Navio Veleiro Cisne Branco (U20)

×

Mensagem de erro

Notice: Undefined offset: 1 em counter_get_browser() (linha 70 de /var/www/www3/sites/all/modules/counter/counter.lib.inc).

Datas

Batimento de Quilha: 9 de novembro de 1998
Lançamento: 4 de agosto de 1999
Incorporação: 9 de março de 2000

Características

- Deslocamento: 1.038 ton (carregado);
- Dimensões: 76 m de comprimento, 10.6 m de boca e 4.80 m de calado;
- Propulsão: Diesel e Vela (1 motor diesel de 1.014 hp, acoplado a 1 eixo. Equipado com Bow-Thruster. Armado em galera com três mastros, sendo o grande com 46.4 metros de altura);
- Área Vélica: 32 velas x 2.195 m2, sendo 15 velas redondas, 10 velas latinas, 6 velas auxiliares e 1 vela de mau tempo;
- Energia Elétrica: 2 geradores diesel;
- Velocidade: máxima de 10.7 nós, com o motor diesel e até 17.5 nós com as velas;
- Sensores: 1 radar de navegação Furuno FR 1510 Mk-3;

Código Internacional de Chamada:

- PWCB

Tripulação

- 42 homens, sendo 10 oficiais, 32 pracas, mais grumetes, oficiais ou aspirantes em treinamento.

Histórico

O Navio Veleiro Cisne Branco (U 20), é o terceiro navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil. Foi construído pelo estaleiro Damen Oranjewerf, em Amsterdam, Holanda, a um custo de aproximadamente US$ 15 milhões. Foi entregue em 4 de fevereiro de 2000. Por ocasião da largada da Regata Internacional Comemorativa aos 500 Anos do Descobrimento do Brasil, em Lisboa, Portugal, foi submetido à Mostra de Armamento e incorporado a Armada em 9 de março de 2000, cerimônia presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Armada Almirante-de-Esquadra Arlindo Vianna Filho, passando a subordinação do Comando de Operações Navais, em cumprimento a OD n.º 003/00 do CEMA e a Portaria n.º 73 de 28/02/00 do Comandante da Marinha. Naquela ocasião, assumiu o comando, o Capitão-de-Mar-e-Guerra José Sadi Cantuária.

Curiosidade

O Cisne Branco tem um irmão que se chama "Stad Amsterdam".