tecnologias como o Sistema Integrado de Gerenciamento de Plataforma e o Sistema de Combate de Submarinos.
 

 

Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins recebe certificado de reconhecimento do Comitê do Fogo

25/11/2020
Certificado recebido pelo Capitão dos Portos da CFAT
 
 
No dia 18 de novembro, a Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins (CFAT) recebeu certificado de reconhecimento do Governador em exercício do Tocantins e Presidente da Assembleia Legislativa, Antônio Andrade, por suas ações em apoio ao Comitê do Fogo do Estado.
 
O Comitê do Fogo foi instituído pelo Decreto nº 645 de 20 de agosto de 1998, para aperfeiçoar as ações de controle e prevenção das queimadas no Estado do Tocantins, adotando estratégias preconizadas pelo Programa de Prevenção e Controle de Queimadas e Incêndios Florestais na Amazônia Legal.
 
A homenagem certifica o reconhecimento ao serviços prestados pela Marinha nas ações de prevenção, fiscalização e combate aos incêndios florestais em 2020, por ocasião da Operação “Verde Brasil II” que atua para combater e reprimir delitos ambientais na Amazônia Legal.
 

 

8º Torneio de Golfe “Marinha do Brasil”, 9ª Taça “Almirante Tamandaré” e 8ª Taça “Amazônia Azul” são realizados no Itanhangá Golf Club

25/11/2020
Aspirantes da Marinha do Brasil competiram pela 8ª edição do torneio
 
O Itanhangá Golf Club realizou, nos dias 21 e 22 de novembro, o Torneio de Golfe “Marinha do Brasil”, com a participação do Grêmio de Golfe da Escola Naval (EN). A premiação contou com a presença do Diretor-Geral do Material da Marinha, do Comandante do 1º Distrito Naval, do Comandante da Escola Naval, do Comandante do Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes, do Chefe do Estado-Maior do Com1ºDN e de representantes da Diretoria do Clube.
 
O torneio premiou seis aspirantes da EN, um oficial da Marinha do Brasil e 24 atletas, em nove categorias. A competição está em sua oitava edição e é uma importante iniciativa para a prática e o desenvolvimento do esporte no País, bem como para a divulgação dos valores e atividades da Marinha.
 
O evento contou com exposições sobre o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB), PROSUPER e PROADSUMUS, e com a presença de um lançador múltiplo de foguetes “Astros”, uma viatura sobre rodas “Piranha”, uma moto aquática da Capitania dos Portos do Rio de Janeiro e duas motocicletas da Companhia de Polícia do Batalhão Naval. Também foi realizada uma apresentação da Banda de Música do Comando do 1º Distrito Naval e de Gaitas de Fole do Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais.
 
Além disso, em proveito da comunidade local, em 17 de novembro, militares do Grupamento de Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro, capacitados em Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica, realizaram uma ação cívico-social, com a desinfecção da Escola Municipal Maria Clara Machado, na Tijuquinha.
 
O torneio foi realizado em conformidade com as medidas de enfrentamento à Covid-19.
 

 

Comando do 3º Distrito Naval sedia tradicional missa da padroeira de Natal (RN)

25/11/2020
Arcebispo de Natal abençoou o Píer do Com3ºDN antes da procissão
fluvial pelo Rio Potengi
 
 
O Comando do 3º Distrito Naval (Com3ºDN), em apoio à Arquidiocese de Natal (RN), sediou, pela primeira vez, no dia 21 de novembro, a tradicional missa em homenagem à Nossa Senhora da Apresentação, padroeira da capital potiguar. A celebração foi conduzida pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, recebendo número restrito de fiéis, entre militares e civis.
 
Tradicionalmente realizada na Pedra do Rosário, às margens do Rio Potengi, com a participação de milhares de fiéis, a missa foi transferida para a sede do Com3ºDN, a pedido da Arquidiocese de Natal, visando evitar aglomerações, cumprindo os protocolos de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus. Durante o ato, foram adotadas medidas como uso obrigatório de máscaras, disponibilização de álcool em gel e distanciamento social.
 
Durante a celebração, o Arcebispo de Natal enalteceu o apoio para a realização dos eventos em homenagem à padroeira. “Toda a nossa gratidão e reconhecimento à Marinha do Brasil, que nos acolheu com toda deferência, cuidado e zelo", disse.
 
Ao término da missa, Dom Jaime Vieira Rocha abençoou o Píer do Com3ºDN, recém-inaugurado, de onde foi iniciada a procissão fluvial da padroeira, com a imagem de Nossa Senhora da Apresentação sendo conduzida pelo Rio Potengi a bordo de uma embarcação da Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte.
 
 
Embarcação da Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte conduziu imagem de Nossa Senhora da Apresentação durante procissão fluvial no Rio Potengi

 

 

Marinha realiza Webinar sobre a ZOPACAS

25/11/2020
Folder do evento
 
No dia 27 de outubro, a Marinha, em parceria com o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério da Defesa, realizou o Webinar: “A contribuição da ZOPACAS para o Desenvolvimento Econômico e a Segurança Marítima no Atlântico Sul”. O Simpósio virtual teve como propósito fomentar o debate e a cooperação sobre o desenvolvimento econômico dos países-membros da Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul (ZOPACAS) e a segurança marítima no Atlântico Sul.
 
A abertura do evento foi realizada pelo Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, e contou com os seguintes palestrantes: Almirante de Esquadra (Refº FN) Prof. Dr. Álvaro Augusto Dias Monteiro, Diretor do Centro de Estudos Político-Estratégicos da Marinha - CEPE-MB; Diretor do Departamento de Assuntos de Defesa e Segurança do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, Embaixador Alessandro Warley Candeas; Contra-Almirante (Refº) Robert William Higgs da África do Sul, que exerce função na Radiant Africa Holdings; Contra-Almirante (Refº) Prof. Dr. Roberto Pereyra Bordon da Argentina, professor do Colégio Interamericano de Defesa; Contra-Almirante Narciso Fastudo Junior de Angola, que exerce função no Centro Inter-Regional de Coordenação – CIC, em Camarões; e Comandante do Centro Integrado de Segurança Marítima, Capitão de Mar e Guerra Gustavo Calero Garriga Pires do Brasil.

 

Comandante da Marinha e palestrantes
 
Participaram do evento 536 pessoas de 25 diferentes países (África do Sul, Angola, Argentina, Austrália, Bangladesh, Benin, Botsuana, Brasil, Cabo Verde, Camarões, Chile, Colômbia, Estados Unidos, França, Holanda, Moçambique, México, Namíbia, Nigéria, Peru, Portugal, Reino Unido, São Tomé e Príncipe, Senegal e Uruguai), entre militares, diplomatas, acadêmicos (professores, mestrandos e doutorandos), pesquisadores, empresários do ramo de consultoria e avaliação de riscos, além de cidadãos interessados no tema.
 
No dia do Webinar, foram registradas, em média, 220 conexões simultâneas pela plataforma Zoom, sendo que 690 usuários se conectaram e, até o final do evento, foram contabilizadas 2,6 mil visualizações nos canais do YouTube.

 

Participantes do Webinar reunidos na Embaixada do Brasil em São Tomé e Príncipe
 
O evento abordou o contexto oceanopolítico no Atlântico Sul, as riquezas nele produzidas e nas suas costas lindeiras, a importância de se proteger as Linhas de Comunicações Marítimas, de combater os crimes ambientais, a pesca ilegal, a pirataria, o terrorismo, o tráfico de drogas e todos os demais ilícitos que podem ocorrer nos espaços marítimos. Também foram evidenciadas as dificuldades envolvidas para se proteger os mares e enfatizado que, para atingir essa meta, a cooperação é fundamental. A posição do Brasil de valorizar o fórum da ZOPACAS foi ratificada e defendida por todos os palestrantes e assimilada pela significativa audiência, atingindo o objetivo do Webinar.

 

 

Futuro presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo visita o Centro Experimental Aramar

24/11/2020
Josué Gomes da Silva e Josué Gomes de Alencar durante visita ao Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica
 
No dia 20 de novembro, o Centro Experimental Aramar (CEA), em Iperó (SP), recebeu a visita de Josué Gomes da Silva, empresário da Companhia de Tecidos Norte de Minas (Coteminas) e futuro presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). A visita estreitou os laços da comunidade empresarial com o setor nuclear da Marinha do Brasil (MB) e as crescentes demandas que envolvem a área de ciência e tecnologia.
 
Em Aramar, além de conhecer os principais laboratórios e oficinas do local, o empresário, acompanhado de seu filho, Josué Gomes de Alencar, assistiu à apresentação sobre o Programa de Desenvolvimento de Submarinos e o Programa Nuclear da Marinha. A palestra, conduzida pelo Diretor do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo e pelo Diretor de Desenvolvimento Nuclear da Marinha, esclareceu a importância do investimento em tecnologia nuclear para o desenvolvimento do País.
 
A Fiesp é a maior federação industrial do Brasil e representa, atualmente, cerca de 130 mil indústrias de diversos setores e portes, fomentando a ampliação do parque industrial brasileiro.

 

Navio-Patrulha “Benevente” apresa embarcações com documentação irregular durante inspeção naval

24/11/2020
Militares do Navio-Patrulha “Benevente” durante ação de abordagem
 
No dia 18 de novembro, o Comando do 5º Distrito Naval coordenou ação de inspeção naval nas proximidades da praia do Cassino (RS). A atividade foi executada pelo Navio-Patrulha “Benevente”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sul, com apoio da Capitania dos Portos do Rio Grande do Sul. A ação contou, também, com a participação de uma aeronave do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Sul e uma equipe por terra do Batalhão Ambiental da Brigada Militar do Rio Grande do Sul.
 
A inspeção visa fiscalizar o cumprimento da Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário e das demais Normas da Autoridade Marítima relacionadas à segurança da navegação e à prevenção da poluição hídrica.
 
A ação resultou em seis embarcações abordadas, sendo uma delas notificada por estar com o título de inscrição vencido, e outras duas apresadas. A primeira pela falta de habilitação do condutor e do título de inscrição e a segunda pela falta de tripulantes habilitados.
 
Durante as inspeções, os militares da Marinha, além da ação de fiscalização rotineira, orientaram os tripulantes das embarcações abordadas quanto às medidas de prevenção ao contágio pela Covid-19, como o uso de máscaras de proteção e higienização das mãos.

 

 

Comando do 8° Distrito Naval realiza Exercício Simulado de Incidente de Poluição por Óleo nas Águas Jurisdicionais Brasileiras

24/11/2020
Condução do exercício na sala de Operações do Comando do 8° Distrito Naval
 
No mês de novembro, o Comando do 8º Distrito Naval coordenou junto à Capitania dos Portos de São Paulo, à Capitania dos Portos do Paraná e à Delegacia de São Sebastião, um Exercício de Simulação de Incidente de Poluição por Óleo nas Águas Jurisdicionais daquele Comando, com o acionamento do Centro de Operações para Incidentes de Poluição.
 
A ação simulou o derramamento de óleo de uma plataforma a 100 milhas da costa, que evoluiu para a ocorrência de um incêndio nas instalações, com a necessidade de evacuação aérea dos tripulantes, assim como o controle de avarias da plataforma sinistrada e teve o propósito de exercitar a capacidade de coordenação e controle das ações de resposta diante de um incidente de poluição por óleo.

 

  
Grupo de Coordenação Operacional Regional (CCOR) realizando delimitação da área de abrangência da mancha de óleo

 

Delegacia da Capitania dos Portos em Laguna participa de exercício com simulação de vazamento de óleo

24/11/2020
Militares da DelLaguna participaram de Exercício Simulado no Porto de Imbituba (SC)
 
No dia 6 de novembro, a Delegacia da Capitania dos Portos em Laguna (DelLaguna) participou como convidada do Exercício Simulado de Vazamento de Óleo no Porto de Imbituba (SC), realizado pela SCPAR Porto de Imbituba S.A, empresa pública do estado de Santa Catarina, que exerce a Autoridade Portuária local.
 
O exercício teve como foco a prevenção de derramamento de óleo nas diversas operações envolvendo transferência de óleo combustível e/ou lubrificantes, por ocasião da atracação dos navios mercantes, além da verificação dos procedimentos adotados em uma operação de contenção de resíduo oleoso, colocando em prática o Plano de Emergência Individual – PEI do Porto de Imbituba.
 
O simulado, organizado anualmente, foi restrito em virtude da situação epidemiológica atual e seguiu os protocolos estabelecidos para a prevenção da propagação do novo coronavírus.

 

SCPAR Porto de Imbituba S.A realizou Exercício Simulado de Vazamento de Óleo

 

 

AgTramandai realiza inspeção naval com a PATRAM

24/11/2020
Militares em ação na Lagoa do Armazém, em Tramandaí (RS)
 
No dia 31 de outubro, a Agência da Capitania dos Portos em Tramandaí (AgTramandai) realizou fiscalização em embarcações de pesca e esporte e recreio no Litoral Norte Gaúcho, em conjunto com a Patrulha Ambiental da Brigada Militar (PATRAM). A ação foi iniciada na Lagoa do Armazém e se estendeu pelo Rio Tramandaí até a divisa dos municípios de Imbé e Maquiné.
 
As abordagens foram feitas com o emprego de duas embarcações, um drone e cinco militares que verificaram habilitação dos condutores e documentação das embarcações, material de salvatagem (coletes e boias), extintores de incêndio, luzes de navegação, lotação, estado de conservação das embarcações, equipamentos de pesca e pescado. A equipe de inspeção naval também submeteu os condutores ao teste com etilômetro.
 
Além das ações de fiscalização com o objetivo de salvar vidas, intensificadas em locais de maior movimentação de embarcações, os militares da Marinha orientaram os tripulantes e passageiros a fim de fortalecer as medidas de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus, abordando questões como higiene, modos de transmissão e a importância do uso de máscaras.

 

 

AgTramandai realiza inspeção naval durante evento náutico no Litoral Norte Gaúcho

24/11/2020
AgTramandai realiza teste do etilômetro em participante do evento
 
Nos dias 7 e 8 de novembro, a Agência da Capitania dos Portos em Tramandaí (AgTramandai) realizou fiscalização em embarcações de Esporte e Recreio durante a etapa do Campeonato Gaúcho de Jetski, ocorrida na Lagoa da Rondinha, município de Cidreira, no Rio Grande do Sul.
 
Com o intuito de orientar e prevenir acidentes, foram empregadas viaturas, embarcações tipo moto aquática, drone e militares da Agência, que verificaram a habilitação dos condutores e documentação das embarcações, além de submeterem os condutores ao teste do etilômetro.

 

 

Comando do 3º Distrito Naval realiza Simpósio de Inspeção Naval em Natal (RN)

24/11/2020
Encarregada da Seção de Inspeção Naval e Vistorias da CPRN ministrou palestra
sobre segurança da navegação
 
O Comando do 3º Distrito Naval (Com3ºDN) realizou, no dia 19 de novembro, Simpósio de Inspeção Naval, no Iate Clube de Natal (RN), com a presença de agentes da Autoridade Marítima, aquaviários, representantes de colônias de pesca, clubes e entidades náuticas, entre outros segmentos da comunidade marítima do Rio Grande do Norte.
 
Na ocasião, foram ministradas palestras para nivelar conhecimentos e esclarecer dúvidas referentes a temas como a segurança da navegação, funcionamento do Salvamar Nordeste, sobrevivência no mar, qualificação de aquaviários, habilitação de amadores e responsabilidades da comunidade marítima com o meio ambiente.
 
As palestras foram transmitidas por videoconferência para as Capitanias dos Portos e Agências dos cinco estados que compõem a área de jurisdição do Com3ºDN – Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas.
 
Em cumprimento aos protocolos sanitários e de saúde em vigor, foram adotadas medidas de prevenção como o uso obrigatório de máscaras, normas de distanciamento social, aferimento de temperatura dos participantes por ocasião da entrada, disponibilização de álcool em gel e desinfecção prévia do local do simpósio.

 

Simpósio de Inspeção Naval foi realizado no Iate Clube de Natal (RN)

 

Grupo-Tarefa da Operação “Caribex 2020” realiza “Passex” com navio da Marinha Real Britânica

23/11/2020
Foram realizados exercícios de manobras táticas, encerrando com o “HMS Medway” passando em continência ao NPa “Macau” e NPa “Bocaina”
 
O Grupo-Tarefa da Operação “Caribex 2020”, composto pelos Navios-Patrulha (NPa) “Macau” e “Bocaina”, realizou o exercício “Passex”, no dia 22 de novembro, com o navio “HMS Medway”, da Marinha Real Britânica, nas proximidades da cidade de Willemstad, em Curaçao.
 
Na ocasião, foram realizados exercícios de manobras táticas, encerrando com o “HMS Medway” passando em continência ao NPa “Macau” e NPa “Bocaina”.
 
Os exercícios com Marinhas Amigas, tais como o “Passex”, são uma das formas de emprego do Poder Naval em tempo de paz, capazes de contribuir com a política externa do País, proporcionando, ainda, a mútua troca de experiências e o incremento da interoperabilidade entre os meios navais.
 
Até o momento, o Grupo-Tarefa visitou os portos de Georgetown, na capital da Guiana, e de Willemstad, em Curaçao, e está programada visita ao Porto de Paramaribo, no Suriname, concorrendo para estreitar os laços de amizade nessa área de interesse estratégico.
 
Em 2020, o Grupo-Tarefa da Operação “Caribex” é comandado pelo Comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, que está empregando o NPa “Macau” na missão, que conta, ainda, com a participação do NPa “Bocaina”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte.

 

Exercícios com Marinhas Amigas, tais como o “Passex”, são uma das formas de emprego do Poder Naval em tempo de paz

 

As ações proporcionaram mútua troca de experiências e incremento da interoperabilidade entre os meios navais

 

 

Centro de Inteligência da Marinha realiza Simpósio de Geointeligência

23/11/2020
Representantes do Simpósio “Geointeligência: Identificação de Oportunidades de Aplicações na Amazônia Azul”
 
A Marinha do Brasil (MB), por intermédio do Centro de Inteligência da Marinha (CIM), organizou simpósio com o tema “Geointeligência: Identificação de Oportunidades de Aplicações na Amazônia Azul”. O evento foi realizado nos dias 18 e 19 de novembro, no Auditório Tamandaré, da Escola de Guerra Naval.
 
Com a presença de cerca de 150 participantes, foram ministradas 15 palestras por representantes do CIM, do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia, da Agência Espacial Brasileira, da Comissão de Coordenação e Implantação de Sistemas Espaciais e do Instituto de Estudos Avançados, ambos da Força Aérea Brasileira, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis e da Polícia Federal, apresentando suas atividades ligadas à Geointeligência.
 
Além das instituições citadas, o simpósio contou com a participação de representantes do Ministério da Defesa, de diversas Organizações Militares da MB, do Exército, da Força Aérea, do Ministério do Meio Ambiente, da Agência Brasileira de Inteligência, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, de universidades e das principais empresas que atuam no segmento, no Brasil e exterior, que tiveram a oportunidade de detalhar suas soluções tecnológicas para o monitoramento e controle da Amazônia Azul.
 
Também estiveram presentes alunos do Curso Especial Avançado de Inteligência, ministrado pela Escola de Inteligência da Marinha, e do Curso Especial Básico de Inteligência de Imagens, conduzido pelo Centro de Guerra Acústica e Eletrônica da Marinha.

Com apresentações e debates de alto nível, o evento proporcionou aos participantes uma visão de futuro para as atividades do setor de Geointeligência, o que certamente contribuiu para o propósito de identificar oportunidades de aplicações para as Águas Jurisdicionais Brasileiras, em especial para o Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz).

 

 

Quinze palestras foram ministradas por representantes do CIM

 

 

1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque participa de exercício “Live Firing Activities” nas águas do Mar Mediterrâneo

23/11/2020
Aeronave do EsqdHA-1 a bordo da Fragata “Independência” no mar Mediterrâneo
No dia 7 de novembro, o 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque (EsqdHA-1) realizou o exercício “Live Firing Activities” em águas internacionais, próximo ao Mar Territorial libanês. O “Lince 04”, aeronave orgânica da Fragata Independência, Navio Capitânia da Força-Tarefa Marítima da UNIFIL, compõe a única Força Naval da missão de paz da ONU no Líbano.
Durante o exercício, o binômio Navio x Aeronave empregou seus reparos equipados com metralhadora 12.7mm (.50”). O exercício teve como propósito incrementar os níveis de adestramento e coordenação do Destacamento Aéreo Embarcado (DAE) e das equipes do Navio envolvidas na Defesa contra Ameaças Assimétricas.
Dentre as principais tarefas executadas pelo DAE subordinado à FTM-UNIFIL, destacam-se as Operações de Interdição de Área Marítima, identificação e acompanhamento de contatos e Missões de esclarecimento.
 
Exercício de Tiro com a Aeronave “Lince 04”

 

 

Aeronave UH-12 apoia Curso Expedito de Equipe de Manobra de Helicópteros e Crache durante 4ª fase da Operação "Amazônia Azul - Mar Limpo é Vida"

23/11/2020
Exercício de pickup com a Aeronave UH-12 Esquilo”
 
No período de 16 a 19 de novembro, a aeronave UH-12 Esquilo”, subordinada ao 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral, realizou exercícios de Operações Aéreas, em proveito da qualificação de militares do Curso Expedito de Equipe de Manobra e Crache (C-EXP-EQMAN), oriundos das Organizações Militares subordinadas ao Comando do 2° Distrito Naval.
 
O curso teve o objetivo de habilitar Oficiais e Praças para o exercício das funções relacionadas à operação e manobra de helicópteros, seguindo as normas e protocolos de segurança da Aviação Naval. Durante o curso, foram realizados 153 circuitos de pousos e decolagens no heliponto da Base Naval de Aratu e 28 VERTREP, que consiste no apoio de uma aeronave para realizar o transporte de carga, com o Navio-Patrulha “Guaratuba”.

 

Aeronave se aproximando da área de transferência do Navio-Patrulha“Guaratuba”
 
A aeronave UH-12 e o Navio-Patrulha Guaratuba contribuíram, também, para a continuidade da 4ª fase da Operação "Amazônia Azul, Mar Limpo é Vida", iniciada em 5 de outubro, que tem o objetivo de monitorar as áreas marítimas e litorâneas que foram afetadas pelo derramamento de óleo ocorrido no ano passado.

 

Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais recebe visita do embaixador da República da Coreia

23/11/2020
O objetivo da visita foi a troca de experiências e o fortalecimento de laços entre as instituições
 
O Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais (CGCFN) recebeu, no dia 19 de novembro, a visita do embaixador da República da Coreia, Kim Chan Woo, acompanhado de comitiva.
 
O Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra (FN) Paulo Martino Zuccaro, recepcionou as autoridades do país amigo na sede do CGCFN, localizada na histórica Fortaleza de São José (FSJ) da Ilha das Cobras, Centro do Rio de Janeiro. O objetivo da visita foi a troca de experiências e o fortalecimento de laços entre as instituições.
 
As principais características e atribuições do CFN, como parcela intrínseca da Marinha do Brasil, foi tema de uma apresentação feita para os visitantes, que também puderam conhecer um pouco da contribuição social oferecida pela Força no complexo cenário da atualidade.
 
Em seguida, o embaixador e sua comitiva participaram de uma visita guiada ao Museu do Corpo de Fuzileiros Navais, percorrendo o circuito expositivo composto por dois túneis subterrâneos, pela galeria de uniformes históricos e pelo museu a céu aberto, situado no pátio da FSJ, onde estão expostos canhões, motocicletas e viaturas operativas.

 

O Comandante-Geral do CFN recebeu o embaixador da República da Coreia

 

Comando do 9ºDistrito Naval participa das Operações de Garantia da Votação e Apuração das Eleições 2020

23/11/2020
No município de Parintins (AM), Fuzileiros Navais do 1° Batalhão de Operações Ribeirinhas realizaram a segurança de 27 locais de votação
 
O Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN) apoiou com as Operações de Garantia da Votação e Apuração (GVA) as Eleições 2020, na sua área de jurisdição. O emprego das Forças Armadas foi autorizado por meio do Decreto 10.522 de 2020, em localidades e períodos definidos, cabendo ao Com9ºDN a responsabilidade, no Estado do Amazonas, pelos municípios de Parintins e Itacoatiara.
 
Durante a Operação, o Com9ºDN empregou 270 Fuzileiros Navais do 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas, dois Navios de Assistência Hospitalar: “Soares de Meirelles” e “Doutor Montenegro”, subordinados ao Comando da Flotilha do Amazonas para embarque de tropa; uma aeronave UH-12 “Esquilo” do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Noroeste e 17 viaturas nos dois municípios, totalizando 351 militares.
 
O deslocamento dos navios e dos Fuzileiros Navais foi realizado no dia 12 de novembro. Os municípios atendidos pela Marinha foram os dois maiores colégios eleitorais do interior do Estado do Amazonas, ambos com mais de 60 mil eleitores. Desta forma, a Marinha contribuiu para assegurar a normalidade do pleito e a segurança nos locais de votação e apuração.
 
A coordenação ficou a cargo do Comando Conjunto Amazônia, composto por militares das três Forças, seguindo as diretrizes do Ministério da Defesa.

 

Embarque dos Fuzileiros Navais nos Navios de Assistência Hospitalar: Soares de Meirelles e Doutor Montenegro

 

 

Capitania dos Portos do Rio de Janeiro e Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste apoiam TRE-RJ nas Eleições 2020

23/11/2020
Aviso de Patrulha “Anequim” realizou apoio logístico para as eleições municipais de 2020 na região sul do RJ
 
Entre 13 e 16 de novembro, a Capitania dos Portos do Rio de Janeiro, o Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste e militares da Agência da Capitania dos Portos em Paraty prestaram apoio logístico ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), em Paquetá, e nas regiões do Pouso da Cajaíba e do Saco do Mamanguá, em Paraty (RJ).
 
A ação consistiu em transporte de urnas eletrônicas, de servidores do TRE-RJ, mesários e de integrantes da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro a locais com acesso restrito por via marítima, possibilitando que os habitantes das colônias de pescadores da região pudessem exercer o direito constitucional do voto, durante o primeiro turno das eleições municipais de 2020.
 
A operação foi realizada em conformidade com as medidas de enfrentamento à Covid-19.

 

Urnas eletrônicas foram transportadas a locais com acesso restrito por via marítima

 

Agência da Capitania dos Portos em Camocim realiza ação de limpeza no Dia da Amazônia Azul

23/11/2020
Militares removeram 300 quilos de resíduos sólidos
 
A Agência da Capitania dos Portos em Camocim (AgCamocim) realizou, no dia 16 de novembro, uma ação de limpeza na Praia do Farol, em alusão ao Dia da Amazônia Azul.
 
Na ocasião, os militares da AgCamocim removeram 300 quilos de resíduos sólidos, principalmente plásticos e vidro, das areias da Praia do Farol, em Camocim (CE).
 
Além de destacar a importância da preservação da Amazônia Azul, a ação de limpeza teve o propósito de conscientizar sobre a correta destinação do lixo para proteção dos ecossistemas costeiros, conforme preconizado no Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar.
 
O Dia da Amazônia Azul é comemorado em 16 de novembro em alusão à data em que entrou em vigor a Convenção das Nações Unidades sobre o Direito do Mar, em 1994, sendo celebrado anualmente nas Organizações Militares da Marinha do Brasil.

 

Ação de limpeza ocorreu na Praia do Farol, em Camocim (CE)

 

Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte realiza Curso de Segurança de Embarcações em Galinhos (RN)

23/11/2020
Durante o curso, foram transmitidos conhecimentos relacionados aos procedimentos de segurança de passageiros e da navegação
 
A Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte (CPRN), realizou, de 9 a 13 de novembro, o Curso Especial de Segurança de Embarcações de Passageiros (ESEP) no município de Galinhos (RN), no litoral potiguar.
 
Durante o período do curso, foram transmitidos aos 21 aquaviários conhecimentos relacionados aos procedimentos de segurança de passageiros e da navegação.
 
Em decorrência da pandemia, foram implementadas medidas de prevenção para realização do curso, como uso obrigatório de máscaras, verificação da temperatura corporal dos alunos, disponibilização de material de higienização, distanciamento social e desinfecção diária do local.
 
Na ocasião, foram entregues os certificados de conclusão de curso aos aquaviários que, agora, estarão habilitados a prestar serviço como Patrão de Embarcações na navegação interior e na navegação portuária, conforme limites estabelecidos nas Normas e Procedimentos para Capitanias, inclusive, como profissional, em embarcações de esporte e recreio.

 

Entrega de certificados aos 21 aquaviários do curso ESEP, em Galinhos (RN)

 

Capitania dos Portos de Alagoas realiza Exercício de Apoio à Defesa Civil

23/11/2020
Embarcação da Capitania dos Portos de Alagoas participa
de simulação durante ADECIEX
 
A Capitania dos Portos de Alagoas (CPAL) realizou, no dia 18 de novembro, Exercício de Apoio à Defesa Civil (ADECIEX), com o propósito de elevar o nível de prontidão de seus militares para atuar em desastres naturais que impliquem em danos à população civil.
 
O ADECIEX simulou apoio ao resgate de moradores, vítimas de alagamento em bairros do município de Barra de São Miguel, no litoral Sul do Estado de Alagoas.
 
O exercício foi conduzido a partir do Centro de Coordenação e Controle da Autoridade Marítima (CCCAM), onde foram identificadas as áreas de atuação e estabelecidos contatos com o Centro de Controle da Defesa Civil do Estado. A CPAL empregou, ainda, uma embarcação e militares na simulação prática do exercício.
 
O treinamento possibilitou o aperfeiçoamento dos conhecimentos estabelecidos nas normas relacionadas à ADECIEX, com a finalidade de aprimorar a resposta da CPAL nesse tipo de ação.

 

Exercício ADECIEX foi coordenado a partir do CCCAM da CPAL

 

Comando do 9º Distrito Naval realiza Simpósio de Busca e Salvamento em Manaus

23/11/2020
Palestra “Emprego de aeronaves nas Operações de Busca e Salvamento no âmbito do Com9ºDN” proferida pelo Capitão-Tenente Paulo Bruno Brandão Corrêa Silva
 
O Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN) realizou, no dia 12 de novembro, Simpósio de Busca e Salvamento (SAR), em Manaus (AM), com o propósito de contribuir para a disseminação da mentalidade de segurança marítima e troca de experiências obtidas acerca das Operações SAR.

O evento contou com a participação de militares da Marinha, Exército, Força Aérea e Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas, empregados em Operações de Busca e Salvamento na região.

O Comandante do 9º Distrito Naval, Vice-Almirante Paulo César Colmenero Lopes realizou a abertura do simpósio. Em seguida, a palestra “Serviço de Busca e Salvamento na Marinha” foi ministrada pelo Primeiro-Tenente (RM2-T) Leonardo Luiz Marques Fernandes.

O evento prosseguiu com palestras que abordaram os seguintes temas: Serviço Meteorológico Marinho em apoio às Operações de Busca e Salvamento ministrada pelo Capitão de Fragata Paulo Roberto Costa Junior; SAR em cooperação com a MB, pelo Tenente-Coronel BM Helliton de Sousa Silva; Emprego de aeronaves nas Operações de Busca e Salvamento no âmbito do Com9ºDN, pelo Capitão-Tenente Paulo Bruno Brandão Corrêa Silva; e Aspectos Legais a serem observados em Operações de Busca e Salvamento, pelo Primeiro-Tenente (RM2-T) Rainer Cunha Oliveira.
 
As palestras ocorreram no Auditório do Com9ºDN e seguiram os protocolos sanitários vigentes no Estado do Amazonas, conforme as orientações do Ministério da Saúde com relação à Covid-19.
 
O Primeiro-Tenente (RM2-T) Rainer Cunha Oliveira palestrou sobre “Aspectos Legais a serem observados em Operações de Busca e Salvamento”

 

Autoridades acompanham exercício no Submarino “Tupi”

23/11/2020
Comitiva na entrada do prédio da ForS, momentos antes do embarque
 
A Força de Submarinos (ForS) recebeu a visita de importantes autoridades da alta administração federal, no dia 20 de novembro. Uma comitiva composta, entre outros integrantes, pelo Chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Ministro Jorge Antônio de Oliveira Francisco, pelo Ministro do Tribunal de Contas da União, Bruno Dantas Nascimento e pelo Secretário Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Almirante de Esquadra Flávio Augusto Viana Rocha, visitou as instalações da Organização Militar, sediada em Niterói (RJ). Empresários, dentre os quais o Tricampeão Mundial de Fórmula 1, Nelson Piquet, também fizeram parte do grupo.
 
Após uma apresentação sobre as atividades conduzidas pela Força de Submarinos, dentro do contexto estratégico nacional, os convidados se deslocaram para o Submarino “Tupi” para presenciar um exercício de rotina do submarino.

 

Centro de Operações de Paz de Caráter Naval participa da XII Assembleia Geral da ALCOPAZ

23/11/2020
O Capitão de Fragata (FN) G Maia, Encarregado do COpPazNav, apresentou as principais atividades do Centro na XII Assembleia Geral da ALCOPAZ
 
Em 13 de novembro, o Centro de Operações de Paz de Caráter Naval (COpPazNav) participou, pela primeira vez, como membro convidado, da XII Assembleia Geral da Associação Latino-Americana dos Centros de Treinamento de Operações de Paz (ALCOPAZ). A Associação foi fundada em 4 de agosto de 2008 e possui como membros, primordialmente, os centros de treinamento para missões de paz dos países da América Latina e do Caribe, dedicando-se à capacitação individual e/ou coletiva de membros das Forças Armadas, Forças Policiais e Civis para participarem de Operações de Paz sob a égide das Nações Unidas.
 
Ressalta-se a importância da Associação em âmbito regional, devido à cooperação para uma maior promoção de intercâmbios entre os centros de treinamento da região, além da busca por uma padronização dos procedimentos para capacitação, criando condições que facilitem um contato mais fluido e eficiente entre seus membros.
 
A participação do COpPazNav nesse importante fórum sobre Operações de Paz concorre para o contido na Política Nacional de Defesa, particularmente no que se refere ao fortalecimento do ambiente regional, com o consequente incremento da cooperação entre os países sul-americanos, tendo em vista a característica única que esse Centro tem a oferecer, presente na sua expertise voltada para as Operações de Paz de Caráter Naval, que o torna um Centro de Referência Regional no Atlântico Sul e no Entorno Estratégico Brasileiro.
Evolução Histórica do CopPazNav

 

Comandante da Marinha recebe visita do Diretor-Geral da Polícia Federal

20/11/2020
(Da esq. para a dir.) Diretor-Geral da PF, Comandante da Marinha e 
Diretor-Executivo da PF
 
No dia 17 de novembro, o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, recebeu, em seu Gabinete, em Brasília (DF), a visita do Diretor-Geral da Polícia Federal (PF), Rolando Alexandre de Souza. O encontro teve como objetivo verificar possibilidades de cooperação entre os órgãos que contribuirão para o aprimoramento do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz).  
 
Na reunião, foi acordada a adesão da Marinha à RedeMais, coordenada pelo Ministério da Justiça, que provê produtos de Geointeligencia no território brasileiro, incluindo as águas interiores, e no mar territorial. Adicionalmente, foi decidido estabelecer um plano de trabalho para o fortalecimento da cooperação entre a Marinha e a PF.
 
Participaram, também, do encontro o Chefe de Gabinete do Comandante da Marinha, Vice-Almirante Eduardo Machado Vazquez; o Diretor do Centro de Inteligência da Marinha, Contra-Almirante Antonio Carlos Cambra; e o Diretor-Executivo da Polícia Federal, Carlos Henrique Oliveira de Souza.
 

 

Comandante da Marinha participa da Reunião de Conselho de Governo

20/11/2020
Autoridades durante reunião, em Brasília (DF)
 
O Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, participou, no dia 19 de novembro, da Reunião de Conselho de Governo, em Brasília (DF). O encontro, liderado pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, reuniu o Vice-Presidente, Antonio Hamilton Martins Mourão; Ministros de Estado; Comandantes de Força; Diretores-Gerais da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal; e os Presidentes dos Bancos Central, Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, do Brasil e da Caixa Econômica Federal. 
 
Na ocasião, o Almirante Ilques, que também é a Autoridade Marítima brasileira, atuou como Secretário-Executivo da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (CIRM), destacando sua importância na governança das águas jurisdicionais brasileiras, além de divulgar informações atualizadas sobre a “Amazônia Azul” e a importância do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz) para o País. 
 

 

Webinar sobre a “Amazônia Azul” destaca o mar como via de crescimento para o País

20/11/2020

Webinar coordenado pela DGN

 
Nos dias 16 e 17 de novembro, como parte das comemorações do Dia Nacional da Amazônia Azul, a Diretoria-Geral de Navegação (DGN) coordenou o Webinar: “Amazônia Azul na Década dos Oceanos: Desafios e Perspectivas”, em colaboração com a Diretoria de Portos e Costas, a Secretaria da Comissão Interministerial para Recursos do Mar e o Instituto Ecológico Aqualung. O evento reuniu centenas de expectadores que puderam conhecer um pouco mais sobre as potencialidades do mar brasileiro segundo as vertentes da soberania, científica, ambiental e econômica.
 
Com abertura do Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, e encerramento do Diretor-Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Marcelo Francisco Campos, o evento foi uma oportunidade de conhecer melhor o potencial marítimo brasileiro, por meio de riquezas tangíveis e intangíveis, não esquecendo as ameaças que podem se avizinhar e de como a Marinha está pronta para defender o “território azul”. Tendo como pano de fundo a Década dos Oceanos (instituída pela Organização das Nações Unidas como o período compreendido de 2021 a 2030), o evento mostrou a necessidade de todos os setores relacionados ao mar unirem-se para reverter o ciclo de declínio na saúde do oceano e criarem melhores condições para a concretização do desenvolvimento sustentável. A Década é um processo inclusivo, participativo e global, que respeita as realidades locais para a construção de um futuro sustentável.
 
Na oportunidade, militares, cientistas e acadêmicos classificaram como determinantes ações que busquem a valorização do oceano como via de crescimento para o País. Apoiando também as comemorações do Dia da Amazônia Azul, a Arquidiocese do Rio de Janeiro revestiu o Cristo Redentor, maior símbolo do País e uma das sete maravilhas do mundo moderno, com o azul da cor do mar. Mais do que nunca, a questão da importância da sedimentação da mentalidade marítima no imaginário da sociedade brasileira veio à tona, trazendo consigo a necessidade de divulgar a relevância do Poder Marítimo para o futuro do País.  

 

Marinha do Brasil resgata tripulante de navio mercante

20/11/2020
Aeronave UH-15 realizou o transporte do tripulante
 
No dia 16 de novembro, o Navio Mercante "Cape Magnólia", de bandeira panamenha, que navegava de Sepetiba (RJ) para Singapura, entrou em contato com o Salvamar Sueste, estrutura orgânica responsável por Operações de Busca e Salvamento do Comando do 1º Distrito Naval, solicitando o resgate de um tripulante que havia sofrido trauma na área frontal da cabeça e na nuca.

O navio, que estava a cerca de 360 milhas náuticas (667 quilômetros) a sudeste do Rio de Janeiro (RJ), foi orientado a alterar a navegação, de forma a possibilitar que a Aeronave de Serviço da Esquadra efetuasse uma Evacuação Aeromédica (EVAM).

Durante o período de deslocamento, um médico da Marinha prestou serviço de assistência por telemedicina e auxiliou a estabilizar o quadro de saúde do tripulante.

Assim, na manhã do dia 17, a 150 milhas náuticas (278 quilômetros) a sudeste do Rio de Janeiro, uma aeronave UH-15, pertencente ao 2º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral, sediado em São Pedro da Aldeia (RJ), realizou o resgate e transporte do ferido para o aeroporto Santos Dumont.

O tripulante foi imediatamente encaminhado a um hospital, onde realizou exames médicos e, após ser submetido a duas cirurgias, se encontra em recuperação.

 

CHN-4 realiza conscientização alusiva ao Dia Nacional da Amazônia Azul em Afuá (PA)

19/11/2020
Militares distribuem folhetos informativos
 
O Centro de Hidrografia e Navegação do Norte (CHN-4), subordinado ao Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN), realizou, por meio do Aviso Balizador “Vega”, em 14 de novembro, campanha de conscientização para população de Afuá (PA) alusiva ao Dia Nacional da Amazônia Azul, comemorado em 16 de novembro.
 
A ação foi executada por dez militares do CHN-4, além de militares do 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas (2°BtlOpRib) que estavam a bordo do Aviso, e abrangeu toda a orla principal da cidade. A atividade contou com a divulgação do conceito da Amazônia Azul, da importância econômica do território marítimo e da preservação ambiental, bem como do descarte correto de lixo e das ações que a Marinha vem desenvolvendo para preservar e proteger a Amazônia Azul, além das medidas de prevenção à Covid-19.
 
O Dia Nacional da Amazônia Azul, instituído pela Lei nº 13.187, de 11 de novembro de 2015, mesmo dia que entrou em vigor a Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar, é a homenagem ao mar brasileiro: a Amazônia Azul.
 
Militares orientam sobre boas práticas de preservação ambiental

 

Comando do 4º Distrito Naval conscientiza população sobre a Amazônia Azul

19/11/2020
Militar da CPPI entrega panfleto informativo a passageiro de embarcação
 
O Comando do 4º Distrito Naval, por meio das Capitanias dos Portos do Piauí (CPPI), do Amapá (CPAP) e da Capitania Fluvial de Santarém (PA), realizou, no dia 16 de novembro, ações simultâneas de conscientização sobre a importância da Amazônia Azul para a manutenção da soberania, conservação, sustentabilidade e potencial científico e econômico do País. As atividades ocorreram em proveito de inspeções navais, quando foram entregues panfletos informativos a tripulantes e passageiros de embarcações.
 
Na ocasião, militares das Capitanias explicaram para população como os rios e mares podem ser explorados de forma consciente e segura no campo do ecoturismo, na extração de petróleo, na atividade pesqueira, além de ressaltarem que mais de 95% do comércio exterior brasileiro é transportado por via marítima.
 
A Estação Radiogoniométrica da Marinha em Belém (PA) e o Hospital Naval de Belém também divulgaram junto à sociedade as atividades que a Marinha desenvolve para preservar o meio ambiente e as que visam melhorias na navegação, que colaboram tanto para segurança quanto para desenvolvimento econômico das regiões cercas por mar e rio.
 
Militar da Marinha divulga a Amazônia Azul em Santana e Macapá (AP)

 

Com5ºDN realiza ações no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina pelo Dia Nacional da Amazônia Azul

19/11/2020
Militares em atuação na Praia do Cassino, em Rio Grande (RS)
 
O Comando do 5º Distrito Naval (Com5ºDN), realizou, no dia 16 de novembro, por meio das organizações militares subordinadas, nos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, diversas atividades pelo Dia Nacional da Amazônia Azul. A ação da Marinha teve o objetivo de incentivar a mentalidade marítima na sociedade por meio do sloganNosso mar. Nossas águas. É Brasil!”. No total, foram contabilizadas mais de 2,3 toneladas de resíduos coletados na ação que envolveu 257 militares.
 
A data visa, além da limpeza das águas, promover ações com foco no binômio conscientização ambiental e segurança do tráfego aquaviário. A Marinha, em contribuição à divulgação do Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar, tem desenvolvido ações de combate à poluição marinha.
 
A atuação dos militares na retirada de resíduos de ambientes aquáticos (praias, lagos, rios e respectivas orlas) seguiu todas as medidas de prevenção ao novo coronavírus. As ações, que foram realizadas pelas organizações militares da jurisdição do Com5ºDN, contaram com a parceria de prefeituras e órgãos ambientais. No RS, a área de abrangência compreendeu as cidades de Porto Alegre, Rio Grande, Pelotas, São José do Norte, Uruguaiana e Tramandaí. Em Santa Catarina, as atividades abrangeram as regiões de Florianópolis, Itajaí, Laguna e São Francisco do Sul.
 
Nas atividades realizadas no Rio Grande do Sul, estiveram envolvidos militares da Capitania Fluvial de Porto Alegre, da Capitania dos Portos do Rio Grande do Sul, do Grupamento de Fuzileiros Navais do Rio Grande, da Estação Naval do Rio Grande, do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Sul, do Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sul, da Agência da Capitania dos Portos em Tramandaí e do Com5ºDN. em Santa Catarina, os militares da Capitania dos Portos de Santa Catarina, da Escola de Aprendizes-Marinheiros de Santa Catarina, da Delegacia da Capitania dos Portos em Itajaí, da Delegacia da Capitania dos Portos em São Francisco do Sul, da Delegacia da Capitania dos Portos em Laguna foram empregados nas ações.
 
 
Militares em atuação em Florianópolis (SC)

 

Marinha e CCR Barcas promovem exposição “Mar limpo é vida!” sobre combate ao lixo no mar

19/11/2020
Distribuição de cartilhas sobre combate ao lixo no mar
 
 
A Marinha e a empresa CCR Barcas, em parceria com a Cátedra Unesco para Sustentabilidade do Oceano, os Institutos de Estudos Avançados e Oceanográfico da Universidade de São Paulo, e Instituto Costa Brasilis, promoveram no período de 16 a 20 de novembro, em comemoração ao Dia da Amazônia Azul (celebrado em 16 de novembro) a exposição “Mar limpo é vida!”. Os passageiros que, nesse período, transitaram pelas estações das barcas Praça Arariboia, no Centro de Niterói, e Praça XV, no Centro do Rio de Janeiro (RJ), visitaram a exposição, que contou com banners, exibição de vídeos, distribuição de cartilhas e locuções sonoras com ações em prol da despoluição e preservação da Baía de Guanabara.
 
O lixo no mar é uma das principais ameaças ao oceano, pois afeta a vida marinha, a economia, o bem-estar humano e a segurança das pessoas no mar. O consumo não consciente, o descarte inadequado e a má gestão contribuem para esse problema.
 
 
Exposição de banner sobre a Amazônia Azul
 
 
 

Agência Naval de Segurança Nuclear e Qualidade participa da Nuclear Trade and Technology Exchange

19/11/2020
Material de divulgação do webinar
 
No dia 12 de novembro, na edição especial do evento “Nuclear Trade and Technology Exchange”, o Professor Doutor Carlos Aragão, Físico, Consultor Técnico da Amazul e Assessor de Relações Institucionais da Agência Naval de Segurança Nuclear e Qualidade (AgNSNQ), atuou como mediador do debate: “Assuring Safety, Security and Safeguards”, que contou com a participação do Acadêmico Abel González, renomado especialista em proteção radiológica e segurança nuclear. Tais temas estão intrinsecamente correlacionados às tarefas da AgNSNQ, organização militar situada na estrutura orgânica da Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha que atua como órgão licenciador e fiscalizador das atividades afetas à segurança e ao licenciamento aplicado aos meios navais dotados de propulsão nuclear.
 
Três jornalistas especializados do setor de energia foram convidados para compor a mesa em destaque, fazendo a cobertura para importantes veículos de divulgação brasileiros: Denise Luna, da AE Energia, Ramona Ordoñez, do jornal O Globo, e Rodrigo Polito, da Agência EPBR. No encerramento da palestra do acadêmico González, os debatedores discutiram questões sobre segurança nuclear, segurança física e salvaguardas, respondendo também as indagações do público via chat.
 
A edição especial do “Nuclear Trade and Technology Exchange” consiste em uma série de webinários, promovida pela Associação Brasileira de Desenvolvimento de Atividades Nucleares (ABDAN), direcionada aos setores de energia e nuclear, estratégicos para o desenvolvimento e o domínio de tecnologias de ponta no País. As lições aprendidas nesses eventos contribuem para o bem-estar da sociedade, para o desenvolvimento do País e para a garantia da soberania sobre a Amazônia Azul, por meio da consecução do submarino convencional com propulsão nuclear brasileiro.

 

 

Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte apadrinha escoteiros do mar e realiza ação de limpeza em Macau (RN)

19/11/2020
Militares realizam limpeza na praia com apoio do 34º GEMAR
 
 
A Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte (CPRN) realizou, no dia 11 de novembro, visita ao Grupo de Escoteiros do Mar São Pedro (34º GEMAR), localizado no município de Macau (RN).
 
O encontro teve o propósito de realizar o apadrinhamento do 34º GEMAR pela CPRN. Na ocasião, o Presidente do grupo, Ronaldo Silva de Souza, e o Diretor Administrativo, Júlio César Ferreira de Santana, falaram sobre o trabalho desenvolvido e possíveis ações a serem realizadas em conjunto com a organização militar.
 
Durante a visita, militares da CPRN realizaram ações de conscientização junto aos pescadores locais quanto à importância da segregação do lixo gerado a bordo e conduziram, em conjunto com os escoteiros do mar, atividade de limpeza na orla marítima e arredores, resultando na remoção de aproximadamente 50 quilos de resíduos.
 
A iniciativa visa fortalecer o vínculo dos escoteiros do mar com a Marinha, além de fomentar a participação da comunidade marítima no cumprimento do Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar.
 
 
 
CPRN visitou sede do 34º GEMAR para apadrinhamento dos escoteiros do mar

 

Marinha presta apoio em eleições municipais no Norte e Nordeste do País

19/11/2020
Militares da Marinha garantem segurança de eleitores em São José de Ribamar (MA)
 
 
Cerca de 300 militares, subordinados ao Comando do 4º Distrito Naval, foram empregados na Operação “Eleições” para assegurar o exercício da cidadania de milhares de brasileiros nos estados do Pará, Amapá e Maranhão. A Operação foi autorizada por meio do Decreto nº 10.522, de 19 de outubro de 2020, do Presidente da República, para coordenar as Forças Armadas, por meio de Comandos Conjuntos de Área, na garantia da ordem pública durante a votação e a apuração das eleições.
 
As atividades realizadas pela Marinha, por intermédio do Comando Conjunto do Norte, incluíram: descontaminação de diversas escolas que serviram de local de votação; fiscalização na área de fronteira do Oiapoque (AP) com presença de agentes da Polícia Federal; apoio logístico em proveito do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), como transporte de urnas eletrônicas de Macapá (AP) para os municípios amapaenses Tucunaré e Sucuriju; além de manter meios navais e terrestres e militares de prontidão para ações de Garantia de Votação e Apuração e do TRE.
 
 
Marinha descontamina local de votação em Melgaço (PA)
 

 

Capitania dos Portos do Paraná realiza ações de conscientização no combate à Covid-19 em inspeções navais

19/11/2020
Inspeção naval no Alagados, represa artificial no Rio Pitangui para a Hidrelétrica São
Jorge, no município de Ponta Grossa (PR)
 
A Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) realizou ações de conscientização junto à comunidade náutica de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, a fim de contribuir com o combate à disseminação da Covid-19 no início do mês de novembro. As equipes de inspeção naval orientaram os condutores de embarcações e passageiros a adotar medidas de prevenção para evitar a propagação do novo coronavírus no Alagados de Ponta Grossa, represa artificial no Rio Pitangui para a Hidrelétrica São Jorge.
 
A ação contou com a distribuição de panfletos com informações sobre condutas pessoais para evitar a propagação do vírus, como o uso de máscaras e a lavagem frequente das mãos. O material também continha orientações referentes ao consumo de alimentos e ao correto procedimento de desinfecção de embalagens.

 

Com5ºDN realiza Operação “Ágata”

18/11/2020
Militares em abordagem durante a Operação “Ágata” no Rio Grande do Sul
 
O Comando do 5º Distrito Naval (Com5ºDN) realizou, nos estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, no período de 9 a 13 de novembro, a “Operação Ágata (4º trimestre de 2020)”, que tem por objetivos a intensificação da presença do Estado Brasileiro nas regiões de fronteiras, a fim de realizar o combate ao crime organizado, às práticas ilícitas, aos crimes ambientais e transfronteiriços; promover a integração com outros órgãos públicos, apoiando-os na consecução de suas tarefas específicas; e contribuir para a conscientização dos navegantes quanto à profilaxia da Covid-19.
 
A operação abrangeu a área oeste de Santa Catarina no município de Itapiranga, área oeste do Rio Grande do Sul, que se estende da cidade de Barra do Quaraí (RS) à Barra do Guarita (RS) pelo Rio Uruguai, Lagoa dos Patos, área marítima leste e ao sul do Rio Grande do Sul, em Jaguarão (RS), pela Lagoa Mirim e Chuí, bem como área marítima Sul, regiões fronteiriças com a Argentina e Uruguai.
 
Ao longo dos cinco dias de operação, a Marinha do Brasil empregou cerca de 154 militares, embarcações e viaturas da Capitania dos Portos de Santa Catarina, Capitania dos Portos do Rio Grande do Sul, Delegacia Fluvial de Uruguaiana e Grupamento de Fuzileiros Navais do Rio Grande. Foram empregados também o Navio-Patrulha “Babitonga”, o Rebocador de Alto-Mar “Tritão” e aeronaves do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Sul. A operação contou com a participação de 20 agentes de órgãos de segurança pública e agências civis governamentais tais como a Polícia Militar de Santa Catarina, Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina, Polícia Civil, Patrulha Ambiental (PATRAM) da Brigada Militar do Rio Grande do Sul e o Ibama.
 
Durante a Operação, foram conduzidas atividades de inspeção naval e patrulha naval – totalizando 37 abordagens, com emissão de três notificações de infrações e cinco apreensões de embarcações – e campanha de conscientização dos navegantes quanto à profilaxia da Covid-19. Além disso, ocorreram cinco autuações, pelos militares da Patrulha Ambiental da Brigada Militar (RS) e pelo Ibama, de embarcações que praticavam pesca ilegal no litoral do Rio Grande do Sul, durante o período de “defeso”. Coibir a pesca ilegal nesse período visa proteger os organismos aquáticos durante as fases mais críticas de seus ciclos de vida, como a época de sua reprodução ou ainda de seu maior crescimento. Dessa forma, o período de defeso favorece a sustentabilidade do uso dos estoques pesqueiros e evita a pesca quando os peixes estão mais vulneráveis à captura, por estarem reunidos em cardumes. Foram apreendidas, no total, 48,5 toneladas de pescado ilegal.
 
Um dos Policiais da Patram, que atuou na operação, destacou que os resultados decorrem da atuação em conjunto. “Essa união que acontece entre os órgãos consegue fazer com que a Polícia Ambiental tenha um alcance muito maior. Até as questões de logística e de comunicação são facilitadas através dessa integração”, disse.
 
O Oficial de Operações do Com5ºDN destacou o êxito da missão. “Para a Marinha, a OperaçãoÁgata’ tem mostrado a importância de operar com os órgãos de segurança pública e agências civis governamentais, propiciando o compartilhamento de procedimentos e informações, de grande valia para a condução das ações, em que o esforço conjunto tem possibilitado o aumento do número de embarcações inspecionadas, maior abrangência das áreas de interesse e a garantia da aplicação das leis e regulamentos vigentes”. Os detalhes da operação podem ser conferidos aqui.

 

 
Militares durante a Operação “Ágata” em região de fronteira do RS
 
 
 

Comando do 3º Distrito Naval atua na Garantia da Votação e Apuração das Eleições 2020

18/11/2020
Foram empregados 158 fuzileiros navais nas Eleições 2020 no RN
 
 
O Comando do 3º Distrito Naval atuou, no dia 15 de novembro, na Garantia da Votação e Apuração (GVA) das Eleições 2020 nos Estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Alagoas.
 
O emprego dos militares ocorreu em atendimento ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que solicitou apoio de tropas das Forças Armadas no intuito de garantir a segurança e o livre acesso dos eleitores aos locais do pleito.
 
No Rio Grande do Norte, o Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal empregou 158 militares em duas zonas eleitorais, localizadas em São José do Mipibu e Nísia Floresta (RN), na região metropolitana de Natal, abrangendo 43 locais de votação.
 
Enquanto isso, nos demais Estados, militares da Capitania dos Portos de Pernambuco, da Capitania dos Portos do Ceará, da Escola de Aprendizes Marinheiros do Ceará e da Capitania dos Portos de Alagoas atuaram nas operações nas cidades de Fortaleza (CE), Recife (PE) e Maceió (AL).

 

 
Tropas de fuzileiros navais cumpriram missão em
Nísia Floresta e São José de Mipibu (RN)
 
 
 

Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte realiza Projeto “Capitania Itinerante” em Guamaré (RN)

18/11/2020
Capitania Itinerante” realizou mais de 150 atendimentos
na comunidade marítima de Guamaré (RN)
 

A Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte (CPRN) promoveu, de 9 a 13 de novembro, o ProjetoCapitania Itinerante”, no município de Guamaré (RN), com o propósito de ampliar a oferta de serviços ao público que reside em regiões mais afastadas da área urbana de Natal.

 

Toda a ação foi conduzida de acordo com os protocolos de prevenção ao novo coronavírus, como adoção de distanciamento social, aferimento de temperatura dos usuários, disponibilização de álcool em gel e desinfecção prévia do local de atendimento.

 

Durante o período, foram realizados mais de 150 serviços, englobando atualizações do sistema de cadastro dos aquaviários, renovação e emissão de segunda via da caderneta de inscrição e registo, inscrição e transferência de propriedade de embarcações, renovação de Título de Inscrição de Embarcação (TIE), emissão de certificados de cursos, bem como proferidas palestras sobre segurança da navegação e conscientização quanto à importância da segregação do lixo gerado a bordo das embarcações.

 

Na ocasião, o Capitão dos Portos do Rio Grande do Norte e o Encarregado da Seção de Assuntos Marítimos do Com3ºDN efetuaram a entrega de TIE aos aquaviários e puderam observar as principais demandas da comunidade marítima de Guamaré.

 
Encarregado da Seção de Assuntos Marítimos do Com3ºDN e Capitão dos Portos do Rio Grande do Norte efetuaram entrega de TIE aos aquaviários
 

 

Grupo-Tarefa da Operação “Caribex 2020” realiza “Passex” com navio da Guarda Costeira do Caribe Holandês

18/11/2020
Exercício “Passex” proporcionou troca de experiências com o navio holandês e contribuiu para o adestramento das tripulações dos Navios-Patrulha
 
 
O Grupo-Tarefa da Operação “Caribex 2020”, composto pelos Navios-Patrulha (NPa) “Macau” e “Bocaina”, realizou o exercício “Passex”, no dia 17 de novembro, com o navio “Jaguar”, da Guarda Costeira do Caribe Holandês, nas proximidades da cidade de Willemstad, em Curaçao.

Os exercícios com Marinhas Amigas, tais como o “Passex”, são uma das formas de emprego do Poder Naval em tempo de paz, capazes de contribuir com a política externa do País, proporcionando, ainda, a mútua troca de experiências e o incremento da interoperabilidade entre os meios navais.

Até o momento, foi visitado o Porto de Georgetown, na capital da Guiana, e estão programadas visitas aos portos de Willemstad, em Curaçao, e Paramaribo, no Suriname, concorrendo para estreitar os laços de amizade nessa área de interesse estratégico.

Em 2020, o Grupo-Tarefa da Operação “Caribex” é comandado pelo Comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, que está empregando o NPa “Macau” na missão, que conta, ainda, com a participação do NPa “Bocaina”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte.
 
 
Navios-Patrulha “Macau” e “Bocaina”, realizaram exercício “Passex” com o navio “Jaguar”, da Guarda Costeira do Caribe Holandês
 
 
Grupo-Tarefa da Operação “Caribex” é comandado pelo Comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste
 
 
Exercícios como o “Passex” contribuem com a política externa do País e incrementam a interoperabilidade entre os meios navais