Conheça as características únicas da profissão militar

A profissão militar tem aspectos peculiares. Militares altamente qualificados, treinados, motivados, bem equipados e integralmente dedicados à atividade são os critérios da capacitação de qualquer Força Armada, refletindo o desejo da própria sociedade.

Ao ingressar na Marinha do Brasil, o militar tem de obedecer a normas disciplinares e a princípios hierárquicos que envolvem toda sua vida profissional, afetando assim a pessoal.

As particularidades da profissão militar

O militar em atividade não pode exercer qualquer outra profissão. Sua dedicação para as Forças Armadas é, portanto, exclusiva, 24 horas por dia. Isso o torna dependente somente de sua remuneração. Mesmo na inatividade, ele permanece vinculado à profissão. Portanto, é proibido ao militar da ativa filiar-se a partidos políticos ou participar de atividade de cunho político-partidário, como greves ou qualquer movimento reivindicatório.

Além disso, durante toda sua carreira, o militar é submetido a exames médicos periódicos e testes de avaliação física. As atribuições que ele desempenha exigem-lhe elevado nível de saúde física, pois todo militar deve estar sempre preparado; ele convive de perto com o risco. A possibilidade iminente de um dano físico ou algo mais grave é uma característica permanente da profissão, a atividade exige o comprometimento da própria vida.

Outra característica da profissão é a mobilidade geográfica. O militar pode ser alocado para qualquer região do país, em qualquer época do ano, de acordo com a necessidade da Força. O Cabo Brian é um exemplo que se encaixa nesse aspecto. “Nasci no Rio de Janeiro e com dez anos me mudei para Natal. Nessa cidade, fiz a prova para a Escola de Aprendizes-Marinheiros, passei e fiz o curso em Pernambuco. Em seguida, fui  servir no Rio de Janeiro”, relembra ele.

Ele conta como a Marinha o ajudou na transferência. “A instituição me ajudou na mudança contribuindo com a movimentação, que é um auxílio em dinheiro para aqueles que saem de um estado para outro. Para mim, foi muito mais fácil me mudar, pois metade da minha família está em Natal e outra no Rio, então eu estava preparado. Eu visitava minha família todos os finais de semana em Natal”, afirma.

Além de todos esses aspectos da carreira militar, muitos não sabem que esse profissional não usufrui de alguns direitos sociais que são assegurados aos demais cidadãos, como remuneração do trabalho noturno superior à do trabalho diurno, carga horária de trabalho diária máxima de oito horas, repouso semanal remunerado e remuneração de serviço extra.

Sendo assim, a disponibilidade permanente, integrante da natureza da profissão, impede que haja reivindicação qualquer de remuneração que extrapole a jornada de trabalho.