41º Aniversário da Empresa Gerencial de Projetos Navais – EMGEPRON

ORDEM DO DIA Nº 1 /2023

Hoje, comemoramos o 41º Aniversário da Empresa Gerencial de Projetos Navais – EMGEPRON. Um dia especial para todos que fazem e fizeram parte desta Empresa. O dia 09 de junho representa a data em que celebramos, com muito orgulho, o privilégio de termos participado da exitosa história desta empresa pública que, desde sua criação, desenvolveu-se, ampliou seu mercado de atuação, expandiu seus negócios, criou valor e hoje assume posição de destaque no contexto nacional e posiciona-se em amplo processo de integração com o mercado externo.

 Vale destacar que se manter em crescimento em um mercado competitivo, não obstante às inúmeras adversidades de ordem econômica, social e ambiental que o mundo corporativo vem se defrontando nos anos recentes, somente é possível graças ao empenho, dedicação e resiliência de toda a força de trabalho da EMGEPRON, à qual concito permanecer firme e coesa no propósito de engrandecer a Empresa como referência no seu ambiente de negócios.

 Os desafios são de toda ordem, haja vista a sensibilidade e as especificidades do mercado de defesa, que exigem, diuturnamente, sob pena de comprometimento de suas atividades, que seus administradores e colaboradores estejam engajados na busca de práticas de gestão inovadoras, aprimoramento de suas cadeias de suprimentos, constante evolução de suas ferramentas tecnológicas, associadas a práticas socioambientais alinhadas com uma política de inclusão efetiva e eficiente.

Nesse contexto e considerando que os desafios corporativos na condução da gestão empresarial devem ser tomados como instigação para o aprimoramento e desenvolvimento da Empresa, a Diretoria Executiva, orientada pelo Conselho de Administração, juntamente com o apoio incondicional e irrestrito de todos os seus colaboradores e em sinergia com a Marinha do Brasil, sempre tendo em foco os eixos estratégicos de negócios previstos em seu Planejamento Estratégico, conduziu a Empresa, ao longo do último ano, de forma a obter resultados que merecem ser destacados nesta data em que celebramos mais um aniversário.

Antes, contudo, vale destacar a revisão do Planejamento Estratégico 2020-2024 citado acima, aprovado pelo Conselho de Administração, com foco na consolidação da EMGEPRON como um relevante ator da indústria de Defesa e na expansão e internacionalização de seus negócios, mediante prospecção de novos mercados e postura ousada junto aos seus stakeholders, com vistas a promover o crescimento sustentável da Empresa e contribuir para o desenvolvimento da Base Industrial de Defesa (BID) do País, notadamente por meio da Economia do Mar, gerando empregos e renda num ambiente sustentável e inclusivo.

Também é digno de nota o fortalecimento do Programa de Integridade ocorrido em 2022/2023. Foram elaborados e aprovados diversos normativos e políticas com o propósito de robustecer a conduta ética, a governança, os processos de monitoramento e uso de recursos, o compliance e a mitigação de riscos da Empresa.

Fazendo uma retrospectiva do último ano, a despeito de todas os desafios decorrentes das conjunturas econômico-financeira, sanitária e geopolítica recentes, pode-se destacar o avanço nos Programas Estratégicos gerenciados pela EMGEPRON para recomposição do Poder Naval, em atendimento às demandas da Marinha do Brasil.

No âmbito do Programa Fragatas Classe Tamandaré (PFCT), foi realizada a apresentação da Seção de Qualificação dos navios, em 21 de junho de 2022, no ThyssenKrupp Estaleiro Brasil Sul (tkEBS), localizado em Itajaí, Santa Catarina. Em 24 de março de 2023, foi celebrado o importante marco do programa, o batimento da quilha da Fragata “Tamandaré”, primeiro de quatro navios da Classe, em cerimônia ocorrida nas instalações do tkEBS e que contou com a presença de autoridades dos setores de Defesa e da Indústria Naval.

O batimento da quilha representa o posicionamento da primeira unidade (bloco estrutural da praça de máquinas principal avante) de um total de 55 blocos, que serão edificados posteriormente e formarão a espinha dorsal e a estrutura da embarcação, cujo lançamento ao mar está previsto para ocorrer em meados de 2024 e sua entrega para a Marinha do Brasil no final de 2025.

Vale destacar que, conforme planejado, segue em desenvolvimento, pela empresa Atlas em parceria com a empresa brasileira Atech, o Sistema de Gerenciamento de Combate (Combat Management System - CMS) do navio. Da mesma forma, o Sistema Integrado de Gerenciamento da Plataforma (Integrated Platform Management System - IPMS) está sendo elaborado pela empresa L3Harris, também em parceria com e empresa Atech. Ambos os sistemas são fundamentais para a operação e valor militar do navio, na medida em que representam a inteligência da embarcação e trazem consigo elevado nível de conteúdo tecnológico que está sendo transferido para a empresa brasileira e Marinha do Brasil.

Referindo-se ao Projeto do Navio de Apoio Antártico “Almirante Saldanha”, foi realizada a cerimônia de corte da primeira chapa no navio no Estaleiro Jurong Aracruz (EJA), em Aracruz no Espírito Santo, em 09 de maio de 2023. No mesmo dia, foi realizada a 2ª Reunião do Conselho de Acompanhamento Estratégico do projeto. O navio, com previsão de ser entregue à Marinha do Brasil no segundo semestre de 2025, será utilizado na execução de atividades de apoio à pesquisa e de apoio logístico à Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF), dentro do Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR).

Outro projeto em que a EMGEPRON, em parceria com a Marinha do Brasil, vem desenvolvendo e que merece destaque é o Projeto do Navio Patrulha de 500 toneladas (NPa-500). O projeto, com potencial de exportação, a partir da construção por estaleiro nacional, permitirá à Empresa elevar sua capacidade de prospectar mercado, na medida em que representa um sistema de defesa de elevada demanda no mercado nacional e internacional. O NPa-500 pode ser empregado nas mais variadas missões, com destaque para operações de defesa das plataformas de exploração e explotação de petróleo e gás no mar, patrulha naval, apoio às atividades de salvaguarda da vida humana no mar e apoio às ações de Defesa Civil, a partir do mar.

Oportuno fazermos uma alusão ao importante eixo estratégico de negócios da Empresa, notadamente a Economia do Mar. Nesse sentido, o Cluster Tecnológico Naval do Rio de Janeiro (CTN-RJ), o qual por iniciativa da EMGEPRON, juntamente com as empresas AMAZUL, CONDOR e NUCLEP, foi criado em 2019, tem como missão contribuir para o desenvolvimento das atividades econômicas relacionadas ao Mar. Hoje, já consolidado, com cerca de 80 empresas associadas, o CTN-RJ tem potencial para gerar efeitos de transbordamento positivo na economia regional (spillovers), assim como contribuir para a criação de novos produtos e/ou serviços (spin offs). Nesse ambiente de constante interação, somado à interlocução com a Câmara Legislativa e com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, fruto de intenso trabalho de articulação realizado nos últimos anos, a EMGEPRON vem ampliando sua capilaridade, angariando parceiros e expandindo sua atuação para obtenção de maiores oportunidades.

 A iniciativa de criação do CTN-RJ está sendo tomada como referência em outras unidades da federação, potencializando o desenvolvimento da Economia do Mar e os negócios decorrentes, os quais a EMGEPRON tem atuação direta com sua carteira de negócios e, dessa forma, contribuindo para a consecução do objetivo nº 4 do Plano Estratégico da Marinha (PEM).

 Após superada a epidemia por Covid-19, a EMGEPRON participou da LAAD Secutiry and Defense 2023, oportunidade em que foram expostos os produtos e serviços desenvolvidos pela Empresa e realizadas aproximações com diversos atores privados e governamentais, nacionais e estrangeiros, do segmento de defesa. A LAAD 2023 representou um termômetro que nos revela o desenvolvimento e o reconhecimento da EMGEPRON como um player importante nos mercados nacional e internacional. A EMGEPRON recebeu em seu stand, entre representantes de empresas e de órgãos governamentais de diversos países, um número considerável de visitas, possibilitando a concretização efetiva de negócios, além de inúmeras outras possibilidades que se apresentaram para a Empresa e que no momento se encontram em discussão.

 Ao longo do último ano, a Empresa celebrou diversas parcerias estratégicas. Neste contexto, pode-se citar, dentre outros acordos, a assinatura do Memorando de Entendimento com a empresa italiana Leonardo – Sicieta per Azione, durante a Feira Internacional Aeroespacial Farnborough, no Reino Unido, realizada em setembro de 2022. O documento busca o desenvolvimento de possibilidades de negócios conjuntos para a exploração de potencial área de colaboração industrial para serviços de apoio à manutenção do sistema de armas navais, sistemas de combate naval, incluindo sensores e sistemas de gestão de combate. Da mesma forma, a Empresa firmou Memorando de Entendimento com a empresa Tidewise, no âmbito do CTN-RJ, sobre o projeto da plataforma naval autônoma multipropósito, com capacidade para realizar vigilância e controle de tráfego marítimo, varredura de canal, levantamento batimétrico, controle na área Off-Shore, Busca e Salvamento/Search and Rescue (SAR) e monitoramento ambiental.

 De igual modo, em 19 de maio de 2023, foi assinado o contrato de gerenciamento do Projeto Executivo do Período de Manutenção do Navio-Tanque “Almirante Gastão Motta”. O projeto de revitalização do Navio-Tanque, iniciado após decisão do Almirantado, será dividido em três fases, sendo a primeira, com foco em serviços nas áreas de estruturas navais, máquinas e navegação. Com base na expertise da EMGEPRON em estruturar e gerenciar projetos complexos de manutenção e obtenção de meios navais, a Empresa foi escolhida para conduzir processo licitatório nacional, a fim de realizar contratações para viabilizar a execução dos principais serviços de revitalização do navio.

 A condução desse projeto representa um salto de capacidade de atuação da EMGEPRON. O contrato firmado demonstra a capacidade depositada na Empresa de planejar, estruturar e gerenciar serviços complexos, tornando-se emblemático para o futuro ambiente de negócios, haja vista a possibilidade de atuarmos no segmento de Apoio Logístico ao longo do Ciclo de Vida de meios navais.

 Dado o exposto, a despeito de todas as dificuldades inerentes à gestão corporativa no âmbito do mercado de defesa em que a EMGEPRON está inserida, foram muitas as conquistas materializadas, cujos créditos devem ser compartilhados com todos que contribuíram direta ou indiretamente para a sua realização. Nesse momento de entusiasmo profissional, agradeço a todos os stakeholders pela confiança, em particular à Marinha do Brasil, motivação principal da nossa existência, assim como à nossa Força de Trabalho, civis e militares, que contribuem com os seus esmero, esforço e resiliência para o sucesso e progresso da Empresa, permitindo-a que continue, mais do que nunca, TRANSFORMANDO PROJETOS EM REALIDADE.

EDESIO TEIXEIRA LIMA JUNIOR

Vice-Almirante (RM1-IM)

Diretor-Presidente

 

Português, Brasil

Notícias

EMGEPRON participou na segunda-feira, 29 de abril, no Palácio Guanabara, da primeira reunião que visa traçar estratégias para conscientização da importância da energia nuclear para o Rio de Janeiro e para o Brasil.

No dia 26 de abril, o Diretor-Presidente da EMGEPRON, Vice-Almirante (RM-1) Edesio Teixeira Lima Junior, recebeu, em Itajaí -SC, a visita do Secretá

Nesta terça-feira (02.04), a EMGEPRON iniciou sua participação na 5ª edição da LAAD Security and Defence, na cidade de São Paulo.