Navio de Pesquisa Hidroceanográfico

 

Função

Tem como função mapear dados da atmosfera, oceano, solo e subsolo marinhos, possibilitando um melhor conhecimento das riquezas da “Amazônia Azul” e contribuindo para a segurança da navegação.

Meio Naval: H39 - "Vital de Oliveira"

 

História

A obtenção do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico (NPqHo) “Vital de Oliveira” foi decorrente de um Acordo de Cooperação firmado entre a Marinha do Brasil, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a Petróleo Brasileiro (PETROBRAS) e a VALE S.A., assinado em 20 de setembro de 2012.

O nome do Navio – “Vital de Oliveira” – foi estabelecido em homenagem ao Capitão de Fragata Manoel Antônio Vital de Oliveira (1829-1867), Patrono da Hidrografia, nascido na cidade de Recife e morto heroicamente em combate, durante a Guerra do Paraguai, em 2 de fevereiro de 1867, quando, no comando do Monitor Encouraçado “Silvado”, bombardeava a fortaleza de Curupaiti. Destacado navegador, geógrafo e um dos mais relevantes hidrógrafos que a Marinha do Brasil (MB) já teve, Vital de Oliveira realizou importantes levantamentos da nossa costa entre os rios São Francisco e Mossoró, os quais foram utilizados na confecção de uma série de cartas náuticas.