Corpo de Engenheiros da Marinha

Corpo de Engenheiros da Marinha

Escola:

Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW)

_____________________________________________________________________

Profissões:

- Engenharia Cartográfica
- Engenharia Civil *
- Engenharia de Materiais
- Engenharia de Produção
- Engenharia de Sistemas de Computação
- Engenharia Eletrônica *
- Engenharia Elétrica *
- Engenharia de Telecomunicações *
- Engenharia Mecânica *
- Engenharia Naval *
- Engenharia Química 

* Profissões também disponíveis no Quadro Complementar da Armada e/ou no Quadro Complementar de Fuzileiros Navais.


Escolaridade:

Ensino Superior na área a que concorre.


Saiba mais:

É o Corpo de Oficiais que gerencia e conduz as atividades de pesquisa, desenvolvimento, manutenção e projetos de meios navais, aeronavais e de fuzileiros navais e de seus equipamentos, além de realizar outras atividades específicas de cada especialidade na área de Engenharia.

Atualmente, os Oficiais do Corpo de Engenheiros são admitidos nas áreas acima ou ainda, são oriundos de Oficiais formados pela Escola Naval e que, por meio de seleção interna da Marinha, finalizam sua graduação na Universidade de São Paulo.


Principais requisitos:

  • Ser brasileiro nato;
  • Ambos os sexos;
  • Ter menos de 36 anos de idade no dia 1º de janeiro do ano do curso;
  • Ter graduação completa na área a que concorre;
  • Possuir bons antecedentes de conduta;
  • Estar em dia com as obrigações do Serviço Militar e da Justiça Eleitoral.

 

Previsão de Abertura
das Inscrições:

Aguardando edital, veja programação dos concursos aqui.


Etapas do Concurso:

1) Prova de Conhecimentos Profissionais composta de duas partes: a primeira com 20 questões objetivas e a segunda com 10 questões discursivas, além da redação e a tradução de texto de inglês técnico. (Eliminatórias). Só realizarão a segunda fase os candidatos que forem aprovados na primeira.

2) Eventos complementares (elmininatórios):

a) Inspeção de Saúde (IS)
b) Testes de Aptidão Física (TAF) – natação e corrida
c) Verificação de Dados Biográficos (VDB)– Fase preliminar
d) Prova de Títulos

3) Curso de Formação de Oficiais composto por:
a) Período de Adaptação (eliminatório);
b)Verificação de Documentos (eliminatório);
c) Verificação de Dados Biográficos (eliminatório);
d) Avaliação Psicológica (eliminatório);
e) Curso de Formação propriamente dito (eliminatório e classificatório).


Provas a serem realizadas:

Prova de Conhecimentos Profissionais composta de duas partes: a primeira com 20 questões objetivas e a segunda com 10 questões discursivas, além da redação e tradução de texto de inglês técnico. Também haverá Prova de Títulos.


O Curso de Formação: 

O candidato aprovado e classificado dentro do número de vagas realizará o Curso de Formação de Oficiais (CFO), no Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), que tem o objetivo de preparar o candidato para o exercício de funções em Organizações Militares da Marinha, localizadas em qualquer Unidade da Federação, de acordo com as suas qualificações e atendendo à conveniência do serviço, por meio da necessária instrução Militar-Naval.

O Curso tem a duração de cerca de 39 semanas e inicia-se com o Período de Adaptação, com duração de três semanas.

Durante este curso, o candidato é nomeado Guarda-Marinha e receberá o soldo de R$6.625,00, além de alimentação, uniforme, assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa. Além disso, fará um Estágio de Aplicação (EA), com duração de até seis semanas, em Organizações Militares (OM) sob a supervisão do CIAW.

O curso de Formação Militar-Naval e profissional consta basicamente das seguintes disciplinas:
- Treinamento Físico-Militar;
- Procedimento Militar-Naval;
- Armamento portátil e tiro;
- Organização da Marinha, Meios e Operações Navais;
- História e Tradições Navais;
- Relações humanas e Liderança;
- Direito;
- Organização e Administração;
- Gestão Contemporânea;
- Técnica de Comunicação Oral;
- Comunicações Navais;
- Introdução à Tecnologia da Informação;
- Arquitetura Naval e Estabilidade;
- Manutenção e Reparo de Meios Operativos;
- Instalação de Máquinas;
- Sistemas Operativos;
- Combate a incêndio, entre outras disciplinas de interesse militar-naval. Do curso consta também uma parte prática (Estágio de Aplicação) realizado a bordo de navios, Bases e outras Organizações Militares.

Durante o CFO e o EA, o candidato estará sujeito ao Regulamento e Regimento Interno do CIAW e à legislação vigente aplicada a todos os militares da ativa das Forças Armadas.

O ingresso ocorrerá no posto de Primeiro-Tenente, após o candidato obter a aprovação em todas as fases da Seleção Inicial e ter sido aprovado em todas as fases do CFO.

Antes de completar cinco anos da nomeação ao Oficialato, os Oficiais serão avaliados pela Comissão de Promoções de Oficiais, visando à sua permanência em caráter definitivo na Marinha. Os que não obtiverem avaliação favorável serão licenciados “ex offício” do Serviço Ativo da MB.

 


Cursos Extraordinários:

O Oficial, ao longo da carreira, poderá realizar cursos extraordinários, que são cursos de pós-graduação, normalmente em nível de mestrado ou de doutorado, destinados ao seu aprimoramento técnico-profissional, que requeiram habilitações especiais, em estabelecimentos de ensino no País ou no Exterior. São realizados em caráter de voluntariado, por número de vagas estabelecido de acordo com a Sistemática de Planejamento de Pessoal da Marinha.


Local de Formação do Curso:

Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW)
Ilha das Enxadas, s/nº - Baía de Guanabara, Rio de Janeiro - RJ
Telefone: (21) 2104-6779


Regime:

Semi-internato.


Duração:

39 semanas.


Plano de Carreira:

Enquanto o aluno estiver no Curso de Formação de Oficiais (CFO), ele ocupa o posto de Guarda-Marinha e ao se formar passa a ocupar o posto de Primeiro-Tenente.

A carreira de engenheiros na Marinha compreende os seguintes postos: Primeiro-Tenente, Capitão-Tenente, Capitão de Corveta, Capitão de Fragata, Capitão de Mar e Guerra, Contra-Almirante e Vice-Almirante.


Benefícios Durante o Curso:

Durante o curso realizado anualmente de março a dezembro, no posto de Guarda-Marinha, receberão o soldo de R$6.625,00. Após isso, já formados e ocupando o posto de Primeiro-Tenente, receberão cerca de R$9 mil, já contando com adicionais militar e de graduação.

Os oficiais-alunos terão as seguintes vantagens: auxílio para aquisição de uniformes; assistência médico-hospitalar; alojamento e alimentação, entre outros benefícios.


Benefícios da Carreira Naval:
  • Perspectiva de crescimento profissional ao longo da carreira; 
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Plano  de  carreira  bem  definido,  com  possibilidade de  ascensão  contínua  com  aumento  de salários proporcionais; 
  • Estabilidade após cinco anos de serviço;
  • Ingresso sem exigência de experiência anterior;
  • Salário inicial compatível com o mercado;
  • Salários indiretos e benefícios, tais como: 
    Transferências remuneradas; 
    Possibilidade de moradia quando fora da cidade do Rio de Janeiro; 
    Assistência   médico-hospitalar   para   si   e   para   seus   dependentes   em   instalações exclusivas da Marinha; 
    Instalações    sociorrecreativas    para    si    e    seus    dependentes, mediante pequena mensalidade; 
    Ajuda para aquisição de uniformes; 
    Alimentação;
  • Proventos semelhantes aos da ativa quando estiver na reserva. 

    ___________________________________________________________________

Situação após o curso:

Após a aprovação no curso de formação, o Guarda-Marinha será nomeado Oficial da Marinha do Brasil, passando a ocupar o posto de Primeiro-Tenente, com vencimentos mensais de cerca de R$9 mil, já contando com adicionais, sendo indicados para o exercício de funções em Organizações Militares Industriais, de Ciência e Tecnologia e em Organizações de Controle e Supervisão Técnica.

Terão, ainda, oportunidade de participar de projetos de ponta, como o Programa Nuclear da Marinha, tanto na área de desenvolvimento de combustível, quanto na área de reatores, além do Projeto de Desenvolvimento, Construção, Operação e Manutenção de Submarinos, inclusive o de Propulsão nuclear, com cursos e estágios no Brasil e no Exterior.