Navio Oceanográfico

 

Função

Tem como função efetuar levantamentos hidroceanográficos, a fim de contribuir para o apoio à aplicação de Poder Naval e à Segurança da Navegação na área marítima de interesse para o Brasil e, ainda contribuir para a execução de projetos nacionais de pesquisas em águas jurisdicionais brasileiras e dos resultantes de compromissos internacionais.

Meio Naval: H40 - "Antares"

 

História

O Navio Oceanográfico "Antares” foi construído na Noruega, adquirido na Inglaterra e incorporado à Armada Brasileira em 6 de junho de 1988. Seu nome é uma homenagem à principal estrela da Constelação do Escorpião, uma estrela vermelha, cerca de cem vezes maior que o Sol e que há muitos anos vem auxiliando os navegantes do Hemisfério Austral na obtenção das suas posições no mar. Construído em 1983 no estaleiro A/S Mejellem & Karlsen, na cidade de Bergen, na Noruega, o “Antares” teve sua quilha batida em 1983 e foi lançado ao mar no mesmo ano. Classificado como Navio de Pesquisa Sísmica, recebeu o nome de M/V “Lady Harrison", tendo efetuado levantamentos de pesquisa sísmica na área do Mar do Norte, Mar Báltico e Mar Mediterrâneo no período de 1984 a 1986. Com seu contrato de aquisição assinado em 10 de fevereiro de 1988 entre a Marinha do Brasil e a Racal Geophysics Limited, o navio foi oficialmente entregue e enviado ao Rio de Janeiro.