Viagens de Circum-navegação


PRIMEIRA VIAGEM DE CIRCUM-NAVEGAÇÃO DA HISTÓRIA





Derrota da primeira viagem de circum-navegação.


Há 500 anos, no dia 20 de setembro de 1519, sob o comando do navegador português Fernão de Magalhães, partiu de Sanlúncar de Barrameda, na Espanha, uma ousada expedição que ficou marcada como a primeira viagem de circum-navegação. No dia 13 de dezembro de 1519 a expedição chegou à Baía de Guanabara e em 06 de setembro de 1522 (após 1.082 dias) completou-se a viagem tendo por comandante Juan Sebastían Elcano.

Em uma época de grandes desafios e dificuldades à navegação oceânica, tal empreitada deu-se com imensos sacrifícios. Tendo partido com cinco navios e cerca de 260 homens, apenas a Nau Vitória com dezoito homens a bordo conseguiu completar a viagem de volta ao mundo, tendo perecido na jornada o navegador Fernão de Magalhães. Apesar disso, a viagem de Magalhães e Elcano ficou marcada como um dos episódios mais notáveis da história marítima, tendo sido de extrema relevância para a continuidade do desenvolvimento das Grandes Navegações.


VIAGENS DE CIRCUM-NAVEGAÇÃO DA
MARINHA DO BRASIL


1ª Viagem

Navio: Corveta Vital de Oliveira

Período: 19/11/1879 a 21/01/1881 (430 dias)


Corveta Vital de Oliveira (Acervo: DPHDM)



Comandante: Capitão de Fragata Júlio César de Noronha


Júlio César de Noronha (Acervo: DPHDM)



Primeira viagem de circum-navegação realizada pela Marinha do Brasil durou 430 dias e percorreu 35.044 milhas náuticas. Além da jornada de volta ao mundo, a Corveta Vital de Oliveira teve a missão de transportar uma missão diplomática especial à China, a qual tinha por chefes o Chefe de Divisão Arthur Silveira da Motta (futuro Barão de Jaceguai) e o Dr. Eduardo Callado.



Júlio César de Noronha (Acervo: DPHDM)



Portos Visitados: Rio de Janeiro, Lisboa, Gibraltar, Toulon, Malta, Port Said, Ismaília (Egito), Suez, Aden, Colombo, Singapura, Hong Kong, Nagasaki, Yokohama, São Francisco, Acapulco, Valparaíso, Port Otway, Punta Arenas, Montevidéu.


Derrota da Corveta Vital de Oliveira (Acervo: Biblioteca Nacional)




2ª Viagem




Navio: Cruzador Almirante Barroso
Período: 27/10/1888 a 29/07/1890 (640 dias)


Cruzador Almirante Barroso (Acervo: DPHDM)



Comandante: Capitão de Mar e Guerra Custódio José de Mello / Capitão de Mar e Guerra Joaquim Marques Batista de Leão (Durante a viagem, Custódio de Mello foi promovido a Contra-Almirante, passando o comando do navio ao seu imediato o CMG Marques de Leão).


Custódio José de Mello (Acervo: DPHDM)

Joaquim Marques Batista de Leão (Acervo: DPHDM)



Com o objetivo de realizar a instrução da turma de guardas-marinha formada em 1886 o Cruzador Almirante Barroso partiu para a segunda vagem de circum-navegação realizada por um navio da Marinha do Brasil, tendo, percorrido 36.691 milhas náuticas. Durante a viagem ocorreu a Proclamação da República do Brasil, tendo, por tal razão, desembarcado em Colombo (Sri Lanka) o neto do Imperador, e Segundo-Tenente da Armada Imperial, Príncipe Dom Augusto Leopoldo, que fazia parte da tripulação.

Portos visitados: Rio de Janeiro, Montevidéu, Buenos Aires, Punta Arenas, Valparaíso, Austrália, Yokohama, Nagasaki, Xangai, Hong Kong, Singapura, Jacarta, Banda Achém (Indonésia), Colombo, Bombaim, Áden, Jidá (Arábia Saudita), Alexandria, Nápoles, Toulon, Barcelona, Gibraltar, Salvador.



3ª Viagem




Navio: Navio-Escola Benjamin Constant
Período: 27/01/1908 a 16/12/1908 (324 dias)


Navio-Escola Benjamin Constant (Acervo: DPHDM)



Comandante: Capitão de Fragata Antônio Coutinho Gomes Pereira


Antônio Coutinho Gomes Pereira (Acervo: DPHDM)



Nessa viagem, o Navio-Escola Benjamin Constant conduziu catorze segundos-tenentes recém-saídos da Escola Naval, tendo percorrido 30.465 milhas náuticas e passado por 21 portos. O grande fato de destaque nessa viagem foi o resgate de 20 náufragos japoneses da Escuna Tokio-Maru, que estavam em uma ilha do Oceano Pacífico há um ano. Fato bastante apreciado pelo Governo do Japão, que distinguiu o Comandante Antoônio Coutinho Gomes Pereira com uma medalha de ouro ao chegar o navio em Yokohama.


Oficialidade do Navio-Escola Benjamin Constant no Japão com oficiais da Marinha japonesa
(Acervo: DPHDM)



Portos visitados: Rio de Janeiro, Montevidéu, Punta Arenas, Talcahuano (Chile), Valparaíso, Callao, Honolulu, Yokohama, Nagasaki, Sasebo (Japão), Xangai, Hong Kong, Singapura, Colombo, Aden, Suez, Ismaília (Egito), Alexandria, Nápoles, La Spezia, Toulon Gibraltar, Recife.



4ª Viagem




Navio: Navio-Escola Almirante Saldanha
Período: 23/04/1952 a 10/05/1953 (382 dias)


Navio-Escola Almirante Saldanha (Acervo: DPHDM)



Comandante: Capitão de Mar e Guerra Sylvio Borges de Souza Mota


Sylvio Borges de Souza Mota (Acervo: DPHDM)



Após 44 anos, a Marinha dos Brasil realizou nova viagem de circum-navegação. Tal viagem constituiu-se também como Viagem de Instrução de Guardas-Marinha, na qual o Navio-Escola Almirante Saldanha percorreu 34.056 milhas náuticas em 12 meses e 23 dias, tendo levado a bordo, além da tripulação, 65 guardas-marinha, dois oficiais do Exército e um da Força Aérea, e convidados de marinhas estrangeiras.

Portos Visitados: Rio de Janeiro, Dacar, Casablanca, Lisboa, Sevilha, Gibraltar, Marselha, Nápoles, Pireu, Port Said, Áden, Bombaim, Goa, Colombo, Singapura, Jacarta, Guam, Honolulu, São Francisco, San Diego, Acapulco, Callao, Valparaíso, Talcahuano (Chile), Punta Arenas, Porto Belgrano, Buenos Aires, Montevidéu.


Derrota do Navio-Escola Almirante Saldanha (Acervo: DPHDM)




5ª Viagem




Navio: Navio-Escola Custódio de Mello
Período: 19/04/1968 a 01/09/1968 (135 dias)


Navio-Escola Custódio de Mello (Acervo: DPHDM)



Comandante: Capitão de Mar e Guerra Hedno Vianna Chamoun.


Hedno Vianna Chamoun no posto de Capitão-Tenente (Acervo: SIM).



Realizado pelo antigo navio-transporte de tropas, transformado em navio-escola, a quinta viagem de circum-navegação da Marinha do Brasil conduziu 74 guardas-marinha, tendo percorrido 25.991 milhas náuticas durante os 135 dias de viagem. Constituiu-se como a primeira viagem de volta ao mundo da Marinha do Brasil conduzida totalmente com propulsão a vapor.

Portos visitados: Rio de Janeiro, Recife, Belém, Balboa (Panamá), Acapulco, Long Beach, Honolulu,Tóquio, Manila, Singapura, Colombo, Lourenço Marques, Cidade do Cabo.


Derrota do Navio-Escola Custódio de Mello (Fonte: RMB)




6ª Viagem




Navio: Navio-Escola Brasil
Período: 17/03/1989 a 08/10/1989 (205 dias)


Navio-Escola Brasil



Comandante: Capitão de Mar e Guerra José Alfredo Lourenço dos Santos


Capitão de Mar e Guerra José Alfredo Lourenço dos Santos



Primeira viagem de volta ao mundo realizado pelo Navio-Escola Brasil, transportou, além de sua tripulação, 154 guardas-marinha em viagem de instrução e 21 convidados. Tal comissão também constituiu a III viagem de Instrução de Guardas-Marinha do NE Brasil. Nesta grande comissão foram navegadas 37.238 milhas náuticas em 113,5 dias de mar.

Portos Visitados: Rio de Janeiro, Rio Grande, Buenos Aires, Montevidéu, Valparaíso, Callao, Guayaquil, Acapulco, Los Angeles, Honolulu, Tóquio, Nagasaki, Inchon, Xangai, Hong Kong, Singapura, Jacarta, Bombaim, Jidá (Arábia Saudita), Alexandria (Egito), Pireu, Nápoles, Toulon, Málaga, Lisboa, Las Palmas, Belém, Itaqui, Fortaleza, Recife, Salvador, Vitória.


Derrota do Navio-Escola Brasil (Fonte: NOMAR)




7ª Viagem




Navio: Navio-Escola Brasil
Período: 20/07/1997 a 01/02/1998 (196 dias)


Navio-Escola Brasil (Acervo: DPHDM)



Comandante: Capitão de Mar e Guerra José Alberto da Cunha Couto


Capitão de Mar e Guerra José Alberto da Cunha Couto



Nesta viagem de Instrução de Guardas-Marinha foi levada a cabo a sétima jornada de volta ao mundo por um navio Marinha do Brasil. Nela foram navegadas 44.527,9 milhas náuticas e visitados vinte portos em 124,5 dias de mar.

Portos visitados:Rio de Janeiro, Belém, Nova Iorque, Lisboa, Barcelona, Toulon, Nápoles, Atenas, Alexandria, Jidá (Arábia Saudita), Mormugão (Índia), Chittagong (Bangladesh), Singapura, Xangai, Inchon, Tóquio, Honolulu, Long Beach, Acapulco, La Guaira, Fortaleza.



Derrota do Navio-Escola Brasil




8ª Viagem




Navio: Navio-Escola Brasil
Período: 21/06/2008 a 21/12/2008 (183 dias)


Navio-Escola Brasil (Acervo: DPHDM)



Comandante: Capitão de Mar e Guerra Cid Augusto Claro Júnior


Cid Augusto Claro Júnior no posto de Contra-Almirante (Acervo: DPHDM)



Tal viagem de circum-navegação consistiu também na XXII Viagem de Instrução de Guardas-Marinha do NE Brasil. Participaram dela a tripulação do navio composta por 30 Oficiais, 218 Praças e 158 Guardas-Marinha, e também, como convidados, um oficial do Exército Brasileiro, um oficial da Força Aérea Brasileira, dois integrantes da Marinha Mercante Nacional e oficiais convidados de diversas marinhas estrangeiras. Nela foram navegadas 33.937 milhas náuticas em 113,5 dias de mar.

Portos visitados: Rio de Janeiro, Fortaleza, Lisboa, Londres, Barcelona, Marselha, Civitavecchia, Tunis, Pireu, Alexandria, Bombaim, Singapura, Inchon, Xangai, Tóquio, Honolulu, Los Angeles, Acapulco, Cartagena e Salvador.



Derrota do Navio-Escola Brasil