OBTENÇÃO DE NAVIOS DE APOIO OCEÂNICO

No dia 4 de abril, no prédio sede da EMPRESA GERENCIAL DE PROJETOS NAVAIS – EMGEPRON, foi assinado o protocolo de compra de três navios de apoio oceânico adquiridos pela Marinha do Brasil.
Os navios foram vendidos pela empresa norueguesa Deep Sea Supply, que venceu a licitação realizada na modalidade de pregão eletrônico internacional.

Na ocasião, estiveram presentes para assinatura do contrato o Diretor de Gestão de Programas da Marinha, Vice-Almirante Petronio Augusto Siqueira de Aguiar; o Diretor-Presidente da EMGEPRON, Vice-Almirante (Ref°) Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira; o Diretor Técnico-Comercial da EMGEPRON, Vice-Almirante (RM1) Rodrigo Otavio Fernandes de Hônkis; e, pela Deep Sea, o Diretor-Presidente, Felipe Rodrigues Alves Meira; o Diretor-Técnico, Cruz Lima; e o Diretor Financeiro, Joaquim Jordão Saboia.

Os navios, construídos em série nos anos 2010 e 2011, na Índia, classificados como embarcações de apoio marítimo offshore do tipo Anchor Handling Tug Supply (AHTS), serão transformados pela Marinha em Navios de Apoio Oceânico – NApOc.

Os NApOc têm 63 metros de comprimento, 15,8 metros de boca, 5,5 metros de calado máximo, deslocamento aproximado de 2.000 toneladas e cerca de 90 toneladas de tração estática.

A data de incorporação destes novos meios à Marinha será oportunamente divulgada.

Português, Brasil

Notícias

Leia, na íntegra, a Ordem do Dia Nº 1/2024 escrita pelo Diretor-Presidente da EMGEPRON, Vice-Almirante (RM1-IM) Edesio Teixeira Lima Junior, em alusão ao 42º aniversário da Empresa.

A Marinha do Brasil, a EMGEPRON e a Sociedade de Propósito Específico (SPE) Águas Azuis realizaram a Cerimônia de Batimento de Quilha da Fragata Jerônimo de Albuquerque (F201), nesta quinta-feira (06/06), no tkEBS, em Itajaí – SC.

O Embaixador da Índia, Suresh Reddy, acompanhado do Adido Naval da Índia no Brasil, Coronel Aviador Ravi Nanda, visitou, em 23 de maio, a EMGEPRON para conhecer e analisar novas oportunidades de negócios que possam beneficiar os dois países no setor de Defesa.