Notícias

Civis e militares aprendem a ler
cartas náuticas em oficina da DPHDM


Nos dias 16 e 17 de outubro de 2018, a Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha (DPHDM) promoveu a oficina “Aprendendo a ler Cartas Náuticas”. Nesta segunda edição do evento, aberto ao público em geral, os participantes conheceram técnicas para interpretação das cartas e bibliografias relevantes sobre o tema.

Visando propiciar a atualização e o aperfeiçoamento contínuo dos navegantes, a oficina — conduzida pelo Assessor da diretoria, Capitão de Mar e Guerra (Refº) Hideo de Oliveira Miyoshi — atraiu militares e, sobretudo, civis, dentre os quais velejadores, atletas de remo e funcionários da Biblioteca Nacional e do Arquivo Nacional.

Participantes posam para foto após palestra teórica
no dia inicial da 2ª edição da oficina de leitura de cartas náuticas



No primeiro dia, com foco teórico, o público presente no auditório do Museu Naval recebeu instruções essenciais para navegar com segurança, tais como: características de área de fundeio; correntes de maré; luzes de navegação; sistema de balizamento cego e luminoso; e sinalizações marítimas presentes nas cartas.

No dia seguinte, na Sala de Treinamentos da Biblioteca da Marinha, o Capitão de Mar e Guerra (Refº) Miyoshi ministrou aula prática sobre como realizar uma navegação astronômica no Rio de Janeiro naquela data, no crepúsculo vespertino (anoitecer), por meio do “preparo do céu”: identificar na abóbada celeste as estrelas e planetas que vão referenciar a singradura do navegador — como se fazia na Era das Grandes Navegações.

Na aula prática, o Capitão de Mar e Guerra (Refº) Miyoshi explica
sobre o preparo do céu e sua importância na navegação astronômica