Navio Veleiro "Cisne Branco" recebe 5 mil visitantes no Porto de Paranaguá

Os visitantes conheceram a tripulação e os compartimentos do navio

Muitas famílias reuniram-se no final de semana para conhecer o Navio Veleiro "Cisne Branco", da Marinha do Brasil, que permaneceu aberto à visitação pública nos dias 7 e 8 de maio, no Porto de Paranaguá. No total, cinco mil visitantes prestigiaram o navio, considerado a Embaixada do Brasil no mar.

Entre os visitantes, estava o Consultor de Logística, Daniel Lúcio Oliveira de Souza, acompanhado da esposa, Maria Isidora e da filha Mariana. “Só tenho elogios ao receptivo preparado pela Capitania dos Portos do Paraná. Também destaco a atuação da Guarda Portuária e da própria tripulação do ‘Cisne Branco’, que foi muito simpática e atenciosa com os visitantes. Uma excelente imagem da nossa Marinha”, declarou.

O empresário Ézio Gonçalves Júnior, também acompanhado de sua família, aprovou a visita. “Foi bastante motivadora e bem organizada. Meus filhos ficaram impressionados com a quantidade de tripulantes a bordo”, destacou.

O Comandante do navio, Capitão de Mar e Guerra João Alberto de Araújo Lampert destacou a importância do “Cisne Branco” no resgate das tradições dos grandes veleiros e para a instrução dos Aspirantes da Escola Naval. “É um navio que busca mostrar a arte da navegação à Vela para a sociedade e incentivar a mentalidade marítima”, declarou.

Escoteiros do Mar também visitam o Navio

Os grupos de Escoteiros do Mar das cidades de Paranaguá e de Antonina participaram da visitação pública ao “Cisne Branco”. No total, cerca de 150 escoteiros estiveram no navio.

“Foi muito motivador. Tanto os mais jovens quanto os adultos gostaram muito da visita. Nos sentimos muito felizes com a oportunidade de conhecer o navio”, salientou um dos chefes do Grupo Escoteiros do Mar Ilha do Mel, de Paranaguá, Marco Antônio Bortoli.

Na oportunidade, os escoteiros foram recebidos pelo Comandante do navio, que os levou a alguns dos compartimentos do “Cisne Branco”.

O Navio-Veleiro “Cisne Branco” zarpou do Rio de Janeiro no dia 4 de abril para uma viagem de representação com duração de 37 dias pelos portos do sul do Brasil, com o objetivo maior de participar dos Eventos Naúticos 2016 - Fase Sul. Após suspender do Porto de Paranaguá, no dia 9 de maio, o “Cisne Branco” retornou ao Rio de Janeiro, seu porto de origem.