Centro de Intendência da Marinha em Ladário participa da Operação Fronteira Sul

A Marinha do Brasil e o Exército Brasileiro, por intermédio do Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN) e da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, realizaram Operações simultâneas e complementares, entre os dias 05 e 21 de outubro de 2016, na região compreendida entre as cidades de Ladário, Corumbá e Porto Murtinho.

A “Operação Fronteira Sul”, de cunho naval e de amplo espectro, envolveu todas as atividades operativas e de apoio inerentes às tarefas do 6º Distrito Naval, tratando de adestramentos em Operação Ribeirinha; trânsito com oposição de superfície e aérea; tiro real de superfície; defesa contra ameaças assimétricas; operações de patrulha naval; ações de inspeção naval e de assistência hospitalar; levantamento hidrográfico; e apoio logístico móvel.

Transferência de óleo diesel entre navios

Nesse contexto é relevante ressaltar a ação inovadora do Com6ºDN de transferir o controle operativo do Navio de Apoio Logístico Fluvial Potengí para o Centro de Intendência da Marinha em Ladário (CeIMLa), designando seu Diretor como Comandante do Grupo-Tarefa Logístico, para que fossem realizadas as seguintes tarefas: coordenar e prestar apoio logístico móvel (transferências de OC, aguada e querosene de aviação (QAV); fornecimento de gêneros; disponibilidades de sobressalentes e fardamentos; e apoio de saúde, caso necessário, aos meios e tropas operativas envolvidos na Operação Fronteira Sul.

Entrega de material na cidade de Porto Murtinho

A ação do Com6ºDN permitiu ao CeIMLa, realizar o exercício P3SAM (Plano de Prontidão Permanente do Sistema de Abastecimento da Marinha) com ampla gama de itens, incluindo gêneros, fardamento e sobressalentes. A ação empreendedora do Com6ºDN insere o CeIMLa no controle e coordenação do Apoio Logístico Móvel, atribuindo papel destacado ao SAbM na capacidade de sustentação em combate das Forças Operativas. Além disso, permite que os Comandantes dos demais Grupos-Tarefa concentrem-se no cumprimento de suas missões, ficando o CeIMLa encarregado de prover o Apoio Logístico Móvel no decorrer da Comissão.