Heráldica

PORTARIA Nº 0565 DE 29 DE ABRIL DE 1976
 
Aprova o Distintivo para o 1º Esquadrão de Helicópteros Anti-Submarino
 
          O Ministro de Estado da Marinha, no uso das atribuições que lhe confere o art. 1º do Decreto nº 68.430 de 26 de março de 1971,

 

RESOLVE:

Art. 1º - Fica aprovado o distintivo do 1º Esquadrão de Helicópteros Anti-Submarino, cuja descrição e desenho a esta acompanham.

Art. 2º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.

 

DESCRIÇÃO DO BRASÃO
 

          Num escudo boleado e encimado pela coroa naval, em campo de azul com bordadura de ouro, âncora de prata superposta por duplo par invertido de asas estendidas, de ouro, unidas pelas partes inferiores das extremidades opostas às respectivas penas e passadas em aspa; no chefe de vermelho, capacete de guerreiro romano, em plumado, de prata, tendo brocante tridente, de ouro, em banda, apontado para baixo.

 

 

 

EXPLICAÇÃO
          No campo de azul com bordadura de ouro, simbólico do emprego dos helicópteros no céu das ricas águas territoriais brasileiras, o duplo par invertido de asas estendidas, em aspa, a eles se reporta, sendo a sua vinculação à Marinha traduzida pela âncora de prata. No chefe de vermelho, esmalte por excelência das virtudes guerreiras, o capacete do guerreiro romano e o tridente aludem às características do Esquadrão em apreço, na detenção e destruição dos submarinos inimigos.
 
 
PORTARIA Nº 65 DE 19 DE SETEMBRO DE 2019
 
Aprova a inclusão da condecoração da Ordem do Mérito Naval no Distintivo do 1º Esquadrão de Helicópteros Anti-Submarino (EsqdHS-1)
 
O Secretário-Geral da Marinha, no uso das atribuições que lhe confere o inciso IV, art. 1º, do anexo G, da Port nº 237/MB/2016 (DOU de 04AGO2016, Seção 1, p/14 e Bol 8/2016, I, p/9), resolve:
 
Art. 1º - Aprovar a inclusão da condecoração da Ordem do Mérito Naval no distintivo do 1º Esquadrão de Helicópteros Anti-Submarino. A descrição, a explicação e os desenhos a esta acompanham.
Art. 2º - Esta Portaria entra em vigor na presente data.
 
DESCRIÇÃO DO BRASÃO

Num escudo boleado e encimado pela coroa naval, em campo de azul com bordadura de ouro, âncora de prata superposta por duplo par invertido de asas estendidas, de ouro, unidas pelas partes inferiores das extremidades opostas às respectivas penas e passadas em aspa; no chefe de vermelho, capacete de guerreiro romano, em plumado, de prata, tendo brocante tridente, de ouro, em banda, apontado para baixo. Pendente do distintivo, a insígnia da Ordem do Mérito Naval.

 

 

EXPLICAÇÃO

No campo de azul com bordadura de ouro, simbólico do emprego dos helicópteros no céu das ricas águas territoriais brasileiras, o duplo par invertido de asas estendidas, em aspa, a eles se reporta, sendo a sua vinculação à Marinha traduzida pela âncora de prata. No chefe de vermelho, esmalte por excelência das virtudes guerreiras, o capacete do guerreiro romano e o tridente aludem às características do Esquadrão em apreço, na detenção e destruição dos submarinos inimigos. A insígnia pendente do distintivo, referente a comenda da Ordem do Mérito Naval, foi a este anexada em decorrência do Decreto do Presidente da República Federativa do Brasil de 20 de maio de 2019.