O Poder Naval como Instrumento da Política Nacional

CIRCUITO EXPOSITIVO

Sala 4

Após a Independência, o Poder Naval brasileiro foi empregado como instrumento da política nacional do Império projetando poder miuilitar para debelar as rebeliões que poderiam ter fracionado o Brasilm atuando na Região do Rio da Prata (em guerras e intervenções em outros países), em respaldo à politica externa do País, e coibindo o tráfico negreiro.

A exposição também destaca a atuação do futuro Marquês de Tamandaré, Patrono da Marinha, que se distinguiu, apesar de muito jovem, nesses conflitos.