Parceria entre Diretoria de Hidrografia e Navegação e Instituto Hidrográfico de Portugal deixa legado para países de língua portuguesa

Notícias
quinta-feira, 14 Janeiro, 2021

 

 

     A Organização Hidrográfica Internacional (OHI) lançou uma versão em inglês/português da Publicação da OHI B-6 "Padronização dos Nomes das Feições do Relevo Submarino" (https://iho.int/en/bathymetric-publications). Essas diretrizes explicam o processo de envio de propostas para nomes das feições submarinas e fornecem as informações necessárias para que sejam apreciadas pelo Subcomitê do projeto GEBCO sobre Nomes das Feições Submarinas (SCUFN). Essa versão em inglês/português é o resultado de uma produtiva cooperação e contribuição do Brasil (DHN) e de Portugal (Instituto Hidrográfico de Portugal - IH).

 

     GEBCO é um projeto conjunto da OHI e da Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI) da UNESCO para coletar dados batimétricos e mapear os oceanos.

     Pessoas interessadas em feições submarinas podem visitar a página de internet do Dicionário Geográfico (Gazetteer) dos nomes das feições submarinas (https://www.gebco.net/data_and_products/undersea_feature_names/) que inclui um mapa 3D interativo da Terra para navegar e visualizar as feições submarinas, bem como projeções polares e mapas 2D. Inclui mais de 4.500 feições submarinas e permite que os visitantes pesquisem, visualizem e baixem informações como localização geográfica, tipo de feição (cadeia, cânion, fossa, monte submarino, platô, rifte, ...) e dimensões, quem descobriu e a origem do nome.

     A primeira versão das diretrizes de nomenclatura foi originalmente desenvolvida graças à colaboração entre o SCUFN e o Grupo de Trabalho de Feições Submarinas e Marítimas do Grupo de Peritos das Nações Unidas em Nomes Geográficos (UNGEGN).

     A DHN, anualmente, recebe das comunidades marítimas e científicas propostas para nomes de feições submarinas e as submete dois meses antes das reuniões do SCUFN para análise por esse Subcomitê do projeto GEBCO.