Patrono das Comunicações

PATRONO DAS COMUNICAÇÕES NAVAIS

 

O Vice-Almirante Tácito Reis de Moraes Rego nascido no Rio de Janeiro em 8 de março de 1882, filho de um engenheiro, Tácito Reis de Moraes Rego ingressou na Escola Naval em 27 de abril de 1898. Já como primeiro-tenente, tornar-se-ia encarregado da Estação Radiotelegráfica da Ilha das Cobras, tendo atuação destacada na instalação de diversas estações rádio em navios e nas OM de terra. Pouco tempo depois, foi designado para aperfeiçoar seus conhecimentos na nova técnica da telegrafia sem fio na Inglaterra e emitir parecer sobre o melhor sistema a ser adotado pela MB. Ainda como Capitão-Tenente, em 1914, foi nomeado Encarregado Geral do Serviço Radiotelegráfico da Marinha. Iniciou a montagem de uma Estação Radiotelegráfica na Ilha da Trindade e foi encarregado de preparar os navios que seriam incorporados à DNOG para receber equipamentos rádio. Com a multiplicação de estações rádio nos navios da MB, se empenhou em estabelecer a especialidade de radiotelegrafista, participando da criação das Escolas de Rádio para Oficiais e Praças e da Companhia de Radiotelegrafistas. A ascensão na carreira naval afastou Tácito Reis de Moraes Rego da consolidação da radiotelegrafia na MB, tendo assumido o Comando do Contratorpedeiro Alagoas, em 1921, e do Cruzador Barroso, sete anos depois. Em virtude do seu relevante papel na introdução da telegrafia sem fio na MB, o Vice-Almirante Tácito Reis de Moraes Rego foi consagrado, em 1º de setembro de 2008, Patrono das Comunicações Navais. A data foi instituída pela Portaria nº 178 de 2008, do Estado-Maior da Armada, para rememorar fatos históricos relacionados às Comunicações Navais e elencar as principais conquistas e desafios neste campo do conhecimento. Faleceu em 14 de dezembro de 1941.

 

Carreira:

Aspirante em 27 de abril de 1898;

Guarda-Marinha em 29 de dezembro de 1900;

Segundo-Tenente em 17 de janeiro de 1903;

Primeiro-Tenente em 09 de janeiro de 1906;

Capitão-Tenente em 13 de dezembro de 1909;

Capitão-de-Corveta em 08 de julho de 1920;

Capitão-de-Fragata em 06 de maio de 1925;

Capitão-de-Mar-e-Guerra em 21 de julho de 1932;

Contra-Almirante em 12 de dezembro de 1935; e

Vice-Almirante em 03 de fevereiro de 1939.

 

Comandos e Direções:

 

Contratorpedeiro Alagoas;

Serviço de Telegrafia sem fio da Ilha das Cobras;

Adido Naval à Embaixada do Brasil em Paris;

Cruzador Barroso;

Cruzador Rio Grande do Sul;

Comando da Divisão de Cruzadores (Interino);

Capitania dos Portos do Estado de São Paulo;

Comando da 2ªDivisão Naval;

Diretoria-Geral de Fazenda;

Diretoria-Geral de Navegação; e

Diretoria-Geral do Ensino Naval.