Aviso de Pesquisa Aspirante Moura

O Aviso de Pesquisa "ASPIRANTE MOURA", adquirido em parceria com o Ministério de Ciência e Tecnologia, terá aplicação dual. Como Laboratório Flutuante de Pesquisa Oceanográfica, a embarcação significará uma importante contribuição da Marinha do Brasil para as vertentes AMBIENTAL e CIENTÍFICA da AMAZÔNIA AZUL e para o Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), possibilitará expandir suas pesquisas, em proveito das Operações Navais.

Esta nova embarcação, na condição de Laboratório Flutuante de Pesquisa Oceanográfica," operará sem qualquer vínculo com o IEAPM, exceto o operativo. Esta desvinculação significa que, projetos de instituições de pesquisa inseridos no Plano Setorial para os Recursos do Mar (PSRM) e submetidos à Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (SECIRM) para aprovação formal com o aval da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Marinha (SecCTM), serão realizados com pesquisadores, instrumentação e recursos financeiros daquelas instituições, cabendo ao IEAPM a definição de áreas e épocas de operação dentro dos limites de dias de mar a que, obrigatoriamente, o Aviso de Pesquisa "ASPIRANTE MOURA" deverá ser empregado para atender a comunidade científica.

Este arranjo visa a permitir que o IEAPM possa identificar, propor, programar e realizar pesquisas de sua responsabilidade em benefício dos interesses diretos da Marinha desvinculados de outros projetos de pesquisa não diretamente ligados ao Ambiente Operacional, vale dizer, a vertente SOBERANIA da Amazônia Azul. Por outro lado, esta desvinculação permite que seja satisfeita de modo mais completo a demanda reprimida da comunidade científica por meios flutuantes na conquista da Amazônia Azul pelo conhecimento.

Em face do AvPq "ASPIRANTE MOURA" vir a se tornar a alavanca do salto de qualidade, o Comandante da Marinha ampliou sua decisão, determinando a alocação de recursos significativos para equipar o navio com toda a gama de instrumentos definidos para suas novas atribuições a serviço do IEAPM. Assim, o navio será equipado da seguinte forma:

  • para Oceanografia Física e Química:perfilador de condutividade (salinidade) e temperatura com a profundidade (CTD); garrafas para coleta de água acopladas ao CTD(Rosette Sampler); medidor acústico de correntes (ADCP); perfilador descartável de temperatura (XBT) guincho oceanográfico para operação do CTD; destiladores e purificadores de água;
  • para Geologia e Geofísica Marinhas: amostradores de estratos de sedimentos marinhos (testemunhador a pistão e box corer); amostradores superficiais de sedimentos (Van Veen) e "update" dos sistemas de sonar multifeixe, já instalados a bordo; e
  • para Oceanografia Biológica: fluxômetro para rede de plâncton; veículo de operação remota (ROV); roupas de mergulho; microscópios; lupas; destiladores e purificadores de água.