EMGEPRON encerra com sucesso participação na 3ª SC EXPODEFENSE

Na última sexta-feira (17/05), a empresa encerrou sua participação na 3ª edição da SC EXPODEFENSE em Florianópolis (SC), feira promovida pela Federação das Indústrias do estado de Santa Catarina (FIESC) que este ano teve como foco, expor as tendências e a inovação tecnológica para o setor de Defesa e Segurança. Na Feira, a EMGEPRON, uma das principais empresas Estratégicas de Defesa do país e integrante da Base Industrial de Defesa (BID), apresentou seu amplo portfólio de produtos e serviços com ênfase para o Programa de Fragatas Classe Tamandaré (PFCT), o Navio-Patrulha brasileiro de 500 toneladas (NPa500) e o USV (Unmanned Surface Vehicle) Suppressor.

A solenidade de abertura do evento teve como destaque o ato de formalização da Câmara de Nacionalização, acordo firmado por diversas instituições e empresas brasileiras, entre elas a EMGEPRON, com capacidade de desenvolver uma cadeia de suprimentos de produtos nacionais, direcionadas às demandas dos Programas Estratégicos da Marinha.

O primeiro dia (16/05) foi marcado por oportunidades para rodada de negócios e visitação guiada aos estandes das empresas, além de palestras com temas variados, entre eles: a Inteligência Artificial a serviço da Defesa e a Segurança Nacional e Produtos estratégicos de Defesa.  O espaço da EMGEPRON recebeu a visita das delegações da Namíbia, Zâmbia e Tanzânia; Adidos de Defesa de Honduras e Bangladesh, entre outros representantes de empresas e órgãos governamentais.

No último dia do evento a programação de encontros contou com o Diálogo: indústria de defesa Brasil - Itália (DID), que teve a presença do Diretor Técnico-Comercial da empresa, Contra-Almirante (RM1) Marcelo Gurgel. O painel teve a finalidade de estabelecer parcerias estratégicas entre as empresas brasileiras e italianas no setor de Defesa e, também, fortalecer a BID.

Segundo a FIESC, o objetivo da Feira foi promover a integração das Forças Armadas e das Forças Auxiliares com a indústria e os centros de tecnologia, além de gerar negócios para as organizações brasileiras e catarinenses.