Missão cumprida na 38ª Operação Antártica

Notícias
sexta-feira, 17 Abril, 2020
NApOc “Ary Rongel” (H-44) e NPo “Almirante Maximiano” (H-41) durante a 38ª OPERANTAR
 
Com o emprego do Navio Polar (NPo) “Almirante Maximiano” e do Navio de Apoio Oceanográfico (NApOc) “Ary Rongel” e sob a coordenação Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (CIRM), foi realizada, entre outubro de 2019 e abril de 2020, a 38ª Operação Antártica (OPERANTAR).
 
As ações contribuíram para o apoio logístico, imprescindível, à Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF), principalmente, no que tange ao transporte de materiais e abastecimento de óleo diesel, bem como para o auxílio à inauguração da sua nova sede, ocorrida em 15 de janeiro de 2020. Os Navios prestaram suporte a 22 projetos brasileiros de pesquisa, de diferentes instituições e universidades, totalizando 204 pesquisadores embarcados, operando em locais inóspitos, como o mar de Weddell, com densos campos de gelo e icebergs, e em áreas afastadas das Ilhas Shetland do Sul. Também foram realizadas mais de oitenta estações oceanográficas, colhidas amostras de fundo, efetuados mergulhos para coleta de dados biológicos e estabelecidos acampamentos em terra, com auxílio de embarcações orgânicas e de duas aeronaves UH-13 (esquilo biturbina), perfazendo mais de 105 horas de voo. E, como colaboração para a elevação da segurança da navegação, efetuou-se o levantamento hidrográfico ao sul da Ilha Nelson, para atualização de cartas náuticas da Antártica.
 
Nova sede da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF) inaugurada em 2020
 
Cabe ressaltar a intensa participação de imprensa embarcada, coordenada pelo Centro de Comunicação Social da Marinha (CCSM), que resultou numa ampla divulgação do PROANTAR e das peculiaridades da vida no mar. Salienta-se, também, o embarque de importantes autoridades para a cerimônia de inauguração da nova sede da EACF, destacando-se o Vice-Presidente da República, o Ministro da Defesa (MD), o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o Ministro da Infraestrutura (Minfra) e o Comandante da Marinha (CM).
 
No âmbito do relacionamento internacional, releva mencionar a participação do NPo Alte Maximiano nas buscas à aeronave C-130 da Força Aérea do Chile, que caiu no mar no Estreito de Drake, em dezembro de 2019, bem como a realização de visitas recíprocas a Bases e Estações Antárticas estrangeiras, tais como Chile, Peru, Polônia, Bulgária e Rússia, que serviram para estreitar os laços de amizade e cooperação entre as partes e divulgar a presença brasileira na região antártica.
 
Ao final da Operação, os Navios regressaram ao porto sede, em segurança, transmitindo às suas tripulações o sentimento do dever cumprido e confirmando a importância da OPERANTAR para a consolidação da presença do Brasil no Continente Gelado.