CEMA aborda a Materialização da Estratégia na Marinha do Brasil na Aula Inaugural dos Cursos de Altos Estudos Militares

Enviado em: 09/02/2024


O Almirante Silva Lima ressaltou a conexão entre a estratégia, o planejamento estratégico e as ações concretas


No dia 5 de fevereiro, o Chefe do Estado-Maior da Armada (CEMA), Almirante de Esquadra André Luiz Silva Lima de Santana Mendes, ministrou a Aula Inaugural para os Cursos de Altos Estudos Militares de 2024 da Escola de Guerra Naval (EGN), abordando o tema “A Materialização da Estratégia na Marinha do Brasil". O CEMA ressaltou a conexão entre a estratégia, o planejamento estratégico e as ações concretas realizadas entre todos os setores da Marinha, dentro de um propósito de cumprimento da missão da Instituição. “Tudo o que fazemos passa por um planejamento estratégico, que é multidisciplinar”, observou.

O Almirante Silva Lima citou como exemplo dessa conexão a construção de submarinos convencionais e de propulsão nuclear, enfatizando sua relevância para a defesa naval, especialmente da Amazônia Azul. “A construção desses meios reflete o interesse do País nessa região. Por meio deles, teremos mais recursos para enfrentar os desafios que se apresentam”, pontuou o CEMA.

Durante a apresentação, também destacou três importantes publicações lançadas pela Marinha no final de 2023 - Estratégia de Defesa Marítima, Fundamentos Doutrinários da Marinha e Plano de Configuração da Força. De acordo com o CEMA, fazem parte de uma resposta apresentada diante das necessidades de defesa e preservação do patrimônio brasileiro. Após a apresentação, seguiu-se a fase de debates.

A Aula Inaugural, realizada no Auditório Tamandaré, foi destinada aos Oficiais-Alunos do Curso de Política e Estratégia Marítimas (C-PEM) e do Curso de Estado-Maior para Oficiais Superiores (C-EMOS). Este ano, a turma do C-PEM é composta por 41 Capitães de Mar e Guerra, incluindo um Coronel do Exército, dois Coronéis da Força Aérea, dois Servidores Civis da Marinha e um Capitão de Longo Curso da Marinha Mercante. A turma do C-EMOS conta com 129 Oficiais-Alunos (Capitães de Fragata e de Corveta da Armada, Fuzileiros Navais e Intendentes da Marinha), incluindo sete oficiais de Marinhas Amigas - Argentina, Chile, Estados Unidos da América, França, Índia e Namíbia.



A Aula Inaugural foi destinada aos Oficiais-Alunos do Curso de Política e Estratégia Marítimas e do Curso de Estado-Maior para Oficiais Superiores