“Batimento de Quilha” do Navio Polar tem a presença da EMGEPRON

A cerimônia, tradicionalmente chamada “Batimento de Quilha”, que marca o processo de construção de navios, dará início à materialização do projeto do futuro Navio Polar “Almirante Saldanha”.

O evento acontece no dia 17 de outubro nas instalações do Estaleiro Jurong Aracruz (EJA) na cidade de Aracruz-ES e contará com a presença do Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen, do Diretor- Presidente e do Coordenador de Programas Estratégicos da EMGEPRON, além de membros do Almirantado, representantes da comunidade marítima e dos governos nas esferas federal, estadual e municipal.

A construção do navio, gerenciada pela EMGEPRON, em parceria com a Sociedade de Propósito Específico (SPE) Polar 1 Construção Naval, faz parte do Programa de Obtenção de Meios Hidroceanográficos e de Apoio Antártico (PROHIDRO) da Marinha do Brasil (MB).

O projeto prevê a obtenção de um meio naval para apoiar logisticamente o Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR), que tem como objetivo a promoção de pesquisa diversificada, além de contribuir para a segurança da navegação da região antártica.

Estima-se a geração de 500 a 600 empregos diretos, além de 6.000 empregos indiretos.

Em adição, o projeto busca contribuir para o desenvolvimento da indústria naval e base tecnológica nacionais.

O emprego da embarcação possibilitará a ampliação da área operacional de pesquisa e contribuirá para aumentar a parceria com outros países que possuem bases no continente antártico.

A entrega do navio tem previsão para o segundo semestre de 2025.

 

A cerimônia foi transmitida no canal do Youtube da MB (Marinha do Brasil - YouTube).

 

Português, Brasil