O Bode Verde

 Com a formação das primeiras turmas de Oficiais especializados em Hidrografia na Marinha brasileira a partir de 1933 constatou-se o nascimento de um novo "bode" , o Bode Verde !

  O termo "bode" foi trazido e traduzido pelos nossos primeiros maquinistas formados pela Escola Naval a partir de 1905 e que buscaram na Inglaterra os primeiros encouraçados da Armada brasileira . Quando naquele país , aprenderam eles a expressão "body" com significado de "corpo, corporação, classe, comunidade, sociedade, etc"., fixando ou dividindo o pessoal. De volta ao Brasil , reuniram-se em uma confraria , em um "body" que passou a ser identificado como "bode preto" como referência às graxas e aos carvões que os envolvia e os lambuzava nas máquinas de então.

   Criada a Diretoria Geral de Navegação em 1923 e desde a incorporação do Navio Hidrográfico Rio Branco em 1934 seus navios subordinados passaram a ser pintados de branco[2] e suas linhas d'água , de verde, e não de preto como os demais navios cinzas da Armada !

   As primeiras Turmas de Hidrógrafos escolheram o verde para sua cor , o verde dos mares litorâneos , o verde das matas de seus ambientes de trabalhos topográficos , o verde das clareiras abertas para a construção de faróis .

   E os Hidrógrafos se reuniram em um novo grupo , em grupo fechado de cursados em Hidrografia , verdadeiros navegadores , em um novo "body" .

   Escolheram para seu símbolo um bode à semelhança de outro que já existia , mas que deram a cor verde . Nascia o Bode Verde ! E para lhe dar maior representatividade ao símbolo , desenharam seu perfil em atitude rampante , voltado para leste , para o mar brasileiro , erguido sobre as patas traseiras , empinado em atitude resoluta exibindo toda sua coragem !

   Com o tempo, o Bode Verde rampante passou a ornar as lanchas hidrográficas e depois as asas de boreste e bombordo dos passadiços dos navios hidrográficos, o que se mantém até hoje, representando o indômito "espirito de corpo" dos hidrógrafos.

   Desde 1933 como um símbolo não oficial da Hidrografia brasileira , somente em 21 de fevereiro de 1996, o Bode Verde foi reconhecido como "marca figurativa" e registrado pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial como propriedade da Diretoria de Hidrografia e Navegação .



Foto tradicional do Dia do Hidrógrafo