Escola de Guerra Naval sedia o Seminário Sobre Armas Autônomas

   O Ministério das Relações Exteriores (MRE) e a Fundação Alexandre de Gusmão
(FUNAG), em parceria com o Centro de Estudos Político-Estratégicos da Marinha (CEPE- MB) e a Escola de Guerra Naval (EGN), realizaram o Seminário Internacional “Rio Seminar on Autonomous Weapons Systems”, no dia 20 de fevereiro, que visou contribuir para o debate sobre a governança de tecnologias emergentes e inteligência artificial aplicadas em sistemas de armas autônomas letais.
   O propósito do Seminário foi debater o tema visando subsidiar as futuras reuniões do Grupo de Peritos Governamentais sobre LAWS (Lethal Autonomous Weapons Systems) das Nações Unidas, em 2020; a 6ª Conferência de Revisão da Convenção da ONU sobre Certas Armas Convencionais (CCW, sigla em inglês), em 2021; e demais fóruns internacionais que tratem desse tema. As discussões do seminário foram realizadas em inglês e português, contando com tradução simultânea para ambas a línguas e ainda a utilização de tradução para LIBRAS (Linguagem Brasileira de Sinais).
   Participaram dos painéis delegações da Alemanha, Áustria, Chile, China, Estados Unidos, Japão, Rússia e Suécia, além de representantes de instituições como a Universidade de Harvard, a Cruz Vermelha e a própria ONU. O seminário contou, entre outras autoridades, com a presença do Alte Esq (Ref-FN), Prof. Dr. Alvaro Augusto Dias Monteiro, Presidente do CEPE-MB; do Ministro Roberto Goidanich, Presidente da FUNAG; do Embaixador Alessandro Warley Candeas, do MRE; e do Embaixador Janis Klarkins, Chairman of the 2020 GGE/LAWS.